Planejamento de viagem

Cuidados e dicas de viagem em tempos de Coronavírus

O COVID-19, também conhecido como Novo Coronavírus, surgiu no interior da China e rapidamente se espalhou pelo mundo. Perigoso e letal, ele tem feito muita gente cancelar as férias. Como não desistimos de viajar nunca, pensamos em alternativas para driblar a doença e viajar de forma mais segura.

O primeiro passo para evitar a contaminação pelo Coronavírus é saber as formas de contágio. Segundo a Organização Mundial de Saúde, a doença pode ser transmitida das seguintes formas:

  • Contato pessoal próximo com pessoas infectadas.
  • Tosse, espirro ou saliva de pessoas infectadas.
  • Tocar a boca, o nariz ou os olhos após ter contato com pessoas, objetos e superfícies contaminadas.

Mas se você faz parte do grupo de risco, que são idosos com mais de 60 anos e pessoas com doenças preexistentes como diabetes e cardiopatias, o mais recomendado é realmente ficar em casa.

E nunca se esqueça do seu álcool de gel de bolso. Com ele você pode esterilizar as mãos depois de pegar em alguma coisa ou quando algum desconhecido insistir no aperto de mão.

Cuidados com o Coronavírus ao viajar de avião

Centenas de pessoas de lugares diferentes sentadas juntinhas durante horas. Comendo juntas, espirrando juntas, usando o mesmo banheiro. Vai dar ruim, certo? É possível. Inclusive quem viajou de avião em assentos próximos a suspeitos de estarem com a doença, está sendo colocado em quarentena.

Se você quer muito ir para outro país ou estado e não pensa em cancelar sua viagem, saiba que o ar que circula no avião passa por filtros que retiram vírus e bactérias. Ou seja, não é pior do que estar num elevador ou num ônibus, por exemplo. De qualquer forma, é importante se prevenir e seguir dicas básicas:

  • Procure viajar no assento da janela. Ele é o mais isolado de contato com outros passageiros.
  • Não pegue a revista, não toque nos controles de TV, não toque objetos alheios.
  • Evite tocar os olhos, a boca e o nariz.
  • Pode usar máscara cirúrgica para se sentir mais protegido, apesar do uso ser recomendado apenas aos doentes.

Prefira viajar de carro

Como ônibus enfrentam os mesmo problemas dos aviões, com a desvantagem de serem menos higienizados, a melhor alternativa é viajar de carro. Por isso, mais do que nunca, é tempo de pegar a estrada. Afinal, quanto menos gente por perto, menor a chance de contrair o Coronavírus.

E toda cidade tem algum destino turístico interessante próximo. Principalmente se você mora numa cidade grande, como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, entre outras, dar uma escapada para o interior é melhor do que ficar no meio da multidão.

O que planos de seguro viagem cobrem em casos de Coronavírus

No início do surto de COVID-19, uma doença nova e desconhecida, os viajantes foram pegos de surpresa. Isso porque surtos de vírus e epidemias tradicionalmente não são cobertos pelas seguradoras. Mesmo nos planos mais completos, ainda não existem coberturas específicas para tratamento de Coronavírus.

As principais seguradoras cobrem apenas o atendimento emergencial até o diagnóstico da doença. É o que informa a Seguros Promo, comparador de preços com várias seguradoras parceiras.

Por exemplo, você está numa viagem internacional, devidamente segurado. Ao se sentir mal, pode procurar um médico. A consulta obviamente será por conta do plano, assim como os exames para descobrir do que se trata. A partir do momento que for constatada a presença do COVID-19 no organismo, você estará por sua conta ou, dependendo do país, do sistema de saúde local.

Se tem viagem marcada, nem sempre precisa cancelar

Cancelar uma viagem dá uma tremenda dor de cabeça e prejuízo financeiro. Alguns serviços de viagem estão oferecendo condições especiais e cancelamentos gratuitos de serviços como passeios turísticos e ingressos. Por exemplo, a Get Your Guide, um dos maiores sites de turismo do mundo, afirmou que vai reembolsar atividades canceladas com até 24 horas de antecedência.

No caso de hospedagem, que costuma ser o gasto mais alto, sites de reservas não estão facilitando.

Por isso recomendo sempre reservar hotéis na categoria “cancelamento gratuito”. Isso geralmente custa um pouco mais. Mas esse gasto extra, em média de 10% a mais, garante ao cliente a possibilidade de cancelar a reserva, em média até 24 horas antes do check-in, e ter um reembolso integral.

Assim, recomendo cancelar sua viagem apenas se é para alguma das áreas com mais casos de Coronavírus. Até o momento, evite viajar principalmente aos seguintes países:

  • China
  • Coreia do Sul
  • Irã
  • Itália (especialmente a região de Milão)
  • Alemanha
  • França
  • Japão
  • Estados Unidos (especialmente o estado da Califórnia)
  • Suíça

No Brasil, a cidade de São Paulo concentra a maioria dos casos confirmados de Coronavírus até o momento. Então, se você mora em São Paulo, utiliza muito ônibus e metrô, trabalha num grande edifício de escritórios ou em contato com o público, é melhor tirar logo suas férias do que ficar na cidade.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários