Barcelona

Onde ficar em Barcelona (e economizar muito)

Tudo sobre a melhor região para se hospedar em Barcelona, com dicas de bairros, hotéis, airbnb's a atrações próximas.
Pinterest LinkedIn Tumblr

Não se confunda em guias intermináveis. Para quem vai a turismo e vai ficar, digamos, de 3 dias a uma semana, é fácil escolher onde ficar em Barcelona. Os principais pontos turísticos estão nos bairros históricos centrais. E ficando neles, perto do metrô, você tem fácil acesso à praia e às atrações espalhadas.

Hotéis baratos em Barcelona? Não é tão fácil encontrar. O turismo cresceu muito na capital da Catalunha e hoje é mais caro se hospedar em Barcelona do que em Madrid. Se quer economizar na viagem, recomendo seguir estas dicas.


Como economizar com hospedagem em Barcelona

  • Prefira viajar na baixa temporada: sempre tem muita gente em Barcelona. Mas no inverno, sem chances de praia, o público reduz bastante, especialmente nos meses de novembro, fevereiro e março. Entre esses, prefira fevereiro, que tem menos chances de chuva.
  • Prefira se hospedar em dias de semana: se está num roteiro maior pela Europa e tem flexibilidade nas datas, evite feriados ou finais de semana em Barcelona. Hotéis são mais baratos para dormir de domingo até sexta.
  • Pesquise vários tipos de acomodação: além de hotéis, Barcelona tem centenas (talvez milhares) de pousadas e principalmente apartamentos de temporada em sites tipo Airbnb. Para economizar ainda mais, você pode alugar um quarto na casa de um morador ou ficar em hostel.

O melhor lugar para se hospedar em Barcelona (4 melhores bairros)

Essa área dentro do círculo é a localização mais estratégica para hospedar em Barcelona. É onde estão os principais pontos turísticos e o maior número de estações de metrô, que facilitam a barateiam bastante a locomoção até outras atrações de Barcelona. Nessa região, estão partes dos bairros Eixample e El Raval e a totalidade do El Born e do El Gotic. Vou falar um pouco mais sobre cada um deles.

1. El Gotic – O bairro mais turístico de Barcelona

Arquitetura gótica, agito dia e noite, o auge do turismo massivo

O histórico bairro El Gotic tem esse nome porque é rico em construções no estilo arquitetônico “gótico”. Algumas das praças e igrejas mais importantes de Barcelona também estão na região, de beleza indiscutível. Mas aí vem o problema: SUPERLOTAÇÃO. A qualquer hora do dia ou da noite, tem gente nas dezenas de becos, baladas e restaurantes da região, especialmente pelas famigeradas “Ramblas”, onde tudo acontece em Barcelona, de passeatas contra o Airbnb e movimentos pela independência da Catalunha, até atentados terroristas.

  • Pontos turísticos no El Gotic: Ramblas, Praça Catalunha, Catedral de Barcelona, Museu da Maconha, Praça Real, Hard Rock (há quem considere uma atração, o que é uma pena), Museu Frederic Marès, entre outros.
  • O lado bom de ficar no El Gotic: esteja a poucos passos de uma infinidade de restaurantes, que se concentram em regiões como a Praça Real. Estações de metrô em cada extremidade do bairro. Vida noturna animada, com baladas alternativas sem hora pra acabar. Faça tudo a pé.
  • O lado ruim de ficar no El Gotic: hotéis acima de média de preços de Barcelona e uma multidão de gente e pombos. Prostituição, golpistas e batedores de carteira, principalmente nas Ramblas. Muitos restaurantes do tipo pega-turista, ou seja, caros e ruins. Bêbados, viciados e traficantes te oferecendo droga a cada esquina. Muitas ruas estreitas não entram carro, o que atrapalha quem pensa em alugar ou circular de táxi, fora o trânsito.

Dicas de hotéis e Airbnb’s no bairro Gótico de Barcelona


2. El Born – Pra mim, o melhor bairro de Barcelona

Vizinho ao Gótico, igualmente histórico, mais tranquilo e charmoso

Considero que o Born é um versão suave do Gotic. Igualmente histórico e com becos que dão um clima medieval, mas com menos pontos turísticos famosos. Rico em restaurantes e bares, mas com uma pegada mais casual e menos lotados. Outra vantagem é a vizinhança mais tranquila. Se de um lado está o caos do Gotic, do outro o Parque de la Ciutadella dá uma pausa na correria e ainda tem o bonito Arc de Triomf (o Arco do Triunfo catalão).

  • Pontos de interesse no El Born: Mercado de Santa Caterina, Centro de Cultura e Memória, Palácio da Música Catalã, Basílica de Santa Maria del Mar e Museu Picasso, entre outras atrações.
  • O lado bom de ficar no El Born: se sentir um pouco na Idade Média e um pouco morador de Barcelona, pois o bairro ainda tem muitos mercadinhos antigos, frutarias e lojas pequenas. A uma curta caminhada das estações de metrô e do agito do bairro Gótico.
  • O lado ruim de ficar no El Born: vem se tornando um bairro caro, inclusive se optar por um apartamento pelo Airbnb, que em sua maioria fica em prédios velhos (me hospedei em um que parecia ter uns mil anos). Muitas ruas estreitas não entram carro, o que atrapalha quem pensa em alugar ou circular de táxi.

Dicas de hotéis e Airbnb’s no bairro El Born em Barcelona


3. El Raval – O bairro histórico mais barato para ficar em Barcelona

Vizinho ao Gótico, do outro lado das Ramblas, dominado por imigrantes

Colado no El Gotic, mas bem menos famoso, esse pequena bairro reúne dezenas de nacionalidade. E eles não se misturam muito. Em algumas ruas, vai ver praticamente só indianos. Em outras, demarcadas pelas kebabarias, quem manda são os turcos. E ainda tem regiões dominadas por ciganos, paquistaneses e outros. Pequeno sim, mas complicado de andar, pois além de superlotado, é cheio de becos.

  • Pontos de interesse no El Raval: Mercado de la Boqueria, Palácio Güell (obra de Gaudí), Museu de Cera, Museu de Arte Contemporânea de Barcelona e as terríveis Ramblas.
  • O lado bom de ficar no El Raval: atmosfera de bairro histórico e turístico, mas com hotéis e outras formas de hospedagem bem mais em conta do que no vizinho Bairro Gótico.
  • O lado ruim de ficar no El Raval: ruas lotadas, dificuldade de comunicação com os comerciantes locais de países asiáticos que não falam inglês ou espanhol e a superlotação das ruas. Dizem ser um bairro perigoso, mas não senti esse clima (exceto nas Ramblas) ou por sorte não precisei andar nas ruas mais tensas.

Dicas de hotéis e Airbnb’s no bairro El Raval em Barcelona


4. Eixample – Bairro moderno, planejado e perto de tudo

Imenso, rico em pontos turísticos e com o melhor custo-benefício

Se não gosta de velharia, de rua estreita e de multidão, prefira se hospedar no Eixample. Mas como o bairro é imenso, prefira ficar na região limítrofe aos bairros históricos acima. Assim, você tem o melhor dos dois mundos. Ou, no mínimo, escolha seu hotel perto de uma estação de metrô, aproveitando que tem várias no bairro.

  • Pontos turísticos no Eixample: Casa Milà e Casa Gaudí (prédios projetados por Gaudí), Praça Catalunha, Arco do Triunfo e o monumental (e eternamente em construção) Templo Expiatório da Sagrada Família
  • O lado bom de ficar no Eixample: ruas mais limpas e seguras do que nos bairros históricos. Facilidade pra sair e chegar de carro ou ônibus. Melhor custo-benefício em hotéis em hostels, pois são mais baratos que na zona histórica, com uma proximidade que não deixa nada a desejar.
  • O lado ruim de ficar no Eixample: apesar de ficar lindo nas fotos aéreas de Barcelona, não é lá muito bonito pra quem anda nas ruas, completamente sem charme. Particularmente, senti dificuldade para encontrar onde comer.

Dicas de hotéis e Airbnb’s no bairro Eixample em Barcelona


Dicas de alternativas de hospedagem em Barcelona

Além dos bairros turísticos e melhor localizados para o viajante, Barcelona tem muitas outras opções. Por exemplo, você pode se hospedar perto da praia ou buscar um Airbnb nos bairros residenciais mais afastados em Barcelona, o que sai muito mais barato em diárias, embora vá gastar bem mais com transporte.

Vale a pena se hospedar perto da praia em Barcelona?

Não. Sinceramente, se é a sua primeira vez em Barcelona, não faz sentido ficar longe da parte mais interessante da cidade, que são os bairros históricos. O porém, no caso de La Barceloneta, é que os quarteirões da praia ficam a no mínimo um quilômetro de distância da única estação de metrô. Além disso, são poucas as opções de hospedagem no bairro Barceloneta. E ainda é uma região ruim pra comer e se divertir.

Mas se você faz questão, a dica é evitar La Barceloneta e buscar hotéis em outras praias. Por exemplo, o famoso hotel W Barcelona fica junto a um complexo comercial e é praticamente pé na areia na Platja de Sant Sebastià (que não é das melhores).

Hotéis e perto da praia e das principais baladas de Barcelona

Já na praia de Somorrostro (faz divisa com a Barceloneta) está o calçadão das “baladas top” de Barcelona, como a Opium, a Pacha e a Shokô. Perto delas, você pode ficar no Pullmam Skipper ou no Hotel Arts, ambos hotéis 5 estrelas. Ou pode economizar, ficando do outro lado da avenida, junto à Vila Olímpica de Barcelona, por exemplo no Unite Hostel Barcelona.


Onde é melhor se  hospedar em Barcelona para:

  • Assistir a um jogo de futebol no estádio Camp Nou – tem alguns hotéis, pousadas e Airbnb’s na região de Les Corts, perto do estádio.
  • Frequentar a praia gay naturista – Na bairro Poblenou está a Praia de Mar Bella, frequentada principalmente pelo público LGBT e praticantes de nudismo.
  • Entre o centro e a montanha – Se quer se hospedar perto do Parque Güell, mas sem ficar muito longe dos pontos turísticos do Eixample e bairros históricos, a Villa de Gracia tem as melhores opções de hotéis e Airbnb’s mais baratos nesse meio do caminho.
O criativo Parque Güell, com obras de Gaudí, na extremidade de Barcelona. Pode se hospedar perto dele, numa região mais tranquila e ideal para quem já conhece a cidade.

Créditos das imagens: fotos marcadas como Creative Commons – Ruas do bairro El Raval (Nicolas Vigier), Mercado do Born (Phillip Engelmann), Ruas do El Born (Trazus) – bancos de imagens gratuitas e arquivo pessoal. 

Viajar com tudo reservado é bem melhor
        • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
        • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
        • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
        • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
        • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS10 na EasySim4U e tenha  10% de desconto  em chip internacional
        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários