Veneza

O que NÃO fazer em Veneza: ciladas e coisas para evitar

Ciladas. Armadilhas pra turistas. Erros comuns de planejamento. Entenda o que não fazer em Veneza e aproveite melhor a viagem.

Vendo as notícias sobre Veneza alagada, resolvi fazer esse alerta. Apesar de linda e realmente merecer uns dias do seu roteiro pela Itália, Veneza tem algumas particularidades que devem ser observadas.

Saber o que não fazer em Veneza não é só pra quando você estiver lá. Isso começa no planejamento da viagem, desde a escolha da época para viajar até o lugar onde vai se hospedar.

1. Viajar em novembro

Eu avisei no post Quando ir para Veneza que novembro é mês de aqcua alta. E em novembro de 2019 aconteceu o segundo maior alagamento da história, com direito a inundação dentro da Basílica de San Marco. A prefeitura instala passarelas e os hotéis distribuem galochas. Mas isso não resolve muito e tem gente que resolve até nadar em plena cidade. Evite esse “perrengue chique” que inclusive pode transmitir doenças, afinal Veneza é cheia de ratos e pombos.

2. Viajar em julho e agosto

Verão e férias. Juntou isso, juntou gente. Nos dois meses da mais alta temporada em Veneza, o que inunda a cidade são os turistas. Ela é cheia o ano inteiro, mas no meio do ano a superlotação é exagerada. E ainda tem os navios de cruzeiros que encostam na cidade e despejam hordas de turistas pra passar o dia. Parece que ninguém se importa com os preços: até engarrafamento de gôndola é possível. Se não bastasse o tumulto, o calor também é garantido.

3. Se hospedar fora das ilhas ou longe dos canais

No post Onde se hospedar em Veneza eu expliquei como aproveitar o melhor da cidade, sem gastar muito com transporte. A principal dica é escolher seu hotel perto da estação Santa Lucia, que fica na Veneza insular. Mas se você quer ficar perto dos principais pontos turísticos, como a Ponte di Rialto e a região de San Marco, tem bons hotéis mais pra frente. A questão é não ficar longe dos principais canais, por onde passam os “vaporettos”, os (caros) ônibus aquáticos de Veneza.

4. Levar malas grandes

Mesmo para quem vai se hospedar no início de Veneza ou perto do Canal Grande, é importante não exagerar na bagagem. Lembrando que não circulam carros em Veneza. E mesmo os caminhos mais curtos estão cheios de pontes. E para cada ponde, uma pequena escadaria. Mala do rodinha não resolve muito. Melhor mesmo é ir com mochila ou malas leves, pra não sofrer ou não gastar uma fortuna com táxi aquático.

5. Alimentar ou se misturar com os pombos

Veneza está na lista 10 cidades lindas, mas cheias de Pombos. E por lá os pombos são agressivos e não respeitam nada. Eles sobem nas mesas dos cafés e roubam comida das mãos dos turistas. E não pense que a Piazza San Marco é dominada por turistas. Quem manda ali são os pombos. Lembre-se que pombos causam doenças que podem matar em poucos dias. Não tire fotos com eles no ombro, não alimente. Pombos são uma praga em Veneza, não uma atração turística.

6. Comer em restaurantes turísticos sem referência

Veneza tem ótimos restaurantes onde você pode apreciar o melhor da culinária italiana. Mas não entre em qualquer lugar. Principalmente na região de Rialto e San Marco, muitos restaurantes oferecem o tal “menu turístico” e até mesmo algumas pizzarias conseguem ser ruins. Em plena Itália. Se não tiver se planejado, procure restaurantes com o selo Tripadvisor. E também leia dicas antes de viajar, como essa de pizzaria boa e barata, além de conferir notas em sites como Google Maps.

Quer mais dicas de Veneza ou tem alguma cilada pra contar?

O que mais tem em cidade turística, é armadilha pra turista. Se você já passou por alguma situação chata em Veneza, avise os próximos viajantes aqui pelos comentários. E se quer mais dicas sobre a cidade, pergunte. Eu respondo sempre o mais rápido possível.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários