Não falta o que fazer em Porto Alegre. A capital gaúcha tem um belo centro histórico (repleto de museus), uma vida noturna agitada e ótimos lugares para comer. Tudo isso sem gastar muito, pois é uma cidade relativamente barata.

Descubra agora quais são os melhores programas da cidade, médias de preços e sugestões para o seu roteiro de viagem. Listamos os melhores parques, os museus imperdíveis e um passeio de barco no Lago Guaíba.

Veja também quais são os 10 principais pontos turísticos de Porto Alegre, o que também vai ajudar você a decidir o que fazer na maior cidade do Rio Grande do Sul.

Planejamento básico de viagem a Porto Alegre:
        • Melhor época – Prefira viajar em meses de clima ameno, como abril, maio e setembro. Evite o frio polar do inverno em junho, julho e agosto, e o calor infernal de dezembro, janeiro e fevereiro.
        • Hospedagem – Se prefere agito e vida noturna, fique no bairro Cidade Baixa. Se gosta de luxo e gastronomia, tem o Moinhos de Vento. Expliquei todos no guia Melhores bairros de Porto Alegre.
        • Dica de hotel –  Bom e barato, recomendo o Eko Residence. Quer a melhor localização possível? Fique no Laghetto Moinhos.
        • Transporte – Não vale a pena alugar carro em Porto Alegre. A cidade é compacta e sai mais barato utilizar táxis e aplicativos. Na chegada no aeroporto, pode sair de lá utilizando o Metrô de POA.
        • Passeio imperdível – O roteiro pelo Centro Histórico (item 1) é obrigatório.

O que fazer em Porto Alegre – 11 lugares e passeios imperdíveis

Viajei a Porto Alegre três vezes nos últimos dois anos, em diferentes situações. Primeiro, junto a um casal de amigos gaúchos, fizemos um roteiro menos turístico. Depois, voltei em casal e também sozinho, dessa última vez focado em conhecer as atrações turísticas mais importantes.

Por isso, acho que vivenciei os diferentes lados da capital gaúcha. Entenda como aproveitar Porto Alegre por completo, de lugares clichê a dicas diferentes.

Olha só o que selecionei, com base nas melhores experiências que tive, para você planejar muito bem o que fazer em Porto Alegre e ir direto aos melhores lugares:

1. Roteiro Cultural no Centro Histórico de Porto Alegre

O Centro Histórico de Porto Alegre é um dos mais interessantes entre as capitais brasileiras: compacto, preservado e com muitas atrações culturais gratuitas.

Perfeito para uma caminhada.

A dica é começar o roteiro pela Casa de Cultura Mário Quintana, um grande espaço cultural com bibliotecas e instalações criativas de arte. Mais alguns passos, já encontre o MARGS (Museu de Arte do Rio Grande do Sul) e seu riquíssimo acervo de pinturas e exposições.

Ao lado do MARGS, o Memorial do Rio Grande do Sul é um tanto menor e menos turístico, mas também tem entrada grátis e vale uma visita rápida. Ao lado dele, o Farol Santander é o mais moderno e descolado espaço cultural do centro, com mostras tecnológicas, embora seja o único que cobre entrada.

Preços dos locais visitados no roteiro:
Casa de Cultura Mário Quintana / Entrada grátis
MARGS – Museu de Arte do Rio Grande do Sul / Entrada grátis
Memorial do Rio Grande do Sul / Entrada grátis
Espaço Cultural Farol Santander / R$ 15 a entrada inteira

2. Visita gastronômica ao Mercado Público de Porto Alegre

Parte do passeio no Centro Histórico, ele merece uma capítulo à parte. Afinal, é uma excelente parada para lanchar e comprar algumas lembranças de Porto Alegre.

Há mais de 150 anos em funcionamento e reconstruído diversas vezes após incêndios, o Mercado Público de Porto Alegre é o melhor lugar para entender um pouco da cultura gastronômica porto alegrense.

Dentro do “Mercadão de Porto Alegre” estão bancas de frutas, artigos regionais, verduras, queijos, vinhos etc. Quer apenas comprar uma cuia ou uma bomba de chimarrão? Este também é o lugar certo.

Nas laterais do mercado estão bons restaurantes. Recomendo almoçar no histórico Gambrinus, em funcionamento desde 1889, provavelmente um dos restaurantes mais antigos do Rio Grande do Sul.

3. Embarque no Cisne Branco, em passeio pelo Lago Guaíba

Sim, tem como fazer um passeio de barco pelo Lago Guaíba. Não sei se é o único, mas o principal passeio pelo “mar de Porto Alegre” é no barco da empresa Cisne Branco. Praticamente um mini-cruzeiro à moda gaúcha.

Eu fiz o passeio básico, que tem 1 hora de duração e custa R$ 45.

No trajeto, o barco passa por lugares como a Ilha da Pintada e oferece o melhor ângulo para fotos de Porto Alegre, especialmente do Cais Mauá, onde acontece o embarque do passeio.

Para saber todos como é dentro do barco e ler um relato sincero da experiência, veja nosso post: Como é o passeio de barco turístico no Lago Guaíba.

É fácil combinar o passeio de barco com o roteiro no centro, pois o local de embarque fica a poucos metros do Mercado Público, e também da Estação Mercado do metrô de Porto Alegre. Tá sozinho em Porto Alegre? Esse é um ótimo passeio para fazer. Tá em casal? Faça o romântico passeio ao pôr-do-sol.

5. Vá no Brique da Redenção – Só no domingo!

Tem um final de semana no meio da sua viagem a Porto Alegre? Então você não pode perder a feira mais importante da cidade, que acontece aos domingos no Parque Farroupilha, perto da Cidade Baixa.

No Dicionário de Gauchês, brique significa troca. Mas, nessa feira, seu dinheiro é aceito. Em algumas bancas, cartão de crédito também. Vende-se de um tudo no local. De antiguidades a capinhas de celular, além de roupas, artesanatos, estátuas, tapetes e outros utensílios.

E se bater a fome, dê uma parada numa das bancas de comidas e saboreie algum lanche gaúcho.

Acontece somente aos domingos, das 9h às 17h.

6. Fim da tarde com chimarrão no Gasômetro

Não tem programa mais gaúcho do que tomar um chimarrão no final da tarde. E não existe em Porto Alegre um lugar tão adequado para um “chimas” como a orla do Lago Guaíba, a “beira-rio” da capital.

O calçadão foi revitalizado costuma ser bastante movimentado de uma ponta à outra. Mas o ponto mais animado é nos gramados ao redor do Gasômetro, um interessante espaço cultural (que está em obras há alguns anos).

Ótimo lugar para ir em casal ou puxar papo com desconhecidos, coisa que os gaúchos adoram fazer. Então leve sua cuia de mate, sua térmica e curta o visual do pôr-do-sol nas águas do Guaíba. Se busca um programa legítimo, essa é sua praia.

7. Rua Padre Chagas, a Oscar Freire de Porto Alegre

Quer fazer um passeio menos turístico? Então junte-se aos locais nas ruas do bairro mais luxuoso de Porto Alegre, o Moinhos de Vento. O ápice do bairro é a Rua Padre Chagas, repleta de butiques caras, o que levou à comparação com a Rua Oscar Freire, de São Paulo.

O bairro todo é uma ostentação. Lojas de luxo, carros importados e um shopping inteiro que assusta o bolso da classe média. Mas, ostentação à parte, tem uns cafés legais no bairro e outros lugares que merecem uma visita.

A questão é decidir o que fazer no bairro. Tá com as amigas madames? O Vive le Café é uma boa parada. Bateu uma fome? A Severo Garage tem hambúrgueres enormes. E a Santi Pizzería Napoletana é realmente boa.

8. Experiências gastronômicas em Porto Alegre

Você reparou que, em quase todas as sugestões sobre o que fazer em Porto Alegre, tem dicas de lugares para comer? Pois é, não tem jeito. Comer bem é uma tradição gaúcha que deve ser seguida pelos viajantes.

Tive a oportunidade de conhecer bons cafés, cervejarias e restaurantes em Porto Alegre. E aqui vão os lugares que mais gostei e recomendo:

  • Cafés e lanches: No Moinhos de Vento, vá no chique Vive le Cafe ou no hipster Ginkgo 788. No Centro Histórico, o Café à Brasileira é uma boa parada em meio ao caos.
  • Restaurantes históricos: dentro do Mercado Público estão dois dos mais antigos restaurantes de POA, o Gambrinus e o Naval, ambos de pratos bem servidos.
  • Melhores churrascarias: Minha preferida é a Costela no Roletchê, especialista em rodízio de costelas. Outros dois clássicos são a Freio de Ouro e a Churrascaria Giovanaz.
  • Para comer bem e barato: vá de XIS, o “podrão” à moda gaúcha. O XIS do Gelson é um dos maiores e melhores. O Cavanhas tem mais unidades que o McDonalds e continua bom.

9. Curta a noite em Porto Alegre!

Jovens e adultos joviais também tem muito o que fazer em Porto Alegre, capital com a vida noturna mais animada, na minha opinião, na região sul do Brasil.

Para quem viaja sozinho, com os amigos alcoólatras ou simplesmente pensa em cair na noite porto alegrense, não tem lugar melhor do que a Cidade Baixa. Mas é preciso se misturar, porque o público é bem eclético.

Durante o dia, a Cidade Baixa, ao lado do Centro Histórico, é um pacato bairro de classe média. À noite, suas ruas são possuídas por uma multidão meio grunge, meio rock, meio sertanejo universitário. Tem gente de tudo que é jeito, e tem lugar para todo mundo ir.

Dos bares com mesas nas calçadas, aos pubs com bandas de rock ao vivo, a Cidade Baixa ferve madrugada adentro, especialmente entre quintas e sábados.

Onde ir na Cidade Baixa?
Na rua com nome de militar, a General Lima e Silva, é que a contravenção acontece. Saia andando e encontre o lugar que mais combina com você. E se bater a fome da madrugada, não se desespere, pois nessa mesma rua estão duas unidades do Cavanhas, o mais famoso “XIS” de Porto Alegre.

10. Garanta sua melhor foto na escadinha colorida

Enquanto os turistas no Rio de Janeiro fazem fila por uma foto na Escadaria Selarón, essa simpática escadinha colorida em Porto Alegre passa despercebida por moradores e viajantes.

Mas não se faça de rogada.

Localizada no coração da Cidade Baixa, a Escadaria 24 de Maio é ornamentada com azulejos coloridos, exibindo desenhos e frases de pessoas famosas e moradores da região.

Vá durante o dia.

Enquanto há luz, passe pela escada e fotografe-se à vontade, embora sempre com aquele esperteza de quem sabe viver no Brasil. Mas, durante a noite, evite passar pelo local, devido a riscos de roubos.

11. Vá além de Porto Alegre

Sabia que Porto Alegre está a apenas 104 km de distância de Gramado? Então aproveite que está na capital e faça um passeio até a Serra Gaúcha.

Além de Gramado e Canela, conhecidas por seus parques temáticos como o Mundo a Vapor e o Mini-Mundo, entre outras atrações, a Serra Gaúcha tem outros destinos interessantes, como Bento Gonçalves, onde estão o Vale dos Vinhedos, famoso pela grande produção de vinhos, e o Caminhos de Pedra, roteiro histórico pelas origens das colônias italianas no no sul do Brasil.

Aqui no blog, já explicamos como chegar em Gramado. Apesar de ser viável ir e voltar no mesmo dia, recomendo dormir pelo menos uma noite, não sem antes ler nossas dicas de onde se hospedar em Gramado, um guia completo com sugestões de bairros e hotéis.

O que fazer em 1, 2 ou 3 dias em Porto Alegre – Dica de roteiro

Entenda o que fazer em Porto Alegre de acordo com seu tempo na cidade. Aqui no blog tem dicas mais completas, com itinerário e tudo, no post Roteiro em Porto Alegre.

Mas, pra resumir, aqui vão minhas sugestões de roteiros para quem tem de 1 a 3 dias na capital gaúcha e quer aproveitar o que a cidade tem de melhor:

Um dia em Porto Alegre 

Faça o roteiro básico pelos lugares mais importantes. Comece o dia no Centro Histórico, com visitas à Casa Cultural Mário Quintana, ao MARGS e outros museus. Almoce no Gambrinus, no Mercado Municipal. Faça o passeio de barco no Guaíba. Pôr-do-Sol no Gasômetro. Jantar e noite de balada na Cidade Baixa.

Dois dias em Porto Alegre

No segundo dia, vá conhecer os café e bares do bairro Moinhos de Vento, onde também está o Parque Moinhos de Vento, mais conhecido como Parcão. Gosta de inovação? Vá no Museu de Ciência e Tecnologia PUCRS. Pra jantar, lembre-se do restaurante Costela no Roletchê.

Se for domingo, comece o dia no Brique da Redenção e depois vá almoçar numa tradicional churrascaria gaúcha. Confira também a agenda de jogos do Grêmio e do Inter, e vá ao estádio conferir a paixão dos gaúchos pelo futebol.

Três dias em Porto Alegre

Bate e volta em Gramado. Sim, dá pra conhecer os principais pontos turísticos de Gramado em apenas um dia. Principalmente se estiver de carro. Mas recomendo mesmo é viajar na tarde do dia anterior, assim você tem mais tempo para passear pela Rua Coberta, jantar e conhecer outros lugares da cidade.

Dicas de Porto Alegre – Para planejar a viagem sem erro

Antes, respostas para dúvidas comuns que podem surgir na hora de planejar a viagem para POA:

  • Quando é melhor viajar a Porque Alegre: evite os meses mais frios e chuvosos (junho e julho) e os mais quentes (janeiro e fevereiro). Quer um mês de clima perfeito? Vá em abril ou maio.
  • Hospedagem: a principal dúvida é entre o nobre bairro Moinhos de Vento e o centro, rico em atrações de dia e deserto à noite. Detalhes no post Onde ficar em Porto Alegre.
  • Quantos dias ficar: dá pra conhecer o básico de Porto Alegre em apenas um dia inteiro. Mas vai faltar tempo para comer tudo o que é necessário e fazer passeios diferentes. Recomendo ficar no mínimo três noite.
  • Chegada: o Aeroporto de Porto Alegre é central, perto dos setores hoteleiros. De Táxi ou Uber, vai gastar entre R$ 10 e R$ 20 até seu hotel. Quer economizar? Tem metrô no aeroporto, que leva até a Rodoviária e ao Centro Histórico.

O que fazer em Porto Alegre, sob outro ponto de vista

Se todo esse conteúdo não foi o bastante pra você, ou se resta alguma dúvida, mande suas pergunta pelos comentários. Não tem tudo o possível aqui, senão eu passaria o resto da vida escrevendo. Mas se precisar, também posso ajudar com dicas de lugares para ir com crianças, dicas de passeios em Porto Alegre e cidades próximas, dicas de transporte e inclusive dicas para economizar.

Para ver alguns dos lugares indicados, com um ponto de vista diferente e ainda mais dicas de Porto Alegre, recomendo assistir a esse vídeo acima.

Se precisar de alguma ajuda mais específica, por exemplo, para escolher um hotel de acordo com seu perfil e orçamento, ou para montar um roteiro personalizado, mande um e-mail para nivaldo@buenasdicas.com.

E boa viagem para Porto Alegre!

Créditos: todas as fotos são autorais e pertencem ao blog Buenas Dicas. Caso tenha interesse em utilizar alguma delas de forma gratuita, solicite pelo e-mail nivaldo@buenasdicas.com.

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários