Essa é uma dica rápida de hostel em Florença, muito útil para quem quer ficar bem localizado e ainda economizar muito na capital da Toscana. Eu fiquei 5 noites no Hostel 7 Santi e agora vou explicar, da maneira mais rápida possível, porque ele é uma ótima dica de hostel de Florença. Veja aqui mais fotos e reserve este hostel em Florença.

1. Transporte: o hostel é perto da estação de trem

florenc%cc%a7a-campo-di-marte
Tirei essa foto na chegada à Florença, da passarela que passa por cima da estação e é caminho obrigatório para o Centro Histórico.

Florença tem três estações de trem em sua área central: Firenze Statuto, Santa Maria Novella e Campo di Marte. A maior e mais importante delas é a Santa Maria Novella, que está bem próxima à catedral e ao Centro Histórico. Mas, nessa região, os hostels que encontrei estavam muito caros e, ainda por cima, lotados. Foi aí que expandi os horizontes e encontrei o Hostel 7 Santi.

Ele fica a apenas 800 metros da estação Campo di Marte. Ela é pequena, tem apenas um guichê de atendimento “humano” e poucas máquinas de auto-atendimento da Trenitalia. Mas foi de lá que eu parti para os outros destinos da viagem, como Lucca, Bologna e Veneza. Ou seja, a estação é pequena, mas é muito bem conectada. E se não for conectada diretamente com algum destino, é só fazer a rápido conexão, praticamente em qualquer trem, para a Santa Maria Novella.

2. Tem um mercado em frente

Quem faz mochilão sabe que uma das melhores maneiras de economizar, é trocar o restaurantes por algumas compras no mercado. E ter um mercado em frente facilita muito. Por isso aproveitei muito o supermercado Conad em frente ao hostel. É um mercado pequeno, mas é uma das redes mais baratas do Itália. Não comprei coisas para cozinhas, mas economizei muito comprando água, frutas, iogurtes e chocolates.

3. Tem sorveterias por todos os lados

Pra quem se amarra num Gelatto Italiano, não tem nada melhor do que se hospedar por perto de alguma sorveteria. E na região no Hostel 7 Santi, encontrei (e experimentei) algumas boas gelatterias. E como é uma região fora da área turística, paguei bem menos do que se paga no centro histórico de Florença.

4. Localização: não é perto, mas também não é longe dos pontos turísticos

florenc%cc%a7a-estatua-centro

Uma caminhada do Hostel 7 Santi até a Catedral Santa Maria del Fiore, principal ponto turístico de Florença, leva meia hora. Com uns 10 minutos a mais, se chega a lugares como a Ponte Velha, a Galleria Degli Uffizi e à Galleria dell’Accademia, onde está a famosa estátua de David, esculpida por Michelangelo. Então, se você gosta de andar, mas sem exageros, não vai nem precisar pegar ônibus.

E espero que não precise dos ônibus de Florença. Eu achei o transporte por lá bem confuso, então, quando queria descansar as pernas, pegava um trem da estação Campo di Marte até a Santa Maria Novella.

5. É um hostel muito barato

Que os donos não me escutem, senão vão logo inflacionar os preços do hostel, mas os quartos compartilhados por lá são os mais baratos que vi na Itália. Dependendo da data da viagem e da antecedência da reserva, é possível encontrar diárias por menos de R$ 60. E foi isso que me fez adicionar 3 noites a mais em Florença, em vez de dormir em Bologna.

Pesquisando agora, só pra dar uma ideia mais concreta de preços, encontrei diárias de R$ 87 reais, em quarto com 6 camas.

6. Comida boa e a preço justo

hostel-7-santi-restaurante

A reserva no hostel não inclui café da manhã ou outras refeição, mas eles tiverem uma boa ideia para salvar o estômago dos mochileiros. Como vou explicar logo abaixo, nos pontos negativos do hostel, a região é ruim de restaurantes por perto. Talvez por isso mesmo, todos os dias eles realizam uma espécie de bandejão. Por 7 Euros, no caso do jantar, você pode comer à vontade. Pelo que entendi, é um dono de restaurante na região que leva a comida pra lá. Então ela acaba. Por isso é bom ir logo no início. Ah, antes que eu me esqueça de avisar: são só pratos vegetarianos, principalmente massas. Apesar de ser muito carnívoro, isso não foi um problema pra mim.

7. Hostel limpo, espaçoso e silencioso

hostel-florenc%cc%a7a-7-santi-quarto

Pelo que li, o Hostel 7 Santi ocupa o prédio de um antigo convento. E a atmosfera religiosa continua. Parece até que as freiras continuam limpando os imensos corredores, de tão arejados que são. O silêncio dos quartos chega a ser macabro.

8. Macabro? Só se você tiver medo de longos corredores

hostel-7-santi-corredor

E mesmo com corredores tão longos, o wi-fi pega por todos os lados do hostel. Wi-fi grátis e sem frescura de limitar tempo ou pedir senha a cada acesso. Aprovado.

9. Os banheiros também são bons e limpos

hostel-7-santi-banheiro

E os banheiros? Nunca vi nada tão limpo. Pensei que por estar pagando tão barato, iria ter que usar banheiros sujos e concorridos. Mas o número de pessoas por banheiro é muito justo, as duchas são quentes e fortes e é tudo muito limpo. Me cobraram aquela taxa de 1 Euro pela toalha, típica da Itália, mas, diferente dos outros lugares, me devolveram as moedas no checkout.

E os pontos negativos desse hostel em Florença?

hostel-7-santi-feira-florenc%cc%a7a

Como todo lugar, o Hostel 7 Santi também tem seus defeitos. Não são coisas que inviabilizam a hospedagem, afinal esse bom hostel em Florença cumpre bem os requisitos principais de um mochileiro.  Mas são coisas importante para saber antes de reservar.

Falta de restaurantes por perto. Por ser em um bairro muito residencial, a oferta de comidas legais por perto é escassa. Encontrei apenas algumas Pizzarias Al Taglio, mas todas ruins: duras e encharcadas de óleo.

Pombos na janela. Quem já acompanha o blog a um tempo, sabe que tenho pânico de pombos. E esses ratos doentes e alados me incomodaram muito lá no hostel 7 Santi. Eles não entra lá ou algo de tipo, mas ficam nas beiras das janelas grunhindo noite e dia. Maldita praga de pombos da Itália.

Feira inútil pra turistas. Aos domingos, a rua ao lado, paralela ao estádio da Fiorentina, vira um feirão de roupas. Se fosse no Brasil, estaria repleto de comidas de rua legais. Mas lá em Florença não tinha nada apetitoso. Foi ruim pra mim porque eu não queria comprar roupas. Talvez por isso mesmo outras pessoas possam gostar.

Onde e como reservar esse hostel em Florença?

O hostel está diponível para reserva aqui no Booking, e também, buscando pela cidade e conferindo aqui no Hostel World. Outra opção, com ainda mais fotos e possibilidade de descontos, é reservar direto pelo site oficial do hostel.

Quer mais dicas de Florença?

florenc%cc%a7a-por-do-sol

Então fique ligado às atualizações do Buenas Dicas, porque ainda tem mais dicas de Florença pela frente.

Fotos: arquivo pessoal e galeria do site oficial do hostel.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários