Numa das regiões mais remotas da Patagônia Argentina, a pequena cidade de El Calafate é um importante destino turístico do país. E não falta o que fazer em El Calafate, considerando roteiros de 2, 3 e 4 dias de viagem.

Selecionei os principais pontos turísticos de El Calafate. Tem algumas atrações urbanas para colocar no roteiro, mas os lugares mais famosos e importantes são em meio à exuberante natureza de região, repleta de lagos, glaciares e outras paisagens patagônicas. Afinal, o que tem pra fazer em El Calafate?

Respostas para as dúvidas mais comuns sobre El Calafate – Dicas rápidas

  • Quando ir? Mais fácil dizer quando não ir, que é no inverno, entre junho e setembro, que são os meses mais frios e com menos possibilidades para o turismo. Detalhes no post Melhor época e clima em El Calafate.
  • Quantos dias ficar? recomendo passar no mínimo 3 noites, ou seja, 2 dias inteiros em El Calafate. Assim tem tempo para fazer a única atividade obrigatória (Perito Moreno) e para curtir a cidade, o lago e alguma outra atração que interessar.
  • Onde é melhor se hospedar? Se vai sem carro, a melhor opção é se ficar no Centro ou perto, onde é possível ir caminhando para restaurantes, caixas eletrônicos e poderá ser pego na porta do hotel pelas agências de turismo que escolher para os passeios. Detalhes e dicas de pousadas no post Onde ficar em El Calafate.

1. Visita ao Glaciar Perito Moreno

Ele tem 60 metros de altura, 250 km² de superfície e solta pedaços de gelo no lago, num espetáculo diário. O Perito Moreno é a maior geleira da América do Sul e, segundo especialistas, está crescendo. Esse gigante selvagem já é todo adaptado ao turismo, com fácil acesso por uma boa estrada, restaurante com vista privilegiada, passeio de barco e passarelas ao redor das geleiras, o que facilita pra gente assistir aos desprendimentos de gelo, mais comuns no verão.

  • Distância de El Calafate: 70 km
  • Preço: a entrada no Parque los Glaciares custa R$ 70 aproximadamente em 2019, na cotação de hoje do Peso Argentino, que vive inflação constante. É possível ir por conta própria de carro, ônibus ou comprar um passeio, como na agência Brasileiros em Ushuaia.
  • Site oficial (somente em espanhol e com divulgação das tarifas atualizadas)

2. Caminhada no Glaciar Perito Moreno

Sim, é possível caminhar sobre esse gigante de gelo. É uma atividade que até amadores podem fazer, mas sempre em grupos com guias experientes. Esse “mini-treeking no gelo” é uma excursão de um dia vendida por diversas agências de turismo na cidade, incluindo transporte, passeio pelas passarelas e a caminhada sobre o glaciar, que tem em média 1h30 de duração.

  • Preço: equivalente a R$ 643 na Brasileiros em Ushuaia, agência de turismo especializada na Patagônia Argentina.
  • Melhor evitar a atividade no inverno (junho, julho, agosto e setembro), quando tempestades de neve deixam o passeio mais perigoso.

3. Balcon de Calafate, o mais alto mirante de El Calafate

Uma das melhores formas de admirar a beleza de El Calafate é desse mirante com vista panorâmica da região. Em dias ensolarados, é possível enxergar o pico de 3.128 metros do Cerro Torre e o ainda mais alto Monte Fitz Roy, que se ergue a  3.375 metros, ambos numa região de fronteira disputada por Argentina e Chile.

  • Acesso complicado, melhor não ir por conta própria. A dica é comprar um Tour de 4×4, com saídas às 10h e às 15h.
  • Duração do passeio: 3h30 pela agência indicada acima.

4. O bar de gelo GlaciorBar Branca

A cerca de 13 km de distância do centro de El Calafate, está um museu que ensina ao visitante sobre a importância das geleiras e sua preservação, o Glaciarium. No local também funciona o GlacioBar Branca, um bar onde tudo é de gelo, inclusive as mesas e paredes. Com temperatura ambiente negativa de –10ºC, o local fornece capa térmica para os visitantes. É preciso pagar para entrar no bar.

  • Entrada no bar: R$ 30 (já convertendo) para entrar no bar, valendo consumação de alguns itens selecionados.
  • Entrada no museu: R$ 48 (já convertendo) para adultos e o equivalente a R$ 20 para crianças e menores de 16 anos.
  • O preço do ingresso inclui transporte, com saída da Secretaria de Turismo, entre 11h e 18h.

5. Glaciar Upsala e Estância Cristina

Com uma superfície 3 vezes maior que a do Perito Moreno e paredes de até 40 metros de altura, o glaciar Upsala está diminuindo. Então corra para ver esse gigante enquanto é tempo. Você pode apenas avistar o glaciar num passeio de barco pelo Lago Argentino, onde também há icebergs, ou pode seguir até a Estancia Cristina e ter uma vista ainda mais completa e espetacular do glaciar.

  • Atividades na Estancia Cristina: passeio a cavalo, caminhadas, trilha 4×4 e almoço (site oficial).
  • Distância de El Calafate: o passeio até a Estância Cristina pela agência Brasileiros em Ushuaia considera 47 km até o Puerto Bandera + 2 horas de barco até o mirante + 10 km em veículo 4×4 + caminhada de 30 minutos.
  • Duração do passeio: saída às 7h e retorno às 20h, totalizando 13 horas de duração.
  • Vale a pena? O visual é espetacular, embora não muito diferente do que se vê no Perito Moreno, que é um passeio muito mais barato. Depende do seu orçamento.

6. Cavalgadas

Várias “estancias” oferecem essa atividade aos turistas, como a Cerro Frios (relato aqui), a Lago Roca (site oficial) e a Mitre (site oficial), além de lugares menos conhecidos espalhados pela cidade, principalmente às margens do Lago Argentino. Os preços e cenários mudam bastante.

  • Tempo de duração: em média os passeios tem rotas que duram de uma a quatro horas.
  • Preços: para reservas online, os preços médios vão de 70 a 90 Dólares. Mas se viajar na baixa temporada e pagar em dinheiro vivo, consegue bons desconto.

7. Experimente o delicioso churrasco da Patagônia

Bar El Calafate

El Calafate é uma cidade rica em restaurantes, especialmente em churrascarias. Tem de variados padrões, das mais simples estilo “tenedor libre” (coma à vontade) o lugares mais sofisiticados. Especializado em cordeiro patagônico, prato típico da região, o Restaurante La Tablita é um dos mais famosos da cidade. O Casimiro Bigua e o Viva La Pepa são outras boas opções.

8. Siga para Torres del Paine

Do outro lado da fronteira, a cidade chilena de Puerto Natales está a apenas 272 km de distância de El Calafate. Ela é a melhor base para explorar a região de Torres del Paine. Existe um ônibus da BUS-SUR que faz o trajeto diariamente.

  • Tempo de viagem: 7 horas pela BUS-SUR (travessia na Cordilheira dos Andes, com muitas curvas, e parada para imigração na fronteira), com saída às 8h. Outra empresa que faz o trecho é a COOTRA.
  • Preço da passagem de ônibus: estava o equivalente a R$ 96 nas datas pesquisadas na BUS-SUR.
Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Chip Internacional: internet no celular em qualquer lugar do mundo

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários