Viajar barato é um barato. Vejas as 7 dicas para economizar com transporte, hospedagem, comida e outros gastos no Brasil, na América do Sul, na Europa e em qualquer continente à sua escolha. Quem seguir as dicas para economizar na viagem vai gastar pouco e curtir muito mais.

E você ainda vai comprovar que viajar barato também é fazer mais amigos, apreciar mais a culinária local, entender mais da história, curtir de verdade a arquitetura e por fim mergulhar de cabeça na cultura de cada país e cidade pelo caminho. Comprove que é possível viajar bem e barato. Seja para um mochilão, para economizar ou simplesmente porque essa é a única maneira de viajar muito gastando pouco, siga as dicas:

 

1. Troque o hotel pelo hostel…

 

Vista mais ou menos de Hostel no Rio de Janeiro.

Ficar em hostel (ou albergue) já é prática de milhares de mochileiros e pessoas que gostam de viajar barato. Procurando bem, é possível encontrar hostels limpos, bem localizados, bonitos e, claro, muito baratos, em sites como Booking e HW. Todo os continentes já possuem excelentes hostels, principalmente a Europa. Na América do Sul, os hostels de Buenos Aires e os hostels do Santiago têm fama de serem os melhores, mas o Brasil já tem excelentes hospedagens do tipo, como os hostels de São Paulo e os hostels do Rio de Janeiro.

Reserve aqui seu hostel em qualquer lugar do mundo.

Ou o hostel por um quarto alugado.

Se não encontrar um hostel barato ou hotel com bom custo-benefício, a opção pode ser alugar um quarto na casa de alguém. Ou mesmo alugar um apartamento inteiro. Dependendo da cidade, da localização e da época do ano, isso pode sair mais barato e confortável do que uma hospedagem tradicional. O principal site para encontrar anfitriões mundo afora é o airbnb. Mas mesmo sites de reservas mais famosos como o Booking tem filtros para que você possa alugar uma acomodação do tipo. Outra vantagem é ter uma casa toda sua, sem regras de hostels, pousadas ou hotéis.

2. Troque o restaurante pelo mercado…

No mercado em Barcelona não falta caldo de pescado. Que tal fazer uma comida típica com ele no hostel?

No mercado em Barcelona não falta caldo de pescado. Que tal fazer uma comida típica com ele no hostel?

Já que vai ficar em hostel, é possível cozinhar sua própria comida, pois muitos albergues têm cozinha e geladeira para uso dos hóspedes. Sem falar que a cozinha de um hostel é um ótimo lugar para conhecer outros viajantes e provar comidas típicas de outros países, se rolar amizade, é claro. Viajar barato é isso, é colocar a mão na massa e conhecer ainda mais outras culturas.

Ou aprenda a comer em movimento.

pizza-suppli-roma

Se está cansado de cozinhar e de lavar sua louça no hostel, experimente comprar comida para levar. No Brasil não é muito comum, mas nos Estados Unidos e na Europa é uma excelente dica para economizar na viagem. É o famoso “take away” ou “to go”.

Em Londres, por exemplo, um Fish and Chips para levar tem descontos de 30% ou mais. Na Itália, as pizzas “al taglio” são robustas, deliciosas e com ótimo preço. Algumas pizzarias de Buenos Aires também têm descontos. E você ainda pode emagrecer com esse novo hábito para viajar barato.

3. Troque o táxi por metrô ou ônibus…

ponto de onibus tibidabo
Ponto de ônibus no Tibidabo, em Barcelona. Aliás, veja como chegar no Tibidabo.

Na Europa quase todos os aeroportos são ligados ao centro das cidades por metrô ou trem, mesmo nas cidades pequenas. Em Roma, por exemplo, custa 10 Euros para ir do Aeroporto de Fiumicino à estação central de Termini. Se não tem metrô, como em Barcelona e na Bratislava, sempre tem um ônibus que leva ao centro ou à estação mais próxima. Na América do Sul já é um pouco mais complicado. Quem chega desavisado ao Aeroporto de Guarulhos, por exemplo, acaba embarcando num táxi caríssimo para São Paulo. Mas, por 5 reais, é possível ir de ônibus de Guarulhos até a estação Tatuapé do metrô. Por isso, para viajar barato é importante pesquisar sempre os meios de transporte.

Ou ande a pé por todos os lados.

Para se locomover no dia a dia, além do transporte público, outra dica é caminhar sempre que possível.  Por isso a escolha do tênis é muito importante em uma viagem. Ainda mais para viajar barato, já que você não vai querer comprar um sapato em Euros ou Dólares. Então ande, tire muitas fotos pelo caminho, compre uns petiscos, beba muita água e ainda volte alguns quilos mais magro pro Brasil. E com um preparo de fazer inveja àquele pessoal que vai de carro até na esquina.

4. Troque o bar pelo parque…

sao paulo parque do povo

O Parque do Povo é um ótimo lugar para fazer piquenique em São Paulo. Tem seguranças, ciclovia e essa vista para as torres espelhadas do Santander e do Shopping JK Iguatemi.

No Brasil estamos acostumados a sentar num bar e passar a tarde toda jogando conversa fora. Mas se estiver no Estados Unidos ou na Europa, esse hábito pode sair muito caro, considerando as taxas de conversão das moedas e as gorjetas que os garçons ficam de olho. Assim, pra viajar barato e com estilo, compre sua cerveja ou seu vinho e faça como os emos dos anos 90: procure o parque mais próximo, estenda sua toalha e bom bar! Digo, bom parque pra você.

Ou a balada pelas ruas.

Melhor do que enfrentar fila, comprar entrada e pagar caro na bebida dentro de uma balada, é beber, conhecer gente nova e curtir ao ar livre, de graça. Porque viajar barato também é se misturar com os destinos, preferir uma bela noite com os amigos na praia do que o som eletrônico de um clube caro. Ou ficar nas ruas movimentadas de um centro histórico ou agito do momento. Em São Paulo mesmo, a rua Peixoto Gomide, na Consolação, é uma verdadeira balada a céu aberto nas noites de sexta e sábado. Em Barcelona, as ruas do El Gotic são mais cheias que qualquer pub da moda.

5. Pesquise tudo com antecedência…

planejar mochilao guia
Mochicão, um mochilão bom pra cachorro. Esse pincher parece saber como viajar barato. Encontrei essa foto nos meus arquivos antigos. Se a foto ou o cachorro for seu, me comunique para eu colocar os devidos créditos.

Para viajar barato (e com certo conforto) essa dica deve anteceder todas as outras. Quer economizar no hostel, na passagem de avião e nas passagens de trem? Então pesquise com calma em livros como o Lonely Planet e blogs de viagem brasileiros e internacionais. Inclusive tem estas ótimas dicas para achar passagens aéreas baratas. E nada como uma dica de um local, principalmente para encontrar restaurantes e atrações fora do circuito turístico. Pesquise também as distâncias e se possível monte seu mapa de viagem no google maps, marcando suas hospedagens e lugares imperdíveis como favoritos, pra acessar offline depois e se guiar pelo GPS do telefone.

E reserve o mais rápido possível.

Compre tudo com a máxima antecedência e garanta os melhores preços. Na Itália, por exemplo, já comprei trechos de trem-bala Roma-Florença e Florença-Veneza por 9 euros cada. Isso porque a meta é sempre viajar barato e nesses casos comprei os tickets 3 meses antes nos sites da Italo e da Trenitalia. Na Argentina, consegui um voo de El Calafate a Buenos Aires por 100 reais, na companhia alternativa LADE. Mesmo no Brasil, as passagens aéreas devem ser compradas no mínimo 1 mês antes de viagem. Depois disso vira leilão.  Com antecedência também é possível conseguir seu hostel mais barato, principalmente se reservar em sites como o Booking, que têm boas promoções e descontos. E fique sempre de olho nos mapas para medir distâncias e calcular trajetos.

CONCLUSÃO

1-moedas-empilhadas

É possível viajar barato sem deixar seu conforto e sua segurança de lado, simplesmente seguindo essas 5 dicas para economizar em qualquer lugar do mundo, embora a Europa seja o continente mais viável para colocar em prática este pequeno guia para saber como viajar barato.

Assim, no Brasil e no exterior, não se esqueça que viajar barato é garantir o melhor custo-benefício em itens importantes:

Claro que também existem viagens baratas ao extremo ou quase de graça. Mas esses casos envolvem pedir carona, dormir em sofá, comer restos em praças de alimentação e beber água de fontes duvidosas. Ou seja, perigo, dor de coluna, diarreia e disenteria infeciosa. Por isso siga as dicas para economizar e viajar barato, mas com conforto e segurança.

Viu como viajar barato é mesmo um barato? Siga as dicas de viagem e boa viagem! Depois, vai seguir por conta própria viajando barato pelo mundo.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários