Não é tão simples escolher onde ficar em Florianópolis. Apesar de ser um capital mediana, com cerca de 500 mil habitantes, os melhores bairros e praias para se hospedar estão espalhados pela ilha, que tem mais de 60 km de distância entre o litoral norte e o litoral sul.

Por isso, recomendo planejar bem sua hospedagem em Florianópolis. A escolha da melhor base tem a ver com seus planos na cidade e de como pretende se locomover. Já adianto uma coisa: apesar de ter bons hotéis pé na areia, Floripa é daqueles lugares onde é melhor alugar um carro, apesar do trânsito ser horrível na alta temporada.

Sinceras como sempre, aqui vão minhas dicas onde ficar em Florianópolis. Tem informações sobre os melhores bairros de Florianópolis e praias em que vale a pena se hospedar, com dicas de hotéis e pousadas, segurança, distâncias e melhores lugares. Entenda as localizações estratégicas para cada perfil de viajante.

→ Ranking dos melhores hotéis de Florianópolis

Por que se hospedar perto das melhores praias ou do seu evento?
A Ilha de Santa Catarina, inteiramente ocupada pelo município de Florianópolis, tem 424 km². Isso é maior do que alguns países, como Malta e Andorra, por exemplo. Do extremo norte ao extremo sul da ilha, a viagem de carro em média dura 1h30. Ou seja, dependendo de onde você se hospedar, pode ter que andar muito até as melhores praias. Ah, e ainda tem uma pequena parte de Floripa que fica no continente, mas já aviso que não é legal se hospedar por lá, especialmente por causa do trânsito para acessar a ponte.
Barra da Lagoa ou Centro? Jurerê ou Canasvieiras? Entenda onde se hospedar em Florianópolis.

4 melhores bairros para se hospedar em Florianópolis

Já visitei a cidade do Guga algumas vezes e me hospedei em diferentes bairros e hotéis. Na última viagem, fui exatamente para explorar a cidade melhor e escrever essa guia de onde ficar em Floripa. Vou indicar só os melhores bairros, com as principais características de cada um. Assim você escolhe o que mais combina com você.

1. Centro – Para conhecer um pouco de tudo

Antes de viajar, eu não acreditava que o centro, longe das melhores praias, poderia ser uma boa base. Mas aí, lendo a opinião de outros viajantes, resolvi dar uma chance e não me arrependi. Além de ter o melhor shopping de Floripa, muitos restaurantes e hotéis com bom custo-benefício, o bairro fica praticamente no centro geográfico da ilha. Ou seja, a meia distância de tudo. E tem muito hotéis com vista pro mar. É também onde estão os hospitais de Floripa, se, assim como eu, você comer algo estragado na praia.

Vantagens de hospedar no Centro: nada fica muito longe. São 10 km até a Lagoa da Conceição, 10 km até o Aeroporto, 15 km até a Joaquina e 14 km ao Campeche, 25 km pra Jurerê e 27 km para Canasvieiras. No próprio bairro estão a rodoviária e o Trapiche da Av. Beira Mar Norte, um bom lugar pra alugar bicicleta e curtir a tarde. A melhor região do Centro é o entorno do Beiramar Shopping, onde estão ótimos cafés e restaurantes.

Desvantagem: vai precisar ir de carro para as praias e tem clima normal de cidade, sem atmosfera praiana.

Onde ficar no Centro de Florianópolis: minha base foi o barato hostel Eco Box, que é uma versão tropical dos hotéis-cápsula do Japão. Foi uma experiência interessante. Boa localização, perto da rodoviária e da parte boa do centro. Se quer hotéis melhores e em ótima localização, confira o BlueTree e o Novotel.

2. Jurerê Internacional e Tradicional – Praia e bairro de luxo

No norte da ilha, a praia de Jurerê é a preferida de ricos e famosos de todo o Brasil. No bairro de classe alta que cerca a praia, estão muitas mansões, hotéis de luxo, pousadas charmosas, bons restaurantes e lojas de grife. Não vi muita diferença entre Jurerê Internacional e Jurerê Tradicional. É basicamente um mesmo bairro, frequentado pelos mesmas pessoas, com mesmo padrão de casas e comércio. Já li por aí que a água do mar é limpa, mas, em toda minha vida, foi a única praia em que vivi um cocô humano na areia. (De qualquer forma, esse site mostra a balneabilidade das praias.

Dia de alta temporada na praia de Jurerê Internacional | Foto (CC) de Mgcmatt

Vantagens de Jurerê: a praia tranquila, com razoável infraestrutura, principalmente bares de alto padrão, numa região limpa, segura e com muitos hotéis. No miolo de Jurerê Internacional tem o Open Shopping, uma rua comercial exclusiva para pedestres, com lojas de grife, como a Mormaii, restaurantes e bares, como o Eisenbahn. Fora da alta temporada, o lugar fica às moscas. De Jurerê, também dá pra ir a pé até a Fortaleza de São José da Ponta Grossa, lugar histórico e muito bonito.

Desvantagem: é difícil encontrar hotéis baratos para se hospedar. O lugar quase sempre mais em conta é a Pousada Kindermann.

Onde ficar em Jurerê Tradicional: Minha base em Jurerê foi a charmosa Pousadas dos Chás, pertinho da praia e de onde fui andando para todas as boates indicadas acima. Ela fica em uma rua residencial super tranquila, próxima de bons restaurantes e da estrada que leva à praia vizinha de Canasvieiras. O bairro tem hotéis pé na areia, como o Jurere Beach Village (foto abaixo).

3. Canasvieiras – Melhor custo-benefício para famílias

Também no norte da ilha, é o vizinho classe média de Jurerê Internacional. A praia tem faixa de areia estreita e está longe de ser uma das mais bonitas da ilha. Mas o bairro ganha os turistas pela boa infraestrutura e melhor custo-benefício. Na alta temporada, a praia fica cheia de ambulantes e os bares são disputados.

Vantagens de Canasvieiras: apesar da praia ser apenas razoável, o bairro é cheio de hotéis, pousadas e apartamentos de temporada bem mais baratos do que no vizinho Jurerê Internacional. E atmosfera é melhor do que o outro vizinho, o bairro de Ingleses. O centro do de Canasvieiras tem muitos restaurantes com preços medianos, bares, farmácias, supermercados e até locadora de carros. Nas ruas centrais, achei seguro andar a pé à noite. Bairro melhor para famílias.

Onde ficar em Canasvieiras: eu me hospedei logo início do bairro, perto de Jurerê, na parte residencial e mais vazia do bairro, onde tem mais apartamentos de temporada. Aluguei pelo Airbnb. Se um dia voltar a me hospedar em Canasvieiras, vou preferir ficar no centro, onde é possível fazer mais coisas a pé. Por exemplo, no FullFloripa, flat na boca da praia. Entre as pousadas baratas de Canasvieiras, uma das melhores opções é a Don Alberto’s.

4. Lagoa da Conceição – bairro melhor para solteiros e casais jovens

O bairro de Lagoa da Conceição é um dos melhores lugares para se hospedar em Florianópolis por diferentes razões. Primeiro, porque tem um centrinho legal, com pubs, restaurantes, boa vida noturna e muitos hostels. Depois, mas não menos importante, por causa da localização estratégica, entre o centro e as principais praias da ilha, a Mole e a Joaquina. Por isso mesmo, é onde o trânsito de Floripa dá um nó e trava geral na alta temporada.

Vantagens da Lagoa da Conceição: o bairro é limpo, agitado e tem muitos lugares legais pra comer, beber e se divertir no centrinho. Ruas cheias e aparente clima de segurança. A média distância do aeroporto e perto do centro e de três das melhores praias de Floripa: a Mole, a Joaquina e o Campeche.

Desvantagem: o trânsito. Especialmente na alta temporada, entre novembro e março, fica tudo engarrafado em direção às praias.

Onde ficar na Lagoa da Conceição: pra quem gosta de charme e não pensa em economizar, uma boa opção de hospedagem é o hotel boutique Quinta das Videiras. A dica de hostel barato e com piscina, além de boa localização, é o Geckos, que tem dormitórios mistos, femininos e quarto privativo para casal.

Outros bairros bons para se hospedar em Floripa

Florianópolis tem, segundo nova contagem, mais de 100 praias. Perto de muitas delas estão pousadas que são ótimas escolhas para se hospedar na ilha. Então não se prenda somente aos lugares recomendados acima. Outras boas regiões para se hospeda em Floripa, cada uma com suas particularidades, são Santo Antônio de Lisboa, Barra da Lagoa e Campeche.

Onde não vale a pena se hospedar em Floripa

Ingleses. O bairro e a praia dos Ingleses foram os lugares mais feios que eu já vi em Florianópolis. Ruas sujas, comércio completamente descontrolado, tudo muito brega. Uma sensação de insegurança no ar. Na praia, vi a maior concentração de pombos e sujeira da ilha. Teve uma impressão diferente? Então indique pra gente uma boa localização no bairro.

Melhores hotéis de Ingleses: na região central da praia, vi apenas bares feios, tudo no nível espelunca. Se quiser se hospedar em Ingleses, prefira as extremidades do bairro, como onde está o Slaviero Essential. Em Ingleses Sul, o Marea Apart Hotel tem distância segura do caos.

E você, tem alguma dica de praia, hotel ou bairro em Floripa?

Como falei, existem mais de 100 praias na Ilha de Santa Catarina. Mesmo quem mora em Florianópolis não conhece todas elas, muito menos todos os hotéis. Se você souber de bom lugar para ficar, seja pousada, hostel ou casa de temporada, mande a dica pelos comentários, aqui embaixo. E se tiver alguma dúvida de localização, lugares perto de restaurante, centro de convenções, baladas ou o que for, é só perguntar.

Boa viagem!

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

26 Comments

  1. Heloisa Oliveira responder

    Nivaldo, tudo bem?
    Eu fui pra Florianópolis em novembro passado e fiquei em Canasvieiras num hotel chamado Mar de Canasvieiras. Fiz passeios em Jurerê, Barra da Lagoa, Joaquina e Ingleses. E ainda fui no Beto Carrero lá em Penha, no lugar do passeio que eu faria na ilha do Campeche.
    Fiquei 5 dias em Florianópolis, quero voltar em breve e conhecer melhor Jurerê Internacional e a Lagoa da Conceição.

  2. Olá Nivaldo….. gostaria de saber se 05 dias é suficiente para conhecer Floripa, as principais e mais belas praias do local

    • Nivaldo responder

      Olá, Tina! Em 5 dias dá pra fazer muita coisa em Floripa. Se a cidade estiver menos lotada, o que significa trânsito melhor, pode até conhecer duas praias por dia. Inclusive pode dividir seus dias em duas bases. Por exemplo, pode se hospedar primeiro no norte da ilha para explorar as praias e a vida noturna e gastronômica de Canasvieiras, Jurerê e Santo Antonio de Lisboa, e depois pode se mudar para a parte centro-sul, onde estão as praias mais bonitas, como a Mole, o Campeche a as dunas da Joaquina. Uma base bem localizada perto desses lugares mais bonitos e com boa estrutura e agito noturno, é o bairro Lagoa da Conceição.

  3. Marcela Zambon responder

    Ola Nivaldo tudo bem?estou com varuas dúvidas em relaçao a Floripa rss.Estarei viajando no periodo de 04/11 a 11/11.Pensei em tirar 1 dia p Blumenau..2 dias p Balneario…1 dia no Beto Carrero…e 2 dois dias em Floripa .Como o tempo em Floripa é curto ..pretendo e tenho um filho..pretendo conhecer alguma praia bem legal e bonita e tb conhecer um pouco da cidade..o que vc me sugere? Obrigada

    • Nivaldo responder

      Oi Marcela. Para ir com crianças, as praias de águas calmas do norte da ilha são melhores, como Jurerê Internacional e Canasvieiras (ambas com boa infraestrutura). A Praia do Forte também é tranquila, mas tem poucos bares de praia e acesso menos simples, passando pelo Forte de São José. Recomendo se hospedar nessa região. O bairro de Canasvieiras tem mais hotéis e pousadas, das mais baratas às mais completas, e o custo-benefício é melhor. Por exemplo, o Palace Praia Hotel é bem em frente à praia e tem piscina.

      Também fiz um Guia de Hospedagem Balneário Camboriú, caso ainda não tenha escolhido onde ficar por lá.

      • cara, comprei minha passagem para floripa e to vd, q n se tem muito o que fazer ai. Me de dica para hotel com familia e lugares, vou agora em fevereiro , me ajuda ai. pd me add no zap 21 989669060, não tenho criança e tenho pouca grana como qq brasileiro . obrigada

  4. Bom dia Nivaldo, parabéns pelo seu otimo blog. Uma pergunta muito simples: desde o Centro da cidade da para ir e voltar das diferentes praias da Ilha pelo UBER? É muito caro? Muito obrigado.

    • Nivaldo responder

      Olá, José. O preço depende do local do seu hotel e da praia. Por exemplo, se estiver no Novotel e for até a Praia da Joaquina, o preço médio do UberX fica entre R$ 27 e R$ 36.

      Se preferir se hospedar em outro bairro, como na Pousada dos Chás, em Jurerê, e for até o centro-sul da ilha, na Praia do Campeche, vai gastar pelo menos R$ 50. Nesses locais tem muitos motoristas circulando, não sei quanto às praias mais desertas. Aqui nesse site dá pra fazer estimativas de corridas de Uber. Ou você pode usar seu aplicativo mesmo pra testar. Lembrando que em alta temporada é comum ter tarifas de dinâmicas. Se quiser conhecer muitas praias em Floripa, o melhor mesmo é alugar um carro. Mas isso também é melhor em baixa temporada, porque na alta você vai sofrer mais com trânsito e preços de estacionamentos.

    • Olá Nivaldo! Adorei a postagem!
      Vou passar 10 dias no fim de janeiro. Quero ir para Lagoa, com certeza, mas também acho que vou gostar de algumas praias ao norte como Daniela, ingleses e St Antônio. Você acha que consigo ir ou é melhor tirar uns dias pra me hospedar em Canavieiras?

      • Nivaldo responder

        Oi Gabriela. Geralmente eu prefiro dividir minhas hospedagens em dois ou três hotéis, pra conhecer um pouco mais de cada bairro e praias próximas. Pra explorar bem o norte da ilha, vai facilitar se ficar um tempo em Canasvieiras ou Jurerê. Aí usa seus dias na Lagoa pra conhecer mais do centro, Praia Mole, Dunas da Joaquina e Campeche, por exemplo.

      • Oi Gabriela!
        Desculpa me intrometer no seu post, mas gostaria de saber o que vc decidiu. Vou a Floripa daqui a uma semana, passarei oito dias lá e estou com a mesma dúvida. Na verdade eu iria viajar com um amigo e já estava tudo decidido e reservado, porém, faltando poucos dias para a viagem ele me deixou na mão e estou me reorganizando para ir sozinha mesmo. Certeza que ficarei na Lagoa da Conceição, a dúvida é se vale a pena escolher também ficar uns dias ao norte da ilha.

  5. Olá querido onde morar com custo razoável. Estamos indo pra Florianópolis tentar o mercado de trabalho, temos apenas o ensino médio e estamos tentando conseguir emprego. Pode nos ajudar onde morar neste primeiro momento. Obrigada

    • Nivaldo responder

      Oi Jacqueline. Essas dicas de bairros de Florianópolis são focadas nas melhores regiões para turistas. A região mais povoada e comercial é o centro, mas lá naturalmente é mais caro para morar do que bairros mais afastados, como na parte continental de Floripa. Recomendo a você fazer buscas como onde morar ou onde viver em Florianópolis, assim encontra artigos especializados no assunto. Boa sorte, espero que vocês consigam se estabelecer bem. Abraço.

  6. Tenho uma casa de temporada na praia do Campeche a 100 mts da praia e próximo a mercado, padaria, restaurante, farmácia e a ônibus… watts 48 991486377 de fácil acesso às praias do Sul e centro e com estacionamento privado.

    • Nivaldo responder

      Dica registrada, Rosa. Você que conhece bem a região, tem alguma dica para os turistas? Tipo porque é legal se hospedar no Campeche? Para quem é melhor a praia, dica de transporte, restaurante, melhores áreas? Abraço.

  7. Olá qual lugar você indica para morar, que tenha um bom visual, movimento, badalações, praticidade e segurança? Ou falar bem do bairro Agronõmica porém não ei se é boa a vida noturna, e se tem a praticidade pq talvez seja muito tranquilo pelo que li, enfim qual sua opinião, obrigada

    • Nivaldo responder

      Oi Laisa. Pra morar, depende de onde vai ser seu principal compromisso diário, tipo estudo ou trabalho. É melhor que seja perto. Agronômica é ao lado do centro, bairro bem localizado.

  8. Muito bom o post.

    Estou indo pra Floripa no feriado de 15/9, vais ser a primeira vez e adoraria ter mais dicas.
    Vou ficar lá dois dias e quero um lugar que de pra fazer tudo a pé ou pegar ônibus, como são as linhas municipais por la?
    Além de estar procurando opções econômicas e querer uma praia bem bonita pra visitar.

    • Nivaldo responder

      Olá, Bruna. E obrigado! Boa escolha. Vai exatamente na época que fui ano passado. Em 7 dias em Santa Catarina, peguei apenas um de chuva 🌞🌞🌞.

      Então, eu não conheço nenhum outro lugar em que o transporte público seja tão complicado quanto Florianópolis. É uma das poucas cidades do Brasil que eu recomendo o aluguel de carro. Primeiro, porque é tudo longe. Mesmo se o trânsito não estiver travado, pode levar horas de uma praia até a outra. Segundo, porque a maioria das linhas exige conexão em algum terminal. Usar ônibus lá também era o meu plano, aí li tanta reclamação que acabei optando por ficar os primeiros dias parado sem carro numa praia e depois aluguei só por dois dias para explorar mais a ilha.

      De qualquer forma, se pretende conhecer um geral de Floripa, de ônibus ou não, recomendo se hospedar nos dos bairros maiores e centrais: Lagoa da Conceição e o próprio Centro.

      O Centro tem mar, mas não tem praia. Fora o visual, não tem charme turístico. É apenas prático. Tem shopping, restaurantes, a rodoviária e vai ser mais fácil se locomover de ônibus. E tem a orla pra andar de bike.

      Já a Lagoa da Conceição tem um agito bacana, muita gente jovem e bonita. Bares, restaurantes, hostels… os lugares mais descolados da cidade. Na própria lagoa que dá nome ao bairro da pra fazer SUP e outros esportes. É outro bairro sem praia, mas fica perto de três das melhores praias de Floripa: a Joaquina, a Mole e a Barra da Lagoa. Outra muito bonita, a Praia do Campeche, também não fica longe.

      Agora, se quer ter uma praia que possa ir a pé, mas que tenha comércio e restaurantes perto, indico se hospedar em Jurerê Internacional (o bairro dos milionários, mas que tem lugares classe média pra ir, haha) ou em Canasvieiras, o bairro preferido das famílias. Apesar de terem praias razoáveis, nenhum dos dois tem o charme da Lagoa da Conceição. E por serem na ponta norte da ilha, fica mais complicado ainda transitar, especialmente de ônibus.

      Praias mais bonitas de Floripa

      Esse título é da Ilha do Campeche. Águas cristalinas e areia branca. Tirando essa e outras praias quase desertas, Floripa tem lindas praias mais acessíveis, como a Praia Mole. As Dunas da Joaquina também são um lugar que você deve conhecer.

      Alguma dúvida ainda?

    • Olá Nivaldo,

      Estou indo para Floripa mês que vem e vou ficar 5 dias, gostaria de dicas boa localização até às praias o que dá pra conhecer nesse tempo, preços bons para hospedagem, aguardo.

      • Nivaldo responder

        Olá, Junior. Dá uma olha nesse mapa aqui que eu fiz. O número 4 é o bairro Lagoa da Conceição, que acho o mais bacana, por ser quase no centro da ilha, ter vida noturna animada e ter fácil acesso às praias mais bonitas. O único defeito é que não da pra ir andando até as praias. Tem de hotéis baratos e hostels a pousadas charmosas na região. Por exemplo, essa pousada aqui tá com ótimo custo-benefício.

Comentários