Booking.com

Como as cidades mais caras da Europa estão na Suíça, resolvi fazer uma lista mais interessante. Por isso selecionei apenas capitais. É um ranking de custo de vida para moradores, não é focado em turismo. Foi gerado a partir de avaliações de usuários do site numbeo, considerando diferentes critérios como preços de aluguel, restaurantes, energia elétrica e comprar em mercado.

Claro que pode ajudar quem está planejando um roteiro de viagem, afinal a maioria dos critérios também é aplicável a viajantes, principalmente a intercambistas. Por exemplo, valores de aluguel acabam influenciando em diárias de hotéis e preços de sites como Airbnb.

A título de curiosidade: dos 10 países na lista, 8 fazem parte do Espaço Schengen, o que facilita o trânsito de viajantes entre eles.

1. Berna, Suíça (4º lugar geral)

Apesar de ser a capital mais cara da Europa, Berna está atrás de outras três cidades suíças no ranking geral: Zurique, Geneva e Basel. Pra se ter uma ideia, uma passagem de ônibus na cidade custa 4.20 Francos Suíços, hoje equivalente a mais de R$ 16.

 

2. Reykjavik, Islândia (6º lugar geral)

Cara e linda, a capital da Islândia é o ponto de partida para roteiros incríveis pelo país, como a volta completa na ilha, pela Rodovia do Anel da Islândia. E haja Coroas Islandesas (moeda oficial) pra isso, pois hoje o preço da gasolina na cidade está em média equivalente a R$ 6,30.

 

3. Oslo, Noruega (9º lugar geral)

Líder em diversos rankings como de qualidade de vida, segurança e educação, Oslo tem uma altíssima carga tributária, o que também ajuda a elevar o custo de vida na cidade. Em média, um apartamento em Oslo custa três vezes mais do que um imóvel equivalente em São Paulo. Mas, em compensação, a média salarial é cinco vezes mais alta.

 

4. Copenhague, Dinamarca (12º lugar geral)

Maior cidade da Dinamarca, a capital Copenhague é também a cidade mais cara do país, à frente de Arhus e Aalborg. Morar lá é tão caro, que se você quiser alugar um apartamento de 1 quarto no centro da cidade, vai gastar no mínimo o equivalente a R$ 5.000 por mês.

 

5. Cidade de Luxemburgo, Luxemburgo (13º lugar geral)

Um dos menores países do mundo é também um dos mais caros para viver e fazer turismo. Espremido entre França, Alemanha e Bélgica, Luxemburgo tem o mais alto PIB per capita do mundo. Apesar de ser quase tudo muito mais caro do que no Brasil, é possível economizar com algumas coisas. Por exemplo, cervejas importadas lá são mais baratas do que aqui.

 

6. Paris, França (14º lugar geral)

No país mais visitado do mundo, a capital francesa tem seus bairros centrais altamente concorridos, o que leva a valores astronômicos de aluguel e alimentação. Por exemplo, para alugar um apartamento de 1 quarto no centro de Paris, o gasto médio vai ser o equivalente a R$ 5.000.

 

7. Estocolmo, Suécia (18º lugar geral)

Se no ranking de capitais mais caras da Europa, Estocolmo está “apenas” em sétimo lugar, a Suécia tem um título muito mais interessante. É o país com as pessoas mais bonitas da Europa. E nem pense em fumar por lá: um maço com 20 cigarros Marlboro custa o equivalente a R$ 30, três vezes mais caro que no Brasil.

 

8. Dublin, Irlanda (20º lugar geral)

Escolhida todos os anos por milhares de intercambistas brasileiros, Dublin está longe de ser uma cidade barata. Inclusive está à frente de Londres em valores de custo de vida. Pra se ter uma ideia, uma caneca de cerveja num pub em Dublin custa em média 6 Euros (mais de R$ 20).

 

9. Amsterdam, Holanda (22º lugar geral)

A cidade mais louca da Europa é também uma das capitais mais caras para viver e também para fazer turismo. Como explico no artigo Onde Ficar em Amsterdam, é complicado se hospedar e comer por preços razoáveis por lá.  Pra se locomover, faça como os holandeses e vá de bicicleta, pois o preço da gasolina assusta: equivalente a mais de R$ 7.

 

10. Londres, Inglaterra (23º lugar geral)

Com suas Libras Esterlinas cada vez mais valorizadas, Londres é uma das cidades mais caras para viver na Europa. Por experiência pessoal, afirmo que também é uma das mais caras para fazer turismo, devido a custos altíssimos de transporte, hospedagem e alimentação.

Mais rankings de viagem:

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo

Descontos para economizar na viagem

Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários