América do Sul

4 destinos inclusivos para visitar na América do Sul

Uma cidade inclusiva é aquela capaz de receber todos os tipos de viajantes, independente de raça, gênero ou orientação sexual. Conheça 4 destinos inclusivos na América do Sul.

Viajar e descobrir novas culturas é uma das experiências mais enriquecedoras que podemos vivenciar. E se o destino for inclusivo e não for tão distante, fica ainda melhor. Conheça 4 destinos inclusivos para visitar na América do Sul.

É importante saber que o conceito de inclusão não diz respeito somente à comunidade LGBTQIA+. Quando falamos de destinos inclusivos, aspectos como igualdade de gêneros, respeito às diferenças e a não violência verbal ou física contra a mulher também são considerados.

A proposta de ambientes inclusivos vai além do segmento turístico. Negócios, estabelecimentos e até aplicativos já contam com diretrizes claras para uma linguagem e um comportamento capaz de acolher as diferenças.

A tendência é que, à longo prazo, a sociedade consiga lidar melhor com as opções de cada pessoa. Enquanto essa construção acontece, você pode conhecer alguns destinos inclusivos para visitar na América do Sul.

1. Montevideo – Uruguai

O Uruguai, como um todo, é considerado um dos dentinos mais inclusivos da América Latina, especialmente por ter uma política pública que respeita as diferenças. O país conta com leis como antidiscriminação, adoção para famílias homoparentais e casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Por incentivar um tratamento igualitário, a população costuma lidar com todos os turistas com a mesma qualidade, o que se reflete nos números de visitantes. Anualmente, o Uruguai costuma receber um número de turistas equivalente à sua população.

A capital, Montevidéu, é o destino mais buscado do Uruguai, com uma grande oferta de atrações turísticas, bons restaurantes e bares direcionados para o público LGBTQIA+. Você também pode incluir as cidades de Colonia del Sacramento e Punta del Este no roteiro de destinos inclusivos.

2. Bogotá – Colômbia

Bogotá é uma das capitais mais importantes da América do Sul, reunindo na mesma cidade diferentes tipos de pessoas, o que faz com que o sentimento de igualdade esteja sempre presente.

Eleita como o melhor destino turístico LGBT+ pela Feira Internacional de Turismo (FITUR), em 2017, Bogotá conta com uma boa variedade de atrações turísticas, além de bares, teatros e restaurantes com propostas inclusivas.

Mais uma vez, a modernidade da cidade faz toda a diferença para o pensamento da maioria dos moradores de Bogotá, que estão acostumados a receber turistas de toda parte do mundo.

Com um histórico de tráfico de drogas forte nos anos 80, Bogotá se esforçou em criar políticas de proteção pública, o que torna a cidade uma das capitais mais seguras também para as mulheres.

3. Buenos Aires – Argentina

Moderna, descolada e pertinho do Brasil, Buenos Aires é também uma das grandes cidades mais inclusivas da América do Sul.

A capital argentina pratica conceitos importantes de igualdade no tratamento das diferenças. Existem lugares famosos em Buenos Aires que celebram a comunidade LGBTQIA+.

Além de contar com uma estação de metrô dedicada ao ativista gay Carlos Jáuregui, Buenos Aires já foi sede da Conferência Internacional de Turismo LGBT e anualmente realiza eventos com shows, exposições e espetáculos direcionados para a comunidade.

Sabia que você pode estudar espanhol de forma inclusiva?

Uma boa maneira de se preparar para a viagem é aprendendo espanhol de forma mais adequada à sua realidade de raça ou identidade de gênero. Como fazer isso? O aplicativo Babbel tem conceitos de linguagem inclusiva em suas lições. Assim você estuda de uma forma melhor ambientada à sua vida.

4. Florianópolis – Brasil

No Brasil, um dos destinos inclusivos mais conhecidos é Florianópolis, que prepara uma temporada diferente em meio à pandemia do novo coronavírus.

Como pontos altos, Florianópolis conta com uma animada vida noturna, opções de praias de beleza única e locais bastante frequentados pela comunidade LGBTQIA+, como a famosa Praia Mole e sua vizinha, a Praia da Galheta.

Por ser uma capital, consegue manter um pensamento mais moderno, com boa parte da população apta para atender e conviver com as diferenças.

A verdade é que com as restrições de viagens estabelecidas em vários lugares do mundo, visitar as cidades brasileiras como Florianópolis, ou destinos dentro do nosso continente, é uma ótima opção.

Ao optar por destinos inclusivos para viajar, você está incentivando que outros locais repliquem diretrizes que respeitam as diferenças, ampliando o leque de possibilidades para um futuro cada vez mais amigável para todos.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Comentários