Santiago foi o primeiro destino internacional que eu conheci, no distante ano de 2008, quando ainda mandava e-mail para reservar hotel e usava cabines telefônicas para ligar para o Brasil. Escolhi a cidade por um único motivo: era encantado por aquelas fotos de prédios altos com a gigantesca Cordilheira dos Andes nevada ao fundo, que ilustrava os livros de geografia do colégio. E em cada visita, Santiago nunca me decepcionou.

Além das inúmeras viagens que fiz a Santiago, acompanho nos jornais e blogs a vida cotidiana da cidade. Estou sempre atento à vida cultural, aos melhores restaurantes, aos bares da moda, aos shoppings, aos novos e clássicos pontos turísticos, aos parques e a tudo o que tem pra fazer na capital do Chile.

Santiago vale a viagem em qualquer época do ano

Já visitei Santiago em dezembro e janeiro, auge do verão no Chile, quando o sol forte pede programas na sombra, ao ar livre, e convida para curtir as praias perto da capital. Também conheço a Santiago do inverno, quando é tempo de saborear os vinhos, as comidas tradicionais e esquiar nas montanhas próximas. Mas confesso que prefiro a Santiago das médias temporadas, no outono e na primavera, quando o clima é ameno, perfeito para caminhar bastante e explorar as melhores atrações da cidade. Na hora de planejar essa viagem, sempre confira nossas dicas de quando ir para Santiago.

Nossas melhores dicas de Santiago

Aqui no Buenas Dicas tem informações de Santiago nas quatro estações. Dicas para mochileiros, para casais, para quem conta cada centavo e para quem não tem piedade de dinheiro. Dicas pro frio, pro calor, dicas de restaurantes, de shoppings. Dicas de roteiros, de reveillon e outras feriados na capital chilena. Tudo com muitas dicas de hospedagem, porque a gente valoriza muito bons hotéis e localizações estratégicas.

Dicas de hospedagem em Santiago

Já me hospedei em diferentes bairros, em diferentes épocas do ano, em diversos padrões de hospedagem. Em hotel 5 estrelas, em hostel, em pousada barata e em apartamento de temporada. Baseado nessas experiências, escrevi variadas dicas de hospedagem em Santiago.

Melhores bairros | Onde ficar em Santiago

Localização perto do metrô | Onde ficar em Santiago perto do metrô

Flat ao lado do metrô | Dicas de flat ao lado do metrô

Hotel para o inverno | Dica de hotel para o inverno em Santiago

Luxo 5 estrelas | Melhores hotéis 5 estrelas de Santiago

Hostel | 7 melhores hostels de Santiago

 

Dicas de transporte

Explorei Santiago de diferentes formas. De táxi, de uber, de ônibus e principalmente a pé e de metrô. Selecionei as melhores dicas de transporte em Santiago que já escrevi a aqui no blog, incluindo também uma sobre companhia aérea, afinal Santiago tem o principal aeroporto do país e é passagem quase obrigatória para quem chega ao país de avião.

Táxi | Golpes e táxis em Santiago

Avião | JetSmart, nova companhia aérea chilena

Metrô e bicicleta | Guia de Santiago

 

Atividades culturais e lazer

Com mais de 4 milhões de habitantes, Santiago é a quinta cidade mais populosa da América do Sul. Para entreter a população e o crescente número de turistas, não faltam atrações de diferentes estilos em Santiago. Parques, shoppings, ruas de restaurantes, museus e outros lugares que valem a visita.

Lazer, cultura e viagens próximas | O que fazer em Santiago: 12 dicas legais

Guia pequeno e completo | Dicas infalíveis de Santiago do Chile

Principais pontos turísticos | 7 atrações essenciais em Santiago

Compras | 5 shoppings em Santiago

Ano novo | Roteiro de réveillon em Santiago

Roteiro poético | Roteiro Pablo Neruda em Santiago

Para corredores profissionais e amadores | Maratona de Santiago do Chile

 

Dicas de onde comer e o que comer em Santiago

Não é fácil encontrar de primeira lugares para comer bem em Santiago. Eu mesmo já falei muito mal da culinária chilena e dos restaurantes de Santiago. Isso até minha última viagem, quando enfim descobri onde comer em Santiago e o que vale a pena experimentar no Chile. Aqui vão nossas melhores dicas sobre o assunto.

hotdog italiano com palta em santiago, no bairro paris-londres
Completo do tipo Italiano.

Gastronomia | 5 comidas típicas do Chile

Bebidas | 5 bebidas típicas do Chile

Restaurantes | 5 dicas de restaurantes e onde comer bem em Santiago

 

Roteiros que passam por Santiago e curiosidades

Já fiz diferentes roteiros pelo Chile, também combinando o país com, Uruguai, Argentina, Peru e Bolívia. E todas essas viagens passaram por Santiago, maior cidade e principal centro de transporte do país. Sobre essas viagens e outras curiosidades sobre o Chile que abordam Santiago, também temos algumas dicas.

Amor pelo Chile | 16 coisas que amamos no Chile

Roteiro por Chile e Argentina | 10 dias de férias: Santiago, Mendoza em Viña del Mar

Dicas de onde ir no verão | Verão no Chile

 

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

6 Comments

  1. Conhecendo Santiago do Chile responder

    Adorei o post!
    Estou em Santiago e já anotei algumas dicas, principalmente as de onde comer!
    Parabéns pelo blog!

    • Nivaldo responder

      Olá. Que bom que gostou. Santiago é uma das minhas cidades preferidas no mundo. Aproveite e dá uma olhada também no post O que fazer em Santiago, com várias dicas de atividades e pontos turísticos. E tem o post mais novo sobre a cidade, somente sobre o Bairro Paris-Londres.

      Boa viagem!

  2. olá Nilvado,

    obrigado pelas Dicas!!

    Estaremos em Santiago dos dias 7 a 14 de julho, e como vamos em 3 adultos e 2 crianças, penso em alugar um veiculo diretamente no aeroporto, para todos os dias, (tenho experiencia no volante)….pois vejo que pagar transfer a cada local visitado, individualmente para 5, o custo vai ser muito alto, mais ai minha preocupação…soube que para cajón del maipo, as estradas fecham dependendo do clima, é isso mesmo?

    • Nivaldo responder

      Fala Fábio. Então, primeiro dê uma olhada aqui nessas dicas de Cajón del Maipo, onde a gente explica que a estrada é complicada em qualquer época do ano. Agora no inverno, com a neve, mesmo quando a estrada está aberta, até motoristas que fazem sempre o caminho evitam o passeio. Somente agências irresponsáveis que enfrentam os perigos. Melhor evitar.

      De qualquer forma, algumas dicas:

      • Se for subir para alguma estação de esqui, é melhor que seja em veículo 4×4 e é obrigatório ter correntes para pneus, e saber usá-las é essencial. É importante ter experiência, porque as estradas são movimentadas.

      • Estacionamento em Santiago tem a mesma média de preços de cidades brasileiras. No shopping Costanera Center, por exemplo, custa 1.200 pesos por hora, o que dá R$ 7 na cotação de hoje.

      • Antes de estacionar na rua, verifique se é área paga, tipo zona azul de São Paulo. Se for, tem que comprar os tíquetes no comércio da região. E não deixe objetos de valor dentro do carro, pois arrombamentos e roubos são comuns.

      • O preço da gasolina no Chile está similar ao Brasil, em média R$ 4.85 o litro.

      • Se somar preços de gasolina, estacionamento, aluguel e seguro, e comparar com táxi ou uber, mesmo que precise de dois carros às vezes, vai ver que sai mais barato não alugar carro. Fora a dor de cabeça e preocupação.

      Vale a pena alugar carro apenas se for para conhecer lugares específicos fora de Santiago. Como ir para o litoral, onde está Viña del Mar, ou para o sul, rumo a Pucón.

  3. Nivaldo, adorei as dicas!

    Minha viagem é em 15 dias e comecei a me desesperar com meu planejamento financeiro.

    Transfer pros passeios estão pagos, mas tenho entrada nos locais e refeições a fazer.

    Pra comer bem, tipo comemos nas grandes capitais do Brasil, mas sem pensar em viagem gastronômica, qual a médica por dia?

    • Nivaldo responder

      Olá, Sabrina. Então prepare bem os bolsos. Santiago está muito cara para brasileiros, principalmente para comer.

      Em média, comparando com São Paulo, você vai gastar pelo menos 20% a mais nos restaurantes de Santiago. Tanto em comida quanto em bebida. Por exemplo, um suco de laranja em Brasília e São Paulo, em bons restaurantes, custa em média R$ 8. Em Santiago, restaurantes de mesmo padrão cobram cerca de R$ 12. E lá não tem restaurantes de quilo como no Brasil e os 10% do serviço não vem sempre na conta. Então é esperado dar gorjeta ou acrescentar 10% na conta.

      Mas não se desespere. Se evitar os restaurantes finos, que viraram mais coisa de turista do que realmente lugares de boa comida, você não vai gastar tanto. Por exemplo, lugares como o Aquí Está Coco e o Como Água Para Chocolate, são pra turista ver e os preços são absurdos.

      Em restaurantes medianos e até alguns bistrôs charmosos, você vai ver na porta uma placa como o Menú del Dia. São pratos, geralmente com entrada e bebida, que saem mais baratos que o cardápio. Tem bons Menús del Dia na faixa de R$ 30.

Comentários