O estado de São Paulo tem praias para todos os gostos. Praias em ilhas, praias cheias de bares, praias bem perto da capital e até praias paradisíacas, espalhadas por Litoral Sul, Baixada Santista e Litoral Norte. Aqui, na seleção Praias SP, apresento 10 praias no litoral do estado que, por diferentes motivos, merecem uma visita.

Tem praias em Ubatuba, Ilhabela, Bertioga e cidades menos conhecidas do estado, com dicas de pousadas, onde ficar, trilhas e passeios. E muitas delas são perto de São Paulo (capital), boas pra um fim de semana ou bate e volta.

Rodamos muito pelo litoral paulista, conversamos com moradores da capital e do interior e, agora, matamos a saudade conferindo muitas fotos e informações de cada praia selecionada. Praias SP traz as melhores praias de São Paulo para diferentes estilos. Agito, ondas, natureza… Qual é sua praia?

1. Praia de Baraqueçaba | São Sebastião

baraqueçaba praias sp
Quase toda a extensão da Praia de Baraqueçaba | Foto de Favaro Jr

Voltando de Ilhabela, parei só para olhar essa praia e acabei passando uma dia inteiro. Gostei tanto que preferi nem esticar até Guaecá, a vizinha famosa. Tem cerca de 1 km de extensão, areias escuras e mar de ondas suaves, bom para a prática de Stan Up Paddle (SUP) e para famílias com crianças.

Talvez por isso mesmo a faixa de areia seja dominada por famílias. A praia não tem grandes bares, mas algum quiosques itinerantes emprestam cadeiras e guarda-sol em troca de consumo.

Como chegar: veja aqui a localização no Google Maps e trace sua rota.

Onde ficar: a praia tem dezenas de casas de veraneio e pousadas as redor, em ruas simpáticas, também com algumas opções de restaurantes. O Pris Hotel fica colado na praia e tem uma bela piscina com vista para o mar. Falando em vista, o Vistabela tem os mesmo atributos. Nesses quesitos, também se destaca o Valentina Praia Hotel.

 

2. Praia da Riviera de São Lourenço | Bertioga

praia riviera
Os luxuosos edifícios na praia da Riviera de São Lourenço | Foto de Buenas Dicas

A praia da Riviera é uma das minhas favoritas em São Paulo. Não por ser a mais bonita ou a mais tranquila. O mar é de ondas medianas, boas pra pegar jacaré. O que faz a diferença aqui é a estrutura e a segurança: a praia ocupa a extensão de um bairro nobre, de mesmo nome, que cuida da limpeza, da estrutura ao redor e da segurança da praia. A praia não é particular, mas é quase como se fosse.

A praia não tem bares fixos. A maioria das pessoas fica nos guarda-sóis cedidos pelos respectivos flats. Cada um tem seu ponto na praia. Pra comer, você pode ir nos restaurantes luxuosos do bairro, no pequeno shopping e até no McDonalds. Ambulantes vendem espetinhos, milho e outros petiscos na praia. Por isso é boa para um bate e volta, desde que leve seu equipamento de praia. Veja mais dicas da Riviera de São Lourenço.

Meu paraíso 💙 . #Riviera #Praia #Feriado #Sol #Inverno #Descanso #EmPaz #Beach #Holiday #Sun #Winter #FelicidadeParaTodos

Uma publicação compartilhada por Camila Barros (@milabarros) em

Como chegar: veja aqui a localização no Google Maps e trace sua rota.

Onde ficar: o condomínio tem muitas opções de flats e alguns hotéis. As praias e vilas ao redor também tem algumas opções. Veja aqui opções do Booking, atento às descrições para ver se a hospedagem fica dentro ou fora da Riviera de São Lourenço (dentro é melhor).

 

3. Praia da Feiticeira | Ilhabela

feiticeira ilhabela praia sp
Na Praia da Feiticeira, a onda é curtir a cachoeira | Foto de Marcus Vinicius Russo

Nessa seleção Praias SP, a Praia da Feiticeira é uma das mais indicadas para famílias com crianças. O mar calmo também atrai mergulhadores de flutuação. Não tem bares ou quiosques. É um lugar pra ouvir o som da natureza. Por ser uma praia curta, de apenas 250 metros de extensão, também não é comum a passagem de ambulantes.

A praia tem bonitas cachoeiras ao redor, inclusive uma cachoeira artificial que deságua no mar. Tem um bonito casarão colonial na sua extremidade esquerda. Dependendo da hora que chegar, pode estacionar perto e até curtir o dia sob a sombra de uma árvore.

Para ver a história da praia, com direito a vídeo e tudo, além de detalhes sobre localização e acesso, veja aqui nesse site especializado em Ilhabela.

Onde ficar: a 900 metros de distância da praia, a Pousada Forte Rocha é a mais bem avaliada da região. Outra boa opção, mais perto da praia do Portinho, é o Flat Vento Sul. Uma alternativa mais barata é ficar no bucólico Homestay.

 

4. Praia de Pitangueiras | Guarujá

pitangueiras praia sp
A praia de Pitangueiras tem o seu charme | Foto de André Jaconi

Por ser uma das praias mais próximas de São Paulo, está longe de ser tranquila. Nos finais de semana de sol, a Praia de Pitangueiras fica lotada e é preciso disputar um lugar na areia. Mesmo assim, a correria é menor do que na imensa Praia de Enseada, logo ao lado.

Ideal para um bate e volta, a praia atrai todos os públicos e classes sociais. Sua orla tem um calçadão, que passa por restaurantes, feira de artesanatos e pelo Shopping La Plage. Pra comer com vista pro mar, indico o restaurante Tahiti, que tem uma boa moqueca (pra gastar muito) e pizzas (pra gastar pouco).

Como chegar: não é difícil de achar, já que é a segunda praia urbana mais importante do Guarujá. Localização aqui.

Onde ficar: tem dezenas de hotéis, pousadas e flats ao redor da praia, alguns inclusive com vista pro mar. Veja aqui a lista de opções de hospedagem em Guarujá, incluindo hotéis, pousadas e hostels.

 

5. Praia de Maresias | São Sebastião

praia maresias sao paulo
Sol, mar, onda e gente sarada na praia de Maresias | Foto de Buenas Dicas

Cheguei em Maresias achando que fosse uma cidade, mas descobri que é só um bairro descolado de São Sebastião. A praia, de areias claras e ondas fortes, é a queridinha dos surfistas da região e já sediou etapas de campeonatos mundiais de surfe.

A praia é extensa, com alguns poucos bares, que tem um caro mas eficiente serviço de praia. Atmosfera jovem, tanto na praia quanto nas baladas que surgem ao redor. Vida noturna intensa. Na avenida beira-mar tem muitos restaurantes e opções para todos os orçamentos.

Como chegar: veja aqui a localização e trace sua rota. Acesso sempre pela BR-101.

Onde ficar: Maresias tem muitas pousadas, das mais econômicas às mais luxuosas e pé na areia. Pertinho da praia e das baladas, está o estiloso hotel Maui Maresias. Para se hospedar bem sem gastar muito, a dica é a pousada Azul da Cor do Mar. Como a cidade lota em feriados e até em finais de semana, é importante reservar sua pousada com antecedência. Veja aqui no Booking as opções de hospedagem em Maresias.

 

6. Praia Domingas Dias | Ubatuba

domingas dias praias ubatuba
Foto de Mathias

Também às margens da BR-101, só pode ser alcançada depois de uma rápida trilha, de cerca de 10 minutos. Mas a caminhada vale a pena. Numa cidade de lindas praias como Ubatuba, a Domingas Dias se destaca pela transparência de suas águas tranquilas, um bom lugar para a prática de esportes como SUP. Suba na prancha e garante lindas fotos no pôr do sol.

Como chegar: no sentido São Paulo-Ubatuba da Rio-Santos, a Domingas Dicas fica logo depois da Praia Dura, antes da Praia do Lázaro. Olha aqui no mapa.

Onde ficar: as pousadas e hotéis mais próximos estão na Praia do Lázaro, como o Hotel Canoeiro e o bonito Hotel Solar das Águas Cantantes. Do outro lado da rodovia, vale a pena dar uma olhada na Marencanto Pousada.

 

7. Prainha Branca | Guarujá

praias sp prainha branca guaruja
No fim da trilha, olha ali a Prainha Branca | Foto de Rafael Chaves

A “Prainha Branca” foi uma das primeiras praias de São Paulo que eu conheci. Cansado da superlotação do Guarujá e daquele visual de praia urbana, pesquisei muito até encontrar uma praia mais natureza perto da capital. Areias brancas, mar cristalino e uma longa faixa de areia. Na extremidade da praia, uma piscina natural é a sensação do lugar. Mesmo isolada naturalmente, a praia que sempre foi um reduto hiponga e de trilheiros, vem atraindo também a turma da farofa nos finais de semana de sol. No Blog Quero Ir tem as fotos mais legais da praia.

Como chegar: isolada na ponta da Ilha de Santo Amaro, a mesma onde fica o Guarujá, existem duas formas de se chegar à Praia Branca: de barco ou caminhando na trilha. Para mais detalhes de horários, preços do barco e também sobre a trilha, veja no site da praia.

Onde ficar: existem alguns campings e chalés perto da praia. Não encontrei mais detalhes sobre eles ou sites. Alguns nomes: Sambaqui Chalés, Camping Tabajara, Camping São José e Camping Cantão. Se você não for tão roots, melhor se hospedar em Bertioga ou Guarujá. Se você estiver em São Paulo capital e vai fazer o bate e volta até essa praia, escolha bem onde ficar em São Paulo.

 

8. Praia da Laje | Ilha do Cardoso

praia da laje ilha do cardoso praias sp

Praia deserta, isolada por obstáculos naturais. Boa para quem gosta de trilhas, de pesca e de piscinas de águas naturais. A longa faixa de areia, de cerca de 5 km, é ideal para uma boa caminhada curtindo a natureza ao redor.

Como chegar: cercada de Mata Atlântica, no esquecido Litoral Sul de São Paulo, é ainda mais isolada do que a Prainha Branca. Só se chega de barco ou depois de uma trilha de 10 km. Outra alternativa, para trilheiros experientes, é atravessar as rochas da Praia de Marujá.  Antes de ir, saiba mais detalhes técnicos sobre a trilha aqui e veja o percurso com belas fotos no Mochilão Trips.

Onde ficar: logo ao lado, na vila da Praia de Marujá. O povoado de pescadores é pequeno, simpático e tem algumas pousadas, como a Pousada Ilha do Cardoso, o Hotel Marujá e o Recanto do Marujá.

 

9. Praia de Massaguaçu | Caraguatatuba

Dia de sol na Praia da Massaguaçu | Foto da Prefeitura de Caraguá
Dia de sol na Praia da Massaguaçu | Foto da Prefeitura de Caraguá

Urbana, mas nem tanto. É uma praia de tombo, perigosa para banhistas, mas boa para pescadores e surfistas. Durante o ano acontecem campeonatos de pesca na praia. De fácil acesso, a estrada passa logo ao lado e tem uma vila de pescadores na extremidade. No horizonte, o charme é a vista para Ilhabela.

Como chegar: de carro, pela Rodovia Rio-Santos. A praia fica a 15 km do centro de Caraguatatuba, em direção a Ubatuba.

Onde ficar: não faltam pousadas e hotéis na região. Pertinho da praia, tem a Pousada Vivendas do Sol Mar e o Hostel Casa da Praia. Do outro lado da rodovia, estão ainda mais opções, como o Hotel Costa Norte

 

10. Praia de Itamambuca | Ubatuba

Surf é vida Surf é saúde Surf é troca de experiências! . #InstrutoresSurfeSup #11e12denovembro #Itamambuca #Ubatuba #SP #Ibrasurf

Uma publicação compartilhada por Ibrasurf / Flux (@ibrasurf) em

Reconhecida como a melhor praia de São Paulo para o surf, Itamambuca recebe diversos campeonatos e etapas mundiais do esporte. Trilheiros também gostam da praia, rodeada de Mata Atlântica, cheia de aves, rios e cachoeiras. Nas areia, agitação de jovens, surfistas e tudo o que vai atrás deles. =D

Como chegar: a apenas 14 km de Ubatuba, Itamambuca tem um bairro inteiro pra chamar de seu. Então o acesso é fácil, de carro mesmo. Olha aqui a localização da praia no mapa.

Onde ficar: você tem Ubatuba inteira à sua disposição. Mas, se quer ficar perto da praia, vale a pena conferir, nas ruas de terra que desembocam na praia, lugares como a Guest House da Lui e o Suites Prime. Um pouco mais afastadas da praia, estão pousadas mais baratas, como a Pousada Ascalom. Mas, se quer uma grande piscina e muita tranquilidade, a dica é se hospedar no Itamambuca Eco Resort.

 

Gostou das Praias SP?

Então pegue um ônibus, um carro ou uma bike (sim, tem muita gente que sai da capital e vai pra praia de bicicleta) e vá curtir o litoral de São Paulo, com praias para todos os gostos. Pra terminar com uma rima estilo propaganda ruim, Praias SP é pra você!

Dicas para economizar na viagem
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Seguros Promo: compare preços de seguro viagem (cupom de desconto: BUENASDICAS5)
  • RentCars: compare preços de aluguel de carro

3 Comentários

Escreva seu comentário