Praia dos Carneiros: 7 dicas para uma viagem perfeita

Não é exagero. A Praia dos Carneiros é a mais bonita de Pernambuco. E talvez do Brasil. Por isso mesmo, é importante planejar muito bem a viagem.

Aqui vão as principais dicas de viagem à Praia dos Carneiros, localizada no município de Tamandaré, litoral sul de Pernambuco.

Uma guia rápido, do jeito que eu gostaria de ter lido antes de conhecer essa paraíso.

Desde a melhor época para viajar, até dicas de onde comer, o que fazer e onde se hospedar, confira informações básicas sobre a Praia dos Carneiros.

Dicas de viagem à Praia dos Carneiros:

  1. Melhor época
  2. Como ir
  3. Quantos dias ficar
  4. Onde se hospedar
  5. O que fazer
  6. Onde comer
  7. Quanto gastar

Construída nos anos 1700, a Capela de São Benedito, mais conhecida como Igrejinha de Carneiros, é hoje o principal ponto turístico da Praia dos Carneiros. Apesar de ser uma igreja, ela fica dentro de uma propriedade privada, sendo necessário pagar um ingresso (R$ 20) caso queira conhecer seu interior, com estacionamento e “day-use” do clube de praia incluídos nesse valor. Mas para tirar aquele famosa foto em frente à igrejinha, o acesso é pela praia, de forma gratuita. Curiosidade: a praia tem esse nome pois o local pertenceu, durante muitos anos, a uma família de sobrenome Carneiro.

1.  A melhor época na Praia dos Carneiros

Assim como Porto de Galinhas, a melhor época para viajar à Praia dos Carneiros é no período da seca, de setembro a abril.

Já os meses para se evitar, são maio, junho e julho, que são os mais chuvosos do ano no litoral sul de Pernambuco.

O calor é garantido o ano inteiro na Praia dos Carneiros, com as temperaturas médias oscilando de 22 ºC a 29 ºC.

Quer economizar a hospedagem? Vá em setembro, bem no início da estação seca. Evite viajar em dezembro e janeiro, quando é alta temporada na Praia dos Carneiros, devido ao clima favorável, às férias escolares e às sequências de feriados.

2. Melhor aeroporto + viagem de carro até a Praia dos Carneiros

O Aeroporto de Recife é o mais próximo à Praia dos Carneiros e possui as estradas em melhores condições até lá. São 90 km de distância, numa viagem com duração média entre 1h30 e 2h, dependendo do trânsito, especialmente na saída da capital.

Como expliquei no post Como chegar na Praia dos Carneiros, cerca de metade da viagem é feita em pista dupla, com pedágio e em excelentes condições. A metade seguinte é numa estradinha simples, com acostamentos ruins, e requer bastante atenção. Por isso, a dica é ir durante o dia, com melhor visibilidade.

Alugue um carro, vale a pena! A Praia dos Carneiros não é uma vila e os melhores hotéis são afastados de Tamandaré, sede do município. E de carro você tem mais flexibilidade para fazer paradas em Porto de Galinhas e outras praias. (Consulte preços)

3. Quantos dias ficar Praia dos Carneiros

Muita gente que está em Porto de Galinhas faz apenas o passeio de um dia até a Praia dos Carneiros. É melhor do que nada. Mas não se compara a ter, no mínio, um dia inteiro para curtir esse paraíso. E dormir ao som do mar.

Então, fique no mínimo 2 noites na Praia dos Carneiros.

Como falei no texto do nosso Roteiro em Pernambuco, eu recomendo que a Praia dos Carneiros seja o seu último destino. Assim, você deixa o melhor para o final e não se decepciona com outras praias.

4. Escolha bem onde se hospedar na Praia dos Carneiros

Apesar de ser uma única praia, sem barreiras naturais, a Praia dos Carneiros possui localizações distintas: Um trecho de praia de rio, onde está a famosa capela; O trecho intermediário, voltado para o oceano e praticamente deserto; O trecho final, o mais extenso de todos, que vai até a parte urbana de Tamandaré.

Praia de Rio – Pousadas perto da Igreja da Praia dos Carneiros

Nessa área estão as pousadas mais charmosas da região, cercadas de coqueiros e quase todas com acesso direto à praia, que apesar de ser de rio, possui areias brancas e águas mornas.

  • Bom e barato → A casa de temporada Chaléis dos Carneiros acomoda até 8 pessoas e fica perto da igrejinha.
  • Charme e conforto → Pé na areia, a Pousada Paraíso Carneiros tem a piscina mais bonita do pedaço. Ótima pousada para se hospedar em casal.

Praia quase deserta – Pousadas “isoladas” na Praia dos Carneiros

Na transição do rio para o mar, num trecho de águas calmas e extensos coqueirais, estão as duas principais “barracas” da Praia dos Carneiros: o Bora Bora e o Beijupirá.

Próximo a eles, o Pontal dos Carneiros Beach Bungalows está dentro de um dos maiores complexos de hospedagem na Praia dos Carneiros, com piscina, jardins e acesso direto à praia.

Praia mais movimentada – Pousadas perto de Tamandaré

Se prefere um lugar com mais estrutura e proximidade a mercados, farmácias e outras conveniências, escolha uma pousada próxima a Tamandaré. Nessa região, também se gasta menos: há pousadas mais baratas, barracas de praia mais simples e dá pra fazer algumas coisas a pé. Se não tiver carro, essa é a sua praia.

  • Apartamento bom e barato → O Divinos Flat Carneiros tem aptos de 1 e 2 quartos a 400 metros da praia.
  • Melhor custo-benefício → Pé na areia, a Pousada Jardins tem piscina e apartamentos novinhos, alguns com vista pro mar.
  • Único resort na Praia dos Carneiros → O Baía Branca Beach Resort fica no ponto mais movimentado da praia, em ótima localização para quem viaja sem carro. Infraestrutura com restaurante, piscina, academia e playground. Melhor lugar para se hospedar em família com crianças.

Não reserve antes de ver nossas dicas de pousadas na Praia dos Carneiros, onde listei as melhores pousadas para quem faz questão de conforto e pé na areia.

Veja também quais são os 12 resorts de Pernambuco, um guia completo com os maiores e melhores complexos hoteleiros do estado, incluindo resorts all inclusive.

5. O que fazer na Praia dos Carneiros

Diferente de Porto de Galinhas, famosa pela variedade de praias e piscinas naturais, a Praia dos Carneiros é uma praia só. Possui cerca de 5 km de extensão e pode ser percorrida a pé de um ponta à outra.

Parte da praia fica na foz do rio, onde está a igrejinha, e outra parte é de mar aberto, embora de águas calmas e cristalinas, devido à presença de corais, alguns deles no raso. Inclusive, reparei na formação de algumas pequenas piscinas naturais.

Essa maravilha da natureza merece ser contemplada com calma. Por isso, o que existe de melhor pra fazer na Praia dos Carneiros, é caminhar na praia e nadar no mar.

Mas logicamente, num lugar tão visitado, surgiram algumas atividades turísticas. O “tour” mais famoso é o passeio de lancha, que passa por pontos turísticos como a Praia da Argila, bancos de areia e manguezais. Eu não fiz esse passeio, mas vi vendedores em frente à Igrejinha de Carneiros. Custa a partir de R$ 100. Também é possível alugar jet-ski, caso queira incomodar os demais.

6. Onde comer na Praia dos Carneiros

Bem que essa dica poderia estar no tópico acima. Afinal, ficar de bobeira na praia, petiscando, é uma atividade melhor do que muitos passeios.

E tem excelentes bares e barracas de praia em Carneiros. Algumas delas, aliás, bastante confortáveis e até mesmo luxuosas.

Passei uma tarde no Beijupirá Carneiros e recomendo! O restaurante é praticamente um sítio, de tão espaçoso. Tem diferentes ambientes, mesas ao ao livre e acesso direto a um dos melhores pontos da praia. Cardápio extenso, com petiscos, pratos, sucos e drinques.

Outros restaurantes bem estruturados e elogiados são Jobar e o Bora Bora. Esse último é provavelmente o maior bar da Praia dos Carneiros e até oferece atividades, a custo extra, como aluguel de caiaque e passeio de catamarã.

Nas proximidades de Tamandaré, há mais opções, como o Restaurante Divisa dos Carneiros e o Mirapraia, onde se gasta um pouco menos para comer.

Taxas de ingresso e consumação mínima: viajei em dia de semana, na baixa temporada, e não me cobraram para estacionar, tampouco valores de entrada ou consumação nos restaurantes. Mas vi relatos, no Google Maps, de que isso acontece. Por exemplo, no Bora Bora, onde o “day-use” custa R$ 30 por pessoa.

7. Quanto gastar na viagem à Praia dos Carneiros

Os custos vão depender principalmente das suas necessidades e hábitos de consumo na viagem. Saiba também que não é uma viagem barata, principalmente se busca conforto.

Caso faça um roteiro básico com estas dicas do blog, considerando aluguel de carro, estadia em pousada confortável e todas as refeições em restaurantes bem avaliados, os preços na Praia dos Carneiros atualmente são estes, com as devidas referências:

  • Aluguel de carro – a partir de R$ 70 por dia (Rentcars)
  • Pousada confortável na Praia dos Carneiros – A partir de 350 por dia, por casal (Pousada Jardins)
  • Hotel charmoso perto da Igrejinha de Carneiros – A partir de R$ 850 a diária (Paraíso Carneiros)
  • Refeição num dos melhores restaurantes da Praia dos Carneiros – Em média R$ 80 por pessoa (Beijupirá)
  • Prato individual em restaurante um pouco mais simples – Em média R$ 40 por pessoa  (Mirapraia)

Agora, calcule de acordo com seu tempo de viagem, número de pessoas, preferências e outras variáveis suas e da da sua família.

Vale a pena viajar à Praia dos Carneiros?

Sim! Sem a menor sombra de dúvidas. A praia é lindíssima, as pousadas são charmosas e há bons restaurantes com muito espaço ao ar livre.

Na minha opinião, é um destino melhor para viagem em casal, inclusive viagens românticas, como uma lua de mel.

Claro que também é possível ir em famílias maiores, com bebês e crianças, embora não exista muito entretenimento além da praia.

Perguntas?

Em caso de dúvidas, comente abaixo ou envie um e-mail para nivaldo@buenasdicas, que eu mesmo responderei, com dicas personalizadas para você.

Desejo a você uma excelente viagem à Praia dos Carneiros.

Créditos: a foto em destaque é de Cadu Tavares (CC), assim como essa última foto, da praia deserta. A foto do caiaque é de César Kobayashi (CC). Já a foto do catamarã é de Os Rúpias (CC). A primeira foto da Capela de São Benedito, é de Rodrigo Soldon (CC). Aqui também estão fotos de divulgação dos hotéis e imagens do arquivo do blog.

Viaje com tudo reservado

Descontos para você economizar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *