No período entre julho e novembro, as baleias jubarte vêm da Antártida para se acasalarem em águas tropicais. A Bahia é um dos seus lugares preferidos. Em Praia do Forte, fiz o passeio para observação de baleias e agora vou falar sobre preços, agência de turismo e se vale a pena fazer a atividade, seja fã ou não de ecoturismo, entre outras dicas.

Já adianto que tive sorte. Fiz o passeio no final de agosto e encontramos as baleias em menos de 1 hora. Fazia tempo bom, de céu claro e quase sem nuvens. No dia seguinte chegou a chuva. Pra não ser pego desprevenido, recomendo não chegar em Praia do Forte com apenas 1 dia para fazer o passeio.

Quando é possível observar baleias em Praia do Forte

Como falei no início, elas visitam a costa baiana nos meses de julho, agosto, setembro, outubro e novembro. Os passeios de observação são realizados somente nessa época. E mesmo assim, não é garantido que todos os dias as baleias serão vistas. Prova de que, pelo menos da metade do ano pra frente, nem só de tartarugas vive o turismo em Praia do Forte.

A agência de turismo que eu fiz o passeio

Não pesquisei nada e fui direto na agência mais próxima ao hotel, a Portomar Turismo. Tive sorte, pois pela estrutura, explicação e cuidados com segurança, provavelmente é a maior de Praia do Forte. A equipe de busca às baleias é liderada por uma bióloga experiente, que entende o comportamento dessas gigantes e dá algumas explicações técnicas aos passageiros. Relembrando, a agência não garante que as baleias serão avistadas. Se acontecer isso, eles permitem que o passageiro embarque novamente outro dia, sem custo adicional.

Preço: o valor oficial do passeio é R$ 180 por pessoa. Como eu estava hospedado no Hostel Praia do Forte, que tem parceria com a agência de turismo, tive um desconto e paguei R$ 150. Pode ser em dinheiro ou cartão.

Quanto tempo dura o passeio

O horário de início do passeio é sempre às 9h. A duração pode variar, pois isso depende de quanto tempo o barco leva para encontrar as baleias. Quando elas são encontradas, o barco segue junto a elas por no máximo 30 minutos. No meu caso, às 12h30 já estava de volta na praia. Durou 3h30. Mas é possível que o passeio todo tenha até 5 horas de duração. E, relembrando, sem garantia de encontrar as baleias.

Como foi o passeio para observação de baleias jubarte em Praia do Forte

Comprei no dia mesmo, um sábado. Tive sorte de encontrar vaga a tempo. A equipe da agência de turismo oferece dramin aos passageiros, para diminuir o enjoo no barco, que passa por fortes ondas em alto mar. Funcionou, porque não fiquei mareado, mas o sono foi cruel.

Seguimos a pé até o Instituto Jubarte, onde a bióloga mostrou seu currículo como estudiosa das jubarte e explicou como seria o passeio. O instituo é bonito, vale pelas fotos. Depois, seguimos a pé até a praia em frente ao Hotel Tivoli. Entremos no barco que leva até a escuna. Equipe cuidado, sempre explicando em detalhes como subir no barco, como sair, como não cair, essas coisas.

Embarque para o passeio de observação de baleias. Segurança é vital. Todo mundo de colete e por dentro das regras do barco.
No barco em direção à escuna do passeio. Dia bonito em Praia do Forte.
Já na escuna, em busca das baleias jubarte no mar de Praia do Forte, onde elas vêm para se reproduzir em águas tropicais.
Escuna da agência Portomar
Quando as baleias são avistadas, vira aquele desespero a bordo pra conseguir a melhor foto (coisa que só os profissionais conseguem)
Capitão e tripulante do barco

Já na escuna, o comandante mais uma vez reforçou como deveríamos andar a bordo, sempre nos apoiando e utilizando as cordas para não cair (lá dentro ou no mar). Em menos de uma hora de navegação, encontramos um grupo de baleias jubarte.

O encontro com as baleias jubarte

Segundo a tripulação, haviam 5 baleias. Reparei apenas em 3. É bonito de ser. Elas nadam em sincronia, soltando aqueles gases pelo dorso. No barco, vira aquele desespero pra fotografar. Mas quem é amador e não tem lentes objetivas, não consegue fotos decentes. Tirei as minhas com o iPhone8, coberto pela capa à prova d’água, e ficaram assim. Infelizmente as baleias não deram saltos.

Vi mais gente fotografando apenas com celulares e câmeras de ação, tipo GoPro. A não ser que as a baleias passem embaixo do barco, o que não aconteceu no dia, as fotos não servirão pra nada. Então já aviso: a experiência é muito melhor do que as fotos que você vê aqui. Elas saíram da água pouco mais do que captei na foto abaixo. Mas, ao vivo, não fica essa coisa miúda.

Além do entendimento dos biólogos, que fazendo coisas que biólogos fazem meio que rastreiam as gigantes no mar, elas são atraídas pelo canto da sereia. Ou melhor, pelo canto das jubarte gravado e emitido em caixas de som na escuna. Por isso e por curiosidade, elas se mantém ao redor do grupo, nadando e fazendo pequenas acrobacias.  Foi assim durante meia-hora em que os biólogos permitem a observação. Imagino que essa limitação seja para não estressar as baleias.

Vale a pena fazer observar jubartes em Praia do Forte

Como expliquei, o passeio tem seus contras, como a necessidade de tomar dramin pra não ficar mareado, o que dá um sono incontrolável e mesmo assim não segura o enjoo em todo mundo. Inclusive tinha gente vomitando nos sacos de vômito oferecidos. A possibilidade de não encontrar as baleias também é ruim, pois são horas em alto-mar e nem todos têm tempo para tentar novamente.  Por fim, as fotos de amadores como eu, que não são justas com a experiência, ficando assim, com as baleias pequenas e distantes.

Mas, como falei, a experiência como um todo vale a pena. Acostumado a fazer passeios de barco sem propósito ou para chegar em praias, foi interessante navegar ao redor das jubarte. Segundo a agência, o turismo de observação de baleias não é um Turismo Cruel, pois é feito com respeito aos animais e gera renda às comunidades. Assim os moradores locais não precisam sair caçando baleias para sobreviver.

Em busca de baleias ou não, boa viagem para Praia do Forte!

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

1 Comment

Comentários