Israel

Seguro viagem para Israel: cobertura COVID-19 obrigatória em 2022

Tudo sobre seguro viagem para Israel e informações sobre a entrada no país, segurança e saúde pública.

A pandemia de COVID-19 mudou as regras de entrada em Israel. Com a flexibilização das restrições, mudou tudo de novo. Entenda agora se é obrigatório ter seguro viagem em Israel e outros documentos necessários.

Informações oficiais sobre documentos para viajar a Israel

Hoje, os sites oficiais do Turismo em Israel e do Ministério do Turismo em Israel, informam o seguinte:

Teste COVID-19: não é obrigatório apresentar o teste, seja para chegar em Israel por aeroportos, portos ou rodovias. Apesar de não ser necessário o teste PCR, o governo informa pessoas positivas para COVID-19 não serão aceitas. (O comunicado oficial não é muito claro. Imagino que pessoas com sintomas serão vetadas. Por isso, não viaje doente).

Seguro Viagem: turistas devem apresentar uma apólice de seguro saúde com cobertura para o tratamento de COVID-19. Regra válida para todas as nacionalidades, inclusive portadores de passaporte brasileiro. Exceto para residentes e quem chega de voos da Ucrânia.

Vacinas COVID-19: sites brasileiros noticiaram que Israel liberou o acesso de não vacinados. Mas essa informação não está clara nos sites oficiais, como no página da Embaixada de Israel.

Passaporte: deve ser válido por no mínimo mais 6 meses a contar da data da sua partida de Israel.

Visto: Israel não exige visto de turistas brasileiros, desde que a permanência no país seja inferior a 90 dias.

Certificado de Vacinação Internacional: o CIVP com o comprovante de vacina contra febre amarela, não é necessário em Israel.

Israel tem alguns dos melhores hospitais do Oriente Médio. E não à toa, um dos melhores hospitais do Brasil tem a palavra “Israelita” no nome. Mas se você vai como turista pra terra santa, a melhor forma de ter acesso a médicos e hospitais, é com um plano de seguro viagem. Afinal o sistema de saúde pública israelense NÃO é gratuito para visitantes e os preços de consultas e tratamentos são altos.

Poucos documentos, muitas perguntas. Apesar da aparente falta de burocracia, a entrada em Israel costuma ser complicada. Minha entrevista foi simples, como expliquei no post Viagem para Israel, mas vi muita gente sofrendo para se explicar. De modo geral, não é bem visto ter passaporte com carimbos de países muçulmanos e eles perguntam para onde você vai depois. Se for para o mundo árabe, mesmo que seja um simples passeio a Petra, vai ter que se explicar muito para ser aceito. Tenha também o endereço do seu hotel.

Segurança em Israel. Quanto a roubos, pode ficar tranquilo. O índice de assaltos e violência é muito baixo em Israel. Mais comuns, infelizmente, são as ameaças terroristas. Mesmo assim, o clima das ruas é muito tranquilo, especialmente em Tel Aviv. Já em Jerusalém é comum ver solados do exército de Israel e toda aquele tensão religiosa. A população é bastante amigável com turistas.

Seguro viagem obrigatório em Israel

Como falei acima, seguro viagem em Israel agora é obrigatório para turistas, incluindo portadores de passaporte brasileiro. E precisa, obrigatoriamente, ter cobertura COVID-19.

Ainda não visitei o país depois da nova regra, então não sei dizer se de fato o seguro é cobrado na imigração. Mas não se arrisque: contrate seu seguro viagem antes de embarcar para Israel. Os planos são baratos em relação a outros custos da viagem.

Por exemplo, AQUI você encontra bons planos de seguro saúde para Israel, e ainda pode comprar preços e coberturas. Selecione “Oriente Médio” como destino da sua viagem.

Quanto custa um seguro viagem para Israel

De modo geral, os planos de seguro viagem funcionam assim: quanto maior a duração do plano, menor é o custo diário. Lembre-se se incluir a cobertura para COVID-19, obrigatória em Israel.

Como o valor da cobertura para COVID-19 não é especificada pelo Governo de Israel, você pode escolher a cobertura mínima e assim encontra planos mais baratos.

Hoje, o plano com melhor custo-benefício é o VC 15 Mundo da Vital Card. Para uma viagem de 7 dias a Israel, seu valor é R$ 22,14 por dia. Para pessoas de até 75 anos e cobertura de até 35 mil USD para COVID-19.

Pesquisando AQUI, encontrei planos ainda mais baratos. Por exemplo, um plano mundo da Intermac Assistance, com cobertura COVID-19 de até 15 mil USD, custa apenas R$ 11 por dia para 10 dias de viagem.

Viu como é barato? Comparando a gastos como voo, hospedagem e passeios, o seguro viagem para Israel será um dos menores custos da sua viagem.

Coberturas básicas de um seguro viagem para o Oriente Médio

Além do tratamento a COVID-19, este necessário, fique de olho também em outras coberturas do seu plano de seguro viagem para Israel.

Outros coberturas importantes para verificar no seu seguro saúde:

  • Valor máximo para despesas médicas e hospitalares (DMH)
  • Despesas odontológicas
  • Traslado médico
  • Despesas farmacêuticas
  • Assistência jurídica
  • Morte acidental
  • Danos e extravio de bagagem
  • Atraso e cancelamento de voo

Onde contratar um plano de seguro viagem para Israel

Na minha viagem, contratei pelo site da Real Seguro Viagem, um comparador de preços que faz buscas de planos nas principais seguradoras do mercado, como Travel-Ace, Assist Card, Affinity, GTA, Intermac e Vital Card, entre outras. Ou você pode comprar diretamente no site de cada um, embora sejam mostrados planos diferentes.

Aqui mesmo neste post você viu outros comparadores de preços indicados, como a Seguros Promo e a Assistente de Viagem. Já comprei por eles para outros destinos e foi tudo bem. Você também pode comprar seu seguro viagem para Israel na Allianz Travel, uma das maiores empresas do setor.

Saúde pública em Israel

O sistema de saúde de Israel, como falei no início, é um dos melhores do mundo, mas é exclusivo para cidadãos israelenses e residentes permanentes. E ele tem uma forma específica de funcionamento com poucos convênios, caso você esteja de mudança para o país um planeje uma estada prolongada.

Preços de consultas médicas em Israel

Se você pretende se arriscar em Israel sem um seguro viagem ou apenas tem curiosidade, os valores de consultas particulares a médicos em Tel Aviv e Jerusalém estão na faixa de R$ 350 a R$ 600 (já fazendo a fácil conversão para Real, pois o Shekel Israelense e nossa moeda tem valores praticamente idênticos).

Mas se você quebrou uma perna por exemplo, além da consulta, terá que pagar a radiografia e o gesso. Imagine então se sofrer um acidente mais grave ou pegar alguma gripe forte. Por isso, melhor do que estar sujeito a esse mínimo de R$ 300 numa consulta, mais exames e remédios, contrate logo um seguro viagem, que sai muito mais barato. Principalmente se usar este cupom de desconto da Real Seguros.

Mais dicas de viagem para Israel

Além das assistências e coberturas de um bom seguro de viagem, não se esqueça de planejar seu roteiro, aproveitando todas as dicas aqui do blog. Por exemplo:

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários