Campos do Jordão

7 dicas de Campos do Jordão (relato muito sincero)

Entenda como evitar ciladas e ter uma experiência melhor na sua viagem a Campos do Jordão.

Ah, Campos do Jordão. Linda nas fotos, a cidade mais famosa da Serra da Mantiqueira está longe de ser essa Coca-Cola toda. Nessas dicas de Campos do Jordão, entenda como aproveitar melhor seus dias e seu roteiro, mas veja também os problemas e ciladas.

Já fiz três viagens a Campos do Jordão, em diferentes épocas do ano. Não gosto de muitas coisas na cidade, mas como morava em São Paulo, era uma das melhores opções além das praias.

Vou começar essas dicas de Campos do Jordão com seu principais defeitos. Assim, se você achar que pode superá-los, siga em frente. Se não, recomendo buscar outro destino.

Vale a pena viajar a Campos do Jordão?

Depende. Por isso vou explicar porque sim e porque não conhecer a cidade.

        • Sim. Se você mora nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro ou Minas Gerais, numa cidade a não mais que 4 horas de carro de Campos do Jordão, vá tranquilo. A arquitetura europeia e o clima frio fazem valer a viagem. Sempre com atenção à dica número 1 deste artigo. Se está em casal e busca um destino romântico, pode ir sem pensar duas vezes.
        • Não. Precisa pegar um avião? Melhor ir para outro destino. Você gastaria muito tempo e muito dinheiro só para chegar em Campos do Jordão e comprovar que não valeu a pena. Também não vá se estiver com o orçamento muito curto. Economizar com hospedagem e comida, especialmente em dias frios, não faz vale o esforço.

7 dicas de Campos do Jordão – Para você fazer a melhor viagem

Olha só minhas melhores dicas de Campos do Jordão, para que você tenha uma viagem melhor do que as minhas. E se conhece bem a cidade, sinta-se à vontade para contribuir pelos comentários.

1. Campos do Jordão PODE ser bem ruim

Campos do Jordão é um destino de luxo. O que isso significa? Os ricos vão para ficar em hotéis incríveis com vista para as colinas verdejantes, saboreando champanhe.

A classe média precisa se virar no centro da cidade. E diferente de outros destinos de inverno, como Gramado, Campos do Jordão não tem atrativos o bastante para vários dias de roteiro de uma pessoa não milionária.

Não tem restaurantes bons e baratos, não tem passeios realmente interessantes perto do Centro, e outras coisas turísticas fáceis de fazer. O que de fato tem de “turístico” na cidade são coisinhas bem mais ou menos.

Sabe aquele charme de cidade serrana, com cafés charmosos e lojas bonitas? Mesmo as famosas lojas de chocolate estão anos-luz atrás do que existe na Serra Gaúcha. E a qualidade dos produtos também deixa a desejar. Claro que tem lugares bons, mas vai ter que peneirar muito.

2. Preços altos, às vezes absurdos

Apesar de estar longe de oferecer a qualidade e o estilo de outros destinos de inverno, Campos do Jordão custa bem mais do que merece.

Pra você ter uma ideia, algumas médias de preços em Campos do Jordão:

  • O preço por quilo do chocolate, de qualidade já mencionada acima, é proibitivo.
  • Em restaurantes famosos, como o quase sempre lotado Baden Baden, um prato individual custa em média a partir de R$ 70. E, nas minhas experiências, estavam sempre ruins.
  • Para comer bem, sem gastar muito, tem lanchonetes como o Pastel do Maluf. Onde um pastel custa mais de R$ 20. É grande, mas continua sendo apenas um pastel.
  • Se hospedou longe do Centro? Então vai precisar de carro para circular. Além do trânsito péssimo na alta temporada, tem os estacionamentos caros. Em média, R$ 30 pra passar o dia na garagem, na alta temporada.

3. Hospedagem é QUASE tudo em Campos do Jordão

Esse é um dos motivos que leva tanta gente a Campos  do Jordão. Hotéis e pousadas super confortáveis, com lareira, café da manhã de primeira e aquele clima de serra.

Por isso é importante escolher muito bem onde vai ficar. Importante reparar em alguns detalhes:

  • Se é inverno, quando chega a fazer temperaturas negativas, escolha uma pousada que tenha aquecedor ou calefação no quarto. A boa notícia é que a maioria tem, como na boa Pousada Capivary.  Mas tenha cidado e atenção redobrada ao reservar pousadas mais baratas e apartamentos de temporada.
  • Se é verão, pode valer a pena reservar uma pousada com piscina. E se quiser piscina coberta, também tem muitas opções. Por exemplo, o Hotel Dann Inn, que tem piscina aquecida e bem protegida do vento gelado.
  • O Centrinho do Capivari é a região mais turística e prática para se hospedar. Mas tem bairros distantes e mais tranquilos. Para mais detalhes e dicas de pousadas, veja: Onde ficar em Campos do Jordão.
Piscina coberta no hotel Serra da Estrela, de bom custo-benefício em Campos do Jordão.

4. A diferença de viajar em cada época do ano

Campos do Jordão é um destino de inverno. Mas não faz frio o ano inteiro. Frio mesmo, pra valer, faz nos meses de inverno, que são junho, julho, agosto e setembro. Pode até nevar em Campos do Jordão nessa época, mas é raríssimo.

Nos outros meses do ano, devido à grande altitude, Campos do Jordão é uma cidade de clima ameno. Mesmo no verão, entre dezembro e março, é difícil fazer mais de 30 ºC e as mínimas ficam por volta dos 10 ºC na madrugada. O problema de ir no verão são as chuvas. Por isso, evite Campos do Jordão em dezembro e janeiro.

Nos meses de outono e primavera, não chove tanto, e não costuma fazer muito frio ou calor. Clima bom para o turista, e preços também. Abril e maio, na minha opinião, são perfeitos. Aproveite que são meses de média temporada e gaste bem menos na viagem.

5. Quantos dias VALE A PENA ficar em Campos do Jordão

Se você é das trilhas e dos roteiros de ecoturismo, tem muito o que fazer em Campos do Jordão. Nesse caso, veja dicas de trilhas e rapel pela região e fique quantos dias achar necessário.

Mas se a ideia é fazer um turismo urbano e apenas curtir o centrinho de Campos do Jordão mesmo, pode só fazer um bate e volta a partir de São Paulo ou dormir de 1 a 2 noites na cidade.

Sim, em apenas um dia dá pra conhecer o básico de Campos do Jordão, desde que você vá de carro. Recomendo passar uma noite principalmente para curtir o aconchego das pousadas e um jantar à noite. Principalmente se estiver em casal.

6. Coisas para fazer em Campos do Jordão

Tem site por aí listando 200 coisas e pontos turísticos para conhecer em Campos do Jordão. Não é pra tanto. E é preciso dizer a verdade. Para uma viagem de final de semana, tem poucos lugares realmente essenciais para conhecer em Campos do Jordão. Ou passeios legais que merecem ser feitos.

Minhas dicas de passeios e lugares para conhecer em Campos do Jordão:

  • Caminhada pelo Capivari: centrinho turístico que é a alma de Campos do Jordão. Não é histórico, mas tem edifícios com a bonita arquitetura alpina, especialmente junto à concha acústica.
  • Pedalinhos: o Lago Capivari, no Centro, tem aluguel de pedalinhos de cisne. Funciona apenas durante o dia. Custa R$ 20 para dar uma volta.
  • Jantar em restaurante de gastronomia europeia: enquanto os restaurantes alemães me decepcionaram, os suíços quebraram um galho. Tem bons fondues em Campos do Jordão, além de bistrôs franceses e italianos.
  • Teleférico ao Morro do Elefante: não tem passeio mais clichê e imperdível em Campos do Jordão. O antigo teleférico, com a emoção das cadeirinhas, leva ao Morro do Elefante, onde tem lojas de artesanatos e a melhor vista de Campos do Jordão.
  • Passeio de trem: a Estrada de Ferro de Campos do Jordão corta 47 km pela paisagem da Serra da Mantiqueira. Mais informações no site oficial E.FC.J. Mas é bom ler opiniões sinceras, como no blog Mineiros na Estrada, com preços e um relato completo.
  • Outros passeios: fui pesquisar agora outras dicas de passeios em Campos do Jordão, e vi um guia completo no blog Vamos por Aí, que recomendo conferir.

7. IMPORTANTE: Não vá embora no final da tarde de domingo

Essa dica é a última, mas não é a menos importante.

Especialmente no inverno, e mais ainda aos domingos, o trânsito na saída de Campos do Jordão costuma ser horroroso.

Já cheguei a ficar duas horas praticamente parado numa mesma curva. O trânsito só foi melhorar na chegada à pista dupla da Via Dutra.

A impressão que tive é que todo mundo saiu de Campos do Jordão ao mesmo tempo. Recomendo NÃO aproveitar até o último segundo e ir embora de manhã, se for domingo ou final de feriado. Assim você evita quem vai embora na hora que vence a diária e também quem foi passar o dia e ficou até o início da noite.

Dica de roteiro em Campos do Jordão

Para organizar seu roteiro em Campos do Jordão, é importante ter definido quantos dias vai ficar e, obviamente, o que você prefere conhecer.

Relembrando das minhas viagens, sempre rápidas, de um a três dias, cheguei a esse roteiro que acho ideal para um turista de primeira viagem. Pensado para um roteiro de 3 dias e 2 noites. Ficou assim:

  • Dia 1 – Chegada em Campos do Jordão. Check-in na pousada. Caminhada pelo Centrinho do Capivari. Jantar em restaurante suíço, de preferência um bom rodízio de fondue.
  • Dia 2 – Subida de teleférico ao Morro do Elefante. Visita a algum dos pontos turísticos, como o Museu Felícia Leiner. Mais um tour a pé pelo Capivari e jantar em restaurante italiano ou alemão.
  • Dia 3 – Café da manhã caprichado na pousada e retorno sem pressa à sua cidade. E essa dica de voltar pela manhã é muito importante, lembrando que o trânsito da volta é maior no final do dia aos domingos.

Continue planejando sua viagem a Campos do Jordão

Se você precisa de mais dicas de Campos do Jordão ou auxílio para montar um roteiro de acordo com suas preferências, entre em contato pelos comentário abaixo ou pelo e-mail nivaldo@buenasdicas.com.

Assim você tem uma consultoria personalizada ou pode simplesmente tirar dúvidas. Por exemplo, se não sabe em qual hotel ficar, ou que passeio realmente vale a pena fazer. Ou para ter uma ideia de quanto gastar em Campos do Jordão.

Ou dicas sobre chegar à cidade, seja para entender como são as estradas de São Paulo a Campos do Jordão ou para saber como ir de ônibus ou transfer com agência de turismo.

Quer saber como está Campos do Jordão e suas atrações em tempos de COVID-19?

Recomendo assistir a este vídeo de agosto de 2020, assim você pode saber como é viajar a Campos do Jordão durante a pandemia do Novo Coronavírus. Olha só essa experiência:

E boa viagem!

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Touron: ingressos e tours em todo o Brasil.
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada.

Descontos paraco economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

7 Comments

    • Oi Gê. Eu que agradeço. Pela visita e pelo post sincero que vai poupar muita gente de fazer um passeio chato de trem. Fora que eles precisam atualizar aquele site de venda de passagens. Abraço.

  1. Ana Carolina responder

    Amei seu relato sobre Campos do Jordão e concordo com suas opiniões, relatos sinceros sao super importantes
    Fui embora de lá no domingo e fiquei horas no transito. Foi muito cansativo.

    • Nivaldo responder

      Obrigado, Ana! Queria ter lido dicas como as suas antes das minhas viagens, talvez tivesse aproveitado mais. Mas também achei importante compartilhar experiências meio ruins.

    • ANGELO GOUVEA ROSSINI JUNIOR responder

      Concordo com o texto. Acrescento poucas coisas: se você foi de carro o Parque Estadual (conhecido como horto) é bem bacana, mesmo para quem não curte caminhar (até o passeio de trenzinho vale a pena); e se você for fã de música clássica o festival de inverno de atrações que valem a pena, mas aí eu entendo que não é todo mundo que gosta. Também diria que dá para encontrar Boa comida com preço razoável, mas tem que pesquisar um pouco. Parabéns pelo blog!!!

      • Olá, Ângelo. Obrigado pelas dicas. Principalmente sobre o Horto. Olhei umas fotos agora e é bonito mesmo, já salvei para conhecer numa próxima viagem. Se tiver uma boa dica de restaurante, será bem-vinda. Como fiz apenas viagens rápidas, acabei focando nos lugares mais famosos e os pratos me decepcionaram, inclusive porque cheguei com a expectativa muito alta. Abraço.

        • Oi. Sempre que puder, irei contribuir. Infelizmente não lembro os nomes dos restaurantes. Outra opção é dar um pulo nas cidades vizinhas, menores e algumas até mais lindas. Os restaurantes em Santo Antonio do Pinhal costumam ser bons e a cidade é muito simpática

Comentários