Quando a neve derrete, o Chile revela o outro lado de sua beleza. Praias paradisíacas, florestas verdejantes e piscinas incríveis são apenas alguns atrativos de estação. Mas não acredito em tudo o que dizem: verão no Chile não é baixa temporada no país inteiro. Alguns destinos realmente ficam com hotéis e passeios mais baratos, mas boa parte do país entra é em alta temporada, ficando mais caro.

Pra você entender onde é alta e baixa temporada no verão chileno, e para saber exatamente para onde ir, selecionei os melhores destinos da estação. Tem dicas de passeios, gastronomia e hospedagem. Então faça suas malas e vem com a gente curtir dias de verão no Chile.

Melhores destinos de verão no Chile

* Quando é verão no Chile: exatamente na mesma época em que no Brasil e em todo o hemisférios sul, de 21 de dezembro a 20 de março (datas aproximadas, porque pode variar um pouco de um ano pro outro). Mas não se engane com promessas de calor. Alguns destinos, principalmente no sul do Chile, ficam gelados o ano inteiro.

1. Pucón – Vulcões, lagos e águas quentes

Passei cinco dias em Pucón e não foi o suficiente para conhecer tudo o que a capital da aventura no Chile tem pra oferecer. Apesar de ser famosa no inverno, por causa de sua estação de esqui no vulcão, é no verão que a cidade vive sua alta temporada. Os principais turistas são os próprios chilenos, que chegam para curtir as praias de lagos vulcânicos, fazer rafting nas corredeiras, rapel nas grandes cachoeiras da região e, principalmente, para subir ao topo do Vulcão Villarrica, que fica mais acessível no verão.

Realmente não falta o que fazer em Pucón, como visitar as Termas Geométricas, da foto acima. E se por acaso você se cansar, aproveite para curtir a cidade, que tem ótimos restaurantes, cafeterias, casas de chocolate e uma vista fantástica para o vulcão.

Para se hospedar bem localizado na cidade, veja nossas dicas de onde ficar em Pucón.

2. Torres del Paine – Natureza em alta temporada

O Parque Nacional de Torres del Paine tem algumas das paisagens de maior beleza de toda a Cordilheira dos Andes. Aliás, a National Geographic já listou o parque como um dos 10 cenários mais belos do planeta. Paisagem mais famosa do parque, os três picos de granito, por si só, já valem a visita. Chegar até lá não é fácil, mas é muito prazeroso para os amantes das trilhas: o parque tem rotas curta de até 4 horas e caminhos mais complexos que duram até 10 dias. No blog Rango e Trago tem muitas fotos e dicas de trekking até o maciço de Torres del Paine.

E a melhor época para explorar o parque é mesmo o verão, entre dezembro e março, quando a temperatura costuma variar entre 5 ºC e 20 ºC.

3. Viña del Mar e Valparaíso – Cultura e as melhores praias perto de Santiago

Conhecer esse dupla de cidades tão diferentes é o passeio preferido quase todo mundo que vai pra Santiago. Colada uma na outra, elas ficam a apenas 120 km de distância de Santiago, e é muito fácil fazer um bate e volta de ônibus. Mas eu recomendo dedicar mais tempo a elas, pois só assim você pode conhecer as melhores atrações da região: os ascensores com vistas fantásticas de Valparaíso, as vinícolas do Vale de Casablanca, os restaurantes, o cassino e a as praias de Vinã del Mar e as praias de Concón, que lotam no verão e estão entre as 7 melhores praias do Chile.

Se tiver um dia de sobra no roteiro, também vale a pena visitar Isla Negra, onde está a casa de verão de Pablo Neruda, e Algarrobo, onde estão bonitas praias e a famosa maior piscina do mundo, no complexo San Alfonso del Mar.

Poucos quilômetro à frente está a quase sempre lotada Playa de Punta Tralca, da foto acima, um das mais animadas do verão no Chile. Antes de viajar, planeje bem onde ficar em Viña del Mar.

4. La Serena e Coquimbo – Praia com tranquilidade 

No caminho de Santiago para o Atacama, a cidade de La Serena é um destino de praia quase sempre tranquilo, como o próprio nome já indica. Passei um fim de semana lá e recomendo a visita. As baladas e melhores restaurantes da cidade estão concentrados na Avenida del Mar, em frente à praia principal. No final da mesma avenida está o Faro Monumental, um bonito farol com vista para o infinito vazio do Oceano Pacífico e para o esquisito monumento Cruz do Terceiro Milênio, na cidade vizinha de Coquimbo. Veja nossas dicas de La Serena.

O que fazer em La Serena e Coquimbo: a Praia Totoralillo, ao sul de Coquimbo, é a mais bonita da região. Ao norte de La Serena, a Pingüino de Humboldt National Reserve é um santuário de pinguins, leões marinhos e outros animais polares. Para avistar baleias, vá até a Isla Damas. E para admirar a imensidão do céu em um  dos lugares com melhor visibilidade do mundo, conheça o Observatório Astronômico La Silla.

5. Iquique e Norte Grande – Onde o deserto e o mar se encontram

O Atacama pode ser visitado em qualquer época do ano, mas os meses de verão no Chile são os mais quentes no deserto. Por isso a dica é seguir viagem para o norte do litoral chileno, cerca de 500 km acima de San Pedro de Atacama. É lá no alto, perto da fronteira com o Peru, que está Iquique, uma das cidades mais exuberantes da costa do Oceano Pacífico. Em estilo arquitetônico Georgiano, o centro histórico de Iquique guarda joias como o Teatro Municipal e a Torre do Relógio. Mas é pelas praias que Iquique conquista os visitantes.

Com base em Iquique, você pode sair para explorar as melhores praias do Norte Grande chileno, como Boca del Diablo, Punta Gruesa e Los Verdes. A praia urbana de Iquique é a Praia Cavancha, que está entre as melhores praias do Chile e é ideal para a prática de esportes como surfe e vela, além de ser muito limpa. Encontrei este site chileno que lista as principais praias da região.

Além das praias: descobri no Compartilhe Viagens que Iquique é a maior zona franca da América do Sul. Ou seja, compras! E se você não estiver conseguindo gastar todo seu dinheiro, aproveite que a cidade é cheia de cassinos.

Onde ficar em Iquique: para se hospedar bem em Iquique, a dica é ficar perto da Playa Cavancha, onde a cidade é mais moderna e se localizam os melhores hotéis, como o Gran Cavancha Hotel,  um dos melhores da cidade.

E o verão em Santiago?

A capital chilena pode ser bem aproveitada em qualquer época do ano, e nós brasileiros já sabemos muito bem disso. Afinal, não falta o que fazer em Santiago. No verão em Santiago, a dica é curtir os shopping nos dias de muito calor, e se refugiar também nos parques, como o Parque Bicentenario. Além, é claro, de fazer bate e volta para os destinos mais próximos, como indicados nos números 1 e 2 dessas lista, além de lugares de incrível beleza como Cajón del Maipo. Veja também nossas dicas infalíveis de Santiago.

Veja também:

• Créditos das fotos: Torres del Paine – Foto de Douglas Scortegagna / Punta Tralca – Naranja / Iquique – Julie Laurent e Robin Fernandes / Observatorio La Silla – European Southern Observaory

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: agência de turismo online para reservar passeios e traslados
  • RentCars: aluguel de carro pelo menor preço nas principais locadoras do mundo

Descontos para economizar na viagem

 
Autor

Criador e principal editor do Buenas Dicas, o blog do viajante inteligente (que é você 😄). Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

Comentários