Cansei de ver na internet que Florença é a cidade mais linda do mundo. Ou, no mínimo, está sempre listada entre as 10 mais. Por isso fiquei bastante desapontado com a capital da Toscana, embora no último segundo, tenha acontecido algo surpreendente.

Não que Florença seja feia. A cidade tem todo aquele charme medieval do interior da Itália, com ruelas estreitas, mercados, lojas de grife e dezenas de pontos turísticos.

A culinária também é excelente, com o típico sanduíche de tripa “lampredotto” vendido a cada esquina e pizzarias famosas, como Il Pizzaiuolo, onde comi a melhor pizza da minha viagem, embora tenha sido pessimamente atendido.

Florença não é essa coca-cola toda.

A primeira decepção foi o transporte público. Depois de chegar na estação Santa Maria Novella, fiquei preso lá por duas horas, tentando pegar o ônibus certo. Quando chegava de um lado da rua, o motorista me mandava pro outro lado. Sempre de maneira grosseira. Só consegui ir embora de trem, pra estação Campo Marte, mais perto do meu hostel.

A segunda decepção foi chegar ao lado do Duomo e só ver uma paredão sem graça. Fiquei pensando como as pessoas tiravam fotos tão bonitas dele.

A terceira decepção foi o centro histórico, mais sujo e desinteressante que o de outras cidades italianas, como Lucca, Bolonha e Roma, por exemplo. Inclusive passei por uma rua medonha, com “nóias” gritando e coagindo os turistas. Nem no centro de São Paulo vejo isso.

Por fim, achei a Ponte Velha (Ponte Vecchio) do Rio Arno uma armadilha pra turista, cheia de lojas caras e tumultuada. Além de tudo, nem fotogênica a tal da ponte é.

Salvo no último minuto

Na minha última tarde em Florença, resolvi investigar na internet de onde as pessoas tiram aquela clássica foto do Duomo di Firenze, como é conhecida a Catedral Santa Maria del Fiore.

Descobri que é da Piazzale Michelangelo, um mirante no alto do morro, do outro lado do rio. Corri pra estação de trem e fiquei lá tentando pegar o ônibus certo até a praça – Lembrando o quão complicado é o transporte público em Florença (Por isso é importante saber como chegar na Piazzale Michelangelo).

Depois de circular por boa parte do centro histórico, cruzar uma ponta afastada e subir ladeira acima no ônibus cheio de turistas, finalmente cheguei ao que poderia ter sido minha primeira parada em Florença, mas acabou sendo a última.

Piazzale Michelangelo

Cheguei exatamente na hora do pôr do sol. Que sorte! A vista lá de cima é mesmo espetacular. Firenze, que estava me irritando desde o primeiro segundo, se mostrou mesmo uma linda cidade. Descobri que o mirante de Florença é melhor ponto turístico da cidade.

Do alto da Piazzale Michelangelo dá pra ver as belas torres e cúpulas que marcam o skyline de Florença. Dá pra ver também as pontes sobre o Rio Arno, que daquela altura mais parece – me perdoem pelo clichê romântico – um fio de prata cortando o horizonte da Toscana.

Realmente um lugar muito lindo, especialmente no pôr do sol. Por ter chegado lá na última hora e depois de passar algumas raivas em Florença, só me fez valorizar ainda mais aquele panorama espetacular.

piazzale michelangelo florence

De todos os pontos turísticos de Florença, considero que a vista da Piazzale Michelangelo é o único realmente essencial. Embora as fotos fiquem todas perfeitas, nada se compara a ver tudo aquilo ao vivo e a cores. E que cores.

No caminho pro hostel

Descendo a pé da Piazzale Michelangelo, pensei que nada mais me impressionaria em Florença. Aliás, a descida é toda espetacular, com a vista se modificando levemente a cada degrau, possibilitando novos ângulos e com belíssimas construções históricas se revelando por detrás das árvores.

Já em “terra firme”, cruzando a ponte Giovanni da Verrazzano, vi outra cena indescritível – Mas vou tentar descrever.

O sol já estava dando seu último suspiro, partindo no horizonte exatamente acima do Rio Arno, que refletia toda a cena, incluindo a arquitetura de Florença. Nesse momento passou um remador, cortando o rio suavemente, no ritmo exato que deveria ser. Tirei o máximo de fotos que consegui.

Apoiado no parapeito da ponte e deslumbrado com a cena, me virei para guardar a câmera, dando um passo rápido para o meio da ciclovia ali em cima. No susto, só vi uma garota de bicicleta se desviando de mim bruscamente, quase se jogando no meio dos carros. Pois é, quase causei um acidente pra tirar um foto, que no fim das contas nem ficou tão boa assim.

Obrigado, Florença.

Seu pôr do sol é realmente lindo quando visto do lugar certo, iluminando seus outros pontos turísticos. Apenas por essa vista espetacular da Piazzale Michelangelo, e nada mais, você merece estar entre as cidades mais bonitas do mundo.

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários