Impossível assistir meia hora de TV sem ver uma propaganda do Trivago. Mas o que é de fato o Trivago? É um concorrente do Booking? O sistema é de confiança? Sou usuário há anos de sites de reservas on-line de hotéis e também vou dar meu pitaco nessa história, analisando por onde é melhor reservar hotel, via Booking ou Trivago, comparando também com outros sites como Decolar, Hoteis.com e Tripadvisor.

Pra se decidir entre Booking ou Trivago, é preciso entender melhor as diferenças entre as empresas, um pouco da história delas e, principalmente, as vantagens e desvantagens de cada uma, o que vai muito além de talvez pagar um pouco a menos por um hotel.

O Booking

É uma empresa de origem holandesa, fundada em 1996. Há anos é o maior site de reservas de hotéis do mundo, e hoje conta com mais de 1,3 milhões de hotéis. O Booking tem contato direto com os hotéis e com os futuros hóspedes. Se você precisar cancelar uma reserva, se tiver algum problema, se quer algo especial na sua reserva, é com o Booking que você fala. Já precisei ligar algumas vezes e sempre fui bem atendido na central da empresa. Renda: a comissão do Booking é uma porcentagem das diárias pagas

sede booking amsterdam

Vantagens do Booking

Empresa sólida, com mais de 20 anos de atuação e líder de mercado

• Tem a própria central de atendimento, com bom histórico de agilidade e resolução de problemas

• Busca por bairros e outros filtros úteis

• Oferece descontos no site, inclusive oferta relâmpago

• Tem o maior número de hotéis cadastrados

• Maior do mundo no segmento, consegue negociar os melhores preços com os hotéis

• Programa de Fidelização: 5 reservas efetivadas com o Booking em um período de 12 meses, transforma o usuário em Cliente Genius, que tem acesso a descontos exclusivos

Desvantagens do Booking

Ainda não descobri. Sou cliente há anos e nunca tive problemas não resolvidos. Às vezes utilizo também outras plataformas, como Hotéis.com e HostelWorld, mas o Booking é meu favorito.

O Trivago 

Empresa de origem alemã, fundada em 2005. É basicamente um comparador de preços de sites de reservas, como se fosse um Buscapé dos hotéis. A plataforma doTrivago identifica hotéis cadastrados nas plataformas de reservas e indica os preços, levando os clientes e reservarem nos hotéis mais baratos. Renda: até onde entendo, a comissão do Trivago é uma porcentagem da comissão do site de reservas escolhido, seja ele Booking, Hotéis.com ou outros menores.

Sede do Trivago em Dusseldorf, na Alemanha
Sede do Trivago em Dusseldorf, na Alemanha

OTrivago foi comprado pela Expedia, que também controla outras marcas do setor de viagens, como Hoteis.com, HomeAway, Tripadvisor e a brasileira Alugue Temporada, além de ter participação no Decolar.

Vantagens do Trivago

• Busca simultânea em diferentes sites de reservas, indicando o menor preço

(É uma boa vantagem, mas isso pode ser um problema, como vou explicar abaixo)

Desvantagens do Trivago

• Não tem descontos exclusivos

• Não busca por bairros

• Não tem programa de fidelização com vantagens para o usuário (Pesquisei e não descobri nada. Quem souber de algo me avise)

• Busca preços em sites de reservas desconhecidos. Por exemplo, pesquisando agora hotéis em São Paulo, o Trivago indicou preços para reservas no sites AGODA, BESTDAY, AMOMA e ELVOLINE, que eu nunca ouvi falar, além de outros que até já vi o nome em algum lugar, mas não conheço ninguém que utilizou, como o site de reservas da Expedia, que controla o Trivago, Hoteis.com e outros sites de reservas.

• Busca em outros comparativos de preços de hotéis. Por exemplo, vi ofertas ditas como do Tripadvisor. Mas o Tripadvisor também é um comparador de preços. Cliquei lá vi um outro comparativo, indicando outros sites de reservas. É andar em círculos.

O Hoteis.com

Também de propriedade da multinacional Expedia, o site de reservas Hoteis.com é um dos mais utilizados no Brasil. Entre suas vantagens, está a possibilidade de parcelar o pagamento de uma reserva em até 12x sem juros, o que conquista muitos brasileiros.

Para quem viaja muito, o site oferece uma espécie de cartela de fidelidade: a cada 10 diárias reservadas e utilizadas, o Hoteis.com oferece 1 noite grátis, que pode ter como máximo valor a média das das diárias anteriores.

Faz muito tempo que utilizei o Hoteis.com e não tenho comentários pessoais a fazer sobre atendimento e resolução de problemas. De qualquer forma, é um site de confiança, que está entre os maiores do mundo.

Direto pelo site do hotel

Se já sabe onde ficar, pode fazer isso, afinal, muitos sites de hotéis tem seus próprios mecanismos de reserva. A maioria está longe de ter o mesmo nível de clareza e usabilidade dos grandes sites internacionais, como Booking ou Trivago, mas dão pro gasto, como no caso das redes Ibis e Mercure, por exemplo.

Bom para eles, que não pagam comissão nas reservas feitas em seus próprios sites. Para os clientes, o preço geralmente fica a mesma coisa. Alguns hotéis tem tarifas especiais para reservas no próprio site, mas isso raro. Por outro lado, tem hotéis que cobram até um preço mais alto.

Então, se continuar na dúvida entre Trivago ou Booking, também vale dar uma olhada no site do hotel. Ou até mesmo ligar. Mas, como o hotel provavelmente está em outro DDD, a tarifa do interurbano vai acabar com sua chance de economizar.

Resumindo, Booking ou Trivago?

Sede do Booking em Amsterdam, Holanda
Sede do Booking em Amsterdam, Holanda

Vou continuar com o Booking, às vezes utilizando também o Hotéis.com e o HostelWorld. Além das desvantagens listadas do Trivago, reparei também que mais de 90% dos preços mais baixos que ele encontra é no próprio Booking. Em segundo lugar vem o Hotéis.com e uma parcela irrisória de hotéis está mais barato em sites desconhecidos ou sistemas de reservas dos próprios hotéis.

Então, na dúvida entre Booking ou Trivago, recomendo que você também vá direto ao Booking, aproveitando as promoções e as vantagens na relação de longo prazo. E se acessar o Booking clicando nos links dos blogs de viagem, parte da comissão vai para o blogueiro que trabalhou duro em busca de dicas legais e você não paga nada a mais por isso*. Mas, se acessar via Trivago, uma comissão ainda maior vai para a empresa, que provavelmente vai gastar boa parte em novos comerciais de televisão insistentes.

* Assim como o Booking, os maiores sites de reservas também pagam comissão para quem indicou seu link. O próprio Trivago paga uma comissão por meio de seu programa de afiliados, a cada clique em seus links indicados. Então, independente de comissão, na dúvida entre Booking e Trivago, de forma isenta continuo indicando o Booking.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Chip Internacional: internet no celular em qualquer lugar do mundo

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

10 Comments

  1. Olá, Nivaldo. Acho que a comparação entre booking.com e hoteis.com não é tão simples assim, se levarmos em conta hotéis no exterior.
    Há que se considerar, no preço do booking.com (que cobra em dólar, salvo engano), a incidência do IOF de 6,38% se usar cartão de crédito. E no hoteis.com paga-se em real, ficando livre desse imposto, e 10% do valor pago nas diárias volta pra você como desconto em reservas futuras. Além da possibilidade de parcelamento.
    Então um hotel que parece mais barato no booking.com pode sair mais caro.

    • Nivaldo responder

      Olá, Rafael. Bom saber que é possível evitar a cobrança de IOF em hotéis internacionais. Esse extra de 6,38% realmente pode fazer a escolha final mudar de Booking para Hotéis.com, em caso de hotéis no exterior com preço similar. O mesmo vale para aluguel de carro, como comentei no post Como alugar carro no exterior sem pagar IOF. Obrigado por acrescentar com sua dica.

    • Izabel ozorio gemelli responder

      Oi,

      Durante muitos anos reservei somente com o Booking.com e de uns anos para cá passei a usar o Hoteis.com, mas tenho observado que a noite grátis, na verdade na grande maioria das vezes não tem nada de grátis, pois os preços estão mais caros. Liguei para Hoteis.com e fui informada de que eu teria que provar, depois de reservar e pagar, que tinha preço melhor em outro site. Perdi a confiança no Hoteis.com.

      • Nivaldo responder

        Olá, Izabel. Infelizmente problemas assim com reservas acontecem mesmo nos melhores sites. Eu continuo utilizando somente o Booking, que quase sempre tem os hotéis mais baratos, além de mais opções e vantagens como o Cliente Genius, que dá desconto.

  2. Eu fiz uma reserva e pediu para eu depositar 50 porcento do valor para eu garantir minha ospedagem tá certo

    • Olá, Eliana. Às vezes isso acontece, o que é mais comum com hotéis que não aceitam cartão de crédito, aí pedem um depósito mesmo, que em alguns casos pode ser até no valor total da hospedagem. Tem que olhar no e-mail que o Booking te mandou e também dentro da reserva no seu perfil lá, pra ver se isso foi avisado.

      Já me aconteceu de não ver essa mensagem de cobrança do hotel, chegar lá e me hospedar normalmente. Isso pode acontecer em viagens com data próxima, que não dá tempo deles cancelarem. Se ainda vai demorar a embarcar, pode ser que cancelem. Então olha nos detalhes da sua reserva e, se já tem a viagem confirmada, pode transferir. Isso se foi pelo Booking, que é o site mais confiável. Se escolheu algum site de reservas qualquer pelo Trivago, aí não sei se é seguro.

      Boa viagem!

  3. Nivaldo, quando vc diz que não encontrou nenhuma desvantagem no Booking, nao sei se chamaria de “desvantagem”, mas preferia chamar de “uma grande falha” o fato de não haver a opção de parcelar a reserva. Quando o Booking passar a fazer isso, aí sim, será o melhor site de reservas do mundo (do mundo? Rsrsrsrs).

    • Nivaldo responder

      Do mundo! Pois é, isso de parcelar qualquer coisa, inclusive hotéis, é um hábito brasileiro que talvez o Booking poderia adotar. Quem sabe um dia.

  4. Moço, poderia me tirar uma dúvida? Eu gostaria de saber se, caso eu faça a reserva pelo booking, pagando com o cartão, eu ainda terei que pagar pessoalmente ao hotel ou apenas pago no site?

    • Nivaldo responder

      Oi Caroline. Depende do hotel. Tem como ver o tipo de cobrança na página antes de confirmar.

      Alguns pedem cartão apenas como garantia de reserva. Por exemplo, se você não cancelar dentro do prazo ou não fizer checkin, eles cobram. Mas, se vc cancelar no prazo, nada é cobrado.

      Outros não aceitam cancelamento grátis. Então eles cobrarão de qualquer forma na data da viagem, você se hospedando ou não.

      Alguns poucos cobram no momento da reserva. É mais raro, até porque ninguém quer pagar antes, então eles perdem clientes para os outros.

      Raros hotéis no Booking não aceitam cartão. Esses você reserva sem comprometer nada. Mas geralmente eles enviam um e-mail pouco depois, pedindo transferência para garantir a reserva.

      O pior tipo: alguns hotéis dizem que não cobram reserva, mas descontam no cartão assim que você confirma. Aconteceu ontem comigo. Acho que é um comportamento errado deles, e devemos denunciar pro Booking.

      Entao leia com atenção os detalhes antes de confirmar a reserva. E qualquer problema, ligue pro Booking. O atendimento deles por telefone é muito eficiente.

Comentários