Booking.com

Não foi fácil escolher só 12 comidas típicas do Rio Grande do Sul. A culinária gaúcha é uma das mais ricas do Brasil, moldada pelos milhares de imigrantes italianos, alemães e portugueses, além de influências de espanhóis e africanos, entre outros. O resultado dessa mistura, são doces típicos deliciosos, muito churrasco e pratos que deixam o coração gaúcho em farrapos de amor (nossa, que trocadilho).

Há anos sou fã da gastronomia rio grandense, especialmente das carnes. Mas tem muito mais pra se comer nas cidades gaúchas, especialmente em Porto Alegre, que tem um pouco de cada iguaria do estado, pois cada rincão do Rio Grande tem seus pratos típicos. Se eu fosse listar todos, ficaria escrevendo para sempre. Por isso vou falar apenas das comidas típicas, doces e petiscos mais consagrados do Rio Grande do Sul.

Onde se hospedar em Porto Alegre

1. Vovó Sentada

Pra começar a lista, um petisco tipicamente gaúcho, de nome exótico e pouco conhecido pelo Brasil. A Vovó Sentada é um biscoito (ou bolacha) assado em formato de V, crocante, bom pra petiscar. Tem as grandes Vovós Sentadas, caseiras, que devem ser bem gostosas. Na falta de alguém pra cozinhar essa iguaria pra mim, comi a versão de supermercado mesmo.

 

2. Arroz Carreteiro

Talvez seja o prato gaúcho mais famoso do Brasil, incorporado e adaptado a outras culinárias regionais, como a goiana e a mineira. A receita, à base de charque (carne-de-sol), foi criado por mercadores que atravessavam os pampas gaúchos em carros de boi, e logo se tornou popular também entre os vaqueiros. A receita não tem segredo, é basicamente arroz e charque picado, que fica ainda melhor quando temperado com pimenta e acompanhado de vinagrete. Tem versões modernas, com carnes, digamos mais “nobres”, que também ficam muito bons, como esse aqui do Destemperados.

 

3. Costela Assada

A melhor costela que eu já comi foi em Porto Alegre. A melhor não, as melhores. Porque tinha costela de vaca gado, costela de carneiro e costela de porco, todas deliciosas, assadas e temperadas com sal grosso, basicamente o único tempero do churrasco gaúcho. Poderia ter sido em qualquer churrascaria do inteior Rio Grande do Sul, mas essa costela em comi na capital e por isso dou essa dica de churrascaria em Porto Alegre. Na próxima viagem ao RS, quero experimentar a costela assada no fogo de chão, que é tipicamente gaúcha e deve ser deliciosa.

 

4. Matambre Recheado

Depois da costela, deixe espaço no estômago para outra delícia da culinária gaúcha, o matambre recheado, também comum na Argentina e no Uruguai. Essa carne, localizada entre a costela e a pela, é pouco comum acima da região sul do Brasil, mas facilmente encontrada nos açougues gaúchos. Antes de ser  enrolada e assada no forno ou no bafo, deve ser recheada a gosto com ingredientes como queijo, cebola, pimenta e até mesmo linguiça. Tem fotos, receita e modo de preparo no blog Um Casal na Cozinha.

 

5. X-Gaúcho ou simplesemente XIS

O XIS, para os íntimos, é o legítimo sanduíche rio grandense. Bem melhor (e maior) do que o hambúrguer norte-americano replicado no Brasil, o XIS é um pão prensado, que fica achatado assim e tem espaço de sobra para o recheio preferido. Experimentei com picanha assada, hambúrguer  e carne desfiada, mas sem dúvidas meu preferido é o XIS com carne de panela. E pasmem, existe até XIS Vegetariano. Pode ser encontrado em outros estados, com nomes como X-Gaúcho ou X-Tchê. Mas nada se compara a comer no Rio Grande do Sul. Vale a pena ver essa lista com 5 Xis que tu tens que provar em Porto Alegre e essa outra aqui do Destemperados.

 

6. Espeto Corrido ou Rodízio de Churrasco

Criado em Londrina, no Paraná, a sistema de rodízio de variedade de carnes foi aprimorado pelo gaúcho Albino Ongaratto. Pelo menos é o que conta a história, publicada aqui e aqui. Polêmicas de invenção à parte, não dá pra negar que o Rio Grande do Sul se tornou especialista em rodízio, tanto que muitas das melhores churrascarias do Brasil ou são gaúchas, ou tem nomes gaúchos, ou tem garçons e assadores gaúchos. E nelas você pode se empanturrar com as comidas típicas do Rio Grande do Sul até não aguentar mais.

Comidas típicas do Brasil e do mundo

 

7. Paçoca de Pinhão com Carne Assada

Não tem nada mais típico do que comidas com ingredientes regionais. Esse é o caso do pinhão, muito comum na região sul, que faz parte de alguns pratos típicos gaúchos, como essa tradicional paçoca, que também leva diversos tipos de carne na receita, como lombo de porco, salsichão, bacon e carne bovina. Receita aqui.

 

8. Tainha na Taquara (Tainha é Anchova)

Nem só de carne de gado vive a culinária gaúcha. Tradicional da região do Guaíba e do litoral sul do estado, a Tainha na Taquara é o prato típico do Rio Grande do Sul mais vendido na Festa do Mar, em Rio Grande, conforme história contada no Wikipedia.  Consiste basicamente do peixe bem temperado assado na taquara, um espeto feito de bambu do tipo taquara. Daí o nome criativo. =D  As melhores fotos e a receita também estão na Revista Sabores do Sul.

 

9. Rodízio de Galeto

Não faltam boas galeterias na Serra Gaúcha, especialmente em Gramado, onde muitas são especializadas em rodízio de galeto. Além do próprio frango assado, os rodízios geralmente incluem sopa, polenta frita, espaguete e salada.

 

10. Comidas Alemãs

Muitas comidas típicas de Alemanha se incorporaram à dieta dos gaúchos, especialmente no Vale dos Sinos, Nova Petrópolis e outras cidades e regiões que receberam grande número de imigrantes alemães. Por exemplo, a tradição dos cafés coloniais e queijos coloniais vieram com eles. Outras comidas típicas do Rio Grande do Sul de origem alemã são a chimia (doce de batata doce ou outros legumes), o eisbein (joelho de porco), o apfelstrudel (torta de maçã), o Himmel und Erde (purê de batatas e maçãs) e o chucrute (conserva de repolho fermentado).

 

11. Cuca

Destaque entre as comidas de origem alemã, a Cuca é um pão doce muito comum no Rio Grande do Sul, especialmente nas cidades com maior número de descendentes alemães. Em Santa Cruz do Sul existe até a Festa da Cuca. A cuca Pode ser de frutas, como banana, abacaxi ou maçã, ou de chocolate ou goiabada, entre outros sabores. O toque gaúcho fica por conta do acompanhamento: chimarrão. Receita aqui.

 

12. Pastel de Santa Clara

Que não me ouçam em Portugal, mas o melhor pastel de santa clara do mundo está em Pelotas, a capital brasileira dos doces (conheça a Fenadoce). Tanto que a receita pelotense desse e de outros doces tem até um selo de indicação de procedência. Depois de experimentar as melhores comidas típicas do Rio Grande do Sul, nada como fechar com um delicioso Pastel de Santa Clara de Pelotas. Receita aqui.

 

Mais fontes pesquisadas: Colônia do Hellmutt

 Como economizar na viagem:  

    • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
    • Seguros Promo: compare preços de seguro viagem (cupom de desconto: BUENASDICAS5)
    • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo
Autor

4 Comentários

  1. Eu morava ai no Rio Grande do sul em Viamao,Me apaixonei com a culinaria gaucha. As minhas maiores paixoes foram a cuca e cueca virada e que sempre faço aqui na minha casa em Minas Gerais e o chimarrao q eu tomo todos os dias. Eu soh nao comi churrasco porq soh vegetariano. Ainda vou voltar morar aí, pois quando eu era criança eu era louco pra conhecer essa terra tao maravilhosa.Parabens a culinaria q o Rio Grande apresenta.

Escreva seu comentário