10 dicas sinceras para sua viagem a Portugal (2024)

Portugal é um dos destinos mais cobiçados pelos viajantes brasileiros. Mas não é só comprar a passagem e chegar chegando. Para aproveitar o melhor de cada destino, sem cilada, é preciso fazer um planejamento básico antes de viajar.

Estas são dicas de viagem a Portugal para quem vai a primeira vez, e busca saber um pouco de tudo para planejar cada passo das férias na terrinha.

São dicas baseadas em minha última viagem a Portugal, quando percorri alguns dos principais destinos do país, como Lisboa, Sintra e Porto. Então, tem algumas pitadas de opinião pessoal, entre informações importantes e links úteis para você.

Informações oficiais do país, assim como um mapa das principais regiões turísticas portuguesas, você encontra no site Visite Portugal, vinculado ao órgão de Turismo de Portugal.

Viagem a Portugal – 10 dicas importantes para seu planejamento

Entenda aqui o passo-a-passo para planejar cada detalhe da sua viagem a Portugal, desde a escolha da época para viajar, compra de passagem aérea e até dicas de roteiro, com lugares imperdíveis para visitar, e preços de atividades e comidas.

  1. Quando ir
  2. Melhores destinos
  3. Como chegar
  4. Câmbio
  5. O que levar
  6. Como ir de uma cidade para outra
  7. Gastronomia: pratos imperdíveis
  8. Preços e como economizar
  9. Dica de roteiro
  10. Vale a pena

Confira agora nossas dicas de Portugal, baseadas em minhas experiências no país. Tudo para que a sua viagem seja a melhor possível, com atenção a todos os detalhes. Sem perrengue, sem cilada.

1. Quando ir a Portugal

Inverno em Cascais, Portugal, num dia de sol e frio

Assim como a maior parte da Europa, Portugal tem o clima mais agradável nos meses de primavera, entre março e junho. É quando faz um friozinho gostoso à noite, e durante o dia as temperaturas costumam ser amenas para caminhar. Mas atenção: isso é generalizando muito o país.

Para onde ir em cada época do ano em Portugal

Por exemplo, se vai focar nas praias do Algarve, é melhor viajar no verão, entre junho e setembro. Apesar de ser alta temporada, com preços altos e praias lotadas, nessa época o vento gelado dá uma trégua e torna mais suportável nadar nas águas frias do Atlântico.

Se quer ter a chance de ver neve e até esquiar em Portugal, na Serra da Estrela, vá no inverno, entre dezembro e março.

E a qualquer época do ano, grandes cidades como Lisboa e o Porto têm entretenimento de sobra para os turistas. Embora também seja importante ficar atento às condições climáticas e de superlotação: por exemplo, julho em Lisboa, época de calor escaldante, multidões nas ruas e filas intermináveis nos pontos turísticos.

2. Principais destinos turísticos de Portugal

Aveiro, a “Veneza Portuguesa”

A capital, Lisboa, é o destino mais buscado e visitado do país. Mas o turismo em Portugal está longe de ser monotemático, muito menos concentrado numa cidade só. Fiz uma seleção com os 10 principais destinos turísticos de Portugal, de acordo com suas principais vocações e atrações. São eles:

  1. Lisboa – Museus, passeios de barco, mirantes e bons restaurantes típicos;
  2. Cascais – Praias e história pertinho de Lisboa;
  3. Sintra – Palácios, castelos e mirantes;
  4. Nazaré – Tradições e a praia com as maiores ondas do mundo;
  5. Aveiro – Doces típicos, como o Ovo Mole, e um canal navegável, estilo Veneza;
  6. Coimbra – Universidade histórica e vida noturna animada;
  7. Porto – Caves de vinhos, museus, mirantes e passeios de barco;
  8. Évora – Patrimônio histórico do Império Romano;
  9. Lagos – Ótima base para explorar as praias do Algarve;
  10. Arquipélago da Madeira – Ilhas com lindas praias e mirantes.

Para conhecer em detalhes esses e outros destinos importantes, recomendo ver as melhores cidades para visitar em Portugal, com mais informações sobre cada uma.

Tem poucos dias em Portugal? Não precisa dormir em todos os destinos. Dá pra conhecer vários deles numa parada pelo caminho, como explico aqui no item 7.

Melhores bases de hospedagem

A questão principal é decidir suas bases. Em termos de variedade e opções de hospedagem, as melhores bases do país são:

  • Lisboa, para explorar a região metropolitana e o centro-sul do país.
  • Porto, para desbravar o norte de Portugal, onde estão Braga e Viana do Castelo, entre outras cidades.
  • Albufeira, melhor base para conhecer as praias do Algarve, as mais bonitas do país.

3. Como ir a Portugal – Passagens mais baratas

País europeu mais visitado por brasileiros, Portugal recebe muitos voos diretos do Brasil, por diferentes cias aéreas, como Azul, Latam e TAP.

É possível voar do Brasil para Lisboa sem conexão, embarcando em capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Natal, Fortaleza e Belém, entre outras.

Em média, uma passagem de ida e volta entre o Brasil e Portugal custa a partir de R$ 4.000. Mas se ficar se olho em promoções e pesquisar bem nos melhores sites de passagens aéreas, é possível gastar menos do que isso.

E se vai para algum outro país da Europa primeiro, é fácil incluir Portugal no roteiro. Há voos muito baratos por empresas como Ryanair e EasyJeat. Pra se ter uma ideia, já paguei menos de R$ 100 por um voo de Roma para Lisboa.

4. Câmbio – Que moeda levar para Portugal

A moeda oficial em Portugal é o Euro e você deve comprá-la no Brasil mesmo, antes de viajar. Não deixe para comprar em Portugal. Lá o Real não vale muito pouco. Pra ter uma ideia do valor de compra do euro, eu pesquiso a cotação do dia nesse site, onde também da pra acompanhar a oscilação de câmbio.

Evite comprar no cartão de crédito convencional, pois compras internacionais são taxadas pelo IOF de 4,38%. E o valor de conversão entre as moedas também é desvantajoso para o cliente.

Prefira utilizar euros em espécie ou cartões modernos pré-pagos como o Wise. Dessas duas formas, a taxa é de apenas 1,1% de IOF e o câmbio ainda é melhor. No caso do cartão Wise, físico ou virtual, o câmbio é o mais favorável possível, sendo próximo ao valor do euro comercial.

Dica de ouro: não leve todo o seu dinheiro de um único jeito para Portugal. Tenha parte em dinheiro vivo e parte no cartão pré-pago em euros indicado acima. Caso extrapole seus gastos, recarregue o cartão durante a viagem ou, em último caso, compre no cartão de crédito internacional comum.

5. O que levar para Portugal – Documentos necessários

Portugal ainda não exige visto de cidadãos brasileiros. Os documentos necessários para entrar no país são o passaporte e um comprovante de cobertura de seguro viagem, específico para o Espaço Schengen.

Também é recomendado levar comprovante financeiro e comprovante de hospedagem. Caso vá ficar na casa de alguém ou Airbnb, tenha pelo menos o endereço e um telefone de contato.

Na lista de documentos obrigatórios para entrar em Portugal, tem todos os detalhes sobre valores e validades de cada documento, tudo atualizado em 2024.

Como fazer as malas para Portugal

Essa é uma questão muito pessoal, mas vale a pena ler algumas dicas.

  • Atenção à época do ano da sua viagem (volte ao item 1) e às temperaturas médias da época em cada destino.
  • Se vai ficar muito tempo, não precisa levar roupas para todos os dias. Você pode ir numa lavanderia, comuns em cidades turísticas, ou se hospedar num apartamento com máquina de lavar.
  • Use sempre sapatos e tênis muito confortáveis, mesmo se não forem tão bonitos, tipo tênis de corrida. Você vai andar muito, não vale a pena machucar os pés por conta de um visual mais descolado.

6. Transporte em Portugal – Quando usar carro, trem ou ônibus

Mapa de linhas de trem em Portugal – Imagem da cia CP

Não existem muitos voos domésticos em Portugal. As principais rotas comerciais ligam apenas Lisboa, Porto, Faro (Algarve), e os arquipélagos de Açores e Madeira. Para visitar destinos no interior do país, é preciso escolher entre carro, trem ou ônibus.

Viagem de carro – As cidades turísticas portuguesas são interligadas por excelentes estradas, a maioria com pistas duplas e vias pedagiadas. Costumo alugar na Europcar, via Rentcars, onde costuma ter bons descontos.

Viagem de ônibus – Em Portugal, eles chamam ônibus de “autocarros”. Para quem viaja sozinho, é a forma mais barata de se descolar. Dica: no site Omio dá pra pesquisar preços e comprar passagens de diferentes empresas.

Viagem de trem – Os comboios, como os portugueses chamam, funcionam bem no país. Não são trens de alta velocidade, ainda. É possível fazer rotas importantes, como de Lisboa ao Porto, ao em direção ao Algarve, no sul, ou Serra da Estrela, no Centro. No site oficial dos Comboios de Portugal, é fácil pesquisar preços, rotas e tempos de trajeto.

7. Gastronomia: pratos imperdíveis em Portugal

Começando pelo bacalhau, saiba que ele pode vir de diferentes formas e com os acompanhamentos mais diversos, geralmente NÃO descritos no cardápio. Por isso é importante ter uma ideia de quais são os principais pratos de bacalhau em Portugal, e o que vem servido com ele.

Melhores pratos à base de bacalhau

O mais popular de todos é o Bacalhau a Lagareiro, que é assado em postas, com muito azeite, e tradicionalmente acompanha batatas, cebolas, azeitonas e ovos cozidos.

Outro forma imperdível de provar bacalhau, é no Pastel de Bacalhau, que no Brasil conhecemos como bolinho de bacalhau. O melhor de todos é o Pastel de Bacalhau com queijo da Serra da Estrela, vendido na Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, na Rua Augusta de Lisboa, um lugar caro e turístico, mas imperdível.

O mais tradicional sanduíche

No Porto, experimente o mais famoso sanduíche do norte de Portugal, a Francesinha. Essa mistura de misto-quente com x-tudo, tem inspiração francesa e vem com queijo, presunto, carne e, como opcional indispensável, um ovo frito por cima. É servido no prato, com um molho apimentado.

E para ir direto aos restaurantes especialistas, essa lista com dicas de onde comer francesinha no Porto vai ajudar muito no seu planejamento.

Um doce e lanche imperdível

E pra fechar a lista de pratos obrigatórios em Portugal, tem o Pastel de Nata, que vai muito bem na sobremesa ou na hora do lanche, sempre acompanhado de café. Com recheio de ovo, foi inventado pelos monges do Mosteiro dos Jerónimos, em Belém. E somente lá em Belém, na Pastéis de Belém (desde 1837), pode ser chamado de Pastel de Belém.

Mas eu preciso ser sincero: provei pastel de natal em diferentes lugares recomendados em Lisboa, como na Fábrica da Nata e na Manteigaria do Mercado da Ribeira, e achei todos praticamente iguais.

8. Preços – Como gastar menos em Portugal

Bifana, um sanduíche bom e barato em Portugal

Comparado a outros países da Europa Ocidental, como França e Inglaterra, pode se dizer que Portugal é um país barato. Inclusive já foi barato para brasileiros, antes da desvalorização assustadora do Real a partir de 2019.

Hoje em dia, se quiser fazer uma viagem econômica ao país, vai ter que pesquisar bastante e cortar custos nos detalhes.

Por exemplo, um prato típico num bom restaurante de Lisboa, sem luxos, custa em média a partir de 12 €, o equivalente a quase R$ 70 hoje em 2024. Mas em tascas, que são botecos muitos simples, é possível pagar menos de 5 € num sanduíche tradicional, de carne ou bacalhau.

Outra dica para economizar, é se hospedar em bairros mais afastados e se utilizar do metrô para visitar o centro. Enquanto um bom hotel central custa a partir de 250 euros, é possível se hospedar em hotel equivalente por menos de 150 euros a diária, em bairro menos turísticos. Por exemplo, no Radisson Blu, que tem ótimo custo-benefício.

Quanto aos passeios, pode cortar lugares que cobram ingressos caros, como os castelos de Sintra (em média a partir de 13 € cada), por passeios gratuitos, como caminhadas em bairros históricos de Lisboa. O mesmo vale para o Porto.

9. Dica de Roteiro – O que fazer em Portugal em 7 dias

São infinitas as possibilidades de roteiro em Portugal. Pode focar só em vinhos, ou praias, ou história e turismo religioso. E dá pra ter um pouco de quase tudo na mesma viagem.

Por exemplo, aqui no blog tem este Roteiro de 3 dias em Lisboa. Mas recomendo ir além da capital.

O tempo mínimo de permanência, pra compensar a viagem, é de pelo menos 6 noites e 7 dias. Nesse período dá pra conhecer muita coisa. Por exemplo, se focar na região de Lisboa, vai preencher todo esse tempo em passeios pelos bairros históricos da capital, como Alfama, Lisboa e Belém, e por cidades próximas, como a monumental Sintra e a praiana Cascais.

Mas também é possível ser mais ousado. Nesse caso, vai ter que gastar mais dinheiro e se deslocar muito mais, como explico abaixo.

Dica de roteiro ousado para 7 dias em Portugal

A primeira dica para esse roteiro é alugar um carro para os trajetos entre as cidades. E como a maioria dos voos chegam pela manhã em Lisboa, comece com gás total.

  • Dia 1 – Chegada e passeio a pé pela região da Baixa e do Chiado, o centro turístico de Lisboa.
  • Dia 2 – Manhã em Belém, tarde na Alfama, noite de fado no Bairro Alto. Dá pra fazer tudo a pé e de metrô. Se quiser economizar tempo, faça o passeio guiado de “TukTuk”.
  • Dia 3 – Alugue um carro e pegue a estrada rumo ao norte. Faça uma parada em Coimbra. Também pode conhecer Fátima. Chegada na cidade Porto, e caminhada à  noite pela Ribeira.
  • Dia 4 – Passeio no Centro Histórico (Baixa do Porto) e na Ribeira. Atravesse a ponte do Rio Douro e deguste vinhos do porto nas caves de Vila Nova de Gaia.
  • Dia 5 –Bate e volta de carro para Matosinhos, Braga e Viana do Castelo.
  • Dia 6 – Viagem de volta a Lisboa, com paradas em Aveiro e Nazaré. Se tiver foco, pode incluir também outros destinos, como Caldas da Rainha e Peniche.
  • Dia 7 – Curta sua última manhã em Portugal e vá para o aeroporto com muita antecedência, pois as filas costumam ser grandes na imigração.

Dica de roteiro diferente em Portugal

Para conhecer também um outro ponto de vista de viagem a Portugal, com lugares diferentes para conhecer no roteiro, recomendo assistir a este vídeo:

10. Vale a pena viajar a Portugal?

Fazendo um balanço geral da minha viagem a Portugal, e pensando também nas necessidades dos principais perfis de viajantes:

  • Sim – Se não fala nada de outros idiomas e busca um país europeu onde possa se comunicar com facilidade. Ou se busca um país mais barato em relação a outros como França, Itália e Inglaterra. Se quer um país seguro e fácil de planejar a viagem, seja de carro, ônibus ou trem. Ou se vai focar em turismo religioso, praias ou locais históricos.
  • Não – Se busca um país muito diferente do Brasil para uma experiência exótica. Ou se quer focar em locais modernos. Se não gosta de história ou igrejas. Ou se quer fazer um roteiro todo de trem incluindo vários países da Europa em poucos dias de viagem.

Veja as mais sinceras dicas de Portugal

Como falei no início, esse post é um resumo das principais dicas para uma primeira viagem a Portugal. Se você busca informações mais completas, aqui no blog também tem. Recomendo ver:

Viajar com tudo reservado é bem melhor

Descontos para economizar na viagem

  • Utilize o cupom BUENASDICAS5 na Seguros Promo e tenha   5% de desconto  em seguro viagem
  • Acesse o site O Meu Chip por esse link e tenha   15% de desconto  usando o cupom CHIPMAISBARATO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários

  1. O guia que mais gostei. Parabéns!
    Sou Severino iremos a Portugal dia 16/05.

    1. Obrigado, Severino. Que bom que gostou das nossas dicas de Portugal. Boa viagem!