Dicas de Santiago do Chile para você viajar bem em qualquer época do ano. Sem lero lero, descubra as atrações imperdíveis, onde comer, onde ficar, dicas de segurança, documentos, o melhor bate e volta e outras dicas para curtir Santiago como ela merece, de preferência saboreando um bom vinho chileno com vista pra Cordilheira dos Andes.

Frequento Santiago desde 2008 e a cidade sempre me surpreende. A cada vez os restaurantes parecem melhores, os hotéis mais altos e a vida noturna… Bom, a vida noturna não é o forte de Santiago, embora existam boas opções de bares e baladas. A seguir, dicas essenciais pra apreciar a capital chilena em qualquer época ano, da neve ao sol de rachar.

Veja também:

O que fazer em Santiago Onde comer bem em Santiago Onde ficar em Santiago

Só mais uma coisa antes que alguém leve a à prova as dicas “infalíveis” de Santiago”: elas são infalíveis apenas nas condições ideias de temperatura e pressão. Se vem mais aquecimento global, el niño e terremoto, pode rasgar e queimar cada diquinha bacana destas aqui.

 

Quando ir para Santiago

aviao andes santiago

Como falei acima, não existe a melhor época para aproveitar Santiago. Se quer apenas conhecer a cidade, independente do clima, encontre uma boa promoção e embarque quando quiser. Mas para planejar melhor um roteiro é bom entender as duas principais estações do ano na região central do Chile.

• Inverno | junho a setembro

A temporada de neve do Chile é a mais concorrida da América do Sul, transformando Santiago em uma importante base para quem vai às estações de esqui mais próximas: El Colorado, La Parva, Farellones e Valle Nevado. O tempo é perfeito para esquiar, mas o excesso de chuvas e as temperaturas abaixo de zero atrapalham um pouco o turismo urbano em Santiago, que depende muito de caminhadas por pontos históricos e montanhas.

• Verão | dezembro a março

Quem vê os picos nevados da Cordilheira dos Andes do avião talvez não imagine que Santiago ferve nos meses de dezembro e janeiro, quando a temperatura ultrapassa fácil os 35º C e a falta de ventos gera um caldeirão de poluição na capital. As noites costumam ser agradáveis, mas andar a pé durante o dia pode ser insuportável, principalmente nos bairros menos arborizados. Nessa época, aproveite o ar-condicionado dos shoppings, procure fazer um bate e volta ou mesmo passar uma noite nas praias perto de Santiago.

• Outono e primavera

Minhas estações favoritas para viajar a qualquer lugar do mundo. E nas dicas de Santiago não é diferente. Particularmente prefiro o outono, quando as temperaturas durante o dia convidam para caminhadas e o friozinho leve da noite pede um vinho. Se tivesse que escolher um mês perfeito pra viajar a Santiago, sem dúvidas seria março. Se bem que outubro é tão ameno quanto e também chove muito pouco.

 

O que levar para Santiago

Documentos

O Mercosul ainda existe e graças a ele temos regalias como a de entrar no Chile apenas com a carteira de identidade, desde que tenha menos de 10 anos de emissão e esteja em bom estado. Somente RG, beleza? A CNH (Carteira de Motorista) é válida apenas para embarques domésticos no Brasil. Outra opção é o Passaporte, que ainda vai ganhar um belo carimbo chileno na imigração. Sim, existe que faz coleção de carimbos no passaporte…

Muitos países exigem o Certificado Internacional de Vacinação e Profilaxia. Ou seja, não adianta ter só a carteira de vacinação, é preciso passar na Anvisa e transformar todas as seringadas que você tomou em um cartão internacional. A nós brasileiros, a vacina mais cobrada é contra a Febre-Amarela. Mas não se preocupe, porque o Chile NÃO exige nenhuma vacina ou cartão de vacinação. De qualquer forma, antes de viagem sempre é bom conferir o site da Anvisa.

Seguro viagem

Nunca viajei sem seguro viagem e recomendo que ninguém se arrisque assim. O Chile não exige seguro de brasileiros, mas é altamente recomendável embarcar protegido. Conheço histórias de gente que precisou ser internado no exterior e o seguro foi a salvação. Já ouvi também muitas histórias de prejuízo financeiro de quem viajou sem seguro. Eu mesmo já precisei de consultas e exames no exterior e fui salvo pelo seguro. Para encontrar os melhores preços, a dica é comparar entre várias empresas no site Seguros Promo.

• Roupas

No verão, leve bermudas, camisetas, tênis arejado, chinelo, roupa da banho e pelo menos um casaco médio, pois pode esfriar durante a noite em Santiago. No inverno, leve um bom casaco, de preferência do tipo corta-vento, e se possível uma calça “segunda pele”, daquelas que ficam grudadas no corpo, embaixo do jeans. Na primavera e no outono, leve casacos médios e roupas mais leves, porque o tempo pode virar durante o dia. Em qualquer época, não esqueça do protetor solar, porque a camada de ozônio tem um buraco #tenso em cima do Chile.

 

Leis e dicas de segurança em Santiago

carabineros chile seguranca

Bebidas alcoólicas

No Brasil nós podemos beber em qualquer lugar, caminhando e cantando com uma garrafa de cachaça no meio da rua. Nos Estados Unidos é quase a mesma coisa, mas eles precisam “disfarçar” a garrafa dentro de um saco de papelão, como vemos nos filmes. No Chile a lei é mais severa: é proibido consumir bebidas alcoólicas na rua. Exceto nas mesas dos bares, que ocupam as calçadas, é crime beber em público. Resumindo, nem pense em comprar sua latinha de cerveja e caminhar bebericando nas ruas de Santiago. A única exceção é na noite de reveillon, quando os Carabineros assistem a festa e até recebem votos de feliz ano novo dos bebuns.

Táxis

Fique esperto com os taxistas no Chile, que são mais malas que os argentinos. Aquele velho golpe de pegar uma nota de 50 e dizer que recebeu uma de 5 é comum por lá. Fique atento e procure pagar com trocados. E como em todo país de terceiro mundo, no aeroporto de Santiago tem os táxis ilegais. Não caia no papo de ninguém, siga o fluxo e pegue a fila do lado de fora, onde estão os táxis oficiais, mais limpos, seguros e em conta que os ilegais.  + Golpes de taxistas em Santiago

Assaltos

O Chile é o segundo país mais seguro da América Latina, só um pouco atrás do Uruguai. A taxa de criminalidade e comparável à de alguns países europeus. Em Santiago é normal ver famílias caminhando nas ruas à noite e jovens voltando a pé das festas. Carabineros (Polícia Militar do Chile) estão por todos os lados e geralmente são simpáticos aos turistas. Mas como em toda cidade do mundo, é importante ficar esperto e não desgrudar dos seus pertences, principalmente em regiões movimentadas como o Centro de Santiago.

 

Onde ficar 

dicas santiago lastarria

Fique em Lastarria, sério! Já fiquei hospedado em muitos outros bairros de Santiago e nenhum foi tão legal quanto Lastarria, quando fiquei no estiloso Andes Hostel. Vou falar um pouco de outras boas opções, mas já adianto que você deve reservar agora mesmo seu hotel no melhor bairro de Santiago.

• Bellavista

Bairro boêmio, cheio de bares alternativos, restaurantes clássicos de Santiago e um insuperável clima universitário. Está no pé no Cerro San Cristóbal, uma das principais atrações de Santiago, que vou falar no próximo tópico. Veja aqui hotéis no Bellavista.

• Providencia

Bairro nobre com muitos prédios comerciais e o prédio mais alto da América Latina. É uma espécie de centro novo de Santiago, com muitas estações de metrô, bons restaurantes e hotéis de todos os tipos. Veja aqui hotéis em Providencia.

• Centro

Antigo e caótico, o Centro de Santiago é cheio de construções históricas, pontos turísticos e bares tradicionais. Dá pra fazer tudo a pé, pois mesmo sendo relativamente menos seguro que os bairros nobres, está longe de ser comparável a áreas centrais degradadas de cidades como Rio de Janeiro e São Paulo, por exemplo. Veja aqui hotéis no Centro.

• Lastarria

Reúne o melhor de cada bairro de Santiago: o clima boêmio do Bellavista, um bom número de hotéis legais como Providencia e a localização privilegiada, como o Centro. A pequena região de Lastarria está praticamente na confluência dos 3 bairros acima. Abriga pontos essenciais de Santiago, como o Cerro Santa Lucia e o Museo de Bellas Arte. Muito bem servido de metrôs. Faça tudo a pé e com ainda mais estilo que no Centro. Veja aqui o Lastarria Santiago e o Art Lastarria.

Mais dicas de lugares e bairros em Santiago

Para entender melhor os bairros de Santiago e ver mais opções de hospedagem entre hotéis, albergues e pousadas, veja nosso rápido guia sobre as regiões da cidade: Onde ficar em Santiago.

 

Transporte em Santiago

mapa transporte santiago

Do Aeroporto ao Centro | E vice-versa

Um táxi do aeroporto de Santiago até os bairros centrais, como Lastarria e Providencia, custa em média 15 mil pesos, aproximadamente 80 Reais na cotação de hoje (Dez/2015). Pra economizar, a melhor opção é pegar o confortável ônibus que faz o trajeto de ida e volta entre o aeroporto e a estação Los Heroes do metrô, parando em outras estações pelo caminho. Onde pegar: quando sair de dentro do aeorporto, olhe para o lado direito, onde geralmente está uma pequena fila ou, já estacionado, o próprio ônibus da Centropuerto, que opera entre 6h e 23h30. Custa 1.600 Pesos, mais ou menos 9 Reais.

• Metrô

Não é preciso ranking pra afirmar que o metrô de Santiago é o melhor da América do Sul, além de ser o segundo maior da América Latina, atrás apenas da Cidade do México. Pra se ter uma ideia, são 101 estações, enquanto em São Paulo, que tem o dobro de habitantes, possui apenas 67. Resumindo, você tem 101 motivos pra andar de metrô em Santiago. É a forma mais rápida e barata de chegar a quase todos os lugares. Os principais pontos turísticos de Santiago estão rodeados de estações de metrô. Mapa do metrô de Santiago.

Bicicleta e a pé

Apesar das avenidas largas e planas, Santiago ainda não desenvolveu um bom sistemas de ciclovias. Sem falar na poluição que paira no ar nos meses de calor. Se estiver no Centro ou em bairros bem localizados como Bellavista, Paris-Londres e Lastarria, vai ser possível chegar nas principais atrações sem andar muito.

 

Atrações imperdíveis e pontos turísticos

la chascona santiago

Na dúvida entre parques, museus, shoppings e roteiros históricos, faça um pouco de tudo, passando pelos principais pontos turísticos e belezas naturais de Santiago. Lugares essenciais:

• Cerro San Cristobál

É de onde se tem a melhor vista de Santiago. Suba de funicular, tome um mote chileno lá no alto e se tiver pique desça caminhando. Vá de preferência nos dias de sol e poucas nuvens, pra apreciar melhor a Cordilheira dos Andes. É uma das dicas do post O que fazer em Santiago.

• Cerro Santa Lucia

Bem mais baixo que o San Cristobal, só pode ser apreciado a pé. Suba ao topo sem pestanejar, passando por pontos como o Castillo Hidalgo e a Escultura Caupolicán. Aprecie a vista do Centro de Santiago com os Andes ao fundo. Antes de ir embora, não se esqueça de passar pela loja de artesanato da base do cerro. Vende de tudo, de bugingangas e folha de coca a esculturas Mapuche.

• Caminhada no Centro

O centro de Santiago é compacto e concentra alguns pontos essenciais da cidade. Comece o dia no Palacio de la Moneda, caminhe pelo Paseo Ahumada e outras ruas exclusivas para pedestres até chegar à Plaza de Armas. Olhe ao redor e admire a arquitetura da Catedral de Santiago e do prédio do Correos de Chile, além do movimento intenso no interior da praça. Passando por Cafes con Piernas e galerias antigas, decida se vai comer frutos do mar no turístico Mercado Central de Santiago ou no baratíssimo Empanadas Zunino, se aguentar a fila.

• Caminhada no Bellavista

Difícil andar pelo Bellavista sem parar em suas dezenas de bares e bistrôs charmosos. Se tiver tempo entre um pisco sour e outro, vale a pena conhecer La Chascona, a casa onde Pablo Neruda viveu seus últimos anos. Pra comprar presentes e comer mais um pouco, visite o Patio Bellavista, uma espécie de mini-shopping gastronômico. Veja mais informações no post roteiro Pablo Neruda em Santiago.

• Museu de Arte Pré-Colombiana

Ao pé de letra, é o museu onde guardam a arte feita antes dos espanhóis tocarem o terror no Chile. Obras Incas, Mapuches e dos índios brasileiros fazem parte da coleção permanente.

Veja mais detalhes e dicas completas sobre O que fazer em Santiago.

 

ONDE COMER

empanadas chilenas

A gastronomia chilena demorou a me conquistar. Não engolia nada que tivesse palta ou peixe. Agora, meus pratos preferidos no Chile são qualquer coisa que leve peixe frito e molho de palta, um tipo de abacate pequeno e suave. Vou listar 5 restaurantes imperdíveis pra comer em Santiago:

Bar The Clinic | Pratos bem servidos e drinks criativos em uma temática de jornalismo político.

Bar Nacional | Suco de framboesa, empanada e outras delícias de boteco do Chile. De cara pensei que fosse um boteco pé sujo, mas gostei das comidas e da limpeza.

La Vega Central | Mercado típico e barato com quiosques de comida chilena, peruana e sucos. Dá pra ir de metrô.

Uncle Fletch | No coração do Bellavista, é considerada a melhor hamburgueria de Santiago. Tem um cardápio variado, inclusive com hambúrguer vegetariano.

• Lili Marleen | Comida alemã e temática que vai da II Guerra à ditadura no Chile

• Mais detalhes no post 5 dicas  de restaurantes e lugares para comer bem em Santiago

 

Bate e volta

estero marga marga vina del mar chile

Santiago está no centro geográfico do Chile. A oeste está o oceano pacífico, com suas águas geladas e ondas fortes. A leste está a Cordilheira dos Andes, com ótimas estações de esqui no inverno. Ao norte, as estradas levam ao distante Deserto do Atacama. Ao sul, a região dos lagos e a Patagônia são destinos incríveis, embora impossíveis para um bate e volta. A seguir, vou listar 3 opções de destino pra ir e voltar no mesmo dia a partir de Santiago.

Viña del Mar e Valparaíso

Duas cidades coladas e totalmente diferentes. Viña é uma cidade jardim, com longas praias, ruas limpas e cassinos de luxo. Valparaíso é mais velha, suja e complicada, embora tenha um charme irresistível, principalmente no alto dos seus cerros com vista gloriosa pro porto. São menos de duas horas de carro ou de ônibus.

Quando ir: pra pegar praia, de preferência no verão. Pra comer bem e aproveitar os bons preços dos hotéis, vá nos meses frios. Compense os ventos gelados com muito congrío frito.

Vinícolas

Santiago está cercada vinhedos e vinícolas. Muitas abrem suas portas para o turistas, como a Colchagua e Concha y Toro, que envolve os visitantes no clima do Casillero del Diablo, seu vinho mais famoso. A Viña Santa Rita também é muito próxima de Santiago.

Quando ir: qualquer época, mas em março em abril você terá mais chances de comer um cacho de uva direto do pé.

• Valle Nevado

A maior estação de esqui do Chile é também uma das mais próximas a Santiago. A viagem até lá dura menos de duas horas de carro e na temporada de neve muitas agências vendem a diária.

Quando ir: a neve esquiável dura do final de junho até o meio de setembro. Pra não ficar preso no trânsito e em outras filas, evite as duas primeiras semanas de julho, auge da temporada.

Veja dicas de Viña del Mar e dicas de Valparaíso.

 

COMPRAS

shopping compras santiago

Se fosse há dois anos, eu ia dizer pra você comprar de tudo, principalmente artigos esportivos de marcas como Puma, Nike e Adidas, que são vendidas no Chile a preço de banana nas ruas e grandes shoppings de Santiago. Isso quando o nosso Real ainda valia alguma coisa. Hoje esses artigos importados acabam saindo caros pra nós, assim como os bons restaurantes de Santiago.

O que ainda não está cara são os hotéis de Santiago e também do interior do Chile, em belas cidades turísticas como Pucón e San Pedro de Atacama. Andar de ônibus no Chile, que era muito barato, agora está mais ou menos como no Brasil. Compensa também comprar vinhos, inclusive de marcas conhecidas, que custam menos da metade do preço nos supermercados. O artesanato chileno também é legal e vale a pena trazer algumas lembranças, como exemplares da arte mapuche.

Veja Onde fazer compras em Santiago | 5 shoppings muito diferentes

 

Curiosidades do Chile

Além dessas dicas exclusivas de Santiago, embarque já sabendo algumas curiosidades do Chile, como as comidas típicas, as festas, as bebidas, as melhores praias e porque o Chile é mesmo um destino sensacional.

16 coisas que amamos no Chile

7 praias do Chile que você precisa conhecer

7 hotéis com vista pro mar em Viña del Mar

5 comidas realmente típicas do Chile

• O que fazer em Pucón: 10 passeios obrigatórios

5 hotéis incríveis em San Pedro de Atacama

Créditos das fotos dessas dicas de Santiago: rua de Lastarria, Santiago: Andrés Nigro | Vista de Santiago em destaque: Pixarbay | Outras fotos: Buenas Dicas de Viagem | Arranha-céus: Life

 Como economizar na viagem:  

  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Seguros Promo: compare preços de seguro viagem (cupom de desconto: BUENASDICAS5)
  • RentCars: compare preços de aluguel de carro

Escreva seu comentário