Gramado

Roteiro de 1 dia em Gramado – Bate e volta de Porto Alegre

Sem correria, só o que vale a pena conhecer em Gramado em 1 dia. Roteiro pelos principais pontos turísticos e lugares imperdíveis.
Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr

A apenas 100 km de distância do Aeroporto de Porto Alegre, Gramado é um bom destino de bate e volta da capital gaúcha. Mas como ir e o que visitar nesse roteiro de apenas 1 dia em Gramado? Aqui vão as dicas e principais pontos turísticos da cidade mais famosa da Serra Gaúcha.

Vale a pena passar só um dia em Gramado? Ir e voltar no mesmo dia é cansativo, principalmente se for de ônibus. Por isso recomendo alugar um carro (compare preços) e ou dormir uma noite. Mas, se não tem tempo, 1 dia é suficiente para conhecer os lugares mais interessantes. Então, acho que compensa.

Como ir para Gramado a partir de Porto Alegre

O jeito mais barato para quem está sozinho, é ir no ônibus da Citral. Nesse caso, melhor ir no primeiro horário em que ele parte do aeroporto, às  9h15, para chegar em Gramado até meio-dia e almoçar por lá. Uma alternativa mais confortável e um pouco mais cara é contratar um transfer.

  • Tempo de viagem de ônibus: 2h30
  • Tempo de viagem de carro: 1h50

Se está em dupla ou grupos maiores, vale a pena alugar um carro.  Tem muitas locadoras no Aeroporto Salgado Filho. Tem várias estradas possíveis até Gramado. O caminho mais bonito e tranquilo, é subir pela BR.116 (pista dupla) até Novo Hamburgo, lá pegar a  RS.239 (pista dupla) até Taquara e lá pegar a RS.115 para Gramado.

Roteiro de 1 dia em Gramado – O que vale a pena conhecer

Selecionei só os lugares que considero imperdíveis em Gramado. Pois se fizer apenas o bate e volta, precisa escolher bem o que visitar. Só o que dá tempo de conhecer. Por exemplo, não recomendo ir a lugares como Canela e Cascata do Caracol, que demandam mais tempo e podem fazer sua viagem virar uma correria. Se resolver dormir em Gramado uma noite, aí sim poderá explorar mais locais.

→ Templo Budista de Três Coroas

Se subir a serra de carro, a primeira dica de roteiro é no caminho. Em Três Coroas, já chegando em Gramado, passe pelo Templo Budista Chagdud Gonpa Khadro Ling. Local muito bonito, é um templo de tradições tibetanas e aberto para visitação. A entrada é gratuita e as fotos ficam lindas.

→ Lago Joaquina Rita Bier

Mais bonito do que o famoso Lago Negro, o lago Joaquina Rita Bier tem a vantagem de ser central. Ótimo lugar para fotos. Um pouco à sua frente está a Estátua do Kikito, réplica do troféu entregue aos vencedores das premiações do Festival de Cinema de Gramado.

→ Praça das Etnias

Ao lado da rodoviária, essa praça tem um belo paisagismo. Mas seu principal atrativo são as casas coloniais, em homenagem às principais etnias que povoaram Gramado. Tem a Casa Italiana, a Casa Portuguesa e a Casa Alemã, todas abertas para visitação. A casa Artesanatos de Gramado é um bom lugar para comprar produtos típicos.

→ Borges de Medeiros

A Av. Borges de Medeiros é a mais turística de Gramado. Ela concentra o maior número de restaurantes, lojas de chocolate e confeitarias de Gramado. Sem falar que é um constante desfile de moda inverno, mesmo em dias não tão frios. A programação aqui é percorrer as lojas, comprar chocolates e petiscar nos cafés.

→ Paróquia São Pedro

Mais conhecida como Catedral de Gramado, ela fica na Borges de Medeiros e foi inaugurada em 1917. Se tornou o principal ponto turístico de Gramado. Lá está o mais famoso “Termômetro de Gramado”, um grande relógio suíço com medidor de temperatura. Passe por ela também à noite, pois fica linda iluminada.

→ Rua Coberta de Gramado e o Palácio dos Festivais

Essa travessa da Rua Borges de Medeiros é exclusiva para pedestres. Se tornou a “Rua Gourmet de Gramado”. É praticamente toda ocupada por restaurantes. Coberta por um telhado de vidro, tem 100 metros de comprimento. Fica em frente ao Palácio dos Festivais, sede do Festival de Gramado, o principal festival de cinema da América Latina.

→ Degustação descontrolada de doces – Casas de Chocolate

Se tem uma coisa que todo mundo precisa fazer em Gramado, é provar os doces das inúmeras lojas de chocolates. É uma atividade cara. Há canecas de chocolate com frutas que custam acima de R$ 30. Todas que comi estavam ótimas. As mais famosas ficam na Borges de Medeiros: Casa da Velha Bruxa, Chocolate Planalto, Lugano, Caracol e Florybal.

Onde comer em Gramado nesse roteiro de 1 dia

Gramado é conhecida pelos bons restaurantes e escolher onde comer depende da preferência de cada um. Mas se quer algo típico, para almoçar recomendo um clássico rodízio de galetos. Para não errar, vá direto às melhores galeterias da Serra Gaúcha:

  • Casa di Paolo
  • Mamma Mia
  • Nonno Mio

Dessas, experimentei a Mamma Mia e gostei. Funciona no esquema de rodízio, pelo preço de R$ 76 por pessoa. Serve frango assado e massas à vontade. Sobremesa inclusa no valor.

Mas se prefere fazer uma refeição mais leve, para ter pique para percorrer os pontos turísticos, tem muitas lanchonetes no centro, como pastelarias e sanduicherias. Se for de hambúrguer, peça o XIS, comida típica do Rio Grande do Sul, que é basicamente um hambúrguer servido em pão prensado, com aspecto gigante.

Mais dicas de Gramado

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço em dezenas de países
  • Get Your Guide: ingressos e tours para atrações no mundo inteiro

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários