Porto Alegre

Como é o passeio de barco no Lago Guaíba, em Porto Alegre

Veja Porto Alegre por outro ângulo nesse passeio de barco que parte do Centro Histórico.

Finalmente fiz o principal passeio de barco em Porto Alegre, pelo Lago Guaíba e Rio Jacuí. Encontrei informações muito confusas quando fui planejar o passeio, por isso aqui vão dicas práticas, com preços, local de embarque e se vale a pena embarcar, literalmente, nessa experiência.

Confesso que eu esperava menos do passeio, realizada pela empresa Cisne Branco. Mas a qualidade do barco e seu roteiro pelas águas turvas me surpreenderam, com direito a uma bela vista de Porto Alegre e locais emblemáticos, como a Usina do Gasômetro.

Saiba mais: O que fazer em Porto Alegre

Pessoal, eu fiz esse vídeo abaixo pra vocês entenderem melhor como é por dentro do barco e o que esperar do passeio. Tá assim, digamos, um vídeo raiz, porque foi o primeiro que narrei e editei. Tá brega mas pode ser útil.

Preço do passeio

Atualmente existem seis tipos de passeios de barco operados pela mesma empresa, a Cisne Branco. Eu fiz o passeio básico e mais barato, chamado de “navegando pelo Guaíba”, com  1 hora de duração. Paguei R$ 40 no ingresso, comprado na bilheteria local  . É o mesmo valor informado pelo site oficial da empresa e aceita cartão de crédito.

Também são realizados passeios mais longos, como no happy hour com música ao vivo e no passeio à noite. Tem até um passeio com almoço incluso. Mas, para uma primeira vez, recomendo fazer o passeio mais rápido mesmo, que é uma espécie de “city tour” no lago.

Valores dos principais passeios:

  • Navegando no Guaíba: R$ 40 (esse que eu fiz)
  • Passeio almoço: R$ 100
  • Happy Hour com música ao vivo: R$ 45
  • Passeio noturno: R$ 65
  • Projeto ecológico: R$ 72

Local de embarque

Meu embarque no passeio da Cisne Branco aconteceu em frente ao guichê da empresa, localizado no Terminal Hidroviário de Porto Alegre.

É muito fácil de chegar. Em pleno Centro Histórico de Porto Alegre, em frente ao Mercado Público, está a Estação Mercado do trem. Basta descer para a estação e atravessá-la até a outra saída, de lá da avenida. Percorra alguns metros em local ermo e já vai avistar o Guaíba e o guichê da Cisne Branco.

Eu fui a pé durante o dia e achei tranquilo, apesar do calor e de terem me dado informações erradas pelo caminho. Mas se for à noite, é mais seguro ir de táxi/app de transporte até o local de embarque. Pois, como disse, a região é bem abandonada.

Como é o barco da Cisne Branco

A embarcação utilizada no passeio me surpreendeu. Eu esperava um barco velho, de apenas um pavimento, tipo uma balsa. Nada disso.

O barco da Cisne Branco tem três pisos. O pavimento “térreo” é onde fica o restaurante, que serve lanches, bebidas e frios. Mas, sinceramente, no passeio de uma hora, não há porque comer. Tem várias mesas, de onde podemos ver o lago pelas janelas. À frente, na proa, há pequeno espaço aberto, caso queria encenar de braços abertos, à la Titanic.

No piso inferior, em parte abaixo do nível da água, está a boate do barco, com direito a pista de dança e luzes piscando. Único ambiente com ar-condicionado, foi onde passei boa parte do passeio, tentando suportar o calor do Maranhão que fazia em Porto Alegre.

O terraço do baco é o ambiente mais bacana e de onde temos as melhores vistas. Passei pouco tempo lá, devido ao sol forte. No inverno, imagino que o frio seja o ponto negativo.

Trajeto do barco no Lago Guaíba

O passeio é “guiado” por uma gravação, em bom volume e bem narrado. Então acho que a rota seja sempre a mesma que eu fiz.

Logo nos primeiros metros de passeio, já podemos observar a silhueta do Centro Histórico de Porto Alegre, emoldurado pelos armazéns amarelos do Cais Mauá.

Em seguida, nos enveredamos pelo Delta do Jacuí, que congrega vários rios na formação do Lago Guaíba. Entrando no próprio Rio Jacuí, passamos por entre a Ilha da Casa da Pólvora e a Ilha da Pintada, tudo com explicações do áudio-guia.

Pra mim, a parte mais esperada do passeio era a Ilha das Flores, que ficou famosa no premiado documentário de Jorge Furtado, narrado por Paulo José.

Então vale a pena fazer o passeio?

Achei o passeio bem legal e acho que compensa sim embarcar no barco da Cisne Branco.

Passamos por matas e pequenas cidades à beira do rio, observando outras embarcações e jetskis fazendo manobras para ostentar em frente aos passageiros. Uma paisagem corriqueira para alguns, mas muito interessante se observar as localidades enquanto presta atenção no áudio-guia.

A parte mais interessante é mesmo observar Porto Alegre por um outro ângulo, de onde provavelmente você vai tirar as melhores fotos da sua viagem.

Horários do passeio

Esse passeio que fiz acontece três vezes por dia, todos os dias da semana. Horários de saída:

  • 10h45
  • 15h
  • 16h30

Eu fui no barco das 15h e acho que foi a pior escolha possível para o verão. Estava um calor horroroso e, como falei, só tem ar-condicionado no piso da boate, de onde se tem a pior vista. Se for num dia quente, recomendo embarcar no último horário, às 16h30.

Segundo o site oficial, o passeio das 15h precisa de no mínimo 15 pagantes para acontecer. Ou seja, mais um motivo para evitar esse horário. Os demais horários têm saída garantida.

No meu passeio, num domingo, o barco não estava nem com a metade da lotação. Comprei o ingresso na hora mesmo. Imagino que dificilmente vá sair lotado. De qualquer forma, pode comprar o ingresso com antecedência no site oficial, se preferir.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
      • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários