O roteiro é a parte mais legal na hora de planejar uma viagem. Pelo menos pra mim, que sempre fui viciado em mapas e leitor inveterado de guias e blogs de viagem. Pra começar, pense em todos os lugares que você sempre quis ir.

Já tem um ou vários lugares que pretende conhecer? Mesmo que seja um bairro, uma cidade, uma montanha ou um país, inteiro, se agarre a este ponto, que deve ser a chave do seu roteiro. Tem um jeito mais fácil de pensar num destinos.

 

1. Pergunte as dicas dos amigos

Ninguém que planeja um roteiro de viagem fica imune às dicas dos amigos. Pois essa é justamente uma das graças de viajar: voltar e mostrar aos amigos o caminho da felicidade. Ouça essas dicas e pesquise um pouco sobre os locais indicados. Se quem indicou for realmente um bom amigo, aquele vai ser o lugar mais incrível da sua viagem.

Principalmente porque amigos tendem a ter gostos parecidos. Por exemplo, não adianta nada seguir a dica daquele blogueiro roots se você e seus amigos gostam mesmo é de lugares luxuosos. Também não vale ir na onda daquela blogueira patricinha, se você prefere destinos mais baratos e menos óbvios.

 

2. Assista a programas de viagem na TV

Nunca pensei que fosse sugerir que alguém ligasse a televisão. Mas se você quer planejar o roteiro de uma viagem com propriedade, fique ligado em tudo, de Globo Repórter a novelas e programas de fofoca (nesses você vai descobrir para onde NÃO IR num mochilão). Só assim você pode conhecer lugares como a MEDINA em que a Jade ficou tão falada em O Clone ou o bar onde a Deborah Secco dançava um pole-dance básico em América.

Ok, exagerei na breguice da TV. Então veja os documentários do Netflix. Não faltam referências  museus, cavernas, palácios e campos de concentração – turismo obrigatório aos interessados pela II GUERRA MUNDIAL.

Então assista ao Bruno de Lucca no Multishow, que todo dia esfrega na cara dos blogueiros falidos da sociedade sua vida de esbórnia no mundo. Também tem o programa da Didi Wagner, que fez muito bem em trocar a MTV por um emprego de viajante cult no mesmo Multishow.

Melhor Programa de Viagem da TV 

Sobretudo, assista aos programa do Anthony Bourdain. Esse escritor e ex-chef de cozinha nova iorquino não tem preconceitos na hora de viajar. Ela vai da França ao Haiti em busca de boas histórias e comidas típicas sem frescura. Alguns de seus programas estão no acervo do Netflix e do Net Now, como o No Reservatios e o The Layover.

 

3. Leia blogs de viagem

A internet está cheia de excelentes blogs de viagem e o conteúdo de todos eles é completamente grátis. Centenas de pessoas, apaixonados por viagens, que transformaram seu hobby de contar histórias de viagem em profissão. É a geração dos turistas profissionais.

E um dos assuntos preferidos de muitos blogueiros de viagem, é falar sobre roteiros. Além de dicas sobre como planejar um roteiro, você pode ler variadas experiências em milhares de destinos pelo mundo.

Os melhores blogs de viagem estão cadastrados na RBBV, a Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem. Vá lá no site da organização e pesquise por destino. Assim você descobre qual blog já passou por tal lugar. Certamente vai encontrar experiências interessantes para ler e dicas para planejar melhor seu roteiro.

 

4. Explore o Google Maps

Foi-se o tempo em que nosso único mapa era aquele mapa-mundi xexelento na contracapa da agenda do colégio. Hoje a internet e o titã Google nos proporcionam uma infinidade incrível de mapas. E o melhor deles é o GOOGLE MAPS. Pelo Google Maps, podemos ver de desertos inteiros a cadeiras em um jardim.

Também é possível medir distâncias entre cidades, calcular o tempo de viagem e descobrir meios de transporte. E se estiver sem tempo, sem férias ou sem grana pra fazer seu mochilão, viaje pelas ruas do mundo com o Google Street View. Quem nunca?

Utilizo muito o Google Maps para conferir informações e traçar rotas nos guias que eu faço. Por exemplo, no post Onde Ficar em Punta del Este, utilizei o maps para mostrar as melhores localizações na cidade.
Exemplos de como usar o Google Maps a seu favor

– Vai pra Santiago do Chile e não tem ideia do que fazer em volta? De um zoom no Google Maps e veja as cidades e transformações no relevo. Repare se tem gelo, se tem deserto, se tem praia e depois dê aquela busca no google.

– Vai pra Roma e Veneza e não sabe mais o que fazer na Itália? Olhe lá no maps o que tem na estrada entre as duas. Vai descobrir que simplesmente Florença e Bolonha estão no caminho, com possíveis escapadas a Lucca, Pisa e outras.

– Vai pra Buenos Aires com tempo de sobra? Com um zoom no mapa você descobre que Colonia del Sacramento, no Uruguai, está pertinho e você pode chegar lá de barco.

– Indicaram um hotel barato pra você no Brooklyn, em Nova Iorque, mas tá achando que a região pode ser meio barra pesada? Vai lá no maps e arrasta o boneco do Street View pra frente do hotel. Dá pra ver até o preço do morango na banquinha de frutas.

Descubra as distâncias no Google Maps

Lembra quando era preciso ir no Orkut e perguntar: alguém sabe quanto tempo de viagem entre X e Y. Ou quando era preciso fazer isso no próprio google e a primeira opção era sempre um Yahoo Respostas bizarro? Então, o Google Maps está acabando com isso. Ainda não está perfeito e faltam muitas rotas, mas as principais estão lá. Além de indicar a melhor rota, a distância e o tempo de viagem entre duas cidades, nas principais rotas o maps já lista pedágios e obras na pista em tempo real.

Crie seu mapa personalizado

Quando você clica na barra de pesquisa do Google Maps, aparece a opção Meus Mapas. Ou My Maps, se o seu google estiver em inglês. Basta clicar, logar na sua conta google e marcar no mapa tudo o que pretende visitar. Ou já visitou, caso queira criar um mapa de lugares CARIMBADOS.

Fotos na base do maps

Repare que o Google Maps tem uma barra com fotos na parte inferior. De acordo com o lugar que você aproxima o zoom, as fotos mudam. Se passar o mouse por cima de uma dessas fotos, surge no mapa a indicação de onde ela foi tirada. Ótimo para quem está na dúvida do que fazer numa região.

Além do Google Maps, veja outros mapas úteis e legais

Existem outros métodos um pouco mais tradicionais para planejar o roteiro do seu mochilão. Se o seu objetivo é percorrer a Europa de trem, por exemplo, veja um mapa das ferrovias, indicando os tipos de trens disponíveis nos principais trechos. Veja o mapa de trens da Europa.

Se o seu negócio é se aprofundar na Guerra Fria, busque um mapa com os países que estavam de lá da Cortina de Ferro, por exemplo. Aqui no Buenas Dicas temos vários mapas úteis e mapas legais que podem ajudam no planejamento do roteiro de viagem:

Mapa de pontos turísticos mais visitados do mundo

Mapa de países com as pessoas mais bonitas da Europa

Mapas de raios ultravioleta, inflação e estatísticas interessantes

 

5. Descubra quais são os países mais baratos do mundo

Esta é uma dica mista de roteiro com orçamento. Afinal, se você busca um mochilão barato, o mais simples a fazer é embarcar para destinos com baixo custo de vida. E a internet também já resolveu este problema. O site mais completo sobre o assunto é o NUMBEO. Lá você descobre o preço da cerveja, do ovo, do leite e gastos médios com restaurantes, transporte e aluguel nos principais destinos turísticos do mundo.

Lista como esta, das 10 cidades mais caras da América do Sul, também são úteis pra se ter uma primeira ideia de onde seu dinheiro vale mais.

 

6. Leia o Lonely Planet

Apesar de a internet estar cheia de boas referências, todo mundo que vai na esquina já tem um blog de viagem. E é aí que mora o problema.

Pesquisando somente na internet, você corre o risco da cair no blog daquela patricinha que foi com o namorado playboy pra Europa, ficou num hotel 5 estrelas e está se achando a mochileira econômica. Por isso, pesquise sempre mais, vá além da primeira página do google, fale com os amigos e compre um Lonely Planet.

Já li dezenas de guias ruins de viagem, cheios de clichês – Tipos os da editora Abril.

Já comprei ou ganhei guias confusos – Tipo os da Folha.

O negócio é ir direto nos livros da Lonely Planet. Eles escrevem com propriedade mochileira e sabem o que nós precisamos para planejar o mochilão sem perder tempo ou dinheiro.

As descrições de cidades, restaurantes, passeios e hostels são altamente fiéis à realidade. Existem falhas, claro, mas a maioria das dicas são infalíveis. O excesso de confiança dos leitores no guia também traz outros problemas. Por exemplo, o excesso de gente nos restaurantes indicados, sendo que nem todos os lugares valem a fila.

Onde comprar e como escolher seu Lonely Planet

O Lonely Planet passou a fazer guias superficiais, com fotos de pontos turísticos e outras frescuras que não ajudam em nada quem está planejando um roteiro de viagem. Escolha os tipos ON A SHOESTRING ou ON A BUDGET. E fuja das edições DESCUBRA tal lugar.

 

7. Calcule o seu tempo de viagem e os meios de transporte

Agora que já conhece as melhores ferramentas, utilize elas a favor do seu roteiro e pense bem quanto tempo pretende passar em cada destino, considerando os pontos turísticos e trajetos.

Por isso é importante também planejar com antecedência como se locomover entre cada destino da sua viagem. Por exemplo, você pode fazer todo um roteiro de trem pela Europa. Ou pode fazer todo uma viagem de carro, ônibus ou avião. Ou pode combinar todos os meios de transporte possíveis, incluindo caronas, caminhadas e bicicleta para conseguir gastar o menor valor possível.

Mais uma vez, use o Google Maps e as ferramentas de comparação de preços a seu favor.

 

8. Veja listas de viagem

A maneira mais genérica de buscar possíveis destinos de viagem, é lendo listas e rankings de viagem.  Não faltam listas do tipo na internet. Selecionei algumas, só pra você ter uma ideia de como elas se proliferam (e despertam o desejo de viajar).

25 lugares que você deve conhecer antes de morrer – AQUI

40 lugares para conhecer antes de morrer – AQUI

As 15 cidades mais belas do mundo para ver a neve – AQUI

Os 15 destinos mais incríveis da América do Sul – AQUI

 

9. Acompanha o clima e entenda as estações do ano

Já pensou chegar em Nova Iorque e ficar preso no hotel por causa de uma nevasca? Ou estar nos Lençóis Maranhenses e se sentir num verdadeiro deserto, sem nenhuma lagoa cheia? Isso acontece com muita gente que não planeja a melhor época para viajar. Se já tive um destino escolhido, vá no Google e pesquise: “Quando ir para…”.

Aqui no Buenas Dicas mesmo, temos vários guias assim, como quando ir para Veneza, quando ir para São Paulo, quando ir para Malta, quando ir para Pucón, quando ir para Santiago e quando ir para Caldas Novas, por exemplo.

Se a sua viagem é pelo Brasil, a dica é descobrir quais são os melhores destinos em cada época do ano. Por exemplo, para onde viajar em março, para onde viajar em setembro e para onde viajar em agosto.

 

10. Entenda onde se hospedar e como economizar

Planejar um roteiro de viagem em 2018 é muito mais fácil do que 10 anos atrás. Uma das coisas que mais facilita a nossa vida, são os sites de reservas de hotéis. Hoje eles são capazes de filtrar hotéis por preços, bairro, estrelas e melhores opiniões dos hóspedes. E muitos deles têm descontos. Por exemplo, aqui você consegue R$ 50 de desconto no Booking e aqui tem R$ 100 de desconto no Airbnb.

Para entender as diferenças e comprar vantagens e desvantagens entre os maiores sites de reservas, vale a pena ver o nosso artigo Booking ou Trivago ou Hoteis.com.

Como a principal fonte de renda dos blogueiros de viagem é a parceria com hotéis, também não faltam guias de hospedagem. É possível encontrar dicas de bairros e melhores localizações praticamente em qualquer cidade turística pelo mundo, pesquisando “onde ficar em…”.

Aqui no Buenas Dicas mesmo, nossa categoria onde ficar tem dicas do tipo em São Paulo, Santiago do Chile, Buenos Aires, Balneário Camboriú, Jericoacoara, Porto Alegre, Veneza e outras importantes cidades para o turismo no Brasil e no mundo.

 

Mais alguma dica para planejar uma viagem perfeita?

Se você conhece outros sites, aplicativos, livros ou tem qualquer outra dica de planejamento de viagem, é só comentar. Assim mais viajantes vão ler e ficar sabendo. Se a sua dica for muito boa, eu coloco ela aqui no texto do post. Aí podem ser muito mais de 10 dicas para planejar uma viagem perfeita. Seja um mochilão, uma lua de mel ou uma volta ao mundo.

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 50 reais de desconto no Booking
  2. 100 reais de desconto no Airbnb
  3. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Escreva seu comentário