Dicas de Natal, no Rio Grande do Norte, para quem vai a primeira vez. Para você viajar na melhor época, se hospedar na melhor região e fazer os passeios que realmente valem a pena.

Conhecida como Cidade do Sol, Natal é uma das mais bonitas das capitais do Nordeste. Está cercada de praias, falésias e dunas. Guarda importantes monumentos históricos. Sua viagem a Natal começa aqui.

  • Voltagem do RN: 220 V
  • População de Natal: 900 mil habitantes
  • Fundação de Natal: 25 de dezembro de 1599

Nossas dicas de viagem a Natal:

  1. Melhor época
  2. Quantos dias ficar
  3. Chegada no Aeroporto de Natal
  4. Hospedagem
  5. Dicas de praias
  6. Passeios e pontos turísticos
  7. Onde comer
  8. Destinos próximos
  9. Roteiro de 3 a 5 dias + Mapa
  10. Preços em Natal
  11. Vale a pena?

Minha primeira impressão de Natal foi a melhor possível.

Eu não esperava chegar num aeroporto tão moderno. No trajeto até a orla, mais surpresas positivas quanto ao trânsito e à infraestrutura da cidade.

Foi inevitável comparar Natal com Fortaleza, Recife e São Luís do Maranhão, cidades maiores e também turísticas, mas não tão bem estruturadas (ou renovadas) para receber os viajantes.

1. Melhor época em Natal

Quer sol garantido em Natal? Vá entre setembro e janeiro, época mais seca do ano.

Pode até cair um chuvisco, mas nada que vá estragar sua viagem. Nesses meses, a temperatura oscila em média entre 20 ºC e 30 ºC.

Evite os meses mais chuvosos, que são, nesta ordem: junho, abril, maio e julho.

Acorde cedinho e aproveite mais
O sol nasce cedo em Natal. No verão, por volta das 5h. E também se põe cedo. Umas 17h já se acabou o sol na praia. A dica é madrugar para não perder tempo. Saiba mais: buenasdicas.com/quando-ir-natal-pipa-12889/

2. Quantos dias ficar em Natal

O ideal é ter pelo menos 3 dias inteiros. Assim pode dedicar uma dia para um tour de praias, outro para o passeio de buggy nas dunas de Genipabu e um dia para curtir sua praia preferida com calma.

Mas você não é obrigado a nada. Se quiser ficar só na praia do seu hotel, tudo bem.

Caso opte por mais dias no Rio Grande do Norte, não deixe de ir a lugares como Pipa, que fica a apenas 1h30 da capital. E durma por lá, sem a correria de um bate e volta.

3. Chegada no Aeroporto de Natal

Inaugurado para a Copa do Mundo de 2014, o Aeroporto Internacional de Natal é grande e moderno. Fica no município vizinho de São Gonçalo do Amarante, a 30 km de distância do Centro de Natal.

De lá partem diferentes tipos de transporte para os principais destinos turísticos do Rio Grande do Norte.

Uma corrida de Uber do Aeroporto de Natal até Ponta Negra custa cerca de R$ 70. Até o Centro ou ao bairro do Tirol é mais barato, em média R$ 40.

Não é essencial alugar um carro em Natal. Eu aluguei para evitar aglomeração devido à pandemia, e também porque fui para Pipa. A poucos metros do Aeroporto estão lojas das locadoras Unidas, Movida e Localiza. Compare preços de aluguel de carro em Natal.

4. Hospedagem em Natal

O “bairro turístico” de Natal é Ponta Negra, onde fica a melhor praia, além de bons restaurantes e pontos turísticos como o Morro do Careca.

Ponta Negra possui a maior rede hoteleira de Natal. De pousadas baratas a hotéis de luxo, tem opções em diferentes faixas de preço.

Dicas de hotéis:

  • Pé na areia – Gostei muito quando fiquei no Rifoles Praia, hotel 5 estrelas num trecho mais tranquilo da praia. Praticamente um resort, com a vantagem de ser dentro da cidade.
  • No meio do agito – O Aquaria Natal, em frente ao mar, é o melhor da região.
  • Bom e barato – O Sol Nascente Beira Mar tem ótimo custo-benefício e fica perto de tudo.

Mas nem tudo mundo gosta de Ponta Negra. Eu sou uma dessas pessoas. No guia Onde ficar em Natal, expliquei os problemas de Ponta Negra e incluí dicas de hotéis em outras praias da capital.

5. Dicas de praias em Natal

A Praia de Ponta Negra é a principal de Natal.

Ela tem a melhor infraestrutura, tanto de praia quanto de serviços ao turista, como restaurantes, lojas de moda praia e agência de turismo. Além de ser uma das mais bonitas.

O trecho aos pés do Morro do Careca tem águas calmas.

Ponta Negra não é perfeita
O trecho mais movimentado do calçadão de Ponta Negra estava sujo, com algumas partes fedendo a urina. Lugar barulhento. Ratos são comuns, como o site G1 mostrou em 2020.

Mais tranquila, a Praia do Cotovelo é a primeira do litoral sul. Fácil de chegar, inclusive de ônibus, tem boa estrutura e águas geralmente calmas. Para comer e passar o dia, a dica é o Restaurante Barramares. A melhor vista da praia se tem do Restaurante Falésias.

A praia seguinte é Pirangi do Norte, de águas mais calmas e sem correntes perigosas. Com barracas menores, é mais limpa e menos movimentada. Exceto no trecho onde está o Maior Cajueiro do Mundo. Ali em frente, da Marina Badauê, saem passeios de barco para as piscinas naturais.

Outras praias que merecem uma visita são a Praia de Cumurupim, com suas águas tranquilas e boas barracas na areia, e Genipabu, entre o mar e as dunas, onde acontece o mais famoso passeio de buggy do Brasil.

6. Passeios e pontos turísticos de Natal

Sim, existe mais o que fazer em Natal além das praias. Estes são os principais pontos turísticos e passeios:

  • Forte dos Reis Magos – Com canhões, uma igreja e mais de 400 anos de história, a fortaleza militar e símbolo de Natal foi reaberta para visitação em 2021 (veja o antes e depois). Funciona todos os dias, das 8h às 16h. Entrada gratuita até março de 2022.
  • Dunas de Genipabu – Além das dunas, o passeio completo de buggy inclui lugares como o Aquário de Natal, a Lagoa Pitangui e a Praia da Redinha. Duração média de 6 horas. Em média, a partir de R$ 100 por pessoa.
  • Cajueiro de Pirangi – O Maior Cajueiro do Mundo recebe visitantes todos os dias, das 7h30 às 17h30. O ingresso custa R$ 8.
  • Mercado de Ponta Negra – Apesar da fama, não é grande e não tem tantos produtos regionais. Destaque para as castanhas e para a vista pro mar.
  • Centro de Turismo – O antigo presídio, tombado pelo patrimônio histórico, é um dos melhores lugares para comprar artesanato em Natal. Tem um bom restaurante com vista pro mar, o Marenosso. Toda quinta, a partir das 22h, recebe o Forró com Turista.

Uma das principais agências de turismo de Natal é a Marazul Receptivo. Eles realizam de city tours por Natal a passeios para lugares como Galinhos e João Pessoa. Oferecem bons descontos se pagar em dinheiro, além da possibilidade de parcelar.

No Viaje na Viagem tem esta lista sobre O que fazer em Natal, incluindo detalhes sobre as praias e passeios mais legais.

7. Onde comer em Natal

Em Ponta Negra, estes são os restaurantes mais recomendados:

  • Restaurante Farofa D’água – Pratos tradicionais e bem servidos. Bom lugar para comer queijo coalho, macaxeira e carne de sol, se refrescando com uma jarra de suco natural de cajá ou caju.
  • Mangai Ponta Negra – Grande restaurante de comida nordestina por quilo, o mesmo que tem unidades em Brasília, São Paulo, Recife e João Pessoa. Praticamente um ponto turístico.
  • A Família Praia – Na frente da praia, tem no cardápio pratos de origem turca, grega e sérvia. Pratos geralmente fartos e a preços justos.
  • Mazzano Restaurante e Pizzaria – Cozinha italiana, uma boa carta de vinhos e vista pro mar. Opção de rodízio para pizzas e massas.
  • O Peixe – Não está entre os mais famosos do bairro. Mas provei e gostei. O peixe assado para dois serve facilmente 4 pessoas. Vista pro mar e estacionamento gratuito.

Na Praia dos Artistas, vale a pena conhecer a Casa do Matuto, restaurante de comidas típicas do Nordeste, com a decoração perfeita para fotos. Pratos como peixe frito, arroz de leite, cuscuz e carne de sol. Aos sábados costuma promover show de humor e forró pé de serra.

8. Destinos próximos de Natal

Se tiver mais dias no Rio Grande do Norte, explore também os destinos mais próximos da capital, tanto no litoral sul, quanto no litoral norte.

Chapadão e Praia do Amor, em Pipa

Pipa, Litoral Sul

Pipa está a 100 km de Natal. A viagem dura em média 1h40. A vila é repleta de pousadas charmosas e bons restaurantes. Mas, imperdível mesmo, são as Praias de Pipa, como a Baía dos Golfinhos, cercada por falésias, acessível apenas pelas praias vizinhas, em momentos de maré baixa.

Vale a pena passar pelo menos 1 ou 2 noites em Pipa. A vila é pequena, mas é importante escolher bem a localização do seu hotel. Fiz este Guia de Hotéis em Pipa, para você escolher entre as melhores opções, em diferentes faixas de preço.

Maracajaú, Litoral Norte

No litoral norte do RN, a apenas 50 km de Natal, a pequena Maracajaú ainda não foi dominada pelo turismo de massa. Conhecida como o “Caribe Potiguar” pela cor de suas águas. Os Parrachos de Maracajaú são piscinas naturais formadas pelos bancos de corais, a 30 minutos de barco da praia.

Para ver fotos e conferir como é o passeio aos Parrachos de Maracajau, recomendo olhar o blog Viagens Cinematográficas, com direito a dicas de mergulho e restaurantes.

9. Mapa e roteiro de 5 dias em Natal

Com 3 dias inteiros em Natal, além dos dias de chegada e partida, um roteiro de 5 dias é o suficiente para conhecer os principais locais de interesse na capital e proximidades.

No mapa abaixo estão todos os locais recomendados no roteiro e ao longo das dicas.

Sugestão de roteiro pronto para organizar sua viagem a Natal:

  • Dia 1 – Se chegar durante o dia, aproveite a praia mais próxima do seu hotel. À noite, saia para jantar em Ponta Negra.
  • Dia 2 – Dedique o dia ao clássico passeio de buggy pelas dunas de Genipabu. A vida noturna é nos bares de Ponta Negra. Por exemplo, o Taverna Pub Natal, bar em estilo medieval.
  • Dia 3 – Conheça o Forte dos Reis Magos de manhã (abre 8h), para evitar o calor extremo. Depois vá se refrescar na Praia dos Artistas, mais frequentada pelos locais. Almoce ali em frente, na Casa do Matuto, e siga para o Centro de Turismo. Final de tarde e noite em Ponta Negra.
  • Dia 4 – Curta sem pressa a praia mais próxima, seja Ponta Negra ou a Via Costeira, caso esteja em algum dos melhores resorts de Natal. Ou procure praias mais tranquilas no Litoral Sul, como a Praia do Cotovelo ou Piranji.
  • Dia 5 – Se tiver tempo pela manhã, vá se despedir da praia. Caso tenha um voo pra pegar, siga com bastante antecedência ao aeroporto. Tchau, Natal.

10. Preços em Natal – Quanto gastar na viagem?

Quem mora em grandes cidades do Centro-Sul do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Curitiba, acha Natal uma cidade muito barata.

Para o turista, além do voo, os principais gastos são com hospedagem e alimentação. Considere também outros itens como transporte, ingressos e passeios.

Médias de preços em Natal para você calcular seu orçamento de viagem

Gastos com transporte:

  • Voo de SP, BSB, RJ ou BH para Natal – A partir de R$ 600 ida e volta
  • Ida e volta de Uber do Aeroporto a Ponta Negra – R$ 140
  • Aluguel de carro – A partir de R$ 70 por dia + combustível

Gastos com hospedagem:

  • Pousada boa e barata em Ponta Negra (Liiv Natal) – A partir de R$ 170 a diária
  • Hotel 4 estrelas perto da praia (Soleil Garbos) – A partir de R$ 250 a diária
  • Resort All Inclusive (Ocean Palace) – A partir de R$ 1.100 a diária

Gastos com alimentação:

  • Prato para 2, com peixe em frutos do mar, em restaurante famoso (Camarões Potiguar) – A partir de R$ 150
  • Prato executivo em bar da praia de Ponta Negra (Barraca do Caranguejo) – A partir de R$ 40
  • Pizza grande em Ponta Negra (Mazzano Restaurante) – A partir de R$ 55

Gastos com passeios:

  • Entrada no Maior Cajueiro do Mundo: R$ 8
  • Passeio de buggy a Genipabu – a partir de R$ 150 por pessoa (veja nesta agência)
  • City tour em van com guia pelo Centro Histórico – A partir de R$ 80

11. Vale a pena viajar a Natal?

Achei Natal muito bem preparada para receber o turista. Além de um bom aeroporto e grande rede hoteleira, a cidade é relativamente segura, principalmente nos bairros turísticos como Ponta Negra.

Natal é eclética. Tem atrações e praias para todas as idades, orçamento e perfis de viajantes. Caso tenha mais dias de férias, a dica é fazer um roteiro mais longo, incluindo por exemplo a região de Pipa.

Ficou na dúvida entre Natal e outras cidades do Nordeste? Aqui no blog tem alguns comparativos:


Continue planejando sua viagem a Natal

Aqui no blog tem muito mais dicas para você organizar seus dias pela região de Natal, incluindo também Pipa na sua viagem.

Para ver outro ponto de vista e detalhes sobre lugares e passeios, recomendo assistir a este vídeo, com ainda mais dicas de Natal e região:

Em caso de dúvidas, basta perguntar aqui abaixo pelos comentários ou entre em contato pelo e-mail nivaldo@buenasdicas.com. E boa viagem para Natal.

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

2 Comments

  1. Marta Santana responder

    Cara, estava muito indecisa nestes dois pontos, foi fantástico seu ponto de vista para eu me decidir. Viajo mais para o final de fevereiro. Obrigada!

    • Nivaldo responder

      Obrigado pelo comentário, Marta. Boa viagem para Natal! A região e as praias são lindas, você não vai se arrepender.

Comentários