Em Praia do Forte, é importante estar bem localizado para fazer tudo a pé, como ir à praia e sair para comprar e comer. Mas é preciso tomar cuidado com o barulho dos shows, comuns na Alameda do Sol, a rua principal para o turismo.

Pensando em tudo isso, escolhi me hospedar no Praia do Forte Hostel (preços e reservas), que tem hostel no nome mas também funciona como pousada. Não é um lugar barato, mas em comparação com outras hospedagens, é o melhor custo-benefício de Praia do Forte para quem pretende fazer tudo a pé, como ida a passeios e restaurantes. E para quem prefere cozinhar, o hostel oferece cozinha compartilhada.

Importante! Esse post não é propaganda. Eu paguei pela hospedagem e por todos os passeios e ingressos e atividades que fiz em Praia do Forte.

A praia do centro de Praia do Forte, perto do hostel e de muitas outras pousadas. Nessa hora a maré já estava alta, quase acabando com a faixa de areia.

O que a pousada tem a ver com passeios e restaurantes?

Essa foi a parte mais legal do Praia do Forte Hostel (preços e reservas). Chegando lá, logo o atendente me entregou um panfleto com locais onde hóspedes da pousada tem descontos. É uma lista grande de restaurantes, lojas e com uma agência de turismo. E o melhor: hóspedes têm entrada grátis no Projeto Tamar.

Entrada grátis no Projeto Tamar

Pelo que sondei, ela é a única pousada que permite a entrada gratuita no complexo do Tamar, sendo que a entrada lá custa R$ 24 para adultos (valores atualizados aqui) e esse é um passeio essencial em Praia do Forte. Então, se for comparar com o preço da diária em outras pousadas, pode abater esse valor na conta.

Olha a vista das tartarugas no Projeto Tamar de Praia do Forte…

Desconto em passeios da Portomar Turismo

A poucos passos do hostel, está a maior agência de turismo de Praia do Forte, a Portomar. E é justamente lá que os hóspedes do Praia do Forte Hostel têm desconto. Por exemplo, o preço de tabela do passeio para observar baleias jubarte estava R$ 180. Eu, como hóspede do hostel, paguei R$ 150. O desconto varia de uma atividade para outra, mas no geral é acima de 10%.

Instituto Jubarte, primeira parada para o passeio de observação de baleias que fiz, aproveitando os descontos do hostel

Pra quem não quer encarar o enjoo da escuna em busca de baleias, a agência faz outros passeios, como quadriciclo pela Reserva de Sapiranga, até as ruínas do Castelo Garcia D’Ávila e passeio em canoa canadense pelo Rio Ipojuca. Pelo profissionalismo e atenção à segurança que demonstraram no passeio para observação de baleias, e pela boa estrutura, é uma agência de turismo que recomendo. O site deles é http://www.portomar.com.br/

Localização do Praia do Forte Hostel

Foi minha primeira viagem para Praia do Forte e é complicado entender as localizações sem conhecer pessoalmente (ou sem ver meu guia de Onde Ficar em Praia do Forte, que será publicado em breve). Mas acertei na mosca.

Esse misto de pousada e hostel fica numa rua paralela à Alameda do Sol, que é onde se concentram lojas, restaurantes e acontecem shows. E a menos de 10 minutos de caminhada pela própria rua do hostel, está o acesso para a praia. Então é prático ficar perto do que interessa. E por não ser na rua principal, o barulho dos shows não chega a incomodar. Se tiver apresentação à noite, dá pra ouvir um pouco, mas não é nada que atrapalhe o sono.

A quem já esteve em grandes cidades da Bahia e está preocupado com segurança: Praia do Forte é um local seguro e vigiado. Duplas de policiais fazem rondas o dia todo nas ruas da vila. Locais dizem que não há o que temer. Apesar desse assalto a turistas americanos que faziam o passeio do quadriciclo, não há mais casos recentes de crimes violentos na vila. O que pode haver é furto, então fique ligado a seus pertences, principalmente em grandes aglomerações.

Estrutura do Praia do Forte Hostel (preços e reservas)

A pousada é simples. Recepção com cadeiras, pátios central com jardim e quartos ao redor. Fiquei num quarto privativo com banheiro, com capacidade para quatro pessoas: uma cama de casal e um beliche. Por ter “hostel” no nome, fiquei na dúvida se colocariam mais gente no quarto, afinal sobrariam dois leitos. Mandei mensagem pelo Booking e logo me tranquilizaram. Ninguém entraria no meu quarto, hahaha.

Do lado de fora do quarto tinha uma rede. O café da manhã foi o melhor que já provei num hostel. Não tem frigobar no quarto, mas na recepção tem um freezer com água e outras bebidas, que a gente pode pegar e colocar na conta.

Vale a pena se hospedar no Praia do Forte Hostel?

Eu gostei bastante e recomendo. O pessoal é muito simpático. Estava tendo um encontro de biólogos, então até aproveitei para assistir a uma palestra, haha. Como falei, não é somente hostel, também vale como pousada barata, isso se comparar ao alto preço de outras pousadas em Praia do Forte. Lugar simples e bem estruturado, numa das melhores localizações da vila, de onde é tranquilo ir para a praia, para os restaurante e para o Projeto Tamar, onde a entrada é grátis para hóspedes.

Essa, sem dúvidas, é minha melhor dica de pousada em Praia do Forte. E aguarde que logo tem mais sobre essa viagem à Bahia, com mais dicas de passeios, praias e hotéis, como o Iberostar Bahia, onde passei dias de rei momo.

A rua do Praia do Forte Hostel chega a esse que é o principal acesso à praia. Menos de 10 minutos de caminhada até aqui.

 

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários