Onde ficar em San Andrés depende muito do seu tempo de viagem. A escolha mais óbvia é se hospedar no centro urbano da ilha, no bairro de North End, perto da Praia de Spratt Bight. Assim é possível  fazer quase tudo a pé e economizar com transporte . Mas há bons hotéis afastados, onde os preços e custo-benefício podem fazer valer a hospedagem.

Aqui, vou explicar em detalhes onde é melhor se hospedar em San Andrés para cada tipo de viagem e roteiro, seja por contar própria ou pacote. Afinal cada experiência é única. Vou incluir também algumas dicas de hotéis e pousadas em diferentes faixas de preço, das hospedagens mais baratas aos mais completos resorts all inclusive.

Índice do artigo:

Antes de reclamar no hotel em San Andrés, saiba que:

• Chuveiro com água quente é raro em San Andrés. Se faz questão, pergunte antes para o hotel ou pesquise comentários de outros hóspedes, pois sempre tem gente reclamando nesses casos. Ou escolha um hotel 5 estrelas.

• Sinal de internet é muito ruim em San Andrés. Seja 3G, 4G ou Wi-Fi, prepare-se para se desconectar. Ou vai passar muita raiva reclamando no hotel.

• Nem todos os hotéis aceitam cartão de crédito. Se fizer sua reserva pelo Booking, repare nas condições de pagamento, pois muitos aceitam somente dinheiro vivo, de preferência Pesos Colombianos.

Mapa de onde ficar em San Andrés: a pequena área marcada de vermelho é o centrinho turístico de North End, maior bairro da ilha, onde se concentram pousadas, hotéis e restaurantes. Se hospedar perto da Praia de Spratt Bight é a melhor escolha.

O melhor lugar para se hospedar em San Andrés

Nessa região circulada em vermelho no mapa , é possível fazer tudo a pé. Pra quem gosta de localizações estratégicas, o que gera economia de tempo e dinheiro com transporte, não há melhor lugar onde ficar em San Andrés do que  perto da Praia de Spratt Bight, no bairro de North End . Como já falei no post O que fazer em San Andrés, ela é uma praia urbana limpa e com ótima estrutura, além de ser muito bonita. Ao redor da praia está o maior núcleo populacional e turístico da ilha. Vantagens dessa região:

  • Bancos (onde é possível sacar Pesos Colombianos com o cartão de crédito)
  • Lojas livres de impostos (bom lugar para compras)
  • Vida noturna (bares e a boate Coco Loco)
  • Restaurantes (Como os famosos Peru Wok, Mahi Mahi e La Regatta)
  • Agência de turismo, aluguel de mule/carrinho de golfe e embarque nos passeios
  • Perto do aeroporto (táxi mais barato do que para outras partes da ilha)
Praia de Spratt Bight, onde fica o Decameron Isleño. Perto dela é o melhor lugar para ficar hospedado em San Andrés.

Dicas de hotéis na melhor localização de San Andrés, perto da Praia de Spratt Bight

Quanto mais perto da praia, mais estratégica é a localização. Inclusive  é possível se hospedar exatamente em frente à praia , no movimentado calçadão. Além de vista, tem a praticidade de poder estar na praia e usar o banheiro do hotel, entre outras vantagens.

Decameron Isleño (All Inclusive)

Me arrependi de não ter me hospedado nele. Tem a  melhor localização possível , com saída para o calçadão da praia, num trecho menos agitado. Ótimo para quem viaja com crianças. E se não quiser praia, a piscina do hotel é uma das mais bonitas de San Andrés. Muitos quartos têm vista pro mar. Por isso tudo e por ser um dos únicos All Inclusive 5 estrelas da ilha, as diárias não são baratas. Mas, como eu disse, não há localização melhor.

Hotel Casablanca (Melhor custo-benefício)

Também em frente à praia e ao calçadão, ele fica num trecho muito mais agitado do que o Decameron Isleño. E assim como o vizinho, alguns  quartos têm vista pro mar  e a piscina é convidativa. A estrutura e a localização são muito elogiadas pelos hóspedes. Já o barulho, especialmente nas noites de sexta e sábado, costuma incomodar um pouco. Por isso é importante ler os comentários antes de reservar e pegar dicas de de melhores quartos.

Hotel Grand Caribe (Bom e barato para a região)

A rua é feia e o prédio não é bonito. Fora esses detalhes estéticos, a localização é excelente, muito perto da praia. São apenas 160 metros de distância até a faixa de areia. Também está próximo de mercados, bons restaurantes e dos outlets e lojas tipo duty free, como La Riviera e outras de cosméticos, perfumes e tecnologia.

Mais dicas de hotéis em North End, o centro de San Andrés

Além dessas três ótimas opções de hospedagem, vale a pena ver outros hotéis na região. Por exemplo, outra  dica de hotel barato  para a região é o Molino de Viento.  Pensando novamente em custo-benefício, outra boa opção de acomodação é a Villa San Miguel, uma espécie de flat em quartos em volta do pátio central.

Nessa última viagem eu me hospedei no Zojo Island, que infelizmente precisa de muitas melhorias para valer o preço que cobra nos quartos mais simples, que são muito pequenos e têm janelas voltadas para corredores internos. No limite dessa região, a praça La Barracuda tem restaurantes bons e baratos próximos. Em frente à praça, comi muito no restaurante do Sea Flower, hotel organizado e com boa infraestrutura, sendo uma opção  melhor para quem viaja com crianças .

Onde ficar em San Andrés perto de outras praias e bairros

O  restante da ilha é pouco habitado  e tem bem menos opções de hospedagem. Se salvam algumas pousadas e hotéis paradisíacos em frente à praia.  As vantagens são a tranquilidade e o preço mais baixo dos hotéis.  A desvantagem é precisar de táxi ou carro alugado se quiser ir até o centro da ilha. Por isso essa é a melhor escolha para quem pensa em passar muitos dias à toa na ilha, sem ficar atrás de pontos turísticos e passeios.

 Redes do Hotel Cocoplum na Playa Zarpada, ao lado de Rocky Cay

Dicas de hotéis em outras praias de San Andrés

Entre as poucas dezenas de hotéis e pousadas em lugares mais remotos da ilha, escolhi três opções. Elas mostram porque pode valer a pena se hospedar fora da muvuca do centro. Os três são próximos ou em frente à praia ou ao mar (Praticamente toda a costa oeste de São Andrés não tem faixa de areia, apenas pedras e encostas límpidas, perfeitas para mergulho).

Playa Tranquilo B&B

É uma pousada boutique com café da manhã de primeira, localizada a 10 km de distância do aeroporto, o que leva mais ou menos 20 minutos de carro. No local também funciona uma  escola de mergulho , a Scuba San Andrés. Fica bem em frente ao mar, basta atravessar a estrada. Mas é um trecho de pedras, perigoso e ruim para banho. Fica perto de West View, onde tem o famoso trampolim e a caminhada submarina.

Sunset Hotel

Um hotel 3 estrelas, ainda mais distante do centro e em área mais isolada. Também em frente ao mar sem praia do lado oeste da ilha. Ao seu lado estão poucas pousadas e uma escola de mergulho. Para ir até a praia de areia de mais próxima, a menos de 3 km de distância, é possível pegar uma estrada asfaltada que corta a ilha ao meio, a Via Tom Hooker.  A piscina da pousada quebra um galho nos dias de preguiça.

Hotel Cocoplum Beach

Passei uma tarde no Cocoplum e o local é  paradisíaco . É um dos únicos hotéis pé na areia de San Andrés. Tem cadeiras de praia exclusivas para hóspedes e clientes do restaurante. Fica no bairro de San Luis, que tem muitas outras pousadas. Tem piscina e quartos espaçosos, com vista pro mar ou pro simpático jardim. Em frente ao hotel, a Playa Zarpada não é tão bonita quanto a Spratt Bight, mas tem aquele azul inacreditável do mar de San Andrés e de lá você pode ir andando até Rocky Cay, ponto turístico famoso da ilha.

Dicas de pousadas e hotéis baratos em San Andrés

Como falei no início, San Andrés não é um destino de hotéis baratos ou com bom custo-benefício. Mas é possível encontrar algumas hospedagens mais em conta, com boas avaliações de hóspedes. Por exemplo, a pousada Blue Island e quartos no apartamento Feyajoma, ambos em bairro residencial ao lado do aeroporto e com diárias abaixo de R$ 100 nas datas pesquisadas. Um pouco mais afastada do centro, a pousada Roxi’s Place é simples e com diárias abaixo da média.

Pra encerrar, uma das pousadas mais baratas de San Andrés, a Posada Miss Luz. Foi a única que encontrei com diárias próximas a R$ 50 nas datas pesquisadas. Esse preço é para beliche em quarto compartilhado. A localização é razoável, perto do calçadão beira-mar, a apenas 2 km do centro turístico da ilha. Mesmo se pesquisar hostels em San Andrés, vai ser difícil encontrar diárias mais baratas e com nota acima de 7 nos sites de avaliações.

Quais são os hotéis all inclusive em San Andrés

>>Atenção! Nenhum desses hotéis tem o alto padrão dos all inclusive brasileiros. Nos de San Andrés, a comida é simples, a bebida costuma acabar e esses são os principais motivos de reclamação. Então leia comentários com atenção antes de reservar.<<

Impossível falar de hotéis all inclusive em San Andrés sem lembrar da Rede Decameron, que possui simplesmente 6 empreendimentos na ilha, todos com refeições e bebidas incluídas no preço da diária, além de alguns serviços e atividades de lazer. Fiz uma comparação entre eles no post Qual o melhor Decameron de San Andrés. E são todos hotéis, nenhum deles tem porte para ser chamado de resort.

Outra grande rede do tipo é a On Vacation, que possui os hotéis Blue Reef (perto do centro e com más avaliações), Blue Cove (perto de West View e ainda pior avaliado), On Vacation Tower (ótima localização no centrinho turístico e muitas reclamações), On Vacation Caribbean (melhor localização e melhores avaliações da rede) e por fim o On Vacation Coral Flower (bem localizado e mal avaliado).

Correndo por fora, a menor rede de hotéis inclusive de San Andrés é a Sol Caribe, que tem dois hotéis. No melhor bairro e na melhor praia está o Sol Caribe San Andrés, com avaliações razoáveis e melhor custo-benefício. No interior da ilha, perto da praia de San Luis, está o Sol Caribe Campo, com notas um pouco menores.

Mapa com dicas de hotéis nos melhores bairros e praias de San Andrés:

Mais hotéis e pousadas em San Andrés

Os melhores sites de reservas de hotéis tem dezenas de locais de hospedagem em San Andrés. Entre flats, pousadas baratas, hotéis de luxo e quartos em casas de moradores, você vai encontrar uma opção que seja perfeita para seu estilo de viagem ou que simplesmente caiba no seu orçamento. A dica é reparar bem na localização e nos comentários de outros hóspedes. E sempre ficar de olho aqui nas nossas dicas de onde ficar em San Andrés, pois sempre podem surgir comentários de viajantes indicando pousadas e comentando suas experiências na ilha.

E se tiver alguma dúvida, é só perguntar! Além de ter percorrido a ilha inteira, sempre de olho nos melhores bairros e localizações estratégicas para hospedagem, continuo atento a notícias sobre San Andrés e conversando com outros viajantes. Então, se mesmo depois de ler todas as dicas ainda não sabe onde ficar em San Andrés ou gostaria de mais dicas, seja de hotéis all inclusive e pousadas baratas, é só perguntar!

Boa viagem para San Andrés!

 

Para planejar sua viagem:  
  1. Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  2. Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  3. RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Viaje com descontos:
  1. 100 reais de desconto no Airbnb
  2. 5% ou mais de desconto em Seguro Viagem
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

14 Comments

  1. Oi, bom dia
    Estou querendo viajar de lua de mel em fevereiro, do dia 9 a 12, e gostaria de ficar em San Andres, porém gostaria de um hotel que fizesse passeios, ficar próximo à ilha com hotel que tenha piscina e de fácil acesso ao centro, como são poucos dias gostaria de aproveitar o maximo, qual indicaria? E quais são os passeios comuns aí?

    • Olá, Matiele. Um hotel que recomendo pra lua de mel em San Andrés é o Decameron Isleño. Ele fica no melhor lugar da ilha, ao lado do centro e em frente à praia. Além de ter todas as refeições incluídas na diária, oferece outras atividades e serviços sem custo adicional, como curso rápido de mergulho. Lá mesmo é possível agendar passeios pela ilha. Mas esse serviço de balcão de turismo a maioria dos hotéis oferece, pois é parceria com agências de turismo e ganham uma pequena comissão. Outro hotel que indico é o Sol Caribe Sea Flower, também com ótima localização e meia pensão (somente almoço incluído). Não é tão luxuoso, mas é metade do preço e tem bom custo-benefício.

      Sobre passeio, dê uma olhada no post O que fazer em San Andrés e nesse Relato de viagem para San Andrés.

  2. Bom dia, Nivaldo. Obrigado

    É melhor comprar a passagem aérea pela vivacolombia pelo site ou na chegada em cartagena?

    obrigado

    No site existe três tarifas, o que significa?

    obrigado

    • Olá, novamente José. Compre a passagem aérea sempre antes pelo site, de preferência com uma antecedência mínima de 1 mês, porque depois o preço tende a aumentar. O mesmo vale para reserva de hotéis. No caso de hospedagem, é possível encontrar promoções em cima da hora, mas recomendo garantir os melhores locais antes da alta.

  3. Olá Nivaldo, tudo bem?
    Adorei as dicas..pretendo ir com meu marido e um outro casal de amigos em abril/2019.
    Gostaria de explorar bem a ilha, conhecer lugares paradisíacos mas tb ficar em um hotel pé na areia bom e com água quente.. não precisa ser um 5 estrelas não mas um confortável. Vc indicaria que alugassemos um carro e ficassem os no cocoplum?

    • Nivaldo responder

      Olá, Fernanda. De hotel pé na areia mesmo, sem nem rua para atravessar, um dos únicos que conheci foi o Cocoplum. Não devem existir muitos outros na ilha. Ele é pé na areia, mas não é central. Fica numa praia boa, embora não tenha muitas opções de restaurantes e lojas perto.

      Já no centro mais povoado da ilha, onde a infraestrutura é melhor, gostei do Decameron Islenõ. Ele não é pé na areia, mas basta atravessar uma rua de pedestres até a praia de Sprat Bight, que é a principal e uma das mais bonitas da ilha.

      Agora que vi que você já mencionou o Cocoplum. Então, isso de alugar carro depende da duração da sua viagem. Se for curta e quiser percorrer geral a ilha, pode ser útil. Ainda mais porque serão dois casais, o que barateia o aluguel. Mas aí vocês não precisão alugar o carrinho de golfe, que é um jeito muito mais legal de passear por lá. Falando nisso, aproveita e olha também o post O que fazer em San Andrés.

    • BOA TARDE. PRETENDO IR EM JANEIRO DE 2019. QUAIS AS DICAS PARA A PASSAGEM AÉREA , HOSPEDAGEM E PASSEIOS EM SAN ANDRES E CARTAGENA.

      OBRIGADO

      • Nivaldo responder

        Olá, José. Em relação ao clima, escolheu bem o mês, pois é uma época com muitas chances de dias ensolarados. O que pega é a lotação das coisas. Se possível, recomendo a você ir no final do mês, quando vai ter menos gente nas praias e vai encontrar hotéis com melhor custo benefício.

        Voos para San Andres

        Eu comprei os voos do Brasil pra Colômbia pela Copa Airlines e os voos internos pela Viva Colômbia. Encontrei os melhores preços buscando pelo site Skyscanner. Existem outros buscadores, mas nele você tem mais chances de encontrar voos mais baratos.

        Hotéis em San Andrés

        Procure se hospedar perto da Praia de Spratt Bight, onde pode fazer mais coisas a pé, pois é uma área com mais restaurantes e agência de turismo, além de ser a melhor praia da ilha. Tem muitos hotéis bem localizados, como Decameron Isleño, entre outros indicados. Como falei, depende se você prefere estar na parte urbana ou num local mais isolado, o que vai sair mais barato.

        Sobre Cartagena

        Em me hospedei em diferentes hotéis, pois fui com a meta de entender onde é melhor se hospedar. Tem dois artigos bem resumidos que vão te ajudar. Primeiro, veja Dicas de Cartagena. Depois, quando já entender melhor o que fazer por lá, entre em Onde se hospedar em Cartagena, onde tem dicas de melhores bairros e hotéis.

  4. Ola Nivaldo, obrigada por nos fornecer tantas dicas mas ja abusando um pouquinho mais; pretendo ir a Cartagena e San Andres qual voce aconselharia fazer primeiro?

    • Nivaldo responder

      Oi Silvana. Pode perguntar à vontade! Inclusive estou escrevendo sobre isso num post que ainda tá em rascunho. Adiantando aqui pra você:

      Eu fui pra Cartagena primeiro e acho que fiz a escolha certa, recomendo muito que faça isso também. As principais razões pra isso:

      1. É melhor fazer câmbio de moedas em Cartagena.

      2. As praias das Islas Rosario em Cartagena são lindas, como o Gente de Mar. Mas os passeios são rápidos e caros. Se for pra San Andrés primeiro, onde o azul das praias é ainda mais incrível e sem hora pra acabar, você vai chegar em Cartagena desmotivada pra gastar tanto com praia e nem vai curtir muito.

      3. Então, indo pra Cartagena primeiro, vale a pena conhecer apenas 1 resort das Islas Rosário mesmo, pra não gastar tanto tempo e dinheiro. Afinal, em seguida você terá praia todos os dias de praia em San Andrés.

      4. Cartagena é linda, mas o turismo é massivo demais e enjoa. No último dia eu não aguentava mais ser abordado por vendedores e ver todo aquele movimento de carruagens, o que me levou o escrever o post Turismo Cruel e exploração de animais.

      5. O calor em Cartagena é insuportável. Você vai querer sair correndo de lá após alguns dias. (Entenda quando ir para Cartagena). E San Andrés quase sempre tem um clima mais agradável, como falei no post Quando ir para San Andrés.

      Se também tem Bogotá no seu roteiro, recomendo que seja a primeira de todas. Porque o trânsito estressa, aí é bom ter Cartagena e San Andrés pra relaxar depois.

    • Obrigada Nivaldo!!! vou dar uma olhada sim.
      Se tiver mais dúvidas, te pergunto, ok!!

      valeu demais…

  5. Oi de novo, rs… Depois de Cartagena, vou pra San Andrés passar 6 dias… acha que é muito tempo??? Vamos em dezembro, quero ver como é o reveillon lá. Mas então, ainda to na duvida da hospedagem, nao sei se pego uma pousada mais barata no centrinho ou um hotel melhor tipo o Cocoplum, mais afastado do bairro principal… qualquer dica ajuda, obrigada!!

    • Nivaldo responder

      Olá novamente! Então, quanto tempo passar em San Andrés depende do que você pretende ou gosta mais de fazer. Por exemplo, em 6 dias, dá pra fazer um roteiro de 4 dias explorando as praias da própria San Andrés, com folga, e passar dois dias em Providência, que tem praias ainda mais paradisíacas. Isso se não estourar o orçamento, porque não sai barato o trajeto até Providência, ainda mais que, como disse no outro post, está indo com sua filha.

      Se gosta muito de praia, de ficar de boa na areia, é um bom tempo. O que eu faria: desses 6 dias em San Andrés, fique as três primeiras noites hospedada numa pousada simples no centrinho de North End, por exemplo, no Hotel Casablanca. Aí vocês podem sair a pé pra jantar, pra curtir a praia de Spratt Bight, pra embarcar nos passeios pra Johnny Cay e Acuario e alugar carrinhos de golfe. Aí, nos últimos três dias, quando já tiver explorado a ilha e quiser curtir tempo livre, tomar sol, curtir uma piscina, você vai pra um hotel pé na areia fora da muvuca, por exemplo, o próprio Cocoplum, onde tem serviço de praia, restaurante na areia, tudo com o visual impressionante da praia na frente.

Comentários