Dicas sinceras sobre o que fazer em Buenos Aires, uma cidade que é pura história, gastronomia,  literatura e tem uma das noites mais animadas da América do Sul. Embarque com a gente por passeios, atrações, museus, parques, dicas de bate e volta e informações para você saber exatamente onde ir e o que fazer na capital argentina.

Pra facilitar, vou fazer uma lista de atrações, pontos turísticos e atividades imperdíveis, direcionando também para outros blogs que têm ótimas dicas sobre o que fazer em Buenos Aires.

Vem com a gente! Buenos Aires espera por você, ao som de tango e com cheiro de churrasco no ar (e um pouquinho de gás, se for no inverno).

 

1. Conheça os monumentos (até os mais clichês)

obelisco-buenos-aires

Buenos Aires tem alguns dos monumentos mais emblemáticos da América do Sul. Obras modernas e antigas que carregam em si boa parta da história portenha.

Por isso, não vá embora de Buenos Aires sem ao menos dar uma passada por monumentos como o Obelisco, a Floralis Genérica e a Puente de la Mujer. Veja a lista de monumentos de Buenos Aires.

 

2. Sabe aquela arquitetura linda? Entre lá dentro.

palacio barolo argentina

O passado de riqueza e ostentação de Buenos Aires está vivo em construções imponentes pela cidade. Também são verdadeiros monumentos, com a vantagem de ser possível conhecer o interior de alguns deles. Então, se busca o que fazer em Buenos Aires, pode começar pelas visitas a lugares como:

Palácio Barolo (visitas guiadas)

Casa Rosada (visitas guiadas)

Catedral Metropolitana (é uma igreja e fica aberta como tal)

 

3. Com filhos ou não, seja criança em Buenos Aires

san telmo buenos aires mafalda

Em Buenos Aires não faltam programações para crianças. Aliás, você mesmo pode se sentir uma por lá, ao passar por lugares como o Banco da Mafalda, no coração do bairro de San Telmo.

Mas uma das mais interessantes coisas a se fazer com os pequenos na cidade, é aproveitar o enorme Museo de los Niños, que fica dentro do Shopping Abasto. Essa e outras dicas sobre o que fazer em Buenos Aires com criança estão aqui no Viajo com Filhos.

 

4. Um dia de praia

Praia Buenos Aires

Buenos Aires é tão imensa que às vezes nem lembramos da orla da cidade, que é banhado pelo Rio de la Plata, que mais parece um oceano de águas mansas e marrons. Então, a dica é pegar o trem e curtir o dia em Peru Beach, a praia de Buenos Aires.

Pertinho do centro, outro lugar para curtir o Rio de la Plata é a Reserva Ecológica Costanera Sur.

 

5. Coma muito doce de leite (e traga alguns vidros na mala)

Sorvete de dulce de leche argentino

Sair em busca de delícias da culinária argentina é uma das melhores coisas a se fazer em Buenos Aires. Aliás, o turismo gastronômico é um dos meus favoritos. E quando o assunto é doce, é incontestável a supremacia do doce de leite em Buenos Aires. Experimente a iguaria nos restaurantes, nos café e não se esqueça de comprar alguns potes pra trazer na mala. Pra isso, recomendo que você conheça os melhores doces de leite da Argentina.

 

6. Tá cult? Vá numa livraria

livraria El Ateneo Grand Splendid buenos aires
Foto de Niels Mickers

Buenos Aires tem mais livrarias do que o Brasil inteiro, mesmo sendo 56 vezes menos habitada do que o nosso país (infelizmente é verdade). Se o número é impressionante, pode se dizer o mesmo sobre algumas livrarias da cidade. Além da exuberante El Ateneo, muitas outras livrarias portenhas merecem uma visita, como a centenária Librería de Ávila. Para não errar, veja 5 livrarias para visitar em Buenos Aires.

 

7. Dê uma volta pelos parques e praças

PARQUES_PALERMO_BUENOS_AIRES

Antes de reclamar que não tem o que fazer em Buenos Aires, dê uma volta ao ar livre. É quase certo que você vai cruzar com alguma praça arborizada ou um dos muitos parques da cidade.

O bairro de Buenos Aires que mais concentra áreas verdes é Palermo. Lá estão a Plaza Italia, o Parque Las Heras e o Parque Tres de Febrero, entre outros que você pode saber mais detalhes aqui no Buenas Dicas mesmo, no post Parque de Palermo.

 

8. Visite pelo menos um museu

museu buenos aires malba
Mobiliário artístico no MALBA | Foto de Luiz Esnal

Viajar e passar o dia inteiro olhando quadros e esculturas é um saco tédio. Em Buenos Aires não é diferente, mas a cidade tem tanta coisa legal pra se ver nos museus, que vale a pena gastar ao menos uma tarde. Museus que valem a visita:

Museu Casa Carlos Gardel: para conhecer a história do maior nome do Tango, vá direto para esta que é a casa onde ele nasceu.

Museo del Bicentenario: fica embaixo da Casa Rosada e conta um pouco da história argentina, além de trazer mostras itinerantes de arte. No link para o site oficial, estão detalhes como horários de funcionamento.

Museu do Boca ou o Museu do River Plate: entenda a paixão dos argentinos pelo futebol e a história dos dois principais clube de Buenos Aires.

Malba: veja obras modernas e sinta o clima de uma galeria europeia, com direito a ver pessoalmente “O Abaporu”, obra da brasileira Tarsila do Amaral que faz parte do acervo permanente do museu.

 

9. Visite alguma feira (ou todas elas)

feira san telmo buenos aires argentina
Músicos na Feira de San Telmo. Também não faltam dançarinos de tango por lá | Foto de Lauro Maia (CC)

O que não falta em Buenos Aires são feira conhecer. A mais famosa delas é Feria de San Telmo, que inclusive já listei entre os 5 passeios grátis em Buenos Aires. É uma feira onde se encontra de tudo, de jornais antigos a relógios e tapetes. Funciona somente aos domingos, das 10h às 17h.

Outra feira que vale a pena conhecer é a Feria de Mataderos, a pouco mais de meia hora do centro de Buenos Aires. O foco aqui são os produtos regionais, como artesanatos em couro, mates e outros artigos argentinos. Além de ser um bom lugar para experimentar comidas típicas da Argentina e, se der sorte, assistir espetáculos de danças típicas e apresentações culturais em geral.

De fevereiro a dezembro, a Feira de Mataderos é realizada aos domingos, entre 11h e 22h. Em janeiro, funciona aos sábados à noite. Mais detalhes e fotos sobre a Feira de Mataderos no Viaje na Viagem e no Viagem Cult.

 

10. Bate e volta no Uruguai (especialmente para os casais in love)

vista colonia del sacramento

Uma boa dica do que fazer em Buenos Aires, é sair de Buenos Aires. Seja inverno ou verão, sempre vale pegar um buque até o outro lado do Rio da Prata. A viagem é curta e pode ser um bate e volta. O melhor destino? Colonia del Sacramento, uma romântica e histórica cidade com heranças espanholas e portuguesas.

Em Colonia, carimbe seu passaporte, coma as melhores comidas típicas do uruguai, experimente os excelentes doces de leite uruguaios, admire a vista do alto do farol e depois volte a tempo de jantar em Buenos Aires.

 

11. Comidas típicas (sério, experimente todas)

pizza fugazzeta buenos aires

A lista da revista Forbes com os 15 países que mais consomem carne no mundo não me deixa mentir: os argentinos amam carne e fizeram valer esse 4º lugar no ranking da carne, atrás somente de Austrália, Estados Unidos e Israel. Então, esbalde-se nas centenas de parrillas de Buenos Aires.

Como nem só de churrasco vive um turista, explore também as melhores pizzarias de Buenos Aires, as melhores sorveterias e as melhores hamburguerias. É vegetariano? Então veja nossas dicas de restaurantes vegetarianos em Buenos Aires.

É por isso que, sempre que me perguntam o que fazer em Buenos Aires, a primeira coisa que respondo é essa: comer!

 

Shows de tango (assista a pelo menos um)

shows de tango buenos aires

Nascido nos prostíbulos de Buenos Aires, influenciado por outros estilos como polca, havaneira, candombe e milonga, o Tango é um importante patrimônio cultural argentino. Além de ser um belo estilo musical, que se destaca especialmente pela dança: sensual, dramática, essencialmente argentina.

E não faltam bons lugares para assistir a shows de Tango em Buenos Aires. Para conhecer muitos dos shows e comprar seu ingresso com antecedência, dê uma olhada no bsas4u.

 

12. Explore os melhores bairros de Buenos Aires

Ao longo dos séculos, Buenos Aires recebeu grande fluxo de imigrantes, principalmente espanhóis e italianos. A cidade viveu uma era de muita riqueza até meados do século XX e uma decadência brutal no anos seguintes. Tudo isso gerou uma Buenos Aires cheia de contrastes, grandes construções e diferentes estilos. O que fica claro quando se explora os bairros de Buenos Aires.

Entre dezenas de bairros, recomendo percorrer somente os mais interessantes:

Recoleta: é onde está o Cemitério da Recoleta e a Floralis Genérica, além de outras atrações turísticas e muitos restaurantes.

Cachorros na Recoleta

San Telmo: além da Feira de San Telmo, tem outros interesses turísticos, como as dezenas de cafés, as casas de tango e a arquitetura colonial. E claro, tem a estátua da Mafalda.

san telmo buenos aires mafalda

Palermo: bairro imenso, moderno em sua maior parte. Tem grandes parques, shoppings, restaurantes da moda e uma intensa vida noturna.

PALERMO_LAS-HERAS

Microcentro: impossível explorar Buenos Aires sem desbravar o microcentro, onde está a Casa Rosada, o Obelisco, muitos museus e avenidas históricas.

Sombra do Obelisco

Puerto Madero: bairro novo, que ocupou uma antiga zona portuária que estava mesmo uma zona. Hoje tem alguns dos melhores hotéis de Buenos Aires, restaurantes sofisticados e os charmosos canais. Além da Puente de lu Mujer, uma das 15 pontes mais bonitas do mundo.

buenos-aires-puente-de-la-mujer

E tem muitos outros bairros de Buenos Aires para explorar, se tiver tempo, claro. Se for uma viagem rápido, tenha foco nas regiões acima.

 

Tem mais o que fazer em Buenos Aires?

Mas é lógico. Aqui no Buenas Dicas estamos sempre atualizando as dicas de Buenos Aires. Tem também os outros blogs que indiquei ao longo desse post, alguns escritos por pessoas que moram em Buenos Aires. E se tiver alguma dúvida sobre o que fazer em Buenos Aires, pode perguntar à vontade. Boa viagem!

 Como economizar na viagem:  

  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Seguros Promo: compare preços de seguro viagem (cupom de desconto: BUENASDICAS5)
  • RentCars: compare preços de aluguel de carro

Escreva seu comentário