Onde ficar em Brasília

Asa Sul, Asa Norte, Eixão, Eixo Monumental, Lago Sul, Lago Norte, Setor de Clubes, SQN, SHN… São tantos nomes e siglas, que parece difícil entender Brasília. Mas a Capital Federal é totalmente lógica, e tem até bairros específicos para hotéis.

Aqui, vou ajudar você a escolher onde ficar em Brasília de acordo com suas preferências e seu orçamento.

🎵 Curiosidade: na sua última passagem por Brasília, na turnê de 2023, o ex-Beatle Paul McCartney ficou hospedado no Royal Tulip Alvorada, na suíte presidencial, com vista para o Lago Paranoá.

Também já fui turista em Brasília, e hoje sou morador, portanto, aqui você encontra um ponto de vista único e aprofundado sobre a capital, com dicas exclusivas de hotéis bem localizados, em diferentes faixas de preço.

Onde ficar em Brasília: melhores bairros e dicas de hotéis

Estas 4 regiões marcadas no mapa do Plano Piloto reúnem os principais hotéis de Brasília. As outras duas áreas (Taguatinga e Águas Claras) são indicadas caso busque hotéis muito mais baratos ou tenha compromisso pela região.

Apesar de imensa, Brasília é um ovo. Em formato de avião, mas ainda assim um ovo. Os principais atrativos e pontos de interesse da capital estão bem próximos, no centro do Plano Piloto, entre a Asa Sul e a Asa Norte.

Por isso, se quer uma localização estratégica e bem estruturada para se hospedar em Brasília, fique no Setor Hoteleiro Sul (SHS) ou no Setor Hoteleiro Norte (SHN).

Não é barato de hospedar em Brasília. Mas se você pesquisar preços de hotéis em Brasília, vai reparar que há boas promoções de final de semana nos hotéis, e hospedagens alternativas em bairros mais afastados.

Outra região a considerar é a Vila Planalto, um bairro novo e nada planejado, que nem parece Brasília, próximo à orla Lago Paranoá, onde há excelentes flats e hotéis próximos ao Palácio da Alvorada, residência oficial do Presidente da República. E se busca hotéis realmente baratos, vá para a região da W3 Sul, uma área hoteleira informal do Plano Piloto.

Confira agora os bairros recomendados com dicas de hotéis em Brasília:

1. SHN: O moderno e central Setor Hoteleiro Norte

O SHN, o Setor Hoteleiro da Asa Norte, é uma área mais nova, moderna e segura do que seu vizinho SHS, do qual está separado apenas pelos extensos canteiros gramados do Eixo Monumental.

Na minha opinião, é o SHN é a melhor região para se hospedar em Brasília, por ser mais equilibrado em termos de segurança, localização e variedade de hotéis.

A área comercial do bairro é mais simpática e segura do que no SHS. O destaque do bairro é o Brasília Shopping, e tem ótimo hotéis ao lado dele. Outro boa área para ficar é ao redor do Liberty Mall.

À noite, recomendo não circular nas vias escuras do bairro, pois ele fica praticamente abandonado após o horário comercial.

O Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, construído para a Copa do Mundo de 2014, fica logo acima do Setor Hoteleiro Norte.


Caso vá assistir algum show ou jogo de futebol, dá pra ir andando. Nesse caso, compensa se hospedar na região, pois não precisará pegar Uber e nem enfrentar trânsito ou pagar estacionamento.

Não tem metrô no bairro, mas, dependendo de onde você ficar no setor hoteleiro norte, é possível ir caminhando até a Rodoviária do Plano Piloto, onde está a estação inicial do metrô do DF, que liga Brasília a Águas Claras, Taguatinga, Guará, Ceilândia e Samambaia.

↳ Dicas de hotéis no Setor Hoteleiro Norte

  • ($$$) B Hotel Brasília – Do bar na cobertura do B Hotel se tem uma das vistas mais bonitas de Brasília. As suítes do hotel tem visual limpo e modernista, que remete ao estilo de Brasília. Possui 5 estrelas, sendo o hotel mais luxuoso do SHN.
  • ($$$) Hotel Mercure Brasília Líder – Típico hotel 4 estrelas da rede Mercure, bastante limpo, funcional e sem luxos. Sobre a localização, a única coisa realmente perto é o McDonalds. Com uma curta caminhada, se chega ao Brasília Shopping, onde tem um Coco Bambu, e ao Shopping ID, onde tem um Restaurante Madero. Quase em frente à Torre de TV.
  • ($$) Vision Hplus Executive – Um dos únicos hotéis da Asa Norte de onde é possível ir andando até o metrô. Nos dias de semana, tem boas opções de restaurantes por perto. De segunda a domingo, tem o imenso shopping Conjunto Nacional ao lado, onde se acha de tudo. Hotel novíssimo, com piscina no terraço, vista pra Esplanada dos Ministérios e muito bem avaliado pelos hóspedes.
  • ($$) Kubitschek Plaza Hotel – Um pouco acima do Vison Hplus, ou seja, daqui também é possível caminhar até o metrô e o Conjunto Nacional. Está rodeado de outros hotéis, mas tem alguns restaurantes na região e uma loja de conveniência por perto. Hotel um pouco antigo, mas ainda não castigado pelo tempo. Tem piscina, spa, sauna e, dizem, tem também o melhor pudim de Brasília.
  • ($$) Confort Suites Brasília – Já me hospedei e gostei. Quartos grandes, com uma pequena copa. Piscina grande, acima do padrão da maioria dos hotéis. Ótimo café da manhã. Localização ok, acima da W3 e perto do Brasília Shopping, a melhor localização do setor.

2. SHS: O tradicional e central Setor Hoteleiro Sul

No início da Asa Sul, o SHS foi o primeiro bairro hoteleiro a ser construído em Brasília. É a região dos hotéis mais tradicionais de capital federal.

Mas eu tenho muitas ressalvas sobre o Setor Hoteleiro Sul, por conta da vizinhança.

De fato, aqui estão alguns dos melhores hotéis de padrão executivo de Brasília. E a localização é estratégica, com pontos de interesse como o Shopping Pátio Brasil e até uma estação de metrô.

Mas algumas áreas são muito perigosas. Por exemplo, o Setor Comercial Sul (SCS), abaixo da Avenida W3, que à noite e aos finais de semana fica vazio, sendo dominado pela prostituição e por usuários de drogas.

Importante saber também que na Asa Sul tem metrô, a Estação Galeria. De metrô, dá pra ir passear em lugares como a Feira do Guará  e o Park Shopping. Mas, pra se deslocar no próprio Plano Piloto, é melhor usar táxi ou Uber, pois não tem estação de metrô perto de pontos de interesse como embaixadas, e nem mesmo na Esplanada dos Ministérios.

↳ Dicas de hotéis de ALTO PADRÃO no Setor Hoteleiro Sul

  • ($$$$) O Meliá Brasil 21 é um dos melhores hotéis de Brasília, e costuma hospedar artistas que vem à capital. Foi lá que presidente Lula morou durante a reforma do Palácio da Alvorada. Fica a pouco metros da entrada do Parque da Cidade e do Venâncio Shopping, onde há grande redes de restaurantes como Outback, Jamie Oliver e Starbuck’s.
  • ($$$$) Na mesma faixa de preço, o Windsor Plaza Brasília ostenta 5 estrelas. Como vantagem ao concorrente, tem a localização ligeiramente melhor, pois fica bem em frente os shoppings da região, o que facilita muito na hora de sair pra comer ou comprar algo.
  • ($$$) O Tryp by Wyndham é um bom hotel 4 estrelas, e fica bem em frente ao Pátio Brasil, a localização mais movimentada da região.

↳ Dicas de hotéis BARATOS CONFORTÁVEIS no Setor Hoteleiro Sul

Chega a ser engraçado usar “barato” e “Brasília” na mesma frase. Mas, de acordo com as médias de preço de Brasília, dá pra se hospedar bem sem gastar muito.

  • ($) O mais barato da região, desconsiderando as espeluncas, é o Like U Hotel é um hotel econômico. Tem 3 estrelas, acomodações simples e antigas, e boa localização, a poucos passos do shopping.
  • ($$) Atrás da churrascaria Fogo de Chão, o Gran Bittar Hotel custa um pouco mais, por ter 4 estrelas e quartos maiores e mais confortáveis.
  • ($$) Abaixo da avenida W3, o Planalto Bittar está em localização pior, mas seu prédio abriga o Páprica Burger, uma das melhores sanduicherias de Brasília.

3. Vila Planalto: hotéis perto da casa do Presidente da República

pontos turisticos brasilia
Palácio da Alvorada, na Vila Planalto

Esse pequeno bairro com cara de cidade do interior nem parece Brasília, de tão “desplanejado” que é. Mas é praticamente impossível sair da capital sem passar por ele, já que na Vila Planalto está o Palácio da Alvorada, casa do presidente, onde todo mundo vai tirar umas fotos ou xingar o eleito da vez.

Os dois mais famosos hotéis 5 estrelas de Brasília estão aqui, o Golden Tulip Brasília Alvorada (eterno Blue Tree) e o Brasília Palace.

  • Desvantagens: os hotéis são cercados de mato, lago e longas avenidas vazias. Impossível fazer qualquer coisa a pé.
  • Vantagens: fácil acesso à Esplanada dos Ministérios, onde estão o Congresso Nacional, o Itamaraty e o Palácio da Alvorada. E bons restaurantes próximos, a cerca de 5 minutos de carro, entre eles o Ki-Mukeka, bem em frente ao Lago Paranoá.

↳ Dicas de hotéis com vista para o Lago Paranoá

  • Royal Tulip: melhor hotel 5 estrelas de Brasília, onde costumam se hospedar celebridades e seleções de futebol. Conhecido também como “Ex-Blue-Tree”. O café da manhã é farto e a piscina é de frente para o Lago Paranoá. Numa suíte do hotel foi gravada a famosa cena da Paolla Oliveira da série Felizes Para Sempre.
  • Golden Tulipanexo ao Royal Tulip, o Golden Tulip é um pouco mais simples e econômico.
  • Brasília Palace Hotel:  quase ao lado do Royal Tulip, já hospedou a Seleção Brasileira de Futebol e algumas celebridades. Luxuoso sem afetação, foi projetado por Oscar Niemeyer e tem os maiores painéis já feitos por Athos Bulcão.
  • Lake Side Apart Hotel: condomínio com vários pequenos prédios residenciais, também funciona como flat. Quartos com uma pequena sala e copa básica. Tem duas boas piscinas com vista pro Lago Paranoá, uma delas aquecida. Tem um píer próprio para barcos.
  • Life Apart Resort: uma versão mais jovem e moderna do Lake Side. Fica bem mais próximo à L4, avenida que dá acesso ao Plano Piloto de Brasília. O restaurante tem vista pro lago, mas cobra caro por uma comida mais ou menos. Se quer fazer SUP ou caiaque, o condomínio aluga equipamento.

O local não chega a ser um bairro, apenas uma longa área despovoada com grandes restaurantes, academias e clubes. As opções de hospedagem se resumem a flats na beira do lago.

Desvantagens: estar no meio do nada, em frente à antiga Academia de Tênis, complexo de lazer que foi a sensação dos anos 80 e 90 e acabou destruído em um incêndio em 2010.

Facilidades: proximidade à ponte JK (que leva ao Lago Sul) e ao shopping de lazer Píer 21, cheio de cinemas e restaurantes.

4. W3 Sul: Região hoteleira informal, com pousadas baratas e pensões

Para suprir a demanda por hospedagem de longa duração e pousadas baratas em Brasília, a região da avenida W3 Sul historicamente oferece boas opções de locais econômicos.

Infelizmente, devido à setorização da cidade, não raro o governo fecha essas pousadas. Mas elas renascem e continuam a receber hóspedes. Muitas delas, inclusive, estão disponíveis para reservas em sites como Airbnb e Booking.com.

↳ Pousadas baratas e flats na Asa Sul, acima da avenida W3

  • A KzaZendf Cama e Cafe ocupa um sobrado de esquina, numa agradável área residencial. É bem avaliada pelos hóspedes, principalmente nos quesitos localização e limpeza.
  • Além de pousadas, há bons flats para alugar na Asa Sul, como o Grand Ville e o Flat’s Brasília, num edifício que é a cara de Brasília.

Em Brasília tem SESC Hospedagem
A unidade SESC Varandas tem hotel e fica na 913 Sul, Plano Piloto. Próximo a hospitais, a 20 minutos de caminhada do metrô e a 6 km da Esplanada dos Ministérios. Apartamentos para casais e solteiros, com café da manhã. As diárias tem bom custo-benefício e sai ainda mais barato pra quem tem o desconto da carteirinha do SESC. Atualmente, reservas apenas por telefone: (61) 3445 4402 / 3445 4437

5. Águas Claras: Cidade-satélite nova e moderna, com metrô

A 17 km do Plano Piloto, Águas Claras começou a ser construída nos anos 1990. Hoje, com seus arranha-céus e forte comércio, já é uma das cidades mais vibrantes do DF.

É uma região com bons restaurantes, bares animados, relativa segurança e com 3 estações de metrô, que levam ao Plano Piloto em cerca de 40 minutos.

↳ Dicas de hotéis em Águas Claras

  • O S4 Hotel ($$) é moderno e muito bem localizado, a poucos passos do metrô, no final de Águas Claras.
  • O outro hotel de Águas Claras é o Play Hotel. Ele fica próximo à Estação Águas Claras do metrô, a cerca de 10 minutos de caminhada.

Vale a pena se hospedar em Águas Claras?
Se você vem para Brasília a turismo e pode se locomover em horários alternativos, se hospedar em Águas Claras pode resultar em um bom custo-benefício. Mas, se pretende sair de lá em direção ao Plano Piloto em horários de pico, como no início da manhã, e voltar no final da tarde, prepare-se para sofrer, seja no metrô lotado ou no trânsito infernal. Ônibus? Transporte público? Pergunte a um morador de Águas Claras sobre como ir a Brasília de ônibus e ele vai rir na sua cara. É algo que pode até existir, mas é muito ineficiente. No Distrito Federal, ter carro é mandatório.

6. Taguatinga: Cidade-satélite tradicional, com metrô

Com 221 mil habitantes e a 25 km do Plano Piloto, Taguatinga é uma das maiores cidades-satélites de Brasília e importante centro comercial.

Devido à distância à sede do poder, é bem mais barato se hospedar em Taguatinga. A desvantagem é o tempo de deslocamento. Em horários de pico, os engarrafamentos são intermináveis.

O tempo de viagem de metrô, de Taguatinga até o Plano Piloto, em média é de 50 minutos. Na minha opinião, só vale a pena se hospedar em Taguatinga caso seu compromisso seja na própria cidade ou nas vizinhas Águas Claras, Ceilândia e Samambaia.

↳ Dicas de hotéis em Taguatinga

  • Os principais hotéis de Taguatinga são o Go Inn ($$), o Alvorada ($$) e o Comfort ($). Todos ficam na entrada a cidade a cerca de 10 minutos de caminhada até o metrô da Praça do Relógio.
  • Entre o Taguatinga Shopping e o campus do CEUB, o Intercity Brasilia Led ($$$) é o melhor da região.

Veja aqui todos os hotéis de Taguatinga e aproveite as ofertas exclusivas do Booking para a cidade. Se você e viajante “Genius”, vai encontrar alguns hotéis com descontos especiais.

Ainda não escolheu onde ficar em Brasília?

Se tiver alguma dúvida sobre onde ficar em Brasília, como não entender as dezenas de siglas e distâncias até os hotéis, é só comentar aqui abaixo. Ou mande um email para nivaldo@buenasdicas.com. Posso enviar dicas personalizadas de hotéis para você, do mais barato ou mais luxuoso, de acordo com seu orçamento.

Brasília espera de asa abertas por você. Boa viagem!


Créditos: Essa foto acima, de Brasília vista da Torre de TV, é de Alvaro Sasaki (CC). Demais imagens pertencem ao nosso acervo e têm direitos autorais protegidos por lei.


Viaje com tudo reservado

Descontos para você economizar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários

  1. Muito obrigado pelas dicas! Deus te abençoe amigo.

  2. Olá Nivaldo, vou reservar o Vision Hplus Express, excelente dica.
    E sobre restaurantes e bares, você teria alguma dica?
    Em que dias da semana é possível visitar os prédios públicos em Brasília? Estão abertos na segunda-feira?
    Nos fins de semana há facilidade de encontrar restaurantes?

    1. Olá, Wilson. Escolheu bem o hotel. No complexo em que fica o Vision Express, tem o Melbourne Café, que é bom (apesar de muito caro) e o Restaurante Taioba, um quilo agradável para almoçar. E se não tiver muito calor, pode ir a pé até o Brasília Shopping e Shopping ID. No ID tem o Paris 6, o Madero Burger e o Mangai, que é um dos melhores restaurantes de Brasília, um grande quilo de comidas nordestinas. Tem outro da rede com vista pro lago, perto da Ponte JK. Tem alguns outros bons restaurantes na cidade. Por exemplo, Chicago Prime, Brace Carnes e Fratello Uno Pizzaria. Esses são os locais. Aqui também tem grandes redes, principalmente no Shopping Iguatemi, onde estão Abraccio, Pobre Juan e Gero, entre outros. Bares, os clássicos da cidade são o Libanus (meio pé sujo) e o Beirute da Asa Sul. Um lugar que tem vários bares concentrados, pegada mais universitária, é na 409 Norte. Na Asa Sul tem pubs como o UK Brasil, com um público digamos que entre 25 e 40.

      Pra visitas, depende. O congresso tem horários bem específicos, que você pode ver aqui no site oficial.

      O Itamaraty retomou as visitas e elas deves ser agendadas, como epxlica o site oficial.

      Outros lugares tem horários mais amplos, como Memorial Indígena, Memorial JK. Se gosta de fazer trilhas, vale a pena ir ao Parque Água Mineral.

      Tem mais dicas no post O que fazer em Brasília.

      Sim, praticamente todos os restaurantes abrem aos finais de semana. Recomendo apenas não sair pra jantar tarde, por exemplo depois das 22h, porque muita coisa em Brasília fecha até 23h.

      1. Grande Nivaldo! Excelentes indicações de café, bares e restaurantes, especialmente o Mangai – é que eu estava procurando um bom restaurante nordestino. Agradeço também pela postagem da informações sobre a visitação de prédios públicos com os respectivos links. Muito caprichada a sua resposta. Um abraço. Muitíssimo obrigado!