Porto

Guia de viagem para o Porto: quando ir, o que fazer, hospedagem e roteiros

Dicas completas de viagem para o Porto, no norte de Portugal. Saiba desde como chegar, até o que fazer e quanto gastar.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

De uma beleza cinematográfica, a cidade do Porto é a segunda mais importante de Portugal. Cortada pelo Rio Douro, tem um centro histórico preservado e é a melhor base para explorar destinos próximos, devido à sua infraestrutura rica em hotéis, restaurantes, agências de turismo e por ter um aeroporto internacional, inclusive com voos diretos para o Brasil.

Mas quando ir para o Porto? O que fazer por lá e quais os principais pontos turísticos? Como chegar? Onde é melhor se hospedar? E onde comer? Agora vou responder tudo isso, nesse post que é um verdadeiro guia de viagem para o Porto.

  • Distância do Porto para Lisboa: 315 km
  • População do Porto: 236 mil habitantes
  • Principais pontos turísticos do Porto: Rio Douro, Ponte Luís I, Estação São Bento, Torre dos Clérigos, Ribeira e Rua das Flores
  • Guia: recomendo a Flávia do Visite Comigo, que organiza belos roteiros na região do Douro e tem um aplicativo com dicas exclusivas.

Quando ir para o Porto

A melhor época para visitar a cidade é nas meias estações: primavera e outono. Dê preferência aos meses de abril, maio, junho, setembro e outubro, quando o clima é mais agradável e chove menos. Se a ideia é combinar a viagem com a Região Vinhateira do Alto Douro, o mês de setembro é o melhor, pois é época de vindimas, quando as uvas são colhidas. Evite os meses mais frios e chuvosos (dezembro e janeiro) e evite também o calor extremo e a superlotação da alta temporada de verão e férias na Europa (julho e agosto).

Melhores meses para visitar o Porto:

  • Abril – Clima ameno, mais chance de frio leve
  • Maio – Clima ameno e menos chuvas
  • Junho – Começa e esquentar
  • Setembro – Época das vindimas
  • Outubro – Começa a esfriar

Como ir para o Porto

Avião – O Aeroporto Francisco Sá Carneiro fica a apenas 12 km de distância do centro da cidade e tem uma estação de metrô. Ele recebe voos internacionais diretos do Brasil pela companhia Azul, com saída do aeroporto Viracopos de Campinas, além de ser conectado às principais capitais europeias. A TAP tem vários voos diretos por dia entre Lisboa e o Porto.

Trem – Praticamente de hora em hora, entre 5h30 e 00h45, parte um trem de Lisboa em direção ao Porto. A viagem mais rápida dura em média 3 horas e 30 minutos. A passagem custa a partir de 20 Euros e pode ser comprada pelo site Comboios de Portugal.

Ônibus – Muitas companhias operam a principal rota rodoviária do país. A principal viação é a Rede Expressos. Uma passagem custa em média 19 Euros, mas se comprar com antecedência pelo site, é possível encontrar promoções com preços a partir de 6 Euros.

Carro – As rodovias que ligam o Porto às principais cidades de Portugal estão em ótimas condições. Para Lisboa, o trajeto é todo em pista dupla. O problema são os pedágios, que vão totalizar mais ou menos 25 Euros na viagem de ida, dependendo do trajeto escolhido. Se for alugar um carro, peça para vir com a Via Verde, o que ajuda a evitar multas.

Hospedagem – Onde ficar no Porto

A melhor região para se hospedar no Porto é o Centro Histórico. Há quem prefira a região da Ribeira, às margens do Rio Douro, mas as ladeiras dificultam o turismo, por isso recomendo a parte alta do centro. Assim fica fácil visitar pontos turísticos a pé ou de metrô. A região mais movimentada noite e dia é o entorno da Praça Liberdade, onde estão atrações como a Estação São Bento, a Torre dos Clérigos e a Rua das Flores.

Hospedagem econômica, mas com estilo

Essa parte do bairro histórico é rico em hotéis, dos mais baratos aos mais luxuosos. Se a ideia é se hospedar em boa localização e com estilo, mas sem gastar muito, conheça o The Passenger Hostel. Ele fica no secular edifício da Estação São Bento e é um dos melhores da cidade.

Onde ficar com melhor custo-benefício

Com os hotéis medianos do centro envelhecidos e caros, a alternativa é se hospedar em apartamentos de temporada. Perto do metrô Bolhão e do histórico café Majestic, o Oporto Stories Apartments é uma das melhores opções nesse segmento. Ótima localização, quartos modernos e preços razoáveis.

Onde ficar com luxo

São poucas as opções de hotéis 5 estrelas no Centro Histórico do Porto. Mas a qualidade é alta. O preferido dos viajantes com cartão Black é o InterContinental Porto – Palácio das Cardosas, que tem vista frontal para a Praça da Liberdade.

Na mesma região, também luxuoso, mas com preços bem mais em conta, o Pestana Hotel é um dos mais reservados da cidade.

E se busca conhecer mais os bairros do Porto, com mais dicas de hospedagem em hotéis de diferentes padrões, veja o post Onde se hospedar no Porto (Dicas Portugal), escrito por uma moradora da cidade.

Restaurantes  – Onde comer no Porto

Se busca restaurantes de luxo, vá direto para a região da Ribeira, onde estão lugares como o Rib Beef & Wine Oporto e o Restaurante Terra Nova. Mas se você gosta de comer bem, sem gastar muito, não faltam boas opções no centro histórico.

Para experimentar a Francesinha, prato típico do Porto, os restaurantes mais indicados são o Lado B e o Café Santiago. Em média, se gasta 8 Euros para comer essa espécie de sanduíche com tudo dentro, coberto de queijo e molho apimentado (foto abaixo).

Se o foco é peixe, frutos do mar e bacalhau, a dica é ir para a cidade vizinha de Matosinhos. Mas não se preocupe com distância, pois dá pra ir de metrô até lá, em cerca de 30 minutos. Os restaurantes Salta o Muro e O Lusitano são os mais bem avaliados da cidade. Segundo o Tripadvisor, estes são os melhores restaurantes do Porto em suas especialidades:

  • Restaurante Almeja – O melhor sofisticado
  • Petisqueria Voltaria – Melhor cozinha típica local
  • Bota & Bira – Melhor restaurante mediterrâneo e barato
  • Marisqueira Da Baixa – Melhor restaurante de frutos do mar
  • Da Mattia Pizzeria Italiana – Melhor pizzaria

Atrações – O que fazer no Porto

O turismo no Porto é variado. De igrejas históricas a caves de vinho, percorre-se um pouco de tudo. E o melhor jeito de visitar a cidade é realmente a pé. Apesar das ladeiras, é agradável caminhar pela cidade e até mesmo cruzar o rio, pela passarela de pedestres da Ponte Luís I. Olha o que vale a pena visitar no Porto e região:

  • Ribeira – Uma das regiões mais antigas do Porto. Entre becos e longas escadarias, caminhe até a orla do Rio Douro, onde estão muitos bares e restaurantes com vista privilegiada.
  • Torre dos Clérigos – Suba ao mirante de 76 metros de altura com vista para o Centro Histórico, Rio Douro e Vila Nova de Gaia. Já foi o edifício mais alto de Portugal e faz parte da igreja de mesmo nome.
  • Estação São Bento – Construída no início do século passado e ainda em funcionamento, tem belos murais de azulejos na parte interna.

  • Jardins do Palácio de Cristal – Além de ser um belo projeto de paisagismo, planejado em 1860, permite algumas das vistas mais bonitas da cidade.
  • Rua das Flores – Principal rua turística do Porto. Exclusiva para pedestres, liga a Ribeira à parte alta do centro. Repleta de cafés, lojas de vinhos e restaurantes.

  • Degustação de vinhos – Atravesse o Rio Douro pela emblemática Ponte Luís I e conheça as caves de Vinho do Porto na orla de Vila Nova de Gaia, como a Sandeman, a Ferreira e a Calém, entre outras. Para voltar, pegue o teleférico até a passarela da ponte.
  • Pôr-do-sol no Rio Douro – Passeio grátis e inesquecível. Quando o sol desce refletido nas águas do Douro, você tem a certeza de que está numa das cidades mais lindas de Portugal e da Europa.

Outros pontos turísticos do Porto e atividades

Sabe aquelas atrações forjadas para arrecadar dinheiro de turista? No Porto também tem. Alguns são lugares realmente bonitos, mas que são superestimados, criando um chato turismo massivo.

  • Livraria Lello – Aberta desde 1906, tem belos vitrais, estilo neogótico e a escadaria que inspirou a autora de Harry Potter. Cobra 5€ de entrada, que pode ser usado de crédito na compra de um livro. Lugar simpático, mas quase sempre lotado de gente.
  • Café Majestic – Em 2021 ele vai completar 100 anos. Tradicional café de luxo do Porto. Bonito e extremamente caro, principalmente por ter se tornado ponto turístico.
  • Passeio de barco – É possível fazer diferentes passeios pelo Rio Douro. O mais comum é o Cruzeiro das Seis Pontes, que dura cerca de 50 minutos e custa em média 18 Euros.
  • Passeio de elétrico – Assim como Lisboa, o Porto também tem seu bondinho elétrico pra turistas. A Linha 1 é a mais conhecida e a passagem custa 3,50 Euros. A viagem dura cerca de 20 minutos e vai da Ribeira até a Foz do Douro. A Linha 18 e a Linha 22 também são turísticas e estão explicadas no blog Portoalities.

Quantos dias ficar no Porto

Para conhecer os principais pontos turísticos do centro histórico da cidade, se gasta pelo menos um dia inteiro. Mais um dia para fazer passeios à sua escolha, como o cruzeiro no Rio Douro, a degustação de vinho e conhecer mais restaurantes. Por fim, coloque mais um dia para explorar a região, por exemplo num bate e volta e Matosinhos, Braga e Guimarães. Entenda melhor no roteiro a seguir.

Roteiro de 5 dias e 4 noites no Porto (três dias inteiros)

Dia 1. Chegada no Porto. Caminhada noturna e jantar na Ribeira com vista para o Rio Douro.

Dia 2. Caminhada no Centro Histórico e seus pontos turísticos, como Estação São Bento e Torre dos Clérigos.

Dia 3. Passeio de bonde elétrico, degustação de vinhos do porto numa cave e cruzeiro de barco no Rio Douro.

Dia 4. Se estiver de carro, pode passar por Matosinhos, almoçar em Braga e fechar o dia em Guimarães.

Dia 5. Tome aquela última taça de Vinho do Porto no almoço e pegue o caminho de volta.

Gastos – Quanto custa viajar para o Porto

Considerando esse roteiro de 5 dias, com entrada em pontos turísticos importantes, passeios, aluguel de carro por um dia, outros gastos com transporte, comida e hospedagem em pousada mediana, considere os seguintes preços:

  • Ingresso Torre dos Clérigos: 3 Euros
  • Ingresso Livraria Lello: 5 Euros
  • Degustação em Cave de Vinho do Porto: 16 Euros
  • Cruzeiro das Seis Pontes: 18 Euros
  • 8 refeições em restaurantes de preço mediano: 80 Euros
  • 4 noites de hospedagem em pousada central: 200 Euros (100 Euros se dividir por dois)
  • 1 diária de carro + gasolina: 50 Euros
  • Gastos com metrô, Uber e extras: 100 Euros
  • TOTAL: 472 EUROS (R$ 1985 na cotação de hoje)

Nessa conta, não considerei seu gasto para chegar ao Porto, afinal cada um vai de um jeito, seja de ônibus desde Lisboa ou de avião desde o Brasil, então esse gasto vai ser uma variável provavelmente relevante no orçamento de cada viajante.

Precisa de mais dicas de viagem para o Porto?

Busquei fazer o guia mais completo sobre o Porto. Mas pode faltar exatamente aquele informação específica para ajudar no seu roteiro. Então não se preocupe e pergunte à vontade. Eu mesmo respondo e sempre o mais rápido possível. E, desde já, boa viagem e aproveite muito seus dias em Portugal.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Get Your Guide: ingressos e tours para atrações no mundo inteiro

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

2 Comments

  1. Nivaldo, só passando para agradecer todas informações que você disponibiliza aqui no site.
    São informações muito preciosas, práticas e, realmente, sinceras – isso é fundamental!
    Já havia lido bastante coisa por aqui mas nunca tinha deixado um comentário.
    Só quis registrar a gratidão pelo que você faz por nós, viajantes :)
    Vou pra Portugal agora em outubro (mas já utilizei dicas suas, por exemplo, pra Colômbia)!
    Um abraço e até mais!

    • Fala Victor. Muito obrigado pelo comentário! Quem bom que as dicas estão ajudando. Fez o meu dia receber esse elogio. Abraço e boa viagem!

Comentários