Considerada uma das melhores do mundo, a culinária italiana desperta paixões. Cada um tem seu prato favorito. Por isso mesmo, sei que esse post vai dar polêmica. Afinal, baseado em que eu me dou ao direito de escolher as melhores comidas típicas da Itália?

No Brasil e na Itália, provei alguns dos pratos mais tradicionais da velha bota. Além do meu próprio paladar, também ouvi amigos italianos e descendentes que vivem em São Paulo, daqueles que passaram a vida toda provando as receitas da “nonna”. E pra tirar dúvidas e ver mais opiniões, consultei outros rankings de comidas italianas, como na NDTV e no Walks of Italy, ambos em inglês, além de sites de gastronomia italiana, como Scatti di GustoCorriere, que mostram pratos tradicionais das diferentes províncias italianas.

Como milhões de brasileiros, italianos, descendentes e fãs da gastronomia italiana em todo o mundo, já estou com água na boca. Veja a seleção com as 10 melhores comidas típicas da Itália, com pratos originários ou desenvolvidos de norte a sul do país, em cidades como Roma, Milão, Florença e Palermo, entre outras.

(Atenção: a Itália faz parte do Espaço Schengen, onde o tempo de permanência é limitado e seguro viagem é obrigatório)

 

1. Lasanha (Lasagna)

Essa maravilha da gastronomia italiana (o que é contestado pelos ingleses) é quase sempre uma bomba calórica. Mas não tem como resistir. O sabor mais comum de lasanha é a que, no Brasil, chamamos de bolonhesa: leva carne moída, massa, molho de tomate e muito queijo. Em todo o mundo existem centenas de tipos e variações de receitas de lasanha. Já vi lasanhas de calabresa, frango, bacalhau, com variados tipos de queijo e até lasanha vegetariana, por exemplo, de berinjela. Essa lindeza da foto acima em comi em Veneza, e me lembro até hoje de cada garfada.

 

2. Pizza

A origem da pizza é disputada por egípcios, hebreus e outros povos. Mas uma coisa ninguém contesta: foi na Itália, especialmente na cidade de Nápoles, que ela se desenvolveu e foram criados os melhores sabores e técnicas de preparo. Na foto acima você vê uma legítima pizza napolitana, de borda grossa e cobertura seguindo as regras da AVPN. Esse é o tipo mais comum de pizza na Itália. Mesmo com diferentes tipos de pizza consagrados em países com forte imigração italiana, como Brasil, Estados Unidos e Argentina, o alimento continua sendo símbolo italiano. Na Itália, o sabor mais pedido é o clássico margherita.

 

3. Bisteca Fiorentina (Bistecca alla fiorentina)

Típica da região da Toscana, especialmente na capital, Florença, a Bisteca Fiorentina já entrou em diversos rankings de melhores carnes do mundo. Extraído de vacas da raça italiana Chianina, o corte da bisteca fiorentina engloba o que no Brasil conhecemos como filé mignon, contra filé e alcatra. A carne deve ser assada e, segundo a tradição, acompanhada de vinho Chianti, também de origem toscana. Pra saber onde comer e preços dessa essa iguaria em Florença, recomendo ler o blog Rafa Pelo Mundo, que narrou com detalhes a experiência.

 

4. Macarrão à Bolonhesa (Tagliatelle al ragu)

Conhecida pelo apelido de “A Gorda”, a cidade de Bolonha produziu algumas das melhores comidas típicas da Itália. O mais famosos desses pratos é o tagliatelle al ragu: aquela massa achatada, com molho de ragu de carne. Mas, cá entre nós, eu comi este Bolonhesa em Bolonha em não gostei. Bom mesmo é a versão brasileira do prato, com espaguete barato e fartura de molho de tomate com carne moída. De preferência com queijo ralado por cima.

 

5. Risoto, o pequeno arroz (Risotto)

Como falei no post Mapa da Gastronomia Italiana, cada parte do país tem seus pratos característicos. No caso da Lombardia, cuja capital é Milão, a principal invenção gastronômica é o risoto. No sentido literal, a palavra risoto significa “pequeno arroz”, como explica o site da PUC. Assim como pizzas e lasanhas, o risoto ganhou centenas (talvez milhares) de sabores. Já vi risoto de calabresa, de fungos, de tomate seco, de costela e até um criativo risoto de pequi, no estado de Goiás. Mas sem dúvidas o mais famoso é o “risotto alla milanese”, à base de açafrão.

 

6. Arancino ou Arancina

Direto da Sicília para a nossa seleção de melhores comidas típicas da Itália, o arancino é basicamente um bolinho de arroz recheado e frito. O recheio mais comum é molho de ragu de carne. Também pode ser de tomate, queijo, ervilha, manteiga, berinjela e outros sabores. Tem a receita no blog Itália para Brasileiros. Se quer conhecer mais pratos tradicionais da Sicília, dá uma olhada no blog As Distâncias, que fez uma seleção incluindo sanduíches e sobremesas sicilianos, como o próprio cannoli, doce imortalizado em fala de O Poderoso Chefão.

 

7. Ossobuco

Também originário da Lombardia, no norte da Itália, o Ossobuco vem de um corte considerado pouco nobre: músculo da perna traseira do boi. Pra ficar macio e suculento, soltando o tutano do interior do osso, deve ser cozido durante horas, num molho com vinho, legumes e temperos. Por ser um prato barato e muito gostoso, vem se tornando popular no Brasil. Se quiser fazer em casa, aqui tem 22 receitas diferentes de Ossobuco.

 

8. Cacio e Pepe

Originário da cidade de Roma, o Cacio e Pepe é um dos pratos mais simples e deliciosos da culinária italiana. Tanto que conquistou paladares famosos, como o do apresentador Anthony Bourdain. Na receita, apenas massa (de preferência do tipo longa, como espaguete ou vermicelli), queijo pecorino romano e pimenta do reino preta. O próprio nome já diz isso, já que “cacio” é queijo e “pepe” é pimenta em italiano. Pra tentar fazer em casa, veja aqui a receita e o modo de preparo. Para ver mais pratos criados em Roma, como a brusqueta e o Buccatini all’amatriciana, entre outras massas e carnes, o blog As Distâncias fez um seleção cheia de fotos.

 

9. Gelatto

Viajar pela Itália é naturalmente provar dezenas de sabores de gelatto, ou seja, sorvete. Segundo o site A Origem das Coisas, não se sabe ao certo quem criou o sorvete, mas sem dúvidas a Itália tem papel importante em sua história. Ainda no século I, o imperador romano Nero já comia um tipo de sorvete: gelo de neve das montanhas com cobertura de frutas. Já o cone de sorvete, que chamamos de casquinha, tem origem italiana comprovada, por uma patente em nome de Italo Marchioni.

O blog Vou pra Roma listou diversos sabores de gelatto que merecem ser provados na Itália, como mascarpone e pera, nocciole e pistacchio. Mas, assim como eu, tenho certeza que o sabor favorito da maioria é, claro, chocolate!

 

10. Tiramisú

O queijo mascarpone dá o toque especial nessa que é a mais típica das sobremesas italianas. A receita também leva ingredientes como café, creme de leite, biscoito champanhe e licor. A origem dessa delícia é disputada entre as cidades italianas de Florença e Treviso. Mas, cá entre nós, o melhor que eu comi foi em São Paulo. E você?

 

E o filé à parmegiana?

O nome soa como italiano. Afinal, o que nasce na província de Parma é “parmigiano”. Mas ele é um prato legitimamente brasileiro, apenas inspirado numa receita italiana. Então, apesar dessa delícia empanada com farinha e ovos, coberta de queijo e presunto, parecer italiana, da fato é um prato brasileiro ou “brasiliano”, como diz a música.

 

Mais comidas típicas da Itália

Claro que a Itália tem centenas, provavelmente até milhares, de outros pratos típicos, criados de norte a sul da parte continental e também em suas ilhas, como Sicília, Sardenha e Arquipélago Toscano. Mas é humanamente impossível listar todos, por isso selecionei apenas os melhores, de acordo meu meu paladar e consultas a entendidos do assunto. O que obviamente não vai agradar todo mundo.

Se você tiver alguma dica de prato que acha que merece lugar nessa lista, é só comentar. Todas as opiniões (educadas) são bem-vindas. E é sempre bom ficar sabendo de novidades e pratos menos conhecidos que merecem ser provados.

Viva a culinária italiana!

 

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

4 Comments

  1. Prezado Nivaldo, olá!
    Muito legal o post. Mas é o bife à milanesa? Não encontrou um
    Lugarzinho pra ele não?
    Abs

    • Nivaldo responder

      Fala Bruno. Bom questionamento! Fui pesquisar a origem dele agora e vi que na Itália esse prato se chama “cotoletta alla milanese”. Lembrei do post de comidas típicas de Alemanha, onde comento sobre o Schnitzel, que também é um bife à milanesa. Parece que austríacos e italianos disputam a origem do prato. Mas que é bom, isso é mesmo.

    • Nivaldo responder

      Que bom que gostou Márcia! Com esse post polêmico, eu já tava esperando xingamento, haha. Se tiver alguma dica de cerveja italiana, será bem-vinda. Lá eu só bebi limoncello e birra moretti. ;)

Comentários