Turquia

Sabores de Istambul – Roteiro gastronômico de Érica Goulart

Um passeio pelas ruas de Istambul, experimentando que a cidade tem de melhor. Comidas típicas, doces, frutas e especiarias milenares.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A culinária turca é considerada uma das melhores do mundo. Num roteiro rápido em Istambul, dá para experimentar um pouco de tudo. Veja este artigo enviado pela @Erica Goulart, que já viajou para dezenas de países e encontrou na Turquia esse verdadeiro paraíso gastronômico.


Lembra de quando estudávamos na escola que os portugueses faziam caravelas para irem às “Índias” comprar tapetes, tecidos, porcelana e especiarias? Esta cidade era Constantinopla, que hoje é conhecida como Istambul. Essa cidade, impressionante e cheia de contrastes, tem o islamismo como religião principal. Consequentemente, o ritmo da cidade é regido pelas tradições muçulmanas.

O delicioso “Carnaval Turco”

O nono mês do calendário islâmico é o Ramadã. Durante este período, é obrigatório a quase todos os muçulmanos a prática do jejum e várias penitências. Ok, mas o que tem de interessante nisso? Assim que a lua nova é avistada no céu, se festeja o Id al Fitr, o banquete do fim do jejum. Traduzindo: 3 dias de feriado e festa pelos quatro cantos de Istambul, banquetes servidos ao ar-livre e shows por todas as partes. É o carnaval turco.

Comidas de rua e os sorveteiros malabaristas

E falando em banquete, sabe quais são as comidas que você vai encontrar pelas ruas quando estiver em Istambul? Castanhas torradas, milho cozido, muitas frutas e sucos de frutas, coco ralado, pirulitos feitos na hora, waffles gigantes recheados com creme de pistache e um espetáculo à parte que é o sorvete tradicional, o dondurma: é um puxa pra cá e um enrola pra lá, um malabarismo feito pelos sorveteiros na hora de servir o sorvete, que chama a atenção de crianças, velhinhos e turistas japoneses.

Os doces turcos, que são mundialmente famosos, podem ser encontrados em docerias centenárias, muitas delas especializadas no baklava (massa folhada encharcada de calda de mel e laranja). Embora tudo pareça maravilhoso e você vai ter vontade de provar um de cada, praticamente todos têm o mesmo gosto e são bem caros. Outro doce muito tradicional é o lokum, uma espécie de goma bem doce. Lá também existem alguns locais que vendem doces caseiros e recém-fabricados com ingredientes da região. Escolhi um que parecia um mousse, mas era uma versão com mais especiarias do nosso arroz-doce!

Como é o kebab turco na própria Turquia

Lá você também descobre que o famoso kebab não é um sanduíche feito de carne de cordeiro, e sim qualquer prato feito com carne. A propósito, é impossível você não encontrar, a cada 100 metros, um espeto giratório cheio de carne. Uma refeição rápida e barata é o sanduíche feito com carne fatiada desse espeto, pão tipo baguete e salada. Ah, e lá não se coloca molho picante no “tradicional Kebab turco”, como já vi em vários lugares da Europa e no Brasil. O que aparentou ser mais diferente de tudo foi o peixe fresco balik ekmek: você escolhe o peixe, eles grelham na hora e servem dentro de um pão com tomate, alface e cebola crua. Você ainda pode adicionar um tipo de vinagrete feito com pepino, repolho e cenoura. Vai encarar?

No verão, eles adoram acompanhar o kebab com o Ayran, uma coalhada rala e levemente salgada, que se toma bem gelada e agitada até espumar. Preciso dizer que é ruim? E olha que tentei gostar 3 vezes! Então meu lado caridoso sempre doava um Ayran a alguém, já que quase sempre o Ayran estava incluído no preço do Kebab.

Bebidas típicas da Turquia

Não é somente Ayran que se bebe na Turquia. Em todo lugar é fácil encontrar chás, geralmente de maçã e romã, servidos em uns copinhos lindos. E café, que é feito com a borra. O Raki é uma bebida super alcoólica (45%) com um sabor bem agradável de anis. Para beber, se mistura água gelada e ele fica com uma cor esbranquiçada. É considerada a bebida mais tradicional da Turquia.

Bazar das Especiarias de Istanbul

Para terminar nosso tour gastronômico pelas ruas de Istambul, vamos para nossa parada obrigatória: o Bazar das Especiarias (ou Bazar Egípcio). O segundo maior bazar da cidade é também o principal centro de venda de especiarias. Ali se pode encontrar inúmeros tipos de especiarias, como nigela, cardamomos, pimentas, açafrão, cravo, canela, baunilha, curry e muitos outros. Mas também não só de especiarias vive o Bazar das Especiarias: lá também tem muitas frutas-secas (a maioria damasco), mel ainda no favo, doces e até caviar!

Como toda metrópole, é claro que Istambul também tem as maiores redes fast-food, assim como os restaurantes mais famosos do mundo. Porém, com tantas opções locais, comer é a forma mais fácil de se imergir naquela cultura, além de que, os temperos ali utilizados são bem suaves e adequados ao sistema digestivo ocidental. Então, podem experimentar sem medo. E boa viagem!


Gostou das dicas gastronômicas de Istambul?

Então aproveita e segue a Érica no Instagram, que por lá tem muito mais.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Erica Goulart (@erigoulart) em


Créditos: foto em destaque (mercado de especiarias em Istambul) feito por @miteneva e foto de hamburgueria feita por @ozansafak, ambas com direitos autorais livres.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Chip Internacional: internet no celular em qualquer lugar do mundo

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Comentários