Goiás

Pirenópolis ou Chapada dos Veadeiros: qual o melhor destino para você?

Onde estão as melhores atrações? E as melhores comidas? Qual é mais barata? Entenda nesse comparativo entre Pirenópolis e a Chapada dos Veadeiros.

Na dúvida entre viajar para a Chapada dos Veadeiros ou Pirenópolis? Entenda as principais diferenças entre estes dois importantes destinos turísticos no estado de Goiás.

Conheço bem as duas regiões e aqui explico vantagens e desvantagens de Pirenópolis e da Chapada dos Veadeiros, comparando quesitos importantes como estradas de acesso, hospedagem, preços e atrações.

Já adianto uma coisa: um lugar não é melhor do que o outro. Sua escolha deve ser feita de acordo com preferências pessoais e necessidades específicas para a viagem. A comparação destes fatores a seguir vai ajudar bastante na sua definição de viagem para a Chapada dos Veadeiros ou Pirenópolis.

Melhor acesso

Saída de Brasília, sentido Chapada dos Veadeiros

Pirenópolis fica localizada entre Brasília e Goiânia. Então, quem vem de outros estados têm duas opções de aeroportos. Se partir de Brasília, tem duas boas opções de caminhos até Pirenópolis, sendo um deles a maior parte em pista dupla. A viagem de Brasília até Pirenópolis dura cerca de 2h30.

Alto Paraíso, principal cidade da Chapada dos Veadeiros, fica ao norte de Brasília, sede do grande aeroporto mais próximo. A partir da Capital Federal, uma única estrada pavimentada leva até Alto Paraíso. Está em boas condições, mas boa parte do trajeto é um pista simples. A viagem de Brasília até a Chapada dura cerca de 3h.

  • Conclusão: a  localização estratégica de Pirenópolis , com maior proximidade de Brasília e de Goiânia, faz dela uma cidade mais fácil de ser visitada por quem não gosta de viagens longas e prefere estradas de pista dupla. Mais fácil também para quem vem de ônibus.

Atrações urbanas

Ponte do Carmo, Centro de Pirenópolis

Para quem gosta de ruelas históricas, igrejas seculares, lojinhas para fazer compras, museus e outras atrações na própria cidade, Pirenópolis é a melhor cidade para visitar no estado. Muitos lugares preservados e charmosos entre os pontos turísticos.

As três bases da Chapada dos Veadeiros são Alto Paraíso, São Jorge e Cavalcante. Nenhuma delas têm de fato atrações interessantes na própria cidade. Em Alto Paraíso, menção somente às lojas e locais de produtos esotéricos.

  • Conclusão: se não faz questão de ficar no meio do mato,  vá direto para Pirenópolis . A cidade, por si só, consegue manter o viajante entretido por alguns dias.

Atrações naturais

Mirante da Janela, na Chapada dos Veadeiros

Aos pés da Serra dos Pirineus, Pirenópolis tem lindas paisagens de cerrado e incontáveis cachoeiras. Já visitei algumas delas, as mais turísticas. Gostei, mas achei muito lotadas de gente e ficaram abaixo das minhas expectativas, devido ao meu referencial.

E meu referencial é justamente a Chapada dos Veadeiros, uma paisagem única no Brasil, onde estão de grandes quedas d’água a pequenos poços de águas cristalinas em diferentes tons de azul e verde, deslizando em rochas de beleza ímpar. E as trilhas nessa região mística levam a locais impressionantes, como o Mirante da Janela.

  • Conclusão: Pirenópolis ou Chapada dos Veadeiros são bons destinos para trilhas e cachoeiras. Mas  o visual da Chapada dos Veadeiros  é insuperável, tanto que atrai viajantes do Brasil inteiro e Pirenópolis é mais conhecida apenas regionalmente.

Gastronomia e restaurantes

Pirenópolis hoje é referência em gastronomia, principalmente em comidas típicas de Goiás. Pela Rua do Lazer e adjacências, estão ótimos restaurantes. E a cidade tem muitos cafés charmosos, cervejarias artesanais e locais históricas para comer nos arredores, como a Fazenda Babilônia, que recria receitas antigas no seu “Café Sertanejo”.

De uns anos pra cá, a região da Chapada dos Veadeiros ganhou bons restaurantes. Tem boas opções na avenida principal de Alto Paraíso e lugares charmosos e românticos em São Jorge.

  • Conclusão: se o seu foco é comer bem na viagem,  vá desbravar a culinária tradicional de Pirenópolis , sem pensar duas vezes.

Hospedagem

No centro de Pirenópolis estão muitas pousadas, das opções mais econômicas a hospedagens em casarões coloniais, com séculos de história, além de verdadeiros resorts, como a Pousada dos Pirineus. Na zona rural tem bons hotéis-fazenda.

Gosta de lugares exuberantes para se hospedar? Vai se sentir em casa na Chapada dos Veadeiros. Enquanto as pousadas urbanas ficam no básico, as fazendas dão espetáculo. De resorts veganos, como o Paraíso dos Pândavas, a casas inacreditáveis pelo Airbnb, opções não faltam.

Conclusão: a oferta e a comodidade são melhores em Pirenópolis, mas a Chapada dos Veadeiros tem lugares bem mais impressionantes e conectados à natureza.  Aqui é empate .

Preços

Se focar no turismo urbano, tem muitos passeios gratuitos para fazer. Afinal, o mais legal de Pirenópolis é caminhar por suas ruas históricas de casarios preservados. Já as principais cachoeiras são privadas e cobram ingressos na faixa dos R$ 45, como expliquei nas Dicas de Pirenópolis com detalhes de valores.

Impossível visitar a Chapada e ficar só na cidade. Tem que se jogar rumo às cachoeiras. O ingresso do Parque Nacional custa hoje R$ 18. Cachoeiras em propriedades privadas cobram ingressos que vão de R$ 10 a R$ 50. E ainda tem os gastos com guias e combustível, devido à necessidade de grandes deslocamentos.

  • Conclusão: depende do que você prefere e de como pauta seus gastos pessoais. Eu, por exemplo, costumo gastar mais em Pirenópolis, pois foco em comer bem. E na Chapada não visito tantas cachoeiras, então gasto pouco.  Outro empate .

Afinal, qual é melhor, a Chapada dos Veadeiros ou Pirenópolis?

Apesar de Pirenópolis ter vencido na maioria dos quesitos, o que manda são suas expectativas e preferências pessoais.

  • Escolha Pirenópolis: se prefere mesclar história, charme, gastronomia e natureza numa viagem só, fácil de organizar e com atrações para a família inteira.
  • Escolha a Chapada dos Veadeiros: se faz questão de uma imersão profunda na natureza, no esoterismo e na beleza impressionante do cerrado, com mais opções de aventuras e trilhas que fazem valer a viagem.

E independente do seu destino escolhido, aqui no blog você encontra muitas dicas de viagem, experiências pessoais e relatos para ajudar seu planejamento. Seja para Pirenópolis ou Chapada dos Veadeiros, boa viagem!

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Passagens aéreas: melhores sites para pesquisar preços de passagens
      • Airbnb: reservas de quartos e apartamentos de temporada

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

        • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
        • Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

2 Comments

  1. Ótimo post! Eu pessoalmente prefiro a Chapada, menos gente e mais natureza. Só que a estrada dá preguiça mesmo. Com pouco tempo é melhor ir pra Pirenópolis. Em época de chuva também Pirenópolis é mais garantido, porque se o tempo ficar ruim você passeia na cidade.

    • Obrigado pelo comentário. Entre Piri e a Chapada, vale mesmo é conhecer um pouco de cada. Boas viagens!

Comentários