SOBRE

Dicas de viagem sem puxação de saco

Se tinha percevejo no hotel, cabelo na comida ou cocô na praia, eu vou falar. Aqui eu escrevo a verdade sobre os lugares que vi, comi e fotografei no Brasil e no mundo.  Inclusive, meu primeiro blog foi só pra falar mal das coisas. Mas como também existe muita cidade linda, muita comida bem feita e muita gente bacana viajando por aí, você também vai ver muito elogios, é claro. Porque entre o perfeito e o terrível, existe um planeta inteiro de dicas inexploradas.

Exemplos de verdade ruim

10 lugares lindos, mas infestados de pombos

Florença não é tão linda assim

O que NÃO fazer no fim de semana em São Paulo

Exemplos de verdade boa

Porque as praias de Barcelona são as melhores do mundo

Pucón, o melhor lugar para esquiar no Chile

Os 7 melhores hostels de Buenos Aires

Ser mais um site de viagem. Ser um guia de bolso virtual. Ser feliz.

Essas poderiam ser as razões de existir do Buenas Dicas, mas não sejamos hipócritas.

A internet está cheia de aventureiros – outros nem tanto – que transformam suas viagens em relatos detalhados, verdadeiros guias com preços, nomes e endereços de restaurantes, hotéis, albergues e tudo mais que um turista precavido precisa. Eu mesmo sou fã e consulto esses blogs de viagem toda vez antes de embarcar.

Por isso, ser uma bíblia do viajante não é o foco do Buenas Dicas. Até porque seu autor – no caso eu mesmo – raramente anota informações do tipo em suas viagens. Só em casos de lugares realmente fenomenais, o que não se encontra em toda esquina.

Certo, mas pra que fazer um site de viagem sem nomes e preços pra facilitar?

Seja livre!

Nomes e preços existem por aqui sim, embora não sejam o foco. Eles são apenas uma trilha a se seguir em busca de se fazer uma viagem única, cheia de pontos altos, recomendados ou não, que tenham a sua cara.

Experiência própria. Eu mesmo já me cansei de anotar nomes de lugares que diziam ser imperdíveis e simplesmente nem me lembrei de olhar a lista na viagem. Não fizeram a menor falta e duvido que a viagem teria sido melhor se tivesse seguido os passos de outra pessoa.

E pior: quando sigo as dicas, muitas vezes vou parar em lugares totalmente normais, iguais a todos os outros da cidade, só que inflacionados e lotados de gente que seguiu o mesmo passo-a-passo.

Lugares do tipo, ruins ou normais, estavam na lista daquele blog da moda simplesmente por ser o único lugar que o autor entrou em sua passagem por aquele país. Não tem como fugir disso, nem aqui e nem em qualquer outro site.

A principal dica do Buenas Dicas.

Saia por aí. Caminhando, dirigindo, pedalando, tanto faz. Mas antes, leia um pouco sobre o lugar e anote alguns endereços de interesse, caso precise ou passe por perto.

Jamais faça da sua passagem por determinado país uma eterna correria atrás de lugares que o livro tal ou o blog do fulano indicou.

O momento do Buenas Dicas.

A ideia ao criar o site era falar somente sobre Buenos Aires e depois expandir para o resto da Argentina. Mas percebi, no meio do caminho, que o tema e minhas fotos iriam se esgotar muito rápido. Por isso estamos alongando horizontes, conquistamos a América do Sul e já começamos a avançar sobre a Europa. Tipo WAR mesmo, só que na paz.

BARILOCHE_LAGO_NAHUEL_HUAPI

Nossas dicas de viagem já percorreram diversos países até hoje: Argentina, Chile, Bolívia, Brasil, Colômbia, Uruguai, Inglaterra, Itália e Espanha. E já tenho vários outros prontos para entrar no ar, com foco especial em minha última grande viagem.

QUEM SOMOS NÓS

Nós na verdade somos apenas eu, por mais que a concordância dessa frase não faça o menor sentido. Desde o início resolvi tratar o Buenas Dicas como um ser plural, criado por mim, mas dono do próprio nariz. Ele viaja comigo por aí, tira altas fotos, compartilha no instagram e depois vem aqui contar as histórias. Eu e o Buenas Dicas somos nós.

Filosofias à parte, vou ser sincero e confessar. Apesar de adorar viajar, ficar amigo da galera nos hostels, escrever e responder aos leitores, não gosto de fazer “exposição de figura” na medina, digo, na internet.

E como gosto de terminar cada post, BOA VIAGEM!