Uma viagem a Jericoacoara só fica completa se incluir passeios para alguns dos lugares mais bonitos da região. E fica muito melhor se planejar cada detalhe, desde a compra da passagem aérea e cálculo do seu orçamento.

Cada viagem é única, eu sei. Por isso, aqui nessas dicas têm diferentes opções de atividades, roteiros, praias e restaurantes, entre outras informações. Tudo com uma pitada de opinião pessoal e relatos da minha experiência de viagem em Jeri.

A meta é ajudar você a planejar tudo por conta própria. Mas, caso pense em comprar um pacote para Jeri, as dicas também podem ajudar nas escolhas e a economizar em algumas etapas.

Índice das nossas dicas de Jericoacoara:

  1. Melhores meses para viajar – De julho a dezembro
  2. Passagens, aeroporto e traslado – A partir de Fortaleza e Cruz
  3. Hospedagem – Dicas de hotéis nas melhores regiões
  4. Passeios – Atrações e o que vale a pena fazer
  5. Praias – O que esperar de cada uma
  6. Quantos dias ficar – Com dicas de roteiro
  7. Quanto gastar – Médias de preços em Jeri

Viagem a Jericoacoara – Dicas e como planejar

Até os anos 1970, a Praia de Jericoacoara era apenas uma remota vila de pescadores, no município de Jijoca de Jericoacoara. Localizada no oeste do litoral do Ceará, entre dunas e um mar de águas mornas e calmas, Jericoacoara se tornou área de proteção ambiental em 1984. Nesse mesmo ano, foi eleita uma das 10 praias mais bonitas do mundo pelo jornal Washington Post, dos Estados Unidos.

E, aos poucos, a fama foi crescendo.

Duna do Pôr-do-Sol, ponto turístico mais visitado de Jeri

Jericoacoara entrou de vez no mapa do turismo nacional nos anos 2000. E com a inauguração do seu aeroporto, em 2017, pode se dizer que o turismo de massa já chegou à vila.

Aqui estão as principais dicas de viagem a Jericoacoara, pensadas para você conhecer os lugares imperdíveis e ter o melhor custo-benefício.

1. Prefira viajar no segundo semestre

O clima é perfeito para o turismo em Jericoacoara entre os meses de julho e dezembro.

É a estação seca do ano. Significa que não chove nunca? Não. Pode chover um pouco, especialmente se for nas extremidades desse período indicado, em julho ou em dezembro.

Mas dificilmente a chuva vai estragar algum passeio. Na minha viagem mesmo, em dezembro, certo dia amanheceu nublado. Senti que perderia o passeio. Mas só caiu um chuvisco e abriu aquele sol incrível.

2. A melhor forma de chegar

Depois que Jeri ganhou aeroporto próprio (em Cruz, município vizinho), ficou bem mais fácil de chegar. Mas os voos para Fortaleza costumam ser bem mais baratos, inclusive compensando o gasto extra com o traslado. E os horários também são mais abrangentes.

Ir em carro alugado não vale a pena, pois é proibido o acesso no parque nacional, onde fica Jeri. Você teria que deixar seu carro em Jijoca, gastando a partir de R$ 10 com estacionamento.

Independente do seu aeroporto de destino, é importante saber como se transportar até o centro de Jeri.

  • Voo para Jericoacoara + Transporte até a vila – O Aeroporto de Cruz fica a cerca de 40 minutos de Jeri. Não tem Uber ou Táxi. No caminho tem trechos de areia fofa. O transporte mais barato e desconfortável é na carroceria de caminhonete adaptada, a partir de R$ 25. O melhor custo-benefício é no 4×4 compartilhado, a partir de R$ 50 por pessoa.
  • Voo para Fortaleza + Traslado até Jeri – O aeroporto de Fortaleza recebe voos diretos das principais capitais brasileiras. Tem ônibus da capital até Jijoca, mas leva 6 horas e depois mais 1 hora na sacolejante “jardineira”. Vá em transfer com motorista particular, o que leva em média 5 horas e custa a partir de R$ 150 em veículo 4×4 compartilhado.
  • Mais detalhes sobre transportes – Veja nosso artigo completo, Como chegar em Jericiacoara, com meu relato sobre a viagem de ida em ônibus e a volta em veículo compartilhado.

3. Hospedagem: localização é quase tudo

A vila de Jericoacoara é compacta. Mas as ruas são de areia fofa e não circulam carros particulares. Na maioria delas, não circula carro nenhum. Ou seja, você estará a pé.

Por isso, se você não é adepto das longas caminhadas, é importante escolher uma pousada bem localizada na região central da vila. E essa região vai da Praia Principal até mais ou menos o centro geográfico da vila, com algumas particularidades.

Dicas para escolher seu hotel:

  • Pousadas pé na areia e perto da Praia Principal: Completo e no melhor ponto da praia, tem o My Blue Hotel. Mais barata e a poucos passos do mar, a Pousada Isabel é outra boa escolha.
  • Pousadas no Centro: Numa das regiões mais agitadas de Jeri, a Pousada Jerimar é muito bem avaliada. Perto da Praça Principal, centro da vida noturna e cultural, a Pousada dos Corais também vale a hospedagem.
Mais dicas sobre hospedagem em Jeri:

Aqui no blog você encontra dicas completas para escolher melhor seu hotel ou pousada em Jericoacoara. Confira o que já falamos sobre o assunto:

4. Passeios: o que vale a pena fazer e conhecer

Com o aumento do turismo, Jericoacoara foi se enchendo de atividades e pontos turísticos forjados. Mas nem todos os lugares são interessantes e nem todos os passeios são necessários. Para ajudar no seu roteiro, entenda quais são os principais passeios de Jericoacoara e o que esperar de cada um:

Lagoa do Paraíso. Parada do passeio Litoral Leste.

Passeio Litoral Leste – Buggy

Esse é o mais importante tour na região e abrange os principais pontos turísticos. Inclui paradas na Lagoa do Paraíso, Lagoa Azul, Praia do Preá, Árvore da Preguiça e na praia da Pedra Furada, onde é necessário fazer uma pequena trilha até a formação rochosa.

Preço: R$ 80 por pessoa, para ir apenas um casal no buggy, foi o que paguei. No total, R$ 160 o casal. Pra ter um guia local e ainda curtir a viagem de buggy, achei barato.

Pode ser comprado em qualquer agência de turismo da vila. O buggy pode levar até 4 passageiros (3 sentadas atrás e uma na frente cheirando gasolina). Valor negociável com a agência.

Passeio Litoral Oeste – Buggy

As próprias agências de turismo jogam a real para os clientes: esse passeio é menos interessante para a maioria das pessoas. Eu fiz e concordo. Mas, se tiver tempo, vale a pena fazê-lo. O caminho é lindo, pela areia de praias desertas, e tem paradas famosas, como em Mangue Seco, observação de cavalos-marinhos e Lago Tatajuba.

Preço: R$ 90 por pessoa, para ir apenas em casal no buggy, foi o que paguei. No total, R$ 180 o casal. É relativamente barato, mas depende da demanda. Se for alta temporada, o motorista vai preferir ir de carro cheio.

A visita aos cavalos-marinhos tem custo-extra, mas é uma parada opcional. O buggy pode levar até 4 passageiros. Valor negociável com a agência.

Lagoa do Paraíso – Transporte mais barato

Se não quiser fazer o passeio completo, pode ir até a Lagoa do Paraíso de outras formas. Compensa para quem viaja sozinho.  E assim terá a chance de passar mais tempo curtindo a lagoa.

O “transfer” mais barato entre Jeri e a Lagoa do Paraíso é na carroceria das caminhonetes adaptadas com banquinhos. Conforto zero e sujeito ao balanço das dunas. Em média, custa R$ 20 o trecho.

Duna do Pôr-do-Sol  – Passeio grátis e obrigatório

Não vá embora de Jeri sem assistir ao pôr-do-sol na duna mais famosa do Brasil. A cerca de 10 minutos de caminhada do centrinho da vila, a duna oferece a melhor vista da região. Um mirante natural, gratuito e imperdível.

Parece romaria. Todo dia, uma multidão de turistas sobe ao topo da duna no final da tarde. Tem mais gente a cada ano. Por isso, se quiser garantir uma foto só sua, vá em horários alternativos. E vá o quanto antes, pois a fama da duna não para de crescer.

Outros pontos turísticos de Jericoacoara

  • Duna do Funil – Visual digno dos Lençóis Maranhenses. A formação da lagoa depende da temporada de chuvas. Se tiver água, aproveite para fazer o clássico “esquibunda” duna abaixo.
  • Poço da Princesa – Pequena piscina natural entre rochas na Praia da Malhada. Não teria nem nome, se não fosse pela fama gerada no Instagram.
  • Buraco Azul – O nome diz tudo. É uma grande vala, surgida com a retirada de areia para obras numa estrada. Com as águas das chuvas, se encheu numa coloração surpreendente. Ganhou fama com um foto da atriz Giovanna Ewbank e agora vive lotado de turistas.

5. Como são as praias de Jeri

A Praia de Jericoaocara, no centrinho da vila, é a melhor e mais frequentada. Águas calmas, mornas e transparentes.

Faixa de areia ampla e longa, com a estrutura de algumas barracas de praia, como o Dumundu Bar Jeri, o Bar do Alexandre e o bar do My Blue, num dos melhores pontos da praia.

A outra praia da região “urbana” de Jeri é a Praia da Malhada. Com pedras na areia e no mar, ela é pouco frequentada por banhistas. Mas garante a vista deslumbrante de quem se hospeda nas pousadas próximas, como a Hurricane JeriPraia, uma das melhores da vila.

As outras praias que podem ser consideradas como pertencentes a Jericoacoara, estão em regiões mais remotas.

6. Roteiros e quantos dicas ficar

Recomendo ficar no mínimo 4 dias em Jeri. Ou seja, o dia da chegada, dois dias inteiros e o dia da partida. Pois esses dias completos são essenciais para conseguir fazer os passeios.

Considerando esse tempo mínimo, a dica pro seu roteiro de 4 dias em Jericoacoara é esta:

  • Dia 1 – Chegada em Jeri. Se ainda for dia, corra para a praia principal.
  • Dia 2 – Passeio Litoral Oeste de buggy. Chegada em Jeri a tempo do espetáculo da Duna do Pôr-do-Sol. À noite, caminhada e jantar no centrinho.
  • Dia 3 – Se gostou de passear de buggy, faça o passeio para o Litoral Leste. Com a chegada por volta de 16h em Jeri, dá tempo de curtir o final do dia na praia principal. Repita a caminhada noturna no centro.
  • Dia 4 – Se tiver a manhã live, aproveite na praia principal.

Caso tenho mais dias em Jericoacoara, aproveite para curtir sem pressa a praia da vila, o centrinho e para visitar os lugares que mais gostou durante os passeios. Por exemplo, a Pedra Furada (tem como fazer uma trilha até lá pelas praias) e a Lagoa do Paraíso.

7. Preços: quanto gastar em Jericoacoara

Já recebi muitas perguntas tipo “quanto vou gastar na minha viagem?”. Eu não sei. Você precisa calcular de acordo com suas preferências pessoais.

Pra ajudar nesse cálculo, anotei preços em Jericoacoara e pesquisei muito sobre as médias de valores na vila. Por exemplo, preços de passeios, pratos e bebidas em restaurantes, hotéis e outros itens importantes na viagem.

Média de preços em restaurantes

  • Restaurante Tamarindo – Lugar sofisticado, entre os mais caros de Jeri. Um prato com filé custa em média a partir de R$ 60 por pessoa.
  • Restaurante Pimenta Verde – Bom e sem frescura, com mesas na areia da rua. Pratos de peixes e frutos do mar, custam em média R$ 130 para duas pessoas. Pratos individuais vegetarianos e massas, custam em média a partir de R$ 30.
  • Jerimuum Restaurante – Simples e descolado, na Rua Principal. Pratos de carne individuais custam, em média, a partir de R$ 40. Bebidas como caipirinha, em média a partir de R$ 10.
  • Romã – Uma das melhores pizzarias de Jericoacoara. Uma pizza grande custa, em média, a partir de R$ 60.
  • Quiosques de rua – Quer economizar com comida? Em Jeri não faltam vendedores ambulantes de comida e bebida, que se concentram entre a Praça Principal e a praia.

Média de preços de passeios e atividades

  • Passeios Lado Leste e Lado Oeste – Bugueiros cobram em média a partir de R$ 300 para levar até 4 pessoas. Se for em casal ou trio, deixando o carro mais leve, pode tentar pechinchar.
  • Aula de Kite Surf na Praia Principal – Na Clubventos, principal “escola” de kite da região, uma aula de 1h30, incluindo aluguel de equipamento, custa a partir de R$ 200. Mas, pra sair com a pipa ao mar, é necessário fazer no mínimo umas 10 horas de aula.

Mais dicas de viagem a Jericoacoara e pelo Ceará

Aqui no blog também tem outras dicas, resenhas e relatos de viagem completos sobre minha experiência em Jericoacoara. Podem acrescentar bastante ao seu planejamento. Recomendo ler:

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.
Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários