Espanha

27 principais pontos turísticos de Valência, com mapa e preços

Descubra as principais atrações turísticas de Valência, com informações sobre preços e outras dicas úteis.

Você sabia que Valência foi eleita Capital Europeia do Turismo Inteligente 2022? Inovação, sustentabilidade, acessibilidade e preservação do patrimônio cultural foram os pontos-chave para essa eleição.

Só que, além disso, a cidade está repleta de atrações para todos os gostos. Do maior oceanógrafo da Europa até um rio que virou parque, sem esquecer do Santo Graal, por aqui tem de tudo.

Neste texto, eu te conto quais são os 27 principais pontos turísticos de Valência, terceira maior cidade da Espanha, e explico quais são os lugares gratuitos e quanto custam os demais, além de comentar porque vale a pena (ou não) visitar cada um deles.

Gosta de lugares gratuitos? Faça o Free Tour em Valencia, um passeio guiado que você não paga nada para reservar, e percorre os lugares mais importantes do Centro Histórico de Valência.

Mapa de pontos turísticos em Valência, Espanha
.

Lista dos principais pontos turísticos de Valência:

1. Cidade das Artes e das Ciências
2. Oceanógrafo
3. Museu de Ciências
4. Hemisférico
5. Ágora – CaixaForum
6. Palácio de Artes Rainha Sofia
7. Umbráculo
8. Torres de Serranos e de Quart
9. CCCC
10. Igreja de San Nicolás
11. Praça da Virgem
12. Praça da Rainha
13. Catedral, Miguelete e Santo Graal
14. Lonja da Seda
15. Mercado Central
16. Museu Nacional de Cerâmica
17. Jardins do Turia
18. Parque de cabeceira
19. Bioparc (zoo)
20. Parque Gulliver
21. Viveros
22. Museu de Ciências Naturais
23. Museu de Belas Artes
24. Mercado de Colón
25. Praias
26. Albufera de Valência
27. Comunidade El Palmar

E lá no final, veja como se deslocar em Valência, com dicas de transporte pela cidade.

O que fazer em Valência – Pontos turísticos em ordem para facilitar seu roteiro

Aqui você vai encontrar os principais pontos turísticos da cidade de Valência, incluindo praças, museus, igrejas, parques, atrações históricas e muito mais.

Para facilitar seu planejamento de viagem, começamos nossa lista pela Cidade das Artes e das Ciências. Em seguida, comentamos sobre as atrações turísticas no centro da cidade. E para finalizar com chave de ouro, falamos sobre as praias da região e sobre um bate e volta imprescindível até o Parque Natural da Albufera.

Antes de embarcar para Valência, confira nossa lista de documentos obrigatórios na Espanha, para que você passe tranquilo e sem perrengues pela imigração no aeroporto.

1. Cidade das Artes e das Ciências

Começamos nosso roteiro com alguns dos mais belos e chamativos cartões-postais de Valência. Apesar do nome, não se trata exatamente de uma cidade. Mas sim de um complexo que reúne: o Oceanógrafo, o Museu de Ciências, o Hemisférico, a Ágora, o Umbráculo e o Palácio de Artes.

Cada uma dessas atrações ocupa um dos arrojados edifícios da Cidade das Artes e das Ciências. Mas passear entre eles também é uma excelente opção.

  • Preço: O passeio pela Cidade das Artes e das Ciências (sem entrar nos edifícios) é gratuito.
  • Vale a pena? Muito. É daqui que você vai levar algumas das fotos mais bonitas de Valência.

Dica extra: Você pode alugar um kayak para passear pelo lago que fica entre o Museu de Ciências e o Umbráculo por 2,50 € (cada 10 minutos de passeio).

Esta Visita Guiada na Cidade das Artes tem 2 horas de duração e inclui os ingressos do Oceanógrafo e do Museu das Ciências Príncipe Felipe. Importante notar que está disponível apenas em espanhol.

2. Oceanógrafo / Dentro do complexo Cidade das Artes

L’Oceanográphic de Valência é o maior oceanógrafo de toda a Europa e é também o ponto turístico mais visitado da cidade. Além de reunir espécies de todos os oceanos do mundo – tubarões, belugas, focas, pinguins, tartarugas, crocodilos, águas vivas, etc. – oferece um show de golfinhos imperdível. O espaço ainda tem belos jardins, bons restaurantes e cafés.

  • Preço: 25 € (se combinar com Museu de Ciências e Hemisférico, sai 31,30 €; se combinar só com um deles, sai 26,30 €)
  • Vale a pena? Sim! É um passeio agradável e interessante para pessoas de todas as idades.

3. Museu de Ciências / Dentro do complexo Cidade das Artes

Enquanto na maioria dos museus a gente vai só admirar, no Museu de Ciências de Valência, o lema é: proibido não tocar. São diversas as exposições interativas de ciência e tecnologia. Um lugar para aprender, se divertir e se surpreender.

  • Preço: É possível entrar e visitar o piso térreo gratuitamente. O acesso às exposições custa 6,70 € (se combinar com Hemisférico, sai 10 €). É possível comprar aqui seu ingresso.
  • Vale a pena? Sim, principalmente para crianças, jovens e para quem gosta de ciência e tecnologia.

4. Hemisférico / Dentro do complexo Cidade das Artes

É um cinema digital 3D com uma tela côncava de 900 m2 que envolve os espectadores. Junto com as entradas, oferecem óculos 3D que também permitem mudar o idioma da projeção. Na programação, predominam os documentários educativos.

  • Preço: 6,70 €
  • Vale a pena? Pode interessar principalmente a crianças e adolescentes. Mas eu diria que depende do seu tempo de estadia em Valência, já que há muitas outras atrações na cidade.

5. Ágora – CaixaForum / Dentro do complexo Cidade das Artes

No edifício chamado de Ágora está instalado o CaixaForum Valência – um centro de divulgação científica e cultural que também tem outras sedes pelo país. Exposições artísticas, conferências, espetáculos e oficinas são algumas das experiências que se pode viver no local. No interior encontra-se também o maior jardim vertical da Europa.

  • Preço: A entrada é grátis, mas podem cobrar pelo acesso a algumas exposições ou atividades.
  • Vale a pena? Entre para ver, pelo menos, o jardim vertical. No mais, depende do seu interesse por alguma exposição ou atividade específica no local.

6. Palácio de Artes / Dentro do complexo Cidade das Artes

Ópera, orquestra, espetáculos de teatro e dança ou shows. O melhor lugar de Valência para desfrutar de produções como essas é o Palácio de Artes.

  • Preço: a partir de 12 € (visita guiada). É preciso fazer reserva prévia. O preço dos espetáculos é variável (a partir de 20 €).
  • Vale a pena? Depende do seu interesse por algum dos espetáculos exibidos no local.

7. Umbráculo / Dentro do complexo Cidade das Artes

Mistura entre passeio ajardinado, miradouro e zona expositiva com estacionamento subterrâneo.

  • Preço: A entrada ao passeio é gratuita. O estacionamento custa 2,30 € por hora. Na compra conjunta com a entrada para uma das atrações da Cidade das Artes e das Ciências, o preço cai para 7 € ao dia.
  • Vale a pena? Pode funcionar como uma esticadinha do passeio pelo complexo, mas vai depender do tempo que você tiver.

8. Torres de Serranos e de Quart

Da Cidade das Artes e das Ciências, vamos direto ao centro de Valência. E para começar essa segunda etapa do nosso passeio com o pé direito, entramos por uma das portas fortificadas que davam acesso a Valência medieval. Imponentes vestígios das muralhas que cercavam a cidade na Idade Média, as Torres de Serranos e as de Quart permitem ter belas vistas panorâmicas da cidade.

  • Preço: No momento, são atrações gratuitas. Mas estão planejando instalar terminais e cobrar 2 €.
  • Vale a pena? Sim, pelas vistas que se pode ter desde cima. Mas é preciso levar em conta as escadas. Não é um passeio acessível para quem tem mobilidade reduzida.

9. CCCC

A sigla se refere ao Centro do Carmen de Cultura Contemporânea. O local é palco de algumas das melhores exposições artísticas, espetáculos e eventos culturais de Valência. Além disso, o CCCC foi construído em um antigo monastério e conserva boa parte da arquitetura original, incluindo belos pátios ajardinados.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? Sim. Mesmo que você não seja fã de arte contemporânea, vale a pena entrar para conferir a beleza do espaço.

10. Igreja de San Nicolás

A Iglesia de San Nicolás de Bari, considerada a Capela Sistina valenciana, é uma das igrejas mais antigas da cidade. Seu interior é ricamente adornado e possui um importante acervo de arte sacra.

  • Preço: a partir de 9 €.
  • Vale a pena? Depende do seu interesse por temas religiosos e artísticos.

11. Praça da Virgem

Rodeada de restaurantes e servindo de marco para uma das fachadas da Catedral de Valência, a Praça da Virgem é um dos cartões-postais mais movimentados da cidade. Um ícone do local é a fonte dos oito canais do Rio Turia.

  • Preço: Atração gratuita. É um dos locais visitados no Free Tour em Valencia.
  • Vale a pena? Sim. Além de ser o ponto de origem da cidade, é um espaço agradável e bonito.

12. Praça da Rainha

A apenas alguns passos da Praça da Virgem, está a Praça da Rainha, com vista para outra fachada da Catedral. Esta é uma praça mais ampla e também está rodeada de restaurantes, além de servir de conexão com vários pontos do bairro do Carmen.

  • Preço: Atração gratuita.
  • Vale a pena? Sim, é um dos pontos mais centrais da cidade.

13. Catedral, Miguelete e Santo Graal

Sabia que o Santo Graal se encontra em Valência? É o que dizem muitos historiadores. Além disso, a Catedral valenciana também abriga um museu com obras de Goya e de outros artistas. E para quem gosta de vistas panorâmicas, a dica é subir o Miguelete, a torre do mesmo edifício.

  • Preço: 8 €
  • Vale a pena? Depende do seu interesse por temas religiosos e artísticos.

14. Lonja da Seda

Edifício gótico do século XV declarado Patrimônio da Humanidade. Era um templo do comércio na época em que a indústria da seda era uma das mais potentes de Valência. A arquitetura interna do edifício é surpreendente.

  • Preço: No momento, a entrada é gratuita. Mas estão planejando instalar terminais e cobrar 2 €.
  • Vale a pena? Depende do seu interesse por história e arquitetura. De toda forma, a visita pode render belas fotos.

15. Mercado Central

Valência é uma cidade rodeada por plantações. Não é por acaso que aqui se encontra o maior mercado de produtos frescos da Europa. O local também tem postos com pratos prontos para degustar, como o Central Bar, comandado pelo premiado chef Ricard Camarena. Para completar, a arquitetura modernista do edifício também é muito atraente.

  • Preço: Entrada gratuita. É um dos locais visitados pelo Free Tour em Valencia.
  • Vale a pena? Sim, seja para conhecer o edifício ou os principais produtos da culinária local.

16. Museu Nacional de Cerâmica

O edifício por si só já é uma joia, considerado o melhor exemplo do barroco espanhol. O museu ainda abriga a maior coleção de cerâmicas do país. Para completar, está localizado no “Palacio del Marqués de Dos Aguas” e também conserva decorações e móveis da família de nobres que viveu no local.

  • Preço: 3 €.
  • Vale a pena? O edifício é muito fotogênico. Não deixe de passar por aí. Mas a entrada só vale a pena se você se interessa pelas peças expostas.

17. Jardins do Turia

Após uma enchente histórica, em meados do século passado, o Rio Turia (que cortava Valência de uma ponta a outra) foi desviado. Por reivindicação popular, decidiu-se, então, transformar o antigo leito em um imenso parque: os Jardins do Turia. Alugar uma bike para conhecer melhor alguns tramos desse espaço verde é uma ótima opção de passeio.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? Sim. Os Jardins são acessíveis de praticamente qualquer ponto da cidade e rendem um passeio muito agradável, além de serem ótimos cenários para fotos.

18. Parque de Cabeceira

É o parque que fica em uma das extremidades dos Jardins do Turia (na direção oposta da Cidade das Artes e das Ciências). Conta com um pequeno anfiteatro, um parque infantil e um lago com pedalinhos.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? É um passeio que pode interessar principalmente a famílias e casais.

19. Bioparc

Localizado exatamente no Parque de Cabeceira, está o Bioparc, o zoológico de Valência. O local conta com recintos multiespécies, que recriam os habitats naturais e reúnem animais que costumam conviver juntos naturalmente.

  • Preço: 26,90 € na bilheteria. Ou já reserve aqui por esta agência parceira do blog.
  • Vale a pena? Depende do seu interesse por espaços desse tipo.

20. Parque Gulliver

Poderia ser um simples parque de rampas e escorregadores. Mas aqui as crianças sobem e deslizam pelos dedos, pelos cabelos e pelas pernas de Gulliver – personagem do livro “As viagens de Gulliver”, recriado em Valência por meio de uma escultura de 70 metros. O parque está localizado no tramo XII dos Jardins do Turia. Sem dúvidas um dos melhores passeios para fazer em família em Valência.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? É ideal para quem visita a cidade com crianças pequenas.

21. Viveros

Outro espaço verde de Valência que merece destaque. Primeiro, porque foi originalmente o jardim do palácio real (há algumas ruínas no local). Além disso, seu roseiral, suas esculturas e fontes, seu lago dos patos e seu viveiro de pássaros tornam o passeio ainda mais encantador.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? É um passeio agradável para quem gosta de estar junto à natureza. O local é fotogênico e acessível.

22. Museu de Ciências Naturais

Dentro do Jardim de Viveros, encontra-se uma interessante exposição paleontológica. No Museu de Ciências Naturais é possível admirar esqueletos de dinossauros, de baleias e de uma preguiça gigante, além de minerais e mostras da evolução histórica do ecossistema local.

  • Preço: 2 €.
  • Vale a pena? Apesar de não ser um grande museu, é um passeio interessante para crianças e para quem gosta do tema.

23. Museu de Belas Artes

Segunda maior pinacoteca espanhola, o Museu de Belas Artes está localizado entre os Jardins de Viveros e os Jardins do Turia. Conta com obras de Velázquez, El Greco e Goya, entre outros artistas, além de peças arqueológicas, fragmentos arquitetônicos e alguns móveis artísticos.

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena: Se você gosta de arte, é um passeio muito recomendável.

24. Mercado de Colón

Instalado em um edifício modernista de grande beleza, este antigo mercado agora reúne excelentes restaurantes, cafés e postos de flores. Para completar, é um ótimo lugar para provar a autêntica horchata (ou orxata), uma bebida não alcoólica tipicamente valenciana feita à base de chufa (tubérculo da juncinha).

  • Preço: Entrada gratuita.
  • Vale a pena? Sim, seja para admirar o edifício, provar a horchata, fazer um happy hour ou deliciar-se com algum dos restaurantes do lugar.

25. Praias

Valência conta com 20 km de praias. Na própria cidade estão Arenas (ou praia do Cabanyal) e Malvarrosa. A seguinte (rumo ao norte) é Patacona, que já pertence ao município vizinho, Alboraya. De carro, é possível, inclusive, dar uma esticadinha até Port Sa Playa, a Veneza valenciana. Já na direção sul, passando o porto, encontram-se praias mais agrestes, cercadas de verde, como El Saler, Devesa e Garrofera.

Pessoalmente, eu prefiro El Saler, por ser uma praia com menos movimento que as urbanas e não tão longe. É possível chegar até lá com o ônibus linha 24, em uns 30 minutos desde o centro da cidade.

  • Preço: Atração gratuita.
  • Vale a pena? Se você gosta de praia, com certeza, vale a pena. E mesmo para quem não curte ficar estirado na areia, dar uma volta pelo passeio marítimo não deixa de ser uma boa opção.

26. Albufera de Valência

Ao sul da parte mais urbanizada da cidade, está o Parque Natural da Albufera. O cenário inclui bosques, arrozais e um imenso lago. Fazendo um passeio de barco, além de contemplar a paisagem, é possível conhecer um pouco da cultura local. Há barcos que saem do embarcadouro próximo à praia da Devesa e outros que saem da Comunidade El Palmar.

  • Preço: A visita ao lago é gratuita. O ônibus para chegar até lá tem o preço de uma linha tradicional (1,50 €). O passeio de barco custa a partir de 5 € por pessoa. Ou vá nesta excursão para Albufera.
  • Vale a pena? Muito! É uma experiência agradável, relaxante e cheia de beleza.

27. Comunidade El Palmar

Você sabia que a paelha – o prato mais conhecido da culinária espanhola – foi inventada justamente na Albufera de Valência? Para saborear a versão mais autêntica dessa receita, uma ótima dica é ir até El Palmar e escolher um dos diversos restaurantes locais. Você ainda pode programar o passeio de barco pelo lago da Albufera para antes ou depois da refeição, saindo da mesma comunidade.

  • Preço: A visita à comunidade é gratuita. Para chegar até lá, o ônibus tem o custo de uma linha normal (1,50 € por pessoa cada trajeto).
  • Vale a pena? Sim. Mesmo que você não seja fã da paelha tradicional (com frango e coelho), há versões com marisco e até vegetarianas, além de outras delícias. Mas se a ideia for apenas passear de barco pelo lago, talvez seja melhor parar alguns pontos antes e sair direto do embarcadouro.

Descontos e deslocamento em Valência

Para facilitar ainda mais seu planejamento de viagem a Valência, confira estas duas dicas especiais.

VLC Tourist Card

O València Tourist Card é uma espécie de cartão de descontos válido tanto para o transporte público quanto para museus e outras atrações.

Com o cartão de 24h, 48h ou 72h, é possível usar ônibus urbanos e metropolitanos, metrô e bonde gratuitamente, entrar grátis em alguns museus e ter descontos em algumas lojas e serviços.

Há também o VLC Tourist Card 7 dias, que não inclui transporte público gratuito, mas dá desconto em museus, lojas e serviços.

  • Preço: O VLC Tourist Card 24h custa 13,50 €; o de 48h, 18 €; o de 72h, 22,50 €; e o de 7 dias, 10,80 €.
  • Vale a pena? Depende de como você planeja se deslocar pela cidade. Caso você pretenda usar várias vezes o transporte público, pode ser interessante uma das três primeiras opções (24, 48 ou 72h). Caso sua estadia seja de 7 ou mais dias e você queira visitar vários museus, a última opção pode ser interessante.

Deslocamento pela cidade

A extensão das cidades europeias, em geral, não se compara às cidades brasileiras. Valência tem pouco mais de 100 km2 e, além disso, é absolutamente plana. Para completar, é a melhor cidade da Espanha para se deslocar de bicicleta. E é possível alugar bikes em vários pontos da cidade.

Caminhar e pedalar são, portanto, boas opções para movimentar-se pela cidade e conhecer seus principais pontos turísticos.

De toda forma, dependendo de onde você estiver hospedado ou da atração que queira visitar, o transporte público também pode ser útil. Nesse caso, é bom saber que a cidade conta com uma rede bastante completa de ônibus, metrô e bonde.

Fique atento apenas à disponibilidade de transporte público durante o período noturno, que diminui em relação ao período diurno. Táxi e Cabify podem ser boas opções durante a noite.

Créditos: as imagens das atrações 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 11, 12, 16, 17, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27 e extra são de Tátylla Mendes, estão protegidas por direitos autorais e não podem ser reproduzidas sem autorização da autora. As demais imagens utilizadas possuem direitos autorais livres (CC) e foram baixadas em sites de imagens gratuitas, dos seguintes autores: Polina Kocheva, Elini Afiontzi, Northleg Official, Sergey Konstantinov, Lynn Vdbr

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO

Brasiliense, com um pé no Nordeste e outro em Floripa, vivendo na Espanha atualmente. Muito feliz de ser convidada pelo Nivaldo para colaborar aqui no Buenas Dicas e compartilhar com você um pouco do que conheço deste mundão.

Comentários