Na altitude de La Paz, no árido altiplano boliviano, estão algumas das mais belas paisagens da América do Sul e pontos turísticos imperdíveis: montanhas nevadas, um mercado de bruxas, pubs animados e o surreal sítio arqueológico Valle de la Luna…

E a altitude de 3360 metros acima do nível do mar, que faz de La Paz um lugar de clima frio para agradável, é uma atração à parte.

Com temperaturas que variam entre 0ºC e 20ºC durante o ano, o cima de altitude de La Paz é ideal para percorrer as principais atrações sem se preocupar com o excesso de suor.

Saiba mais: O que fazer em La Paz: melhores passeios e pontos turísticos

altitude de la paz
La Paz sob as nuvens. Se lá é alto, imagina a altitude aqui de El Alto.

Embora a altitude de La Paz colabore com o clima, ela joga contra a disposição. Que o digam os times brasileiros de futebol, que sempre culpam a ar rarefeito pelas derrotas diante das equipes pacenhas*, como Bolívar e The Strongest.

altitude la paz bolivia

*Pacenho: quem nasce em La Paz é chamado assim mesmo. Um gentílico que pode pegar muita gente desprevenida no vestibular.

Particularmente, não tive problemas com a altitude de La Paz. Verdade que não pratiquei nenhum esporte, mas, pelo menos para caminhar, não senti nenhuma diferença.

Aliás, se eu tiver que escolher entre andar numa cidade fria a milhares de metros de altitude ou no sol de fritar o pescoço do Brasil, subo a montanha correndo.

Mas o que fazer em La Paz? Bom, é vamos logo aos..

Principais atrações e pontos turísticos de La Paz

Monte Chacaltaya

chacaltaya la paz 2
No caminho até o topo do Chacaltaya, muitos lagos, lhamas e despenhadeiros.

A apenas 30 km de La Paz, o monte Chacaltaya chega à altitude de 5.421 metros. Possui a estação de esqui mais alta do mundo.

Cansou do frio? Melhor entrar e tomar um chá de coca bem quente.
Cansou do frio? Melhor entrar e tomar um chá de coca bem quente.

Quando fui havia uma quantidade razoável de neve por lá, mas não me pareceu suficiente para esquiar. E essa escassez de neve parece mesmo ser séria, como você pode conferir aqui.

Monte Huayna Potosí

A 6.088 metros de altitude, é bastante próxima a La Paz: 25 km. Por ter a base acessível, é uma das montanhas mais escaladas da Cordilheira Real, apesar da dificuldades cada vez maiores que apresenta aos alpinistas, devido ao avanço do degelo.

Vale da Lua (Valle de La Luna)

A  cerca de 10 km do centro de La Paz e acessível por transporte público, está esse vale repleto de interessantes formações geológicas, resultado de anos sob a ação dos ventos e das chuvas.

valle de la luna la paz 3

Dá pra caminhar em meio aos picos e depressões do vale, passando por pequenas pontes e esculturas. Tudo sinalizado por placas de madeira.

valle de la luna la paz

Mas não é preciso se preocupar em ficar perdido no Valle de La Luna de La Paz, pois você certamente estará seguindo o guia do seu grupo.

De bike na Estrada da Morte (La Ruta de La Muerte)

Em 1995, a rota conhecida como Camino Yungas ganhou o “título” de estrada mais perigosa do mundo. Também pudera: em seus 66 km de extensão, a estrada vai de 4700 a 1185 metros de altitude.

Simplesmente 3515 metros ladeira abaixo!

Pelos despenhadeiros da Estrada da Morte, rolaram carros, ônibus e caminhões. Mas hoje (lá vem trocadilho, me desculpem) o que mais rola por lá é a emoção.

A estrada teve seus principais problemas corrigidos e foi tomada por ciclistas do mundo inteiro. Gente que vai a La Paz interessada em percorrer a famosa rota, que começa aos pés da montanha Huyaina Potosí, em clima frio típico do altiplano, e vai até a região conhecida como Yungas,  com temperaturas mais altas e vegeteção quase amazônica.

Pelo caminho de bike na Estrada de Morte, o aventureiro passa por um trecho asfaltado, onde divide a estrada como o tráfego de veículos, e depois segue por trechos somente turísticos.

Se você não tiver coragem de encarar a descida, organizada por dezenas de agências de turismo de La Paz, pode comprar camisetas, postais ou chaveiros, para se lembrar para sempre da grande aventura que perdeu.

Plaza Murilo e Catedral Metropolitana de La Paz

É como se fosse a Praça da Sé de La Paz, apesar de ser menos imponente e ter menos mendigos que a praça paulistana.

Aliás, não me lembro de ter visto mendigos na Plaza Murilo, apenas uma quantidade enorme de pombos, que se amontoam principalmente na porta da catedral. Nada diferente do que acontece em qualquer porta de igreja do Brasil ou da Europa.

Deixando os pombos de lado, a Plaza Murilo, a 3600 metros de altitude, é o marco zero da Bolívia e principal ponto turístico e revolucionário de La Paz, onde acontecem manifestações e inícios de protestos.

Já a catedral, que ocupa boa parte da praça, foi construída em estilo neoclássico, com alguns elementos barrocos, e inaugurada em 1835. Ao seu lado está o Parlamento da Bolívia.

Lojas de inverno e roupas exóticas

Como você já sabe, o frio é constante na altitude de La Paz. E vai ficar ainda maior de se você quiser escalar as montanhas da Cordilheira Real ou simplesmente subir caminhando contra o vento até o pico do Chacaltaya.

TURISMO LA PAZ BOLIVIA
Um dos trechos menos movimentados do Calle Illampu, centro de compras em La Paz.

E as lojas de La Paz estão absolutamente preparadas para proteger você do frio – e dos preços altos.

Afinal, La Paz recebe turistas do mundo inteiro, acostumados a usar marcas de frio renomadas, como The North Face, sem pagar preços abusivos como os praticados no Brasil. Além do câmbio ser totalmente favorável pra gente.

A dica é buscar as lojas especializadas da Calle Illampu, que além de roupas para o frio intenso, também vendem equipamentos para trilhas e escaladas.

Se você é do tipo mais “exuberante”, o comércio de La Paz também vai agradar: em qualquer loja da cidade, é incrível a quantidade de calças, gorros e jaquetas multicoloridas, principalmente à base de pêlo de lhamas e alpacas.

Sem falar nos preços, baixíssimos para quem está acostumado com o Brasil e até mesmo se comparados aos dos acessórios andinos semelhantes vendidos no Peru.

A cultura da Bolívia

Assim como as paisagens da altitude, a cultura boliviana também é uma coisa de outro mundo se comparada à brasileira.

Principalmente porque eles preservaram, especialmente no altiplano, muitos valores, tradições e até mesmo a língua indígena, o quechua. Além de coisas únicas, que imagino serem exclusivas do país e são marcantes na altitude de La Paz, como o Mercado das Bruxas e as Cholitas.

Mercado das Bruxas (Mercado de las Brujas)

Não é exatamente um mercado, e sim uma região de ruas e ladeiras com dezenas de pequenas lojas de artigos, digamos, místicos. Entre esculturas indígenas, amuletos, poções estranhas e panos coloridos, está o “artigo” que mais chama atenção na rua: fetos de lhama ressacados/mumificados.

Isso mesmo, fetos de lhama!

mercado das bruxas la paz bolivia

Reserve aqui seu hotel ou hostel em La Paz.

Diz a tradição que se você enterrar um feto de lhama no quintal, terá coisas boas em sua vida. Um amuleto da sorte um tanto quanto exótico, como quase tudo na Bolívia. E já adianto que, pela quantidade de fetos de lhama pendurados, o cheiro do Mercado de las Brujas é bem “característico”.

As tias ­– pra não dizer bruxas ­– que tomam conta das lojas não gostam de muitas perguntas e nem de quem fica tirando fotos. A dica é ser discreto, sem essa de “ah, eu sou brasileiro e todo mundo tem que amar minha espontaneidade”.

Cholitas ou Cholas

Sacanagem colocar essas trabalhadoras senhoras como ponto turístico de La Paz. Mas não tem jeito, elas são a alma da cidade.

As cholitas estão nos ônibus, nas praças, nos mercados e em todas as ladeiras de La Paz. Sempre com suas roupas coloridas, seu manto no ombro e o clássico chapéu redondo.

cholita la paz bolivia

(abro literalmente esses parênteses para perguntar: onde vende esse chapéu de cholita? Se souber, responda nos comentários, porque eu não vi em nenhuma loja. Grato)

E as cholitas estão até nos ringues! Mais especificamente no ginásio de El Alto, que promove eventos de luta livre entre essas respeitáveis senhoras. Não assisti o desafio, mas dizem que é de tirar o chapéu.

Quer tirar uma foto como uma cholita?

Pode tentar, mas a dica é ser respeitoso e não tentar uma bobagem dessas.

Se quiser muito a foto, tente pedir para ela posar para você, mas acho que dificilmente será atendido. E dou toda razão para elas. Imagina se um bando de gringos invade o Brasil e começa a tirar fotos nossas como se fôssemos animais em um zoológico? Realmente não seria legal.

Não encontrei nenhuma fonte confiável na internet que desvendasse a razão de existir das cholitas, por isso fico com a explicação que me deram no hotel em La Paz: a tradição de ser cholita e usar essas roupas características passa de mãe pra filha e é motivo de grande orgulho pra elas.

Esse é só um roteiro com dicas básicas do que fazer na altitude de La Paz. Mas a cidade tem muitos outros pontos turísticos, além de ótimos restaurantes e baladas lendárias – algumas ilegais, “permitidas” somente para turistas.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

1 Comment

  1. Thiago Silva responder

    E viva a altitude de la paz! Cidade linda demais, to querendo conhecer também, além de outros lugares na bolívia…

Comentários