Cartagena tem dezenas de pontos turísticos. Mas muitos deles são lugares que conhecemos naturalmente na viagem, como praças, monumentos e igrejas. Inclusive porque estão quase todos próximos, dentro da Cidade Amuralhada. Por isso, aqui vou indicar apenas atrações realmente imperdíveis em Cartagena de las Índias e região.

Estes são os principais pontos turísticos de Cartagena. São os melhores lugares que visitei em Cartagena e que recomendo para incluir no seu roteiro. No final, também coloquei o que, na minha opinião, não vale a pena visitar em Cartagena. Tudo com fotos e informações para você decidir se vai ou não visitar.


Ilhas Rosário – Onde estão as mais lindas praias

Passeio pago. O tour com transporte em lancha, ingresso e almoço custa em média entre 150 mil e 200 mil COP.

As Islas del Rosário são um pequeno arquipélago onde estão algumas das melhores praias da região de Cartagena e o Oceanarium com apresentações de golfinhos. É preciso ir de barco. Em lancha rápida, são cerca de 50 minutos até alguma praia. Os passeios vão direto para algum clube ou resort com praia privativa. Visitei o Gente de Mar e gostei bastante (veja lá detalhes como preços de passeios). Outras praias elogiadas das ilhas são estas:

  • Isla del Pirata
  • Hotel Cocoliso
  • San Pedro de Majagua
  • Lizamar
  • Bora Bora
  • Isla Coralina

A muralha de Cartagena

Passeio gratuito. Caminhada total tem cerca de 11 km.

A cidade histórica de Cartagena é toda cercada por uma grande muralhada de rochas. Em 2014 a muralhada completou 400 anos de idade. Construída para a defesa de Cartagena, ela pode ser praticamente toda percorrida a pé. Isso aí, a gente pode subir na muralha. Lá em cima estão canhões, bandeiras, abrigos para soldados e alguns dos melhores mirantes da cidade. Próximo ao centro, o Café del Mar é um restaurante (caro) disputado por turistas, especialmente no pôr-do-sol. Locais de destaque da cidade murada:

  • Baluarte de Santo Domingo
  • Forte las Tenazas
  • Baluarte La Merced
  • Baluarte de San Pedro Martir
  • Baluarte de San Lucas
  • Baluarte de Santa Catalina
  • Baluarte de Santa Teresa

Portal e Torre do Relógio (Puerta del Reloj)

Passeio gratuito. Vai passar naturalmente por ele quando chegar em Cartagena.

Se tem um lugar da cidade amuralhada que merece destaque, é a Torre do Relógio. Construída sobre a muralha, ela fica exatamente em cima da principal entrada de pedestres para o centro histórico. As passar sob o relógio, você já estará na mais movimentada praça de Cartagena, a Plaza de los Coches, que é cercada de restaurantes, casas de câmbio e hotéis. E que durante o dia recebe feiras de frutas, e durante a noite é ponto de prostituição. Sobre a Torre do Relógio de Cartagena:

  • Inauguração da torre: 1631
  • Instalação do relógio: em 1874 foi colocado um relógio importado dos Estados Unidos, mais tarde substituído por um relógio suíço.

Centro e San Diego, o centro da cidade amuralhada

Passeio gratuito. Duração: no mínimo um dia inteiro de caminhada, inclusive à noite.

No turístico Centro de Cartagena, dentro da muralha, estão alguns dos principais pontos turísticos de Cartagena e dá pra percorrer tudo a pé. Passe pelas simpáticas ruas de casas floridas e pintadas em cores vibrantes. Veja as belas igrejas, como a grandiosa São Pedro Claver, e praças rodeadas de bares e restaurantes, como a Plaza de San Diego. Lugares para ver dentro da Cidade Amuralhada:

  • Plaza de la Aduana
  • Palacio de la Inquisición
  • Iglesia de Santo Toribio
  • Iglesia de Santo Domingo
  • Plaza de San Diego
  • Plaza Bolívar
  • Plaza de la Aduana
  • Plaza San Pedro Claver
  • Plaza de las Bóvedas
  • Plaza de los Coches
  • Museo de la Esmeralda
  • Museo del Oro

Getsemaní, o lado alternativo da cidade amuralhada

Passeio gratuito. Duração: pelo menos umas duas horas de caminhada.

Muita gente se confunde e acha que o bairro Getsemaní está do lado de fora da muralhada. Mas basta andar um pouco pra ver que ele fica sim dentro da Cidade Amuralhada. Mas é uma região diferente e há pouco tempo passou a atrair turistas. Era morada de escravos recém-chegados. Hoje, é uma das regiões mais jovens e agitadas de Cartagena. Concentra bares e festas e vem recebendo muitas pousadas de charme, por um preço mais baixo que no centro.


Castelo San Felipe de Barajas

Cobra ingresso. Preço: 25 mil COP a inteira para adultos.

O exército espanhol caprichou na construção desse forte, cujo aspecto lembra um antigo castelo medieval. Pra quem gosta de história e estratégia militar, é uma visita indispensável. O mesmo vale para quem gosta de fotografar. Apesar do forte estar um tanto deteriorado pelo tempo, lá do alto estão algumas das melhores vistas de Cartagena. Provavelmente é no Castelo San Felipe de Barajas (veja lá detalhes de preços e transporte) que você vai garantir suas melhores fotos de Cartagena.


Convento Santa Cruz de La Popa – O ponto mais alto de Cartagena

Cobra ingresso. Preço: 4.500 mil COP a inteira para adultos.

Para católicos fervorosos e fotógrafos inveterados, esse é outro ponto turístico a ser visitado em Cartagena. O monastério fica no alto da colina La Popa, que chega a 148 metros de altura. Em dias de céu límpido a vista é exuberante, alcançando desde o centro histórico até o a Isla Tierra Bomba, no belíssimo mar do Caribe. O convento em si, com um belo pátio florido, parece saído de algum livro de Gabriel García Marquez, escritor colombiano que viveu anos em Cartagena.


Compras em Cartagena

Os preços em Cartagena são equivalentes aos das grandes cidades no Brasil.

Cartagena tem lojas espalhadas por toda a cidade, especialmente dentro da Cidade Amuralhada. Mas para comprar artigos típicos, presentes, malhas e esmeraldas, um lugar se destaca: Las Bóvedas. Essa espécie de galeria fica sob a muralha, na extremidade nordeste. Emolduradas pela bela arquitetura colonial, as lojas são simples e os preços não assustam. É realmente um dos melhores lugares para fazer compras em Cartagena. E se precisa de dinheiro vivo, tem casas de câmbio na região.


Calçadão de Bocagrande

Passeio gratuito. Dica: alugue uma bicicleta.

O moderno e rico bairro de Bocagrande é o preferido de quem busca hotéis mais baratos ou com melhor infraestrutura. Aliás, alguns dos melhores 5 estrelas de Cartagena estão na região. Se por um lado o bairro não tem o charme da Cidade Amuralhada, por outro ele é mais limpo, praticamente livre da insistência de vendedores e tem um belo calçadão. Evite o lado do mar aberto e vá para o lado da baía, que mais parece um lago. O longo calçadão é ideal para caminhadas e uma volta de bicicleta.



Melhores pontos turísticos de Cartagena – Ranking de outros viajantes

Segundo avaliações de milhares de viajantes no Tripadvisor, maior site de viagens do mundo, estas são as 20 melhores atrações de Cartagena. Incluindo museus, bairros e passeios a céu aberto. Nesta ordem:

  1. Cidade Murada
  2. Castillo San Felipe de Barajas
  3. Caribe Jewelry Museum & Factory
  4. Bairro Getsemaní
  5. Catedral de San Pedro Claver
  6. Oceanário das Ilhas Rosário
  7. Plaza Santo Domingo
  8. Plaza de la Trinidad
  9. Convento La Popa de la Galera
  10. Centro Histórico
  11. Museo del Oro Zenu
  12. Torre del Reloj
  13. Museo del Cacao (Choco Museo)
  14. La Gorda Gertrudis (Escultura feita por Fernando Botero)
  15. Plaza de San Diego
  16. Isla Grande
  17. Bomba Beach Club
  18. Plaza Bolívar
  19. Las Bóvedas
  20. Iglesia de la Trinidad


O que NÃO visitar em Cartagena

Entre os pontos turísticos de Cartagena, o lugar que mais me decepcionou foi a Playa Blanca. Tomada por vendedores insistentes e massagistas que desrespeitam o descanso dos turistas, a praia é uma cilada pra turistas. Inclusive escrevi um post inteiro sobre ela: Playa Blanca, o paraíso que virou um inferno.

Outro ponto turístico que eu não voltaria é o Museu do Ouro. Bem menor do que o já desinteressante Museu do Ouro de Bogotá, a versão de Cartagena é um micro-museu. Apesar da visita ser gratuita, é uma perda de tempo. Ao lado dele, o Museo de la Esmeralda, que na verdade é uma loja, me pareceu uma armadilha pra turista. E eles ficam em frente à Plaza Bolívar, que apesar da importância histórica e de ter recebido o então desabrigado Gabrial García Marquez em sua primeira noite em Cartagena, é ponto de mendicância e tomada por pombos, inclusive à noite.

E se esse é o primeiro artigo que você lê sobre Cartagena, saiba que a cidade não é exatamente um destino de praia. Apesar de ser próxima de Santa Marta e das belas praias das Ilhas Rosário, o mar da parte urbana de Cartagena não é nada paradisíaco. As praias mais razoáveis estão no bairro de Bocagrande. Mas são de águas escuras e a presença excessiva de vendedores também desencoraja o banhista mais animado. Então, veja também quais são as melhores praias de Cartagena e outras dicas de Cartagena antes de embarcar.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
  • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
  • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
  • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
  • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem

→ Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado.

→ Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Autor

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

4 Comments

  1. Uma dúvida, você foi sozinho? Pergunto isso pq estou planejando um mochilão sozinho pra Colômbia, não sou fã de praia mas acho que a experiência não seria completa se não conhecesse pelo menos uma das prais com “cor de mar do Caribe”. Você acha que é de boa ir sozinho (no caso sem companhia) pra passar um dia num desses hoteis com praia privativa? Porque se em turma Playa Blanca já deve ser péssimo, imagina ir sozinho tendo que cuidar dos pertences e se tornando mais alvo dos picaretas.

    • Nivaldo responder

      Fala Rodrigo! Foi acompanhando. Mas já viajei muito sozinho. Não sou do tipo que interage fácil e faz amizade, então faço os passeios todos realmente só. A vantagem é fazer tudo no seu próprio ritmo, ir onde quer, na hora que quer…solitário, mas muito prático.

      Ir só a praias normais, públicas, é realmente complicado. Porque não tem ninguém pra ficar “olhando as coisas” quando quer entrar no mar. Mas nas Ilhas Rosário as praias são privativas. Se for numa com limite de turistas, como a Gente de Mar, não precisa se preocupar com nada. Já a Playa Blanca é cilada.

  2. Sílvia Cristina Rodrigues responder

    Eu e meu noivo pretendemos ir em lua de mel para Cartagena e San Andres. Nosso perfil de viagem é de explorar a história dos lugares, conhecendo museus e locais históricos, mas também adoramos praia e queremos tirar uns dias para curtir um hotel beira mar. Você considera uma boa escolha? O que você recomenda?

    • Nivaldo responder

      Oi Sílvia. Entre essas principais atrações de Cartagena, a mais interessante e que tem uma história riquíssima é a Cidade Amuralhada, onde estão as igrejas, o hotel Sofitel Santa Clara, que era um convento e inspirou o Gabriel García Marques a escrever O Amor e outros Demônios – e tem um café no pátio interior que pode ser visitado, entre outros lugares que você naturalmente vai passar, como as praças e a escultura La Gorda Gertrudis, do Botero. Fora das muralhas, vá no Castelo San Felipe.

      Apesar de ser no litoral, Cartagena não é uma cidade praiana. Em Bocagrande tem hotéis em frente à praia, mas ela é feia. As melhores praias estão nas Islas Rosario, que você chega de lancha. Eu fui no Gente de Mar, um hotel com praia privativa. Apenas passei o dia, mas saí com vontade de me hospedar lá. Alguns hotéis paradisíacos nas ilhas:

      San Pedro de Majágua
      Isla del Sol
      Coralina Island

      Sério, olha as fotos desses hotéis e as praias particulares deles. Na próxima, quero passar pelo menos duas noites. Vale muito a pena.

      Aqui também tem dicas de San Andrés.

Comentários