Uma coisa não dá pra negar: os pombos sabem curtir a vida. Tanto que essas pragas com asas se espalharam pelo planeta e tomaram conta de belas cidades e famosos pontos turísticos. Aliás, é impossível tirar uma foto sem eles.

E eles são tremendamente caras de pau. Onde pessoas comem, pombos cagam. Onde famílias passeiam, pombos gemem de prazer se reproduzindo.

São praias, parques, igrejas e principalmente praças. Todos entregues à cagança sem fim e à bateção de asas sujas. A maioria dos lugares dessa lista eu visitei e comprovei. Outros vi em fotos e já risquei da minha lista de viagem. São os pontos turísticos com mais pombos no mundo. Com dicas de amigos e leitores, quero ampliar essa lista, até como uma dica de viagem, afinal pode ter mais gente com pânico de pombos – e piolhos de pombo – nesse Planeta Terra. CONFIRA OS POMBAIS DO MUNDO.

Veja também:

Mapas legais

Volta ao mundo em 21 filmes

As 10 pontes modernas mais bonitas do mundo

 

1. Plaza de Mayo – Buenos Aires

A Casa Rosada era vermelha, mas foi tão “fuzilada” por excremento de pombo que precisou trocar de nome. Brincadeira, mas bem que podia ser verdade, dado o número absurdo de pombos na Plaza de Mayo. O local pode ser chamado de “cartão bostal” de Buenos Aires.

pombos buenos aires

 

2. Hyde Park – Londres

O parque inglês que já recebeu shows de Rolling Stones, Queen e Madonna é excelente para meditar e correr. Só tome cuidado para não tropeçar num pombo pelo caminho. Como o parque é amplo, eles não costumam se juntar em bandos, só quando chega um imbecil ser caridoso e resolve alimentar a praga. Desde a peste negra, Londres não via algo tão terrível.

pombos londres

 

3. Plaza Catalunya – Barcelona

Barcelona inspira mesmo. Que o digam os pombos, que são donos e reis da Praça Catalunya, ponto de partida básico para explorar Las Ramblas. Impossível atravessar a praça e até mesmo tirar uma foto sem ratos, digo, pombos.

pombos barcelona 

4. Plaza Murillo / Catedral Metropolitana – La Paz

A 3600 metros de altitude, a Praça Murillo é a prova de que os pombos vivem muito bem no ar rarefeito. Ali está o principal cartão postal da cidade, a neoclássica Catedral Metropolitana. Quem também sai em todas as fotos são os pombos bem nutridos de La Paz, que se reúnem ali na Praça Murillo após cada refeição rotineira nas feiras da cidade.

pombos la paz

 

5. Piazza del Duomo – Milão

Descobri o pombeiro que é na porta dessa bela catedral observando a foto de um amigo. Ainda não conheço Milão, mas depois de ver tantas imagens horrendas, talvez seja melhor conhecer a terra natal do panetone quando a peste for erradicada. O que não tenho esperanças para este século. (Sim, o panetone foi criado em Milão)

pombos milão

 

6. Praia de Copacabana – Rio de Janeiro

Ok, o Rio de Janeiro é mesmo lindo, mas suas praias são quase impraticáveis. Na primeira vez que andei nas areias de Copacabana, senti que estava na feira da fruta. Em Ipanema foi a mesma coisa. Até esse dia eu nunca tinha visto pombo em praia. Além dos pombos andarilhos por toda parte, tem os que voam em bandos procurando peixes mortos e restos de comida na areia.

pombos praia rio de janeiro

 

7. Plaza de Armas – Cusco (ou Cuzco)

Além das armas de fogo que dizimaram o Império Inca, os espanhóis levaram para a bela Cusco navios cheios de pombos. Hoje são eles que tocam o terror no coração da cidade, a Plaza de Armas, ponto turístico essencial e parada obrigatória para quem vai a Machu Picchu.

pombos cusco

 

8. Praça dos Três Poderes – Brasília

O que Niemeyer tinha na cabeça quando projetou um POMBAL no epicentro da nação? Eu arrisco dizer que era cocô de pombo. A praça em si não chega a ser tão lotada de pombos, talvez porque estejam todos confortáveis em seus apartamentos by Niemeyer. Pena que tem espécie bem pior vagando por Brasília.

pombos brasilia

 

9. Piazza San Marco – Veneza

Meca mundial dos pombos, Veneza está tomada. Eles cruzam nos telhados, atacam petiscos nas mesas e dão rasantes assustadores. E o local que eles mais gostam na cidade também é o preferido dos turistas: a Piazza San Marco, monumental prova de que Veneza já perdeu a guerra para os pombos.

pombos veneza

Já era, Veneza.

pombos veneza 2

Se mesmo assim você quer conhecer a terra natal de Marco Polo, escolha bem onde ficar em Veneza.

 

10 – Central Park – Nova Iorque

Quem assistiu “Esqueceram de Mim 2” nunca vai se esquecer da cena em que uma moradora de rua e filantropa de pombos ajuda o Kevin. Aquele lugar em que ela ficava rodeada de pombos é exatamente o Central Park, maior parque de New York, New York e também maior pombal da cidade.

pombos new york

NOTA:

Eu tenho pânico de pombos e chego a me arrepender de ter visitado alguns destes lugares. Tanto que nenhuma destas fotos é de minha autoria. Só fui capaz de tirar uma foto razoavelmente boa em meio a pombos na Plaza Catalunya, mas encontrei essa outra muito melhor no flickr. Espero que todos os fotógrafos citados tenham um excelente zoom óptico para manter a distância dos pombos. Se você for um destes fotógrafos e não gostou de ver sua foto aqui, é só enviar um e-mail para buenasdicas@gmail.com ou comentar pedindo a exclusão.

Créditos das fotos:

Veneza (criança): Blueherondesign / Veneza (geral): photographynatalia / Milão: amira / Rio de Janeiro: maglione  / Brasília: gargolat  / Buenos Aires: verovera / Barcelona: croc_star / La Paz: matiasleturia / Nova Iorque: nilspix / Beijing 1: edwardotis / Beijing 2: kennethmoore / Cusco: johnwoodbury / Londres: blahflowers

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Chip Internacional: internet no celular em qualquer lugar do mundo

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

8 Comments

  1. Camila Heinke responder

    Oi! Gostei da matéria. Também tenho horror, fobia, medo, nojo, pavor dessas pragas…estou pensando em viajar para portugal…vc sabe me dizer se lá tem muito pombo tb??? Obrigada e parabéns pela matéria.

    • Nivaldo responder

      Oi Camila. Por acaso acabei de voltar de Portugal. Olha, tinha menos do que eu esperava. Eles se concentram mais nas praças, então sempre evitava. Me incomodaram mais no Porto do que em Lisboa. Em cidades no litoral, tipo Nazaré, reparei que tinha menos, talvez por ter mais gaivotas pra combatê-los, não sei ao certo.

      Na Itália tem mais. Evite ir a Veneza. Lá eles são agressivos.

  2. Também tenho fobia de pombos e está cada dia mais difícil ir para praia… 😢
    Fui para Porto Seguro e por incrível que pareça não vi pombos na praia por lá. Trancoso e Arraial D’Ajuda também não.
    Algumas praias no litoral norte de São Paulo também não tem pombos.
    É muito ruim esse ter esse medo e algumas pessoas não entendem e acham que é frescura.

    • Nivaldo responder

      Acho que é uma das piores fobias possíveis… afinal tem cada vez mais pombo em todo lugar. Já vi até dentro de shopping 🤢. Taí uma boa lista pra fazer… praias sem pombos.

  3. Nossa.. eu também tenho pânico de pombos. Em 2016 visitei Buenos Aires e voltei d elá pirada, minha fobia no limite. Tive até que fazer psicoterapia.
    Fui em 2017 para Jeri em Fortaleza e lá não vi nenhum pombo…lugar incrível.
    Você sabe aqui o Brasil lugares que não tem muito pombos?

    • Nivaldo responder

      Pois é, esse problema dos pombos tá grave em muitas cidades. Em Buenos Aires fica difícil chegar em muitos pontos turísticos. Então terapia ajuda a controlar a fobia? Já pensei em fazer alguma coisa pra melhorar esse medo, afinal é difícil evitar pombos. E quando alguém resolve chamar pra ir em bar ou restaurante que só tem mesa externa… Aceito dicas pra controlar isso.

      Então, também gostei muito de Jericoacoara por ainda não ter pombos. Só que a vila não para de crescer, e mais cedo ou mais tarde eles vão chegar lá. Outras praias do nordeste que lembro de ter paz, foi Atins, no Maranhão, e na praia do Iberostar Bahia, de Praia do Forte. No geral, quanto mais longe de grandes cidades, menos pombos.

  4. Eu ADOOOORO POMBOS! Sempre vou pra praça da minha cidade dar comida pra eles. Gasto metade do meu salário com ração de pombo. Fico arrepiado de amor com aquelas garrinhas no meu ombro, no meu cabelo, nas minhas coxas… Pena que você não gosta. Estou doido pra comprar passagem, kilos de ração e visitar cada praça dessas que você mencionou na sua reportagem.

Comentários