Você quer o chip mais barato para usar nos Estados Unidos, ou prefere ter o chip com o melhor custo-benefício? São duas coisas bem diferentes, e agora vou explicar porque prefiro contar com a segunda opção, mesmo pagando um pouco a mais.

Já adianto qual é o chip de internet mais barato para usar nos EUA: é aquele que você compra lá mesmo. Mas é mais complicado do que parece.

A sigla LTE que aparece no celular nos Estados Unidos significa Long Term Evolution. É usada para indicar que se trata de um sinal 4G de boa qualidade. Também pode ser mostrada como LTE 4G, de acordo com o modelo do telefone. Com o sinal da T-Mobile usando O Meu Chip, obtive essa qualidade na maior parte da viagem.

O chip de celular pré-pago mais barato para usar nos EUA

Não basta ir na loja da operadora ou numa banca de revista, como no Brasil, e sair com um chip pré-pago. Nos Estados Unidos, as vendas geralmente são casadas. Para não precisar comprar um aparelho de celular junto, você pode comprar pelo e-bay, que vende chips pré-pagos de operadoras norte-americanas, como AT&T e T-Mobile.

Então é melhor fazer a compra antes da viagem, para ser entregue a tempo no seu hotel. Pesquisando agora no e-bay, encontrei chips 4G por valores a partir de 20 dólares válidos por um mês em território dos Estados Unidos, mais o frente. Se tiver problema no chip ou para ativar, imagine a complicação para trocar.

Também pode sair barato ativar o roaming internacional da sua operadora, para usar seu celular nos EUA sem sustos na hora da conta. Há planos baratos na Claro, na Vivo e na Tim, mas são vantajosos apenas para clientes de planos pós-pagos mais caros.

O chip de celular com o melhor custo benefício para usar nos EUA

Já cheguei nos Estados Unidos com o chip da O Meu Chip instalado no celular. Fiz a troca durante o voo.

Assim que o avião tocou na pista, liguei o smartphone e em menos de 1 minuto eu já estava conectado a uma rede da T-Mobile, uma das principais operadoras dos EUA.

Optei por um chip de dados com franquia ilimitada, pelo valor de 30 dólares.

Fez as contas? Desconsiderando as taxas de frete, que estavam em valores similares, paguei apenas 10 dólares a mais pelo chip, com a segurança de já chegar nos EUA com internet no celular, e se precisar, ter atendimento em português.

Vale a pena comprar um chip que inclui ligações de voz nos EUA?

Atualmente, não.

Hoje em dia quase todo mundo usa Whatsapp e outros aplicativos inclusive para fazer ligações nacionais. Eu comprei um chip apenas de dados e não tive a menor necessidade de fazer ligação pela rede de voz.

Por isso recomendo comprar o chip internacional SEM FRANQUIA DE DADOS. Assim você não corre o risco de ficar sem banda durante um momento importante. Por exemplo, perdido na estrada procurando a rota no mapa.

No caso da O Meu Chip hoje, o valor para ter um chip sem franquia é praticamente irrisório se comparado a um chip com franquia, que pode ser de 2 GB, 5 GB ou 10 GB. Uma rolada no feed do TikTok e adeus internet.

Como é a qualidade do sinal do chip que usei nos EUA

Depende da localização e do seu aparelho de celular.

Assim como no Brasil, as grandes cidades dos Estados Unidos têm melhor cobertura. Estive em metrópoles da Flórida, como Orlando e Miami, e o sinal oscilou entre o 3G e o 4G. Nos parques da Disney, acessei tudo o que precisei.

Também estive em San Francisco, na Califórnia, e em Savannah, na Geórgia, sempre com pelo menos 3G na barra de sinal.

Não posso afirmar que o chip de fato pegava sinal 5G pois meu aparelho não possui a tecnologia. Imagino que seja uma internet muito mais rápida, embora o 3G e o 4G tenham sido suficientes para fazer stories no Instagram e chamadas de vídeo pelo Whatsapp.

Apenas nas estradas, em pontos mais remotos do interior da Flórida e da Califórnia, que fiquei completamente sem sinal. Mas uma outra pessoa do meu grupo, que estava usando o roaming internacional da claro, também ficou sem sinal nos mesmos pontos.

Teste de velocidade do meu chip nos Estados Unidos

Usando O Meu Chip com rede da T-Mobile nos Estados Unidos, fiz um teste de velocidade da conexão. Estava na estrada, passando pela cidade de Tampa, na Flórida.

Como você pode observar no print da minha tela abaixo, a conexão estava no 4G (LTE) com velocidade de 142 Mb por segundo.

Pra comparar, testei agora o meu chip pós-pago da Claro. Estou na região central de Brasília-DF e utilizei o mesmo site na medição. O melhor resultado que consegui foi 32 Mbps, o que é mais de 4x mais lento do que o obtido pelo chip internacional pré-pago que usei nos Estados Unidos.

Vale a pena usar O Meu Chip nos Estados Unidos?

Minha experiência com o chip da empresa O Meu Chipe foi positiva. Recomendo tranquilamente para os leitores do blog.

O chip funcionou de primeira, ainda dentro do avião.

Dica: assim que iniciar o Whatsapp com o chip dos EUA, o app vai perguntar se você deseja manter o número antigo ou se vai migrar para o novo. Escolha manter. Se optar por mostrar o número novo a seus contatos, você pode perder muitas mensagens, que serão endereçadas ao seu número antigo, mesmo que você ainda se mantenha nos mesmo grupos e ainda veja todos os contatos da agenda e conversas.

Pelo valor do chip, mais barato do que chips vendidos em bancas dos aeroportos internacionais no Brasil, e mais barato também do que ativar o roaming em alguns planos e operadoras, valeu a pena contar com esse chip pré-pago nos Estados Unidos.

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários