Complementando nosso roteiro em NYC, aqui vai mais uma dica de passeio legal no Brooklyn. No último dia de viagem, visitei o MOFAD LAB (Museum of Food and Drink), que faz o tipo museu interativo, onde é possível sentir aromas, provar pratos típicos e conhecer um pouco mais da história da gastronomia mundial.

Ele fica numa simpática rua entre os bairros de Greenpoint e Williamsburg. É um ótimo passeio para fazer em família e com crianças. Criado em 2013, ainda é pouco conhecido entre turistas e por isso é um lugar tranquilo, sem filas e sem estresse, diferente de todo o resto de Nova Iorque.

Uma viagem pelo mundo da gastronomia

Esse mapa fica na entrada do MOFAD e já dá um gostinho do que está por vir. Ele mostra comidas típicas do mundo inteiro que podem ser provadas por lá. Pelos furos em pontos vazios, dá pra perceber que o cardápio muda. Por exemplo, reparei que já tiveram algum prato brasileiro que não estava disponível no dia da minha visita.

A máquina de aromas

Essa geringonça reproduz aromas de diferentes alimentos. Sabe aquele salgadinho que tem cheiro de churrasco? E aquele chiclete de banana? E a bolacha com recheio de morango? Então, é tudo química e aqui você pode sentir esses e outros aromas artificiais, como canela, amêndoas, tangerina e manteiga. Entretenimento garantido para adultos e crianças.

Segundo o museu, é uma invenção própria. Aliás, muitas coisas por lá são. Daí vem o LAB no nome do museu. Sobre essa máquina em questão, achei interessante e cheirei quase tudo. Alguns aromas são bem realistas, outros passam longe do cheiro real da coisa. Assim como acontece com sabores e aromas de alimentos industrializados mesmo. Pra mim, o maior exemplo é a banana. Ninguém nunca conseguiu reproduzir seu cheiro real em laboratório.

Comer, essa é a melhor parte

Museu para quem não gosta de museu tem que ter comida. E essa é a melhor parte do MOFAD. Lá tem esse “Tasting Bar”, onde os visitantes podem experimentar pratos da comida chino-americana, criada por imigrantes chineses nos Estados Unidos. Dependendo do ingresso que comprar, será uma pequena porção ou uma refeição completa, incluindo sobremesa. Essa experiência gastronômica é chamada de CHOW e você vê o cardápio aqui no site oficial.

Quer saber a sua sorte? Então, coma à vontade esse típico “biscoito chinês” criado por imigrantes chineses nos Estados Unidos, na época da corrida do ouro. Antes de viajar para trabalhar nas construções das estradas de ferro, eles trocavam esses biscoitos com mensagens de boa sorte. Nem sonhavam que se tornaria hábito em restaurantes chineses até no Brasil.

Ingressos e horários para visitar o MOFAD

É possível comprar ingressos antecipados pelo site oficial, onde também está a agenda com o horário de funcionamento. Atenção! O museu funciona somente sextas, sábados e domingos, entre meio-dia e 18h. Eu comprei na portaria do local mesmo e foi o mesmo preço divulgado no site. Fora os eventos especiais, os horários quase sempre são os seguintes:

  • Ingresso adulto (18+): U$ 14
  • Tarifa reduzida (estudantes e idosos): U$ 10
  • Meia entrada (6 a 17 anos): U$ 7
  • Gratuito para crianças de até 5 anos

Endereço: Bayard Street, 62

Mural com explicações sobre a história da culinária chinesa nos Estados Unidos
Entrada do MOFAD, minha dica de museu para ir com crianças no Brooklyn e fazer um roteiro criativo em Nova Iorque. Veja mais dicas no post Roteiro NYC.
Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo

Descontos para economizar na viagem

Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários