Amados leitores, agora eu vou falar uma coisa que me envergonha muito. Não chego a ficar corado, é mais uma decepção, uma vontade de voltar no tempo, uma amargura inconsolável por ter atravessado aquela famosa faixa dos Beatles na Abbey Road em Londres.

Aconteceu em abril deste ano, no bate e volta mais rápido da história da aviação internacional. Saí de Malta para passar um dia em Londres, como já contei aqui no blog. A viagem foi legal, consegui aproveitar muito minhas 23 horas na Inglaterra, mas aquela faixa está atravessada. E não é na rua, é na garganta mesmo.

Mas que faixa dos Beatles é essa?

Poderia ser a faixa Hey Jude, primeiro grande sucesso num LP dos Beatles. Poderia ser a faixa I Wanna Hold Your Hand, outro sucesso grude da molecada do cabelinho style de Liverpool. Mas é mesmo a faixa de pedestres da rua Abbey Road, em frente ao Abbey Road Studio, onde os Beatles gravaram o disco Abbey Road.

***Pois é, Abbey Road deve ser um nome muito legal mesmo. Aliás, se tiver alguém aí que se chama Abbey Road, mande um e-mail com foto pra buenasdicas@gmail.com que eu publico aqui.

abbey road beatles album

Agora, como é moda na internet desde 1998, vou listar os motivos pelos quais em me arrependo de ter atravessado a famosa faixa dos Beatles em Londres.

Os 7 motivos que me fizeram arrepender de atravessar a Abbey Road “as a Beatle” em Londres.

1.Distância

Eu estava hospedado em frente à Liverpool Street, no extremo leste de Londres, perto do rio Tâmisa e sua London Bridge. A Abbey Road fica no lado oposto, longe do rio, bem ao norte do Hyde Park. Como nem eu entendi esse explicação, melhor resumir: é longe pra car$%lho. Ainda mais quando você tem apenas 23 horas em Londres.

faixa beatles londres burca

2. Preço

Esse meu dia em Londres foi justamente um domingo. Dia em que o ticket do metrô quase dobra de preço. Se isso já parece ruim, faça a conversão pra Libras e arranque os cabelos. Foram 4,70 pounds gastos na ida de metrô. SÓ NA IDA. Na cotação de hoje, algo como 25 reais.  Com esse preço eu rodo em São Paulo meia hora deitado no banco de couro de um carro do UBBER.

3. Burrice

Já falei que a Abbey Road estava longe e que o metrô era caro, além do número de conexões. Mas eu ainda consegui piorar, descendo na estação errada. Não sei porque, mas quando vi a placa da estação Baker Street, saltei desesperado do vagão. Nem Sherlock Holmes, que mora ali na rua, conseguiria desvendar esse mistério. Eu chamo de burrice e pronto.

***Como chegar na Abbey Road sem errar: é só descer na estação St. John’s Wood.

 

abbey road beatles londres
4. Frio

O dia em Londres não estava lá essas coisas de lindo. Na verdade estava com chuvisco e ventando muito. Parecia até que um ciclone passava pela cidade***. Lembrando que desci na estação errada e não iria pagar 25 reais em outro ticket, precisei andar 2,3 km nesse frio polar até a Abbey Road. E não foi Like a Rolling Stone, foi me arrastando mesmo.

*** Talvez uma ventania como essa tenha inspirado Caetano Veloso a compor sua música “Caminhando contra o vento / Sem lenço sem documento”, durante seu exílio em Londres)

5. Abbey Road, é você?

Cheguei na famosa faixa de pedestres da rua Abbey Road, templo sagrado dos Beatlemaníacos. Ali mesmo, onde Paul, John, Ringo e George atravessaram da capa do disco para a eternidade. Ok, foi legal pra eles. Mas duvido que é legal pra alguém que vai lá. Não tem nada bonito no lugar, não tem nenhuma fotos dos beatles, não tem Le it be tocando em loop eterno. Confesso que sabia disso, que já tinha lido em outros blogs, mas, ao contrário de John Lennon, a esperança é a última que morre.

6. Eu não sou fã dos Beatles

Em termos de bandas inglesas, eu prefiro Rolling Stones, Radiohead, Queen e Pink Floyd. Pra ser mais sincero ainda, eu prefiro Adele. #PRONTOFALEI. Mas pensei que algum sentimento despertaria estando naquele local tão antológico da música, diante da possibilidade de reprisar ou parodiar a cena que até hoje é usada em memes, propagandas e livros de história. (Vale conferir esta lista, que é bacana, embora eu discorde da banda número 1)

beatles abbey road londres noiva

7. Eu tive que voltar andando

Pior do que chegar na Abbey Road, ver que não significava nada e esperar a minha vez de pagar mico atravessar, foi pegar o caminho da roça. Digo, o caminho de volta. Isso com ainda mais frio, mais cansaço, mais dor no pé, menos libras e com o peso nos ombros de ter desperdiçado boa parte do meu dia para viver aquela experiência no mínimo cômica. No caminho, pelo menos afoguei as mágoas comendo o terceiro Fish and Chips do dia.

Mostro ou não mostro minha foto?

Ainda estou no dúvida se mostro aqui minha foto caminhando glorioso sobre a lendária faixa dos Beatles em Londres. Aliás, tenho certeza que a maioria dos seguidores fanáticos de supostos pontos turísticos, que acabam passando pela Abbey Road, não têm coragem de mostrar as fotos por aí. Mas não vou dar uma de Sandy aqui. Quero ver os comentários. Se mais de 10 pessoas pedirem pela foto, eu dou o braço a torcer e coloco aqui minha travessia histórico-vexatória-turistabobo na rua Abbey Road, em frente ao estúdio Abbey Road, capa do disco Abbey Road.

Créditos das fotos:

Principal (bonecos na faixa): Julian Tysoe / Beatles na Abbey Road: capa original do álbum / Simpsons na Abbey Road: G8lite / Mulheres de mãos dadas: Amal / Noiva na faxa: Luca Rossato

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

2 Comments

Comentários