Depois de quase 6 anos morando no Distrito Federal, finalmente fui conhecer o Água Mineral, apelido do Parque Nacional de Brasília. Uma área de conservação ambiental, com entrada a preços populares, piscinas naturais, trilhas e outros atrativos. Bom para moradores e turistas.

Fui nos últimos dias do inverno, quando os ipês coloridos já começavam a perder a guerra contra a seca. Estava quente, muito quente. E esse detalhe é importante para entender porque eu gostei do parque, que sem dúvidas é um dos melhores pontos turísticos de Brasília.

 

É mais bonito do que eu esperava

Acostumado a ouvir reclamações e histórias de passeios ao Água Mineral, eu estava esperando um ambiente controverso. Em outras palavras, a mistura de farofa, sujeira e música brega. Talvez por ter ido numa quarta-feira do mês de setembro, não encontrei nada disso. Então recomendo muito que vá num dia de semana. Se puder apenas feriados, sábados e domingos, prepare-se para uma eclética multidão.

Depois de pagar o ingresso de R$ 13 e entrar na portaria do parque, dirigi até o estacionamento principal, ao lado da piscina mais antiga. Muitas vagas livres. Aos finais de semana deve ser mais complicado para estacionar.

Andando até a piscina, me senti no Rio Quente Resorts. O que mostra como o parque está bem-cuidado. Caminho limpo, mata ao redor bem tratada, fonte de água limpa, placas de sinalização. Depois da minha visita decepcionante ao Baypark, cujo ingresso é bem mais caro, fui uma surpresa encontrar um parque público tão bonito e organizado. Na sua grande estrutura, conta também com banheiros em boas condições, posto médico, lanchonete e duchas.

Mas não espere luxos de um clube privado. Ao redor da piscina, não existem cadeiras ou guarda-sóis. Para se acomodar, é melhor levar uma canga para colocar no chão, de preferência sob a sombra das árvores. Como fui sem levar nada, deixei as roupas no concreto de um canteiro.

 

Piscinas geladas de águas minerais

Não sei se as águas são de fato minerais, como diz o nome, mas elas são realmente muito limpas. Água corrente, gelada. Lembrei das praias de Santa Catarina e das cachoeiras da Chapada, onde o coragem para entrar deve ser proporcional ao calor do lado de fora.

Nadei bastante. Nas bordas o fundo da piscina é cimentado com piso de pedra. No meio, onde é bem mais fundo, o piso é de pedrinhas aparentemente naturais. Tudo muito cristalino. Mesmo com o calor extremo do lado de fora, fui expulso pela temperatura polar da água.

Então, se você vai ao Parque Nacional de Brasília com a intenção de nadar, melhor evitar os  dias frios do planalto centra, mais comuns nos meses de junho, julho e agosto.

Piscina nova e piscina velha

Até pouco tempo atrás, as duas piscinas principais do Água Mineral ficavam abertas ao público todos os dias. Agora, alegando falta de funcionários, o parque reveza o funcionamento das piscinas. Essa que eu visitei é a Piscina Pedreira, conhecida como “piscina velha” e me disseram ser mais bonita e arborizada. A outra é a Piscina Areal, conhecida como “piscina nova”, é muito maior, mas não é tão bonita e tem poucas sombras ao redor.

A última informação publicada sobre o revezamento das piscinas é do G1. Segundo o site, a piscina areal fica fechada às segundas e terças e a piscina pedreira fecha às quintas. Mas na portaria me informaram que todos os dias têm revezamento, mesmo aos finais de semana. Resumindo, acho que o melhor jeito de descobrir qual está aberta, é indo até lá. Ou ligue antes pra confirmar no (61) 3233-4553

 

Trilhas

Além das piscinas, outro atrativo do Água Mineral é o cerrado nativo. Vi placas de trilhas e até comecei a me enveredar pelo caminho. Mas como o parque estava muito vazio e eu não estava com calçado apropriado, respeitei as placas de animais peçonhento e dei meia volta.

Para fazer as trilhas, vá preparado, de preferência com calça, tênis e boné. Não se esqueça de levar água e respeitar os horários e sinalizações. Na volta, pule nas piscinas geladas para se refrescar.

Segundo o site Icmbio, existem três trilhas no parque:

• Trilha da Capivara, com 1.300 metros de extensão;

• Trilha Cristal Água, com 5 quilômetros de extensão;

• Trilha União, que abrange várias reservas e circuitos, formando a maior trilha de mountain bike do Brasil, com 136 km de trilhas sinalizadas.

 

Preços de entrada e mensalidade

Leve dinheiro vivo para pagar a entrada, pois o parque ainda não aceita cartão. Desde o último reajuste, em 2016, a entrada no Parque Nacional de Brasília é cobrada da seguinte forma:

• Desconto Brasil (brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil): R$ 13,00
• Ingresso público geral (turistas estrangeiros): R$ 26,00
• Brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil, acima de 60 anos e crianças com 12 anos incompletos: grátis
• Visitante brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil mensalista (ingresso mensal): R$ 120,00

Para acompanhar atualizações sobre trilhas, piscinas e preços, fique atento ao site do Icmbio e às notícias sobre o parque.

 

Horários de funcionamento

Outra sucessão de informações desencontradas. De qualquer forma, é melhor chegar antes das 16h. Em datas como Natal e Ano Novo, o parque geralmente abre somente pela manhã. De qualquer forma, também é bom confirmar no telefone (61) 3233-4553 antes de ir.

Todos os dias, abre às 8h e fecha às 17h. Se for depois das 16h, confirme, porque o horário pode sofrer alterações com o fim do horário de verão.

 

Como chegar

Vá de carro. Além do transporte público de Brasília ser caro e de péssima qualidade, a rodovia onde fica a entrada do Água Mineral não é nada amigável. Não reparei se tem ponto de ônibus. Mesmo se tiver, é daquelas coisas que só morador sabe lidar. Então, se você é turista, vá carro, seja alugado (compare preços aqui), uber, táxi ou cabify. Aproveitando os descontos dos aplicativos, a viagem vai sair por menos de R$ 30 a partir do Setor Hoteleiro Norte.

 

Vídeo de visita ao Parque Nacional de Brasília

Encontrei no youtube um vídeo de um dia de passeio ao Água Mineral, mostrando piscinas, macacos pregos e outros detalhes do parque. Vale a pena ver pra ter uma ideia melhor do lugar.

Então, se não sabe mais o que fazer em Brasília em um dia de calor, vá mergulhar nas piscinas do Água Mineral.

 

Fotos do Água Mineral, o Parque Nacional de Brasília

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

1 Comment

Comentários