Aqui vão minhas dicas de Bombinhas, sinceras como sempre. Tem informações e fotos de praias. Dicas de hotéis e onde ficar. Dicas sobre o que fazer, como chegar e quando ir. E o que esperar da cidade, uma das mais importantes para o turismo em Santa Catarina.

No meu roteiro pelas praias de Santa Catarina, resolvi dedicar mais tempo para conhecer Bombinhas. Afinal, a pequena península tem 39 praias e uma imensa diversidade de atrações. Tem praias selvagens, praias urbanizadas, boas para famílias, boas para surfistas e uma infinidade de passeios pelo mar e atividades de lazer, claro, nas praias.

(Veja aqui as melhores opções de hotéis, pousadas e apartamentos de temporada em Bombinhas)

Diferente de Balneário Camboriú e Florianópolis, que têm vida própria além do turismo, Bombinhas respira o mar que praticamente cerca a cidade. Tanto que a população da cidade, de cerca de 18 mil habitantes, chega a 200 mil na alta temporada, de dezembro a março. A maior lotação é no início de janeiro.

Índice do texto:

Quando ir
Ônibus ou Carro
Taxa de entrada (TPA)
Onde ficar
Dicas de hotéis
O que fazer
→ Melhores praias
Passeios

 

Quando ir para Bombinhas

A alta temporada em Bombinhas é no verão, nos meses de dezembro, janeiro, fevereiro e março. É quando faz calor suficiente para encarar as águas frias do mar de Santa Catarina. Mas sempre fique de olho na previsão do tempo antes de viajar, porque é nessa mesma época que mais chove na cidade.

Na última semana de dezembro e na primeira de janeiro, Bombinhas bate recordes de turistas. E de engarrafamento. Por isso recomendo evitar Natal e Ano Novo na cidade, a não ser que você goste de sofrer.

Minha última viagem foi em novembro, antes do início da temporada oficial. Peguei todos os dias de sol. Muita sorte, porque um dia depois começou uma chuva que durou dias sem parar. Em abril, início do outono, também é uma época muito agradável: menos calor, menos chuvas, menos gente.

Na minha opinião, o melhor mês é abril

Se você vai de outro estado, é melhor planejar sua viagem para a alta temporada de verão, de preferência em fevereiro, março e abril, quando a cidade ficar menos lotada (pulando o Carnaval). Ou em novembro, como eu fiz. Agora, se vai fazer uma viagem mais curta, a partir do interior de SC, RS ou PR, é só ficar de olho na previsão do tempo, à espera de sol e calor Bombinhas, que pode acontecer até no inverno.

 

Como chegar em Bombinhas: carro x ônibus

Pra economizar, desde o princípio meu plano era ira para Bombinhas de ônibus, a partir de Florianópolis. Pesquisei muito, revirei a internet, pedi dicas em Floripa e nada não descobri nenhuma empresa que faz esse trecho. A única alternativa é ir para a vizinha Porto Belo, pela Viação Navegantes,  e lá pegar um táxi para Bombinhas. Se for de segunda a sexta, tem mais horários. Como eu iria num domingo, preferi evitar a fadiga.

Aí eu aluguei um carro, depois de pesquisar preços e reservar pela Rentcars. Como fui sozinho e passei duas noites em Bombinhas, acabei gastando pelo menos o dobro do que se tivesse ido de ônibus. Então, se for com mais gente pra rachar preço de aluguel e gasolina, sai mais barato do que ônibus.

Estrada dupla e em ótimas condições, embora com trânsito intenso e pesado. Chegando no trevo de Bombinhas, o GPS me indicou um pequeno atalho de terra que me poupou do pedágio. Saindo da BR o trânsito é chato, pois passa no meio de Porto Belo e a estrada estava lotada e em obras. Engarrafamento sinistro, isso em novembro. Pensa em janeiro. Mas valeu a pena ir de carro, pois ele me deu mobilidade para conhecer o máximo de praias em tão pouco tempo.

 

Taxa de entrada em Bombinhas

Sim, paga para entrar com veículos motorizados em Bombinhas na alta temporada. É a TPA, Taxa de Preservação Ambiental. Todo ano ela começa a ser cobrada no dia 15 de novembro e vai até 15 de abril do ano seguinte. Nessa temporada 2017/2018, a entrada de carro de passeio custa R$ 26,50. (tabela de preços)

Esse pedágio ambiental existe desde 2014 e é motivo de muita polêmica na cidade, principalmente porque no início os estrangeiros eram isentos. Sacanagem. Mas agora eles também pagam.

A taxa é cobrada a cada entrada na cidade e vale por 24h. Por exemplo, se você chegar em Bombinhas meio-dia, pagar a taxa e no dia seguinte fizer um passeio em Porto Belo, retornando após meio dia, vai ter que pagar de novo.

Onde pagar: a cobrança é feita no portal de entrada de Bombinhas, no topo do morro, divisa com Porto Belo. Você pode pagar lá mesmo ou em outros locais indicados. Pra evitar filas, melhor pegar pela internet, no site da Prefeitura de Bombinhas.

 

Onde se hospedar em Bombinhas

Antes de reservar, eu pesquisei muito bem onde ficar em Bombinhas. Eu não estava entendendo se a melhor parte da cidade era perto da Praia de Bombas ou perto da Praia de Bombinhas, que me parecia menor e menos importante. Então não se deixe enganar pelo mapa. De fato, a parte mais legal é a orla da Praia de Bombinhas, nas imediações da Av. Vereador Manoel dos Santos.

Eu andei essa avenida toda a pé, e em toda sua extensão ela tem bons restaurantes, lojas de artigos de praia e dezenas de pousadas. Escolhi o hostel Toca da Moreia, que fica numa continuação dessa avenida. Localização excelente, a pouco metros da Praia do Embrulho, da Prainha e da Praia da Lagoinha, todas conectadas pela faixa de areia.

Melhores hotéis no centro de Bombinhas

Fiquei em hostel porque minha meta era economizar muito com hospedagem, afinal nem teria tempo de curtir o hotel. Mas quando eu voltar em Bombinhas, pretendo me hospedar numa pousada mais confortável, de preferência na orla da Praia de Bombinhas. Pra quem vai com família grande e não se importa com a bagunça de uma casa grande, alugar um imóvel por temporada pode ser a melhor opção. Mas eu sempre prefiro as facilidades de um hotel ou pousada.

Selecionei 5 pousadas na melhor localização possível de Bombinhas.

Pousada Villa Paradiso

Pousada Areia Cristal

Pousada Villa do Farol

Pousada Riviera Bombinhas

 

O que fazer em Bombinhas

Como falei no início, a vida de Bombinha gira em torno do mar. Então o negócio é descobrir qual praia mais combina com você, entre as 34 praias de Bombinhas. Por isso recomendo fazer um reconhecimento geral no primeiro dia de viagem, desbravando o diversificado litoral da cidade. Vou comentar sobre as praias que conheci, então são opiniões gerais.

As praias da península

• Praia de Bombas: urbana e extensa. Me pareceu ser uma praia mais popular, com gente jogando bola, ambulantes e sem frescuras. Andei muito e não senti ou ouvi o tal barulho na areia que deu nome à praia. Ondas médias e águas geladas.

• Praia de Bombinhas: mais importante da cidade, tem inúmeros restaurantes e pousadas pé na areia, que empresam cadeiras e guarda-sol para os hóspedes. Ondas médias e águas geladas. Boa para famílias e adolescentes.

• Praia do Embrulho: minúscula, se conecta à Praia de Bombinhas por uma passarela de madeira. Tem várias empresas de turismo e deque de onde partem os “barcos pirata” de passeios. Águas cristalinas, ideal para a observação marinha com snorkel.

• Prainha: colada na Praia do Embrulho, é um pouco maior e também serve de base para os passeios de barco.

• Praia da Lagoinha: rochas boas pra tomar sol, faixa de areia com crianças brincando, um grande boteco com cadeiras perto da água e um mar esverdeado e cristalino, sem ondas. Quase uma piscina natural.

• Praia da Sepultura: estreita, quase sem areia e com construções feias ao redor, mas com a água mais agradável (ou menos gelada) que mergulhei em Santa Catarina. Tem um bar e um quiosque de aluguel de caiaques e SUP. Mar tranquilo.

• Retiro dos Padres: vizinha da Praia de Sepultura, também tem águas em temperatura agradável, mas tem mais ondas e espaço na areia. Perto do centro, mas sem construções em volta, é perfeita para curtir a natureza.

• Praia do Mariscal: com 4 km de extensão, é a maior praia de Bombinhas. Aberta e bem de frente pro oceano, tem ondas fortes e mar agitado. Fui só no início da praia, onde parei num grande estacionamento cercado de restaurantes. Entre as praias urbanas, é uma das mais limpas de Bombinhas.

• Praia de Quatro Ilhas: eclética, atrai moradores e turistas, surfistas e famílias. Achei que é um meio termo entre as praias urbanas e as selvagens. Bom pra quem gosta de movimento, mas nem tanto.

 

Principais passeios e atividades

Além de curtir as praias à velha maneira, sentado sob o guarda-sol e pegando um jacaré de hora em hora, existe mais o que fazer em Bombinhas. Pra evitar a fadiga, confesso que não fiz nenhum desses passeios. Mas, se você quer variar um pouco, tem atividades interessantes na cidade. Selecionei os principais:

• Mergulho com snorkel: as águas cristalinas das praias de Bombinhas são perfeitas para a observação marinha com snorkel. Entre as melhores praias para a prática, estão a Praia do Embrulho, a Praia da Lagoinha e a Praia da Sepultura. Nesse site tem os preços e você pode reservar com antecedência.

• Passeios de Barco Pirata: achei um pouco exagerada a oferta e a caracterização desses passeios que dominam o litoral catarinense. Mas é uma das formas mais baratas de navegar na região.

• Surfe: com ondas fortes, a Praia do Mariscal é a melhor de bombinhas para surfar. Se quiser aprender, as escolas de surfe Magias das Ondas e Caminho das Ondas são as principais da praia.

• Mirante: deixa para apreciar a vista na saída de Bombinhas, quando vai estar do lado certo da pista. Ótimo lugar para estacionar, fazer umas fotos e se despedir desse mar tão azul.

• Pedalinho e caiaque: na alta temporada, é possível alugar até pedalinhos na Praia de Bombinhas, inclusive modelos exóticos com escorregador. Mais do que as crianças, os adultos é que curtem a geringonça.

• SUP: as praias de águas tranquilas são ideias para a remar em cima das grandes pranchas de Stan up Paddle. Vi pranchas para alugar nas praias de Bombas, Bombinhas e Sepultura.

 

E aí, o que achou das dicas de Bombinhas?

Comente abaixo com dúvidas, críticas e sugestões. Afinal cada um tem seu ponto de vista em Bombinhas, e pode contribuir com mais dicas sobre o que fazer, onde ficar, restaurantes e informações acerca praias, estradas, vida noturna e outras informações importantes.

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

6 Comentários

  1. Oi Nivaldo, ótimas dicas! Tava pensando em ir em Bombinhas em setembro, será que é uma boa?

    • Nivaldo Responda

      Fala Guilherme. Em setembro, a temperatura varia muito do início pro fim do mês. Isso porque no dia 23 de setembro acaba o inverno e começa a primavera. Então mais ou menos nessa mesma época, começa a esquentar e a chover um pouco mais.

      Historicamente, considerando o mês todo, as temperaturas lá variam entre 14 ºC e 23 ºC. O que, pelo menos pra mim, é gelado pra entrar no mar, principalmente na água fria.

      Se for curtir só o visual, caminhadas na praia e tal, pode começar a planejar. Se curte mesmo é água, o frio pode atrapalhar. De qualquer forma, é bom ficar de olho na previsão do tempo.

  2. Olá. Estou pensando em viajar para Bombinhas em novembro, queria saber como é o clima essa época. Queria também uma dica de pousada, porque vou de ônibus e não queria ficar longe das praias… OBRIGADO!!

    • Nivaldo Responda

      Olá, Rafael. Eu fui pra lá da última vez exatamente no mês de novembro, por volta do dia 15. Tive sorte de pegar todos os dias de sol e temperaturas dignas pra entrar no mar, por volta de 25 ºC no meio da tarde. Mas, um dia depois que fui embora, só vi notícias de chuvas fortes e intermináveis, tanto em Bombinhas quanto e Floripa e Balneário Camboriú.

      Afinal novembro, apesar de ser primavera, o clima já tem uma pegada de verão, com os primeiros temporais da estação.

      Se for a viagem tiver datas flexíveis, fique do olho na previsão e vá quando tiver mais garantia de sol. Se não, passe muitos dias, porque aí tem mais chances de não perder a viagem inteira.

  3. Oi. Comprei pacote de viagem pra Bombinhas em abril. Sabe me dizer se é uma boa época?

    • Nivaldo Responda

      Oi Maria. Considero abril o melhor mês em Bombinhas. Depois do verão, cidade mais vazia, menos trânsito, pousadas um pouco mais em conta. Se for depois de 15 de abril, entra de graça de carro na cidade, sem o pagamento do TPA. Outra vantagem é que chove menos. De qualquer forma, fique do olho na previsão do tempo, pra ter mais garantia de sol. Boa viagem!

Escreva seu comentário