Planejamento de viagem

Como economizar com hospedagem + dicas para encontrar hotéis baratos

Oito dicas para você também economizar com hospedagem no Brasil e no mundo, sem precisar ficar em espelunca.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

Muitos leitores me perguntam como economizar com hospedagem e onde reservar hotéis baratos. Saber onde pesquisar é a primeira dica. Mas tem muito mais. Saiba quando e como é mais barato se hospedar em cada destino, como pagar menos pelas diárias e o que NÃO fazer.

Afinal, gastos com hospedagem elevam muito o orçamento de uma viagem. Por isso, aqui vão dicas de onde reservar hotéis baratos e como economizar com diárias de hotel, pousada, albergue ou apartamentos de temporada.

8 dicas para economizar com hotéis e outras formas de hospedagem

Não tem milagre ou truque infalível. Para economizar com hospedagem, é preciso pesquisar muito, e não só em site de reservas. É preciso entender como funcionam as temporadas em cada destino, o que move a economia do lugar e outros fatores Também é importante não cair em cilada.

Dica 1 – Vá nos melhores sites

Gastos com hotel são altos e não vale a pena arriscar com sites desconhecidos, mesmo em casos de alguma economia. Eu utilizo sempre sites que estão entre os maiores e mais confiáveis do mundo. Atualmente, os maiores sites de reservas de confiança são:

  • Booking: todos os tipos de hospedagem, de campings a hotéis de luxo
  • Hostel World: albergues e algumas poucas pousadas
  • Airbnb: propriedades particulares e imóveis de temporada

Para entender mais sobre o assunto, o artigo Melhores sites de reservas de hotéis tem comparativos com vantagens e desvantagens de cada plataforma.

Dica 2 – Reserve com antecedência

Quanto mais turístico o destino, mais importante é reservar sua hospedagem com antecedência. O mínimo recomendável é 1 mês antes. Mas pode ser muito mais. Pelo Booking, é possível reservar um hotel com até 15 meses de antecedência. Se vai viajar num feriado ou alta temporada, vai conseguir os melhores preços se reservar com a maior antecedência possível.

Toda regra tem excessão. Quem deixa para reservar na última hora, se tiver sorte, pode encontrar preços ainda menores. Isso acontece porque os hotéis preferem alguém pagando pouco, do que não ter cliente. Então, se tiverem um cancelamento em cima da hora, vão fazer uma oferta muito barata para o mesmo dia. Pode acontecer, mas não conte sempre com isso.

Dica 3 – Viaje em médias e baixas temporadas

Praticamente toda cidade turística vive entre altas e baixas temporadas. Numa praia, a alta temporada costuma ser no meses de verão. Num destino de inverno, os meses mais frios são mais caros. E os preços aumentam ainda mais quando a estação preferida coincide com meses de férias, como julho e janeiro. Alguns exemplos para evitar:

  • Alta temporada na Itália: outubro, novembro e de fevereiro a maio
  • Alta temporada em Gramado: outubro, novembro e de fevereiro a abril
  • Alta temporada no Ceará: dezembro, janeiro, julho e agosto

Pegadinha: não adianta visitar um lugar na baixa temporada, só pra economizar, e pegar um clima horroroso. Por exemplo, o mês de novembro em Veneza, quando a cidade costuma alagar. Ou achar primavera na Holanda é baixa temporada, mas o país lota de gente por causa das tulipas florescendo. Ou ir aos Lençóis Maranhenses no início do ano, quando chove muito e as lagoas estão secas.

Dica 4 – Metrópole ou cidade turística?

De acordo com seu destino, pode ser mais barato se hospedar em dia útil ou em final de semana. Depende do que move a economia da cidade.

Generalizando, grandes cidades são mais baratas para se hospedar em feriados e finais de semana. São Paulo, por exemplo. Como é o turismo de negócios que movimenta a rede hoteleira, aos finais de semana a demanda é menor e os hotéis fazem promoções.

Já numa cidade de praia turística, como Bombinhas, o movimento é muito maior aos finais de semana. Se viajar no meio da semana para um destino desses, pode pagar até a metade do preço num hotel.

Pegadinha: nem toda cidade grande é mais barata para viajar aos finais de semana. Um bom exemplo é o Rio de Janeiro, que é metrópole e cidade turística ao mesmo tempo. Nesses casos não vale essa estratégia para economizar.

Dica 5 – A pegadinha dos comparadores de preços

É tentador utilizar comparadores de preços de hotéis, como por exemplo o Trivago. Mas é o barato que pode sair caro, pois eles têm alguns pontos negativos:

  • Alguns cobram comissão. Então, por mais que o preço pareça bom, saiba que podem estar embutidas taxas, da mesma forma que acontece em comparadores de preços de passagens aéreas.
  • Sites de reservas desconhecidos. Repare que além de grandes plataformas de reservas e sites dos próprios hotéis, esses comparadores de preços mostram preços de diárias em sites que você nunca ouviu falar. E como a reserva será direto por esse site desconhecido, você estará na mão de um atravessador sem histórico de confiança.

Dica 6 – Ganhe descontos

Uma vantagem de reservar hotéis sempre no mesmo site, é se tornar um cliente especial. Por exemplo, eu me tornei cliente Genius no Booking. Esse “upgrade” vem após 5 reservas diretamente pela plataforma. Como cliente Genius, tenho algumas vantagens possíveis, como:

  • 10% a 15% de desconto em hotéis que também são Genius (nota acima de 7,5 e outros requisitos)
  • Café da manhã grátis em hotéis que cobram pela refeição
  • “Late Checkout”, ou seja, a possibilidade de encerrar minha diária mais tarde

O programa de vantagens do Hoteis.com para hóspedes frequentes também é bastante conhecido. Funciona praticamente como um cartão fidelidade de restaurantes: a cada 10 diárias reservadas, o cliente recebe 1 diária grátis. Essa diária do prêmio tem como preço máximo o valor médio das outras 10 diárias e pode ser utilizada em centenas de milhares de hotéis cadastrados.

Dica 7 – Pesquise diferentes tipos de hospedagem

É mais fácil economizar com hospedagem se você estiver disposto a conhecer diferentes tipos de acomodação. Claro que quase sempre é mais confortável se hospedar em hotel, mas isso tem se tornado muito caro em grande cidades. Por isso pesquise também albergues e quartos em imóveis de terceiros.

Saiba que nem só de quartos compartilhados vivem os hostels. É comum encontrar quartos privativos em albergues, inclusive com banheiro e ar-condicionado. E quartos assim em albergues geralmente custam menos do que quartos de pousadas, inclusive em padrão inferior e bairros piores. E no hostel tem a vantagem (pra quem gosta) de estar num ambiente mais descontraído, onde é mais viável fazer amizades e descobrir programas diferentes no destino. Para reservar hostels, eu utilizo somente Hostel World e Booking.

O mesmo vale para o AirBnb. A plataforma, que surgiu em San Francisco, tem crescido mais do que a média do setor exatamente por possibilitar ao viajante encontrar hospedagens mais baratas. Principalmente em grandes cidades como NYC e Londres, onde hotéis são absurdamente caros, o Airbnb é uma boa alternativa. Mas atenção: procure se hospedar somente em propriedades de anfitriões bem avaliado, de preferência com o selo “super-host”, para garantir ao máximo sua segurança e que a hospedagem seja mesmo como é mostrada no site.

Dica 8 – Hospedagem grátis (existe mesmo)

Sim, é possível se hospedar sem gastar um único centavo. Isso é possível graças aos anfitriões de plataformas como o Couchsurfing, cuja tradução ao pé da letra significa Surfando Sofás. Pessoas no mundo inteiro oferecem seus sofás e quartos sobrando para viajantes econômicos.

A vantagem, obviamente, é economizar muito. A desvantagem, é que nem sempre você tem muita escolha. É preciso se hospedar onde você for aceito. E muitas das acomodações ficam em bairros distantes das partes mais turísticas.

Pronto para encontrar hotéis baratos?

Agora é com você. Siga as dicas de como economizar com hospedagem no Brasil e no mundo e comece a viajar mais com menos dinheiro. E se tiver qualquer dúvida ou estiver com dificuldade para encontrar hotéis baratos no destino que você precisa, é só perguntar. Eu respondo sempre o mais rápido possível.

Boas viagens!

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Get Your Guide: ingressos e tours para atrações no mundo inteiro

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

  • Utilize o cupom BUENASDICAS10 na EasySim4U e tenha  10% de desconto  em chip internacional
  • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
Seguro viagem america do sul 300x250

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários