Dizem que parece um pedacinho da Grécia. Mas não se engane. Pipa é do Brasil, com muito orgulho. Uma parte diferente do Nordeste, onde as falésias protegem as praias das multidões e criam vistas espetaculares.

Com as nossas dicas de Pipa, saiba o que é mais importante para planejar sua viagem a um dos melhores destinos do Rio Grande do Norte.

Então Pipa é perfeita?

Claro que não. Como todos os lugares do mundo, Pipa tem suas qualidades e defeitos. E só aqui no blog mais sincero da internet você encontra dicas reais para planejar sua viagem por conta própria, pelo melhor custo-benefício.

Além de muitas informações importantes, como preços e lugares imperdíveis pro seu roteiro, incluí relatos e opiniões pessoais sobre as atrações de Pipa.

Antes de embarcar, veja também nosso guia Onde ficar em Pipa, um artigo super completo com dicas de pousadas nas melhores praias e uma seleção exclusiva de hotéis em diferentes faixas de preço.

Dicas de Pipa, Rio Grande do Norte – Como organizar a viagem

  1. Melhor época
  2. Como chegar e distâncias
  3. Quantos dias ficar
  4. Hospedagem
  5. Passeios e o que fazer
  6. Onde comer
  7. Quanto gastar

Leia tudo e enteda se vale a pena viajar a Pipa de acordo com seu perfil, orçamento e preferências de viagem. No final, tem muitas fotos e uma seleção com os vídeos de Pipa, com dicas diferentes.

1. Melhor época em Pipa

Vá para Pipa de preferência no período de setembro a fevereiro, meses menos chuvosos na região.

Outra vantagem de viajar nessa época, é ter mais horas de sol por dia. Pra se ter uma ideia, são 291 horas de sol em outubro, contra 198 horas de sol em junho, respectivamente os meses com mais e menos horas de sol.

Falando em junho, ele é o mês para se evitar em Pipa, por ser o mais chuvoso do ano, seguido por abril, julho e maio.

2. Como chegar em Pipa

A 84 km de Natal e a 144 km de João Pessoa, Pipa é um destino fácil de chegar. Preferi voar para Natal e de lá segui de carro. Mas anotei tudo sobre outras formas de transporte.

Pista dupla entre Natal e Pipa, BR-101
  • Ônibus – Transporte mais barato entre Natal e Pipa. Passagem a partir de R$ 20 pela @viacaoriograndense. A viagem dura em média a partir de 2 horas. Neste vídeo você vê mais dicas e como são as rodoviárias e por dentro dos veículos. Veja: Horários do ônibus Natal-Pipa.
  • Transfer executivo – É possível reservar na maioria dos hotéis ou em agências de turismo de Natal e Pipa, como a Luck Receptivo e a Desbravando Natal (não testei).
  • Carro – Foi a minha escolha para evitar aglomeração. Aluguei na Localiza do aeroporto de Natal. Fui a Pipa pela Rota do Sol, parando nos mirantes. A vantagem é ter flexibilidade para conhecer mais lugares.

Se não quiser dormir em Pipa, você pode fazer a Excursão de 1 dia a Pipa, com saída de Natal, realizada pela Mar Azul, uma das principais agências de receptivo do Rio Grande do Norte. O tour tem 10 horas de duração e busca nos hotéis de Ponta Negra, Via Costeira e Praia do Meio. Ingressos e atividades extras são cobrados a parte, como a lancha na Baía dos Golfinhos.

3. Quantos dias ficar em Pipa

Recomendo ter no mínimo 3 dias inteiros em Pipa. Assim você pode curtir um dia inteiro de praia e sobram dois dias para conhecer outras praias e fazer passeios.

Lembrando que existem 10 praias em Pipa e que muitas delas merecem mais tempo do seu roteiro, como a linda Baía dos Golfinhos.

No terceiro dia, você pode explorar as lagoas da região ou simplesmente curtir mais a sua praia preferida. E não se preocupe em separar um dia inteiro para conhecer o centrinho da vila, pois ele é pequeno e a melhor hora de estar lá é à noite.

4. Hospedagem

Quase todo mundo prefere se hospedar no centro da vila de Pipa, onde estão dezenas de restaurantes, lojas e a praia mais frequentada. Principal região hoteleira de Pipa, Centro é repleto de pousadas em diferentes faixas de preço, desde pousadas boas e baratas, como a Mar & Sol, a hotéis de luxo, como a Pousada Tartaruga.

Mas é importante saber que a praia do centro é a menos bonita de Pipa e também a mais lotada. Além disso, são raros os hotéis com acesso direto ao mar.

Se prefere evitar engarrafamentos e multidões, escolha sua pousada numa praia mais tranquila.

Eu fiquei no Ponta do Madeiro Hotel, com acesso direito ao mar por uma longa escadaria sobre a falésia, num trecho de praia quase deserta. Foi uma das melhores experiências de hospedagem que já tive.

5. O que fazer em Pipa

Pipa não é uma cidade histórica ou de passeios complicados. O que existe de melhor para fazer em Pipa é conhecer as praias da região. O centrinho também tem alguns (poucos) atrativos.

Como é o Centro de Pipa

O único “ponto turístico” do Centro de Pipa é a escadaria da Vila Mangueira, uma pequena galeria comercial. Dizem lembrar Santorini, na Grécia. Na minha opinião, só mais um lugar besta, no máximo bonitinho. Não vale a fila de gente que se forma pra tirar foto.

A Praça do Pescador, onde tem um mirante para a praia, reúne atividades culturais, como artesanatos e roda de capoeira. Mas, quando passei por lá, parece mais um ponto de venda de droga. Muita sujeira, bebedeira e um pessoal estranho encostado nos muros.

Essas atrações estão ao longo da Avenida Baía dos Golfinhos, a principal rua de pipa, onde se concentram também muitas lojas, pousadas, restaurantes e a vida noturna. A partir das 18h ela é exclusiva para pedestres.

Como são as praias de Pipa

A praia mais bonita de Pipa é a Baía dos Golfinhos. Protegida pelas falésias, ela só pode ser acessada a pé a partir da Praia do Centro ou pela Ponta do Madeiro, em momentos de maré baixa. Por isso mesmo, consegue se manter linda e selvagem. No local há apenas ambulantes que alugam cadeiras e vendem lanches.

Outro lugar imperdível em Pipa é o Chapadão. Do alto da falésia, onde é possível até ir de carro, a vista alcança toda a Praia do Amor e também a Praia das Minas.

Eu conheci as Praias de Pipa de carro e foi uma boa experiência, por ter flexibilidade. Mas você pode fazer isso de um jeito mais rápido e divertido: de buggy ou quadriciclo.

Passeios com agência de turismo em Pipa

Para conhecer mais lugares em menos tempo, vale a pena fazer alguns passeios.

        • De buggy, o passeio básico tem parada no Chapadão, na Praia de Sibaúma e almoço na Fazenda do Camarão. São 3 horas de duração e preços em média a R$ 350 para 4 pessoas.
        • Quer mais emoção? Alugue um quadriciclo e percorre em grupo as principais atrações de Pipa.
        • O passeio de lancha para avistar golfinhos tem paradas na Praia do Amor e na Baía dos Golfinhos. Se tiver sorte, pode tentar ver os golfinhos da praia mesmo, sem a necessidade do passeio. Eu, lógico, não consegui.
        • Quer fazer um passeio barato? Pegue o trenzinho (vagão puxado por um trator) no Centro de Pipa para ir até o Chapadão.

6. Onde comer em Pipa – Dicas de restaurantes

Os melhores restaurantes de Pipa estão no centrinho da Vila. Alguns que recomendo:

  • Lua Cheia – Tem uma das melhores vistas pro mar em Pipa. Restaurante tradicional, serve pratos clássicos bem servidos como peixe assado, filé a parmegiana e moquecas.
  • Atelier das Massas – O nome diz tudo. Restaurante especializado em massas italianas. Bistrô simpático e acolhedor, com preços medianos. Ideal para ir em casal.
  • Quintal Restaurante e Tapiocaria – Muito além da tapioca, o restaurante tem um cardápio diverso, com carnes, peixes e boas opções para vegetarianos.

Mas vá além das dicas. Numa caminhada pelo centrinho, você naturalmente vai passar na porta de restaurantes variados, como italianos, churrascarias e bares de tapas à moda espanhola.

Para comer na praia, vá direto às melhores barracas, como a Madeiro Beach Bar, na Praia da Ponta do Madeiro. Mais perto do centro, entre a Praia de Pipa e a Praia do Amor, o Orishas Resto Bar é o melhor boteco pé na areia da região. Ótimo lugar para almoçar ou passar o dia petiscando.

Para comer bem e barato em Pipa

O restaurante Self-sevice Shirley House é um clássico dos mochileiros em pipa. Mesma pegada do Boas Vindas PIPA. Outro bom e barato é a Churrascaria Dona Branca. Seja PF ou comida por quilo, dá pra gastar menos de R$ 25 e sair satisfeito.

7. Preços e quanto gastar em Pipa

Pipa não é um destino barato. Por exemplo, comparando com Natal, em Pipa se gasta muito mais com alimentação e hospedagem.

Preços para uma viagem em casal:

Para uma viagem confortável, mas sem ostentação, dá pra gastar em média R$ 300 por dia com hospedagem (casal) e a partir de R$ 150 (por pessoa) por dia com alimentação. Some a isso uma média de R$ 120 por dia + gasolina se for alugar um carro, além de um extra para bebidas e petiscos. Média = R$ 500 por dia por pessoa.

Se o plano é viajar barato, mas sem sofrimento, pode se hospedar por cerca de R$ 150 por dia (casal) e gastar a partir de R$ 70 por dia (por pessoa) com alimentação. Além dos trajetos de ida e volta em ônibus e de pelo menos um passeio de buggy pelas praias. Média = R$ 250 por dia por pessoa.

Já uma viagem em família tem custos diferentes, especialmente se estiver com crianças.

Galeria de fotos de Pipa

Selecionamos fotos de Pipa para você entender como realmente são a vila e suas praias.

Vídeos que recomendo sobre Pipa

A vida noturna no centrinho:

Local de embarque e passeio de lancha para ver golfinhos:

Também vale a pena assistir a este roteiro de 1 dia em Pipa:


Mais dicas de Pipa e região:

Além de Pipa, também conhecemos Natal e algumas praias pelo caminho. Aqui no blog você encontra posts que são verdadeiros guias de viagem, com muitas fotos e informações importantes para sua viagem. Antes de embarcar, veja também:

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários