Radisson Red Miraflores: como chegar, quartos, café, se vale a pena

Localizado no melhor endereço para turistas em Lima, o Radisson Red Miraflores tem muitas qualidades, mas também alguns defeitos.

Depois de passar 5 noites no hotel, observando todos os detalhes do quarto, do café da manhã, da estrutura de lazer e das demais áreas do Radisson Red Miraflores, fiz esta avaliação minuciosa.

Localização do Radisson Red Miraflores

O bairro de Miraflores é de longe o melhor de Lima. E o Radisson Red Miraflores está na melhor região do bairro, uma área conhecida como Leuro.

Além de estar cercado de ótimos bares, restaurantes, lojas e agências de turismo, o hotel fica apenas 1 km do Shopping Larcomar, na orla de Lima. É tranquilo e seguro ir andando, o que leva menos de 15 minutos.

  • No rua do hotel está o Punto Azul, restaurante especializado em ceviche e com ótimo custo-benefício.
  • A 200 metros do hotel está a loja da Peru Hop, principal agência de turismo de Lima, com a qual eu fiz o passeio a Paracas e Huacachina.
  • Também a 5 minutos de caminhada, estão um cassino, o Atlantic City, e muitas casas de câmbio.

Como chegar ao Radisson Red em Lima

Do Aeroporto de Lima até o Radisson Red, são 22 quilômetros.

A melhor forma de ir para o hotel, é utilizando o táxi oficial do Aeroporto de Lima. Sem engarrafamentos, o trajeto dura cerca de 50 minutos. É possível pagar com cartão de crédito, diretamente no guichê da empresa no aeroporto.

Veja o guia completo: como ir do Aeroporto de Lima para Miraflores, post com preços e alternativas de transporte.

O Radisson Red Miraflores não é um hotel 5 estrelas

A rede de Radisson é mais conhecida por seus hotéis de luxo. Mas não se confunda. Os hotéis 5 estrelas da rede tem nomes como Radisson Collection e Radisson Blu.

Já os hotéis com “Red” no nome, geralmente são propriedades 4 estrelas e apresentam um estilo mais moderno, como é o caso dessa unidade em Miraflores.

Por isso, apesar do nome, não espere um hotel luxuoso. Trata-se de um hotel 4 estrelas, voltado para um público moderno, que não faz questão de muito requinte e prefere gastar um pouco menos.

Quartos do Radisson Red Miraflores

O hotel tem basicamente 2 tipos de suítes, ambas do mesmo tamanho. O que muda é a formatação, pois algumas tem uma cama de casal king-size, e outras tem duas camas de casal comuns.

As suítes têm 24 metros, o que é um tamanho bom para um casal. Contam com TV a cabo, escrivaninha e um pequeno armário.

A janela, do tipo basculante que abre pouco, isola muito bem o barulho. Então, com janelas fechadas, é possível dormir em silêncio (caso o ar-condicionado do seu quarto seja melhor que o do meu, que parecia um fusca velho).

Banheiro do Radisson Red Miraflores

Se você é como eu e escolhe o hotel pelo banheiro, tenha muita atenção, pois este é do tipo ame ou odeie. Eu odiei.

Explico:

O banheiro é dividido em cabines: tem o espacinho da privada, com porta, e o espaço do banho, com outra porta. Do lado de fora, está a pia.

Pra dar um pouco mais de privacidade, tem duas grandes portas de correr, delimitando as três áreas do banheiro.

Entendo que a ideia é permitir que uma pessoa tome banho, enquanto outra usa a privada ou a pia.

Mesmo estando apenas em dupla no quarto, achei desconfortável. Não tem um suporte realmente bom para pendurar roupas e toalhas. E parece que fica tudo molhado e fedido.

Imagina então quem se hospeda em 3 ou 4 pessoas nessa suíte, ainda mais se forem pessoas sem muita intimidade.

Café da manhã no Radisson Red Miraflores

Tão criativo quanto o banheiro. Também é para amar ou odiar.

Diferente de outros hotéis com café da manhã incluído, o Radisson Red Miraflores não tem um sistema de bufê ou um cardápio diverso.

São 4 opções no menu, para escolher uma. Não é permitido repetir ou montar variações.

Os sanduíches e outras opções do cardápio estava sempre entre medianos e bons. E isso é um problema, pois dá vontade de comer mais. E se quiser repetir, é preciso pagar.

Demais áreas da Radisson Red Miraflores

Entre as áreas comuns do hotel, se destaca o bar no terraço. É um bar aberto para o público em geral, com um bom cardápio de drinks. Esteve cheio nas noites de sexta e sábado, e totalmente vazio nas noites de domingo e segundo.

Ao lado do bar, fica a academia do Radisson Red Miraflores. Não malhei, mas reparei na boa qualidade dos equipamentos de musculação, apesar de ser um espaço pequeno.

No térreo do hotel, junto à recepção, está um pequeno salão de jogos, com mesas de sinuca e pebolim, ambas de péssima qualidade, que servem mais para compor o visual.

Também tem um pequeno bar no centro do salão, onde é servido o café da manhã e vende bebidas durante todo o dia.

Vale a pena se hospedar no Radisson Red em Lima?

A localização do hotel é nota 10, perto dos melhores restaurantes de Lima e de ótimos bares, além de lojas, casas de câmbio e demais serviços úteis aos viajantes. Além de ser a região mais segura da capital.

Sobre o hotel em si, tive uma experiência razoável. As instalações são bonitas, modernas e confortáveis. Mas o ar-condicionado barulhento e o café da manhã limitado foram pontos negativos.

Caso encontre uma boa promoção, acho que vale a pena se hospedar no Radisson Red de Lima. Só não deixe de comparar com vizinho Ibis Budget Miraflares, que custa um pouco mais barato e tem instalações um tanto mais simples, embora bastante funcionais.

Organize sua viagem ao Peru

Aqui no blog você encontra guias de viagem completos sobre e Lima e região, para planejar todas as etapas da sua viagem ao Peru.

Vá direto às dicas que você precisar:


Texto escrito integralmente por mim, baseado em minha experiência pessoal de hospedagem no Radisson Red em Lima. Todas as fotos pertencem ao buenasdicas.com e têm direitos autorais protegidos por lei.

Reserve hotéis, ingressos, passeios e seguros com os parceiros do Buenas Dicas.

Você não paga nada a mais, e o blog recebe uma comissão.

Conheça nossos parceiros

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *