São Paulo

Pontos turísticos de São Paulo: os melhores, os principais, os gratuitos

Tá indo pra São Paulo? Veja quais são os principais e os melhores pontos turísticos da capital. Tem museus, parques, estádios de futebol e bairros inteiros.

Impossível conhecer todos os pontos turísticos de São Paulo numa única viagem. Morei 5 anos na capital paulista e ainda faltam muitos lugares para visitar. Para que você monte o melhor roteiro possível por São Paulo, selecionei 20 das melhores atrações de São Paulo, com fotos, dicas e informações sobre elas.

Não digo que são os melhores pontos turísticos de São Paulo, pois cada um tem sua opinião. Há quem prefira museus e roteiros culturais. E quem prefira comer. E tem os amantes de parques e esportes ao ar livre. Mas estes são os lugares de São Paulo mais elogiados pelos viajantes e que ocupam os primeiros lugares em rankings de sites como Tripadvisor e Google Travel. Se quer conhecer todos eles, é melhor escolher bem onde se hospedar em São Paulo.


Pontos turísticos de São Paulo – Lugares mais legais e mais visitados

Selecionei as 12 atrações mais bem avaliadas da capital paulista, entre as mais visitadas por moradores e viajantes.

  1. MASP
  2. Parque Ibirapuera
  3. Avenida Paulista
  4. Pinacoteca
  5. Museu do Futebol
  6. Mercadão
  7. Catavento Cultural
  8. Jardim Botânico
  9. Beco do Batman
  10. Instituto Butantan
  11. Arena Corinthians e Allianz Parque
  12. Bairro da Liberdade

Confira em detalhes quais são os principais pontos turísticos de São Paulo e como organizar a visita.

Se já está com viagem marcada para São Paulo, além de pesquisar sobre os pontos turísticos e principais atrativos, veja também outras dicas para planejar melhor seus dias na terra da garoa. Por isso veja também nossas dicas de melhores bairros de São Paulo, quando ir para São Paulo e o que fazer em São Paulo, que tem dicas de programas alternativos e restaurantes na capital.

1. MASP – Museu de Arte de São Paulo

Cartão-postal, ponto turístico, marco da arquitetura e local de encontro para manifestações políticas. Além disso tudo, o MASP não deixa de ser um museu. Aliás, um dos melhores museus de São Paulo. Desde 1968 ocupa um emblemático prédio modernista na Av. Paulista. Seu acervo permanente conta com mais de 8 mil peças, entre obras de arte brasileiras e mundiais, além de objetos arqueológicos, fotografias e itens diversos.

  • Preço do ingresso: R$ 40 a inteira. Maiores de 60, professores e estudantes pagam meia. Entrada gratuita às terças.
  • Dias e horários de funcionamento: quarta a domingo, com entrada das 10h às 17h30. Às terças, entrada até 19h30. Detalhes no site oficial.

2. Parque Ibirapuera

Não é o maior parque da São Paulo, mas é o mais conhecido. Fica no coração de São Paulo. Arborizado, com belos lagos, espaços culturais, ciclovia e pista para caminhada, é um respiro em meio ao caos. Você pode alugar uma bicicleta e percorrer tudo sem muito esforço, já que o parque é relativamente plano.

  • Preço do ingresso: grátis (por enquanto, pois há planos de privatizar o parque)
  • Dias e horários de funcionamento: todos os dias, das 5h às 24h. Alguns portões fecham antes. Detalhes no site oficial. Apesar de fechar tarde, vá durante o dia que é mais seguro.

3. Avenida Paulista

Como uma avenida pode ter se tornado um ponto turístico? Simples, ela é a avenida mais importante do Brasil. Ao seu redor estão prédios e escritórios das maiores empresas do Brasil e do mundo, além de bons restaurantes e hotéis. E aos domingos e feriados ela se transforma num imenso espaço cultural, com apresentações de artistas de rua, bandas e muita gente pedalando e passeando na selva de pedra.

  • O que visitar nas proximidades: Conjuntos Nacional, shoppings (Center 3, Cidade São Paulo, Pátio Paulista), Parque Trianon, MASP etc.
  • Dias e horários de funcionamento: a avenida é exclusiva para pedestres aos domingos e feriados, das 9h às 19h.

4. Pinacoteca do Estado de São Paulo

No edifício construído no ano 1900, quase em frente à também histórica Estação da Luz, está uma das maiores coleções de arte brasileira. São mais de 10 mil obras, principalmente quadros e esculturas, de artistas renomados como Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Cândido Portinari, Di Cavalcanti, entre outros. Ficou em segundo lugar na eleição dos melhores museus do Brasil do Tripadvisor.

  • Preço do ingresso: R$ 10 é o valor para adultos, R$ 5 para estudantes com carteirinha. Grátis para menores de 10 anos e maiores de 60 anos.
  • Dias e horários de funcionamento: quarta a segunda, com entrada das 10h às 17h30. Detalhes no site oficial.

5. Museu do Futebol

Digno do país do futebol. Localizado no emblemático Estádio do Pacaembu, o Museu do Futebol é um dos principais pontos turísticos de São Paulo e um lugar que surpreende os visitantes. Ao longo de 15 salas, o visitante acompanha a história do futebol desde sua chegada ao Brasil. Com muita tecnologia e interatividade. É um passeio inclusivo, acessível para deficientes físicos, com áudio-guias para cegos e materiais sensoriais.

  • Preço do ingresso: R$ 15 para adultos. Oferece descontos para idosos, crianças e famílias.
  • Dias e horários de funcionamento: terça a domingo, das 9h às 17h. Detalhes no site oficial.

6. Mercado Municipal de São Paulo (Mercadão)

Um dos melhores lugares para comer em São Paulo, mas não é só isso. Localizado no centro histórico de São Paulo, perto da Rua 25 de Março, funciona desde de 1933, num belo prédio em estilo neoclássico. Na parte de baixo, dezenas de bancas de frutas, castanhas, queijos e outros produtos de alta qualidade. Na parte de cima, disputados bares, que ficaram famosos especialmente pelo colossal sanduíche de mortadela. Também servem outras comidas de boteco como pastel e bolinho de bacalhau.

  • Entrada gratuita. O famoso sanduíche de mortadela custa em média R$ 25. A lanchonete mais famosa é o Hocca Bar.
  • Dias e horários de funcionamento: cada restaurante tem seu horário próprio. Em média, funcionam de segunda a sábado das 8h às 18h e aos domingos fecham mais cedo, por volta de 16h. Detalhes no site oficial.

7. Catavento Cultural e Educacional

Popularmente conhecido como Museu Catavento, é um grande espaço cultural que preza pela interação entre o público e o acervo. Possui mais de 250 instalações, divididas em quatro áreas distintas: Universo, Vida, Engenho e Sociedade. Nesses espaços, apresenta e discute temas que vão desde a vida animal até as células do corpo humano. É um dos mais visitados pontos turísticos de São Paulo e agrade desde crianças pequenas até adultos e idosos.

  • Preço do ingresso: R$ 10
  • Dias e horários de funcionamento: terça a domingo, com entrada das 9h às 16h. Detalhes no site oficial.

8. Jardim Botânico de São Paulo

Bem menos conhecido que o do Rio de Janeiro, o Jardim Botânico de São Paulo é uma importante atração, que agrada a maioria dos visitantes. Na zona sul, distante do centro, é bem mais tranquilo do que o Parque Ibirapuera. Com árvores imponentes, muitos jardins, lagos e espelhos d’água, é um passeio para quem busca relaxar e estar em contato com a natureza.

  • Preço do ingresso: R$ 12 a entrada inteira para adultos.
  • Dias e horários de funcionamento: terça a domingo, das 9 às 17h. Detalhes no site oficial.

9. Beco do Batman

Nas ruas estreitas da Vila Madalena, lá pelos anos 1980, alguém desenhou um Batman no muro. Pronto. Nasceu assim o nome da região e sua vocação para a arte de rua. No Beco do Batman, que compreende as ruas Gonçalo Afonso e Medeiros de Albuquerque, estão centenas de grafites de diferentes artistas, alguns deles renomados no meio. Uma verdadeira galeria de arte a céu aberto.

  • É na rua e não precisa pagar nada para conhecer.
  • Dias e horários: vá durante o dia, especialmente em dias de semana, quando a região é menos lotada.

10. Instituto Butantan

Nesses tempos em que pedem a volta da Ditadura Militar e acreditam que a Terra é plana, é ainda mais importante dar valor à ciência. No Brasil, não existe lugar melhor para isso do que o Instituto Butantan. Famoso pela produção de soros, especialmente o antiofídico (contra picadas de cobra), ele também é referência na produção de vacinas, como vacinas contra a Hepatite A e o HPV. Na visita, que agrada adultos e crianças, podemos observar diferentes espécies de animais, de insetos modificados geneticamente a répteis e mamíferos.

  • Preço do ingresso: R$ 6 para adultos, R$ 2,50 para crianças. Gratuito para crianças até 7 anos de idade.
  • Dias e horários de funcionamento: terça a domingo, das 8h45 às 16h. Detalhes no site oficial.

11. Estádios do Corinthians e do Palmeiras

Até pouco tempo atrás, as torcidas rivais diziam que o Corinthians não tinha estádio. E que o Palestra Itália, estádio do Palmeiras, era velho e pequeno. Eis que os dois principais clubes de futebol da capital paulista contraíram dívidas gigantescas e agora têm estádios (praticamente) próprios. A Arena Corinthians e o Allianz Parque podem ser visitados em seus respectivos tours, com direita a passeio por arquibancadas, vestiários e gramados.

  • Preços e horários: as agendas dependem de tabelas de jogos e os preços variam. Mais detalhes no site Tour Arena Corinthians e no Allianz Parque Experience.
  • Qual é o maior estádio de São Paulo? Nenhum dos dois. A maior capacidade de torcedores é a do Estádio Morumbi, do SPFC, que acomoda até 66.795 pessoas. Em seguida vêm o Allianz Parque (55.000 pessoas) e a Arena Corinthians (49.205 pessoas).

12. Bairro do Liberdade

A Liberdade é o maior reduto da comunidade oriental em São Paulo, conhecido também por abrigar a maio população de japoneses e descendentes fora do Japão. É um passeio interessante pra quem gosta de cultura oriental, comidas típicas e produtos exóticos. Além de sair bem nas fotos, devido à decoração e à iluminação pública, com postes que remetem ao estilo japonês. Apesar da forte ligação com o oriente, a Liberdade tinha lugares para tortura e assassinato de escravos e ganhou esse nome após a abolição da escravidão.

  • O que visitar no bairro: as principais atrações são a Feira da Liberdade, o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil, o Templo Busshinji Comunidade Soto Zen Shu e o Templo Quannin do Brasil, além das centenas de restaurantes.
  • Dica esperta: vá de metrô, para a Estação Liberdade.

Mapa com os principais pontos turísticos de São Paulo

Agora que você já sabe quais são os principais pontos turísticos de São, os preços de ingressos e a localização exata de cada um no mapa, chegou a hora de planejar outros detalhes da viagem. Tem muitas outras atrações e passeios na capital paulista.

E aqui no blog você descobre como explorar melhor a selva de pedra, sem ciladas e gastando menos. Veja nossas outras dicas de São Paulo:

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários