Buenos Aires

23 principais pontos turísticos de Buenos Aires

Veja quais são e se vale a pena visitar cada um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires.

Selecionar o que visitar em Buenos Aires é uma das partes mais importantes do planejamento da viagem. Para ajudar, fiz essa lista com os principais pontos turísticos de Buenos Aires.

Já visitei praticamente todos esses lugares, por isso comento se vale a pena ou não conhecer cada um deles.

Para programar sua visita aos principais pontos turísticos de Buenos Aires, recomendo conferir também detalhes como dias e horários de funcionamento. Por isso, tem informações e links complementares junto a cada dica.

Quais são os principais pontos turísticos de Buenos Aires

Entre os mais importantes e mais visitados pontos turísticos de Buenos Aires, estão monumentos públicos, parques, museus, bairros inteiros e até um estádio de futebol. Saiba que lugares são estes, quais têm entrada grátis ou quanto cobram e um pouco mais sobre a história de cada atrativo.

Separei os pontos turísticos de Buenos Aires por bairros:


 Pontos turísticos na Recoleta 

1. Cemitério da Recoleta

Com túmulos que são verdadeiras casas das famílias ali sepultadas, o Cemitério da Recoleta, de lugar de descanso eterno, acabou se tornando um ponto turístico. Além da riqueza da arquitetura fúnebre, a fama de seus “moradores” também atrai visitantes. Lá estão os jazigos de diversos ex-presidentes da Argentina e da ex-primeira dama Evita Perón. E como todo cemitério, tem suas lendas e histórias de terror, como é contado no vídeo acima.

  • Bairro onde fica: Recoleta
  • Vale a pena conhecer: você é gótico? Se for, vai gostar. Eu visitei rapidamente e, na minha opinião, não faz sentido um cemitério ser um ponto turístico.
  • Preço: entrada gratuita.

2. Centro Cultural Recoleta

Quase ao lado do Cemitério da Recoleta, esse é um dos mais interessantes complexos culturais de Buenos Aires. No espaço onde funcionava um convento, hoje estão salas para exposições artísticas, teatro, cinema e espaços para oficinas culturais.

  • Bairro onde fica: Recoleta
  • Vale a pena conhecer: sim! Principalmente se você gosta de arte. Já vi diferentes exposições no local, uma melhor do que a outra.
  • Preço: o acesso às exposições de arte é gratuito.

3. Museu Nacional de Belas Artes

O MNBA é o maior museu de Buenos Aires, contendo o mais importante acervo de pinturas e obras de arte na Argentina. Em diferentes salões, estão expostas obras de artistas locais e de grandes nomes da história da arte, como Picasso e Van Gogh. Devido ao tamanho do museu, prepare-se para uma longa visita, que pode levar de 2 a 5 horas de duração.

  • Bairro onde fica: Recoleta
  • Vale a pena conhecer: se gosta de arte, sim. Eu fiz a visita e achei interessante, embora tenha gostado mais do Museu Evita, que é menor e menos turístico. Veja mais dicas de museus em Buenos Aires. Se chover, já sabe onde se esconder.
  • Preço: comprei o ingresso na bilheteria local, pelo equivalente a R$ 16. Veja valores atualizados e horários no site oficial, lembrando que a inflação na Argentina faz os preços mudarem muito.

4. Floralis Generica

Localizada num jardim próximo ao Museu Nacional, esse enorme flor de aço inoxidável foi inaugurada em 2002 e logo se tornou um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires. A flor foi programada para desabrochar todos os anos nos dias 25 de maio, data da Revolução de Maio, e em 21 de setembro, início da primavera. Mas, segundo as últimas notícias, a flor está estragada, então fica sempre fechada.

  • Bairro: Recoleta
  • Vale a pena conhecer: não vá ao local apenas para isso, a flor é mais fotogênica do que bonita de verdade. Melhor combinar com a visita ao Museu Nacional de Belas Artes.
  • Preço: monumento em local público e gratuito.

5. Livraria El Ateneo Grand Splendid

O lugar que abrigava o Teatro Grand Splendid deu lugar a uma livraria. Ao invés de destruir tudo para fazer uma livraria comum, a estrutura do teatro foi quase toda preservada, incluindo os belíssimos camarotes. Onde ficava o palco, hoje funciona um café.

  • Bairro: Recoleta / Barrio Norte
  • Vale a pena conhecer: sim! É a livraria mais bonita de Buenos Aires e um ótimo lugar para descansar durante o roteiro. Ótimo passeio para fazer num dia de chuva.
  • Preço: a entrada é gratuita. Aproveite a cortesia e compre um livro para treinar seu espanhol.

 Pontos turísticos em Palermo 

6. Jardim Japonês de Buenos Aires

Parque em estilo japonês, tem pequenos lagos com carpas coloridas, um pórtico e pontes em arquitetura nipônica. A ideia do local, assim como em outros jardins japoneses, é transmitir calma e tranquilidade ao visitante. Na extremidade do parque, está uma simpática casa de chás.

  • Bairro onde fica: Palermo
  • Vale a pena conhecer: depende de você. Eu, por exemplo, não achei essa coisa toda. Se fosse um parque público, aí sim. Mas não me pareceu justificar a fama, muito menos o número de visitantes.
  • Preço: paguei o equivalente a R$ 16 em 2019, na bilheteria local. Dizem que não tem fins lucrativos, sendo tudo revertido para a manutenção do parque. Achei caro. No site oficial, costumam vender pela metade do valor.

7. Rosedal e Bosques de Palermo

O Parque Tres de Febrero, também conhecido como Bosques de Palermo, é uma das maiores áreas verdes de Buenos Aires. Possui inúmeras praças, ciclovias, pistas de caminhada e lagos artificiais. O Rosedal é um grande jardim de rosas no parque, com um belo projeto de paisagismo.

  • Bairro: Palermo
  • Vale a pena conhecer: sim! Além de ser mais bonito e interessante do que o Jardin Japones. Pode ir fazer exercícios, passear com crianças ou apenas tirar umas boas fotos.
  • Preço: local público e gratuito.

8. Jardim Botânico de Buenos Aires e Eco Park

Na região da Plaza Italia, que é uma importante central de transporte, de onde saem ônibus para cidades como Luján, estão dois importantes atrativos de Buenos Aires. O bonito Jardim Botânico, com estufas e espécies raras de plantas, e o Eco Park, como passou a ser chamado o Zoológico de Buenos Aires.

  • Bairro: Palermo
  • Vale a pena conhecer: se gosta de plantas e natureza, jardins botânicos sempre são bons passeios. Sobre o zoológico, só essa palavra já causa arrepios, não faz sentido ainda ser considerado uma ponto turístico.
  • Preço: o passeio ao Jardim Botânico e grátis

 Pontos turísticos em San Telmo 

9. Feira de San Telmo

Mais tradicionais mercado de pulgas de Buenos Aires, a feira de San Telmo reúne vendedores de antiguidades e artigos tradicionais argentinos. Entre roupas, tapetes e cuias de mate, se encontra de um tudo na feira. Apesar de acontecer oficialmente na Plaza Dorrego e somente aos domingos, a feira crescer tanto que se espalhou pelas ruas do bairro. E mesmo em dias de semana, é possível encontrar algumas bancas.

  • Bairro: San Telmo
  • Vale a pena conhecer: é um programa imperdível num domingo em Buenos Aires.
  • Preço: alguns produtos tem preços bons, mais em conta do que em lojas de artigos semelhantes. Pode pechinchar, muitos argentinos aceitam fazer negócio à moda árabe-brasileira.

10. Mercado de San Telmo

De mercadão decadente a um dos lugares mais “gourmetizados” de Buenos Aires, o Mercado de San Telmo é hoje um dos lugares mais interessantes da capital. Reúne dezenas de bons restaurantes, inclusive de comida tradicional argentina, e também tem lojas de doces de leite, vinhos, queijos e outros produtos que são ótimos presentes.

  • Bairro: San Telmo
  • Vale a pena conhecer: sim. Considero um dos melhores lugares para visitar em Buenos Aires. Atrai todos os perfis, de mochileiros a casais com filhos.
  • Preço: a entrada no mercado é gratuita. Lá dentro, você vai encontrar produtos e comidas em diferentes valores.

11. Paseo de la historieta (Passeio das histórias em quadrinhos)

Mais do que um ponto turístico, essa região de San Telmo é um passeio super simpático que deve entrar no seu roteiro em Buenos Aires. Ao longo de algumas quadras, estão espalhados monumentos em homenagem às mais famosas tirinhas de jornal e HQ’s da Argentina. Numa dessas esquinas, perto do Mercado de San Telmo, está o famoso banco da personagem Mafalda.

  • Bairro: San Telmo
  • Vale a pena conhecer: sim. Região charmosa e ótima para fotos.
  • Preço: local público e gratuito, a céu aberto.

 Pontos turísticos no Centro de Buenos Aires 

12. Teatro Cólon

Foi construído em 1908 e reinaugurado em 2010 após longa reforma. Já foi selecionado entre os melhores teatros do mundo em termos de acústica, opinião endossada por artistas como o tenor Luciano Pavarotti. Além da qualidade técnica, é uma casa de ópera de rara beleza por dentro e por fora.

  • Bairro: Centro
  • Vale a pena conhecer: se quer ir ao teatro em Buenos Aires, não perca tempo e confira a agenda de apresentações no teatro.
  • Preço: a visita guiada custa o equivalente a R$ 65, dependendo da conversão do dia. Ou você pode fazer um Tour Virtual.

13. Plaza de Mayo

Desde sua construção, ela é o centro da vida política argentina. Já foi palco de incontáveis manifestações populares e protestos. Na região central da praça estão as faixas das Mães da Praça de Maio, associação de famílias de “desaparecidos” durante a violenta ditadura militar na Argentina.

14. Casa Rosada

Em plena Praça de Maio, em meio a vários outros prédios históricos, a Casa Rosada foi inaugurada em 1898 para servir de sede ao governo da Argentina, função que mantém até os dias de hoje. Já abrigou o Museo Presidencial Casa Rosada, que fechou suas portas em 2011. A atração interna em funcionamento atualmente é o Museo del Bicentenario. Fotogênica por fora, também deve ser visitada por dentro, devido ao seu rico acerco em obras de arte.

  • Bairro: Centro
  • Vale a pena conhecer: impossível não passar por ela. A visita dura 60 minutos.
  • Preço: entrada grátis, mediante agendamento pelo site oficial.

15. Calle Florida e Galerias Pacífico

Essa rua exclusiva para pedestres é o principal lugar para compras em Buenos Aires. Além de concentrar serviços como bancos e agências de turismo, a Calle Florida é repleta de lojas de marcas internacionais como Louis Vuitton, Nike, Armani e Prada. É onde fica a famosa Galerías Pacífico, um shopping de luxo que funciona em edifício ricamente decorado.

Dica extra: no mesmo prédio da Galerias Pacífico, está o Centro Cultural Borges, onde acontecem várias apresentações artísticas, inclusive de tango, a preços acessíveis.

  • Bairro: Centro
  • Vale a pena conhecer: se estiver passeando pela Calle Florida, não deixe de entrar na Galerias Pacifico.
  • Preço: grátis como todo shopping. Atualmente não compensa focar sua viagem em Buenos Aires para fazer compras. De qualquer forma, confira nossas dicas de Câmbio em Buenos Aires.

16. Catedral Metropolitana de Buenos Aires

Sede da Arquidiocese de Buenos Aires, que já esteve sob o arcebispado de Jorge Mario Bergoglio, o Papa Francisco. Seu interior é rico em estátuas seculares e guarda o corpo de José de San Martín, “El Libertador” General San Martín, famoso por ter liderado Chile, Peru e Argentina a caminho da independência

  • Bairro: Centro
  • Vale a pena conhecer: monumental, é a igreja mais bonita e importante de Buenos Aires. Fica ao lado da Plaza de Mayo, então pode combinar o roteiro.
  • Preço: entrada grátis.

17. Palacio Barolo

Com 100 metros de altura, o Palacio Barolo já foi o prédio mais alto da Argentina e de toda a América do Sul. Está dividido em três partes, numa referência ao purgatório, céu e ao inferno, numa referência à obra de literatura A Divina Comédia.

  • Bairro: Centro / Montserrat
  • Vale a pena conhecer: bonito por fora, impressionante do alto. Apesar de ser um edifício de escritórios, é possível fazer uma visita guiada que vai até o mirante na cúpula do edifício.
  • Preço: oferece diferentes tipos de visitas guiadas, que são mais baratas de segunda a sexta e custam o equivalente a R$ 120 – Valor oficial em maio de 2020.

18. Obelisco de Buenos Aires

Cartão-postal e um dos mais famosos pontos turísticos de Buenos Aires, o Obelisco é um monumento erguido em 1936 num dos principais cruzamentos da cidade, entre as avenidas Corrientes e 9 de Julio. Tem 67 metros de altura. Não é possível entrar ou subir no Obelisco. Recentemente, foi construída uma escada ao seu lado, o que ajuda bastante nas fotos. Fica mais bonito à noite, todo iluminado.

  • Bairro: Centro
  • Vale a pena conhecer: inevitavelmente você vai passar por ele.
  • Local público e gratuito.

 Pontos turísticos em outros bairros de Buenos Aires 

19. Canais de Puerto Madero e a Puente de la Mujer

O Bairro de Puerto Madero é o mais novo e moderno de Buenos Aires. Foi construído com a revitalização de uma antiga e decadente área portuária. À beira dos bonitos canais, com passeios públicos bem iluminados, estão restaurantes, casas noturnas e hotéis de luxo. O principal atrativos turístico do bairro é a Puente de la Mujer, uma ponte com traços de remontam os movimento do tango.

  • Bairro: Puerto Madero
  • Vale a pena conhecer: sim. Considero uma passeio obrigatório em Buenos Aires. Lugar romântico e de arquitetura moderna.
  • Preço: pode circular à vontade pelo bairro e seus canais. Paga-se apenas se quiser visitar a Fraga Sarmiento, barco e museu flutuante ancorado no canal.

20. Caminito

Construídas com restos de madeira de navios, as casas dessa região portuária de Buenos Aires não tinham a menor pretensão de se tornarem turísticas. Mas não deu outra. De bairro pobre, o Caminito se tornou uma das áreas mais visitadas da cidade. Além das belas casinhas coloridas, passou a concentrar lojas de produtos típicos, arte de rua e restaurantes turísticos.

  • Bairro onde fica: La Boca
  • Vale a pena conhecer: como expliquei nas dicas do Caminito, a região é realmente simpática, embora seja palco de inúmeros golpes a turistas.
  • Preço: o passeio é gratuito, mas é praticamente impossível sair sem comprar nada, seja um doce de leite ou uma cuia de mate.

21. La Bombonera

O lendário estádio do Clube Atlético Boca Júniors já recebeu alguns dos mais importantes jogos de futebol do país, como clássicos contra o River Plate e finais da Copa Libertadores de América. Viu jogar craques como Maradona, Caniggia e Tevez. É conhecido por sua acústica ensurdecedora, que amedronta os adversários do Boca.

  • Bairro onde fica: La Boca
  • Vale a pena conhecer: é melhor ir assistir a um jogo. Se não tiver, pode fazer a visita guiada para conhecer inclusive os vestiários do estádio.
  • Preço: a visita guiada custa o equivalente a cerca de  R$ 40 na bilheteria local.

22. Museu das Crianças – Museo de los Niños

Para quem viaja com os filhos pequenos, esse é um dos pontos turísticos imperdíveis em Buenos Aires. Embora tenha museu no nome, o local está mais para um enorme parque de diversões com miniaturas de locais reais, como mercado, hospital, posto de gasolina e até mesmo um mini McDonalds. Assim como a lanchonete do palhaço Ronald, os espaços são patrocinados, sendo um imenso parque de propagandas, embora com a defesa de terem um viés educativo.

  • Bairro onde fica: Abasto
  • Vale a pena conhecer: é lavagem cerebral infantil? Na minha opinião, sim. Mas não deixa de ser um lugar interessante e que garante por horas o entretenimento das crianças. Local de fácil acesso, dentro do Abasto Shopping.
  • Preço: equivalente a cerca de  R$ 30 para crianças e R$ 10 para adultos. Valores de janeiro de 2020.

23. Casas de Tango

O tango não é argentino. O tango é, sobretudo, portenho. O ritmo nasceu nos subúrbios de Buenos Aires e a dança se espalhou pelos cabarés da capital e também em Montevidéu. De arte de rua, caracterizada pela improvisação, o tango foi embalado para o turismo, se tornando um dos produtos mais vendidos em Buenos Aires, a preços absurdos nas maiores casas de espetáculos.

  • Vale a pena conhecer: é clichê, mas muita gente gosta, inclusive de shows de tango que incluem até o jantar. Minha dica é fazer uma aula de tango, o que é mais legal e interessantes do que um show.
  • Preço: em média, somente o show em casas como Señor Tango, Madero Tango e Catulo, custam a partir do equivalente a R$ 150.

Mapa de pontos turísticos de Buenos Aires

Todos esses lugares estão marcados, bairro a bairro, no mapa abaixo. Para ter ele com você na sua viagem, basta marcar a “estrela” para salvá-lo. Assim, enquanto anda por Buenos Aires, vai conferindo o que tem de interessante por perto.

Gostou dos pontos turísticos de Buenos Aires? Salve no seu pinterest. Gostou dessa imagem? Eu fiz usando o Canva Pro.

Como planejar sua visita a esses e outros lugares em Buenos Aires

Primeiro, selecionei os lugares que mais te interessam. E vá anotando no papel mesmo, à moda antiga. Só os lugares que você achar indispensáveis no seu roteiro.

Depois, assim como eu fiz com esses pontos turísticos, marque a localização de cada um no mapa. Assim, você vai entender melhor a localização e pode combinar lugares para visitar no mesmo dia.

Para os lugares mais distantes, é importante pensar no transporte. Buenos Aires tem metrô, mas ele costuma ser lotado e não tem estações próximas a todos os lugares. Por isso, pense também em aplicativos de transporte. Entenda mais: Transporte em Buenos Aires: Uber ou Táxi ou Cabify.

 

Aproveite também que coloquei o preço aproximado em reais de cada ponto turístico selecionado, e vá somando valores. Assim facilita na hora de montar seu orçamento.

Viajar com tudo reservado é bem melhor
      • Booking: descontos exclusivos em hotéis e reservas com cancelamento grátis
      • Real Seguros: compare preços de seguro viagem
      • Touron: ingressos e tours em Buenos Aires e em todo o Brasil
      • Confidence: compra de moedas e cartão pré-pago internacional

Descontos para economizar na viagem (e antes dela)

→ Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguro Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem → Acesse o Airbnb por esse link e ganhe mais de  R$ 150 em crédito  de hospedagem se ainda não for cadastrado. → Chip internacional de dados e voz com  15% de desconto  se usar o cupom CHIPMAISBARATO.

Criador e editor do Buenas Dicas, o blog de viagem super sincero. Siga nossas redes sociais e para dúvidas, propostas e parcerias, veja nosso contato.

6 Comments

  1. Luciana Grisi responder

    Excelente blog. A partir de suas informações precisas, vocês norteiam bastante o turista.

  2. Isso aí, Thiago, esse é o básico do básico. Mas é sempre bom fazer seu próprio roteiro com o que for achando interessante por lá. Logo vou aumentar essa lista ou criar mais dicas de roteiro e outros pontos turísticos em Buenos Aires. Mas pra um primeiro passeio, esses lugares aqui são essenciais.

  3. Thiago Silva responder

    Gostei! Pra minha primeira viagem, acho que é o básico. Depois conheço os outros pontos turisticos de buenos aires numa segunda oportunidade na cidade… bora lá conhecer a argentina!

  4. Legal o post, mas acho que poderia incluir na lista a Feira de San Telmo, que rola todo domingo no bairro que leva o mesmo nome (San Telmo)… é uma feira bem bacana que vale a pena citar.
    E a Reserva Ecológica, no ”fundo” do bairro Puerto Madero, também é um bom lugar para quem gosta de natureza, tranquilidade… lá também tem uma ”praia” e, no lugar da areia, tem pedras… é lindo!

    Abraços e parabéns pelo blog! Adoro acompanhar as publicações!

    • Oi Paula, valeu pelas dicas. Já estacionei na avenida desse limite de Puerto Madero, mas não sabia que ali era um reserva e que dava pra fazer passeios por lá. Vou procurar conhecer e colocar na parte 2 desse post de pontos turísticos. Se conhecer mais alguma praia interessante em Buenos Aires me avisa! E obrigado pelo elogio e por acompanhar o Buenas Dicas. ;)

Comentários